19 jul, 2013
Curta a Itália com dicas imperdíveisInício
 
com 40 passeios imperdíveis e fuja de 10 roubadas
Andrés Bruzzone Comunicação
A Itália é um destino que encanta turistas com suas belas paisagens, sua riqueza histórica e cultural e, claro, sua deliciosa gastronomia. Se você quer conhecer o destino, confira esta lista preparada pelo Terra para curtir ao máximo uma viagem ao “país da bota” com 40 ideias de atrações imperdíveis e 10 conselhos para não cair em roubadas.
PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.
Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Sassi di Mattera

No sul do país, a região de Basilicata esconde um tesouro imperdível conhecido como a Sassi di Mattera. Estas cavernas pré-históricas talhadas em blocos de calcário foram preservadas e completadas ao longo de 2 mil anos com pinturas religiosas e outros detalhes que merecem ser explorados.

Foto: Paola Sucato/Flickr

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Sassi di Mattera

No sul do país, a região de Basilicata esconde um tesouro imperdível conhecido como a Sassi di Mattera. Estas cavernas pré-históricas talhadas em blocos de calcário foram preservadas e completadas ao longo de 2 mil anos com pinturas religiosas e outros detalhes que merecem ser explorados.

Foto: Paola Sucato/Flickr

PASSEIOS

Casa de Julieta

Situada na cidade de Verona, a Casa da Julieta é uma das atrações mais encantadoras da Itália. A casa medieval onde viveu a mulher que inspirou Shakespeare em sua obra Romeu e Julieta se transformou em verdadeiro símbolo do amor, com cartas românticas, poesias, além de pontos que figuram na peça do autor inglês.

Foto: Jiuguang Guang/Flickr

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Sassi di Mattera

No sul do país, a região de Basilicata esconde um tesouro imperdível conhecido como a Sassi di Mattera. Estas cavernas pré-históricas talhadas em blocos de calcário foram preservadas e completadas ao longo de 2 mil anos com pinturas religiosas e outros detalhes que merecem ser explorados.

Foto: Paola Sucato/Flickr

PASSEIOS

Casa de Julieta

Situada na cidade de Verona, a Casa da Julieta é uma das atrações mais encantadoras da Itália. A casa medieval onde viveu a mulher que inspirou Shakespeare em sua obra Romeu e Julieta se transformou em verdadeiro símbolo do amor, com cartas românticas, poesias, além de pontos que figuram na peça do autor inglês.

Foto: Jiuguang Guang/Flickr

PASSEIOS

Pompeia

A 20 km de Nápoles, Pompeia se manteve oculta por mais de 1.600 anos após uma erupção do vulcão Vesúvio que cobriu o local de lava matando seus habitantes em 79 d.C. Preservados de maneira perfeita, teatros, templos, banhos termais e casas foram descobertos em 1749, fazendo de Pompeia um dos mais incríveis sítios arqueológicos do mundo.

Foto: Getty Images

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Sassi di Mattera

No sul do país, a região de Basilicata esconde um tesouro imperdível conhecido como a Sassi di Mattera. Estas cavernas pré-históricas talhadas em blocos de calcário foram preservadas e completadas ao longo de 2 mil anos com pinturas religiosas e outros detalhes que merecem ser explorados.

Foto: Paola Sucato/Flickr

PASSEIOS

Casa de Julieta

Situada na cidade de Verona, a Casa da Julieta é uma das atrações mais encantadoras da Itália. A casa medieval onde viveu a mulher que inspirou Shakespeare em sua obra Romeu e Julieta se transformou em verdadeiro símbolo do amor, com cartas românticas, poesias, além de pontos que figuram na peça do autor inglês.

Foto: Jiuguang Guang/Flickr

PASSEIOS

Pompeia

A 20 km de Nápoles, Pompeia se manteve oculta por mais de 1.600 anos após uma erupção do vulcão Vesúvio que cobriu o local de lava matando seus habitantes em 79 d.C. Preservados de maneira perfeita, teatros, templos, banhos termais e casas foram descobertos em 1749, fazendo de Pompeia um dos mais incríveis sítios arqueológicos do mundo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Costa Amalfitana

Trecho de cerca de 50 km do litoral italiano ao longo da península de Sorrento, a Costa Amalfitana é um dos lugares mais belos do litoral do país. Pontuada por belos vilarejos como Positano e Ravello, a Costa Amalfitana tem estradas que serpenteiam entre colinas e penhascos que se encontram com o Mediterrâneo.

Foto: Doriana dil Sarto/Flickr

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Sassi di Mattera

No sul do país, a região de Basilicata esconde um tesouro imperdível conhecido como a Sassi di Mattera. Estas cavernas pré-históricas talhadas em blocos de calcário foram preservadas e completadas ao longo de 2 mil anos com pinturas religiosas e outros detalhes que merecem ser explorados.

Foto: Paola Sucato/Flickr

PASSEIOS

Casa de Julieta

Situada na cidade de Verona, a Casa da Julieta é uma das atrações mais encantadoras da Itália. A casa medieval onde viveu a mulher que inspirou Shakespeare em sua obra Romeu e Julieta se transformou em verdadeiro símbolo do amor, com cartas românticas, poesias, além de pontos que figuram na peça do autor inglês.

Foto: Jiuguang Guang/Flickr

PASSEIOS

Pompeia

A 20 km de Nápoles, Pompeia se manteve oculta por mais de 1.600 anos após uma erupção do vulcão Vesúvio que cobriu o local de lava matando seus habitantes em 79 d.C. Preservados de maneira perfeita, teatros, templos, banhos termais e casas foram descobertos em 1749, fazendo de Pompeia um dos mais incríveis sítios arqueológicos do mundo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Costa Amalfitana

Trecho de cerca de 50 km do litoral italiano ao longo da península de Sorrento, a Costa Amalfitana é um dos lugares mais belos do litoral do país. Pontuada por belos vilarejos como Positano e Ravello, a Costa Amalfitana tem estradas que serpenteiam entre colinas e penhascos que se encontram com o Mediterrâneo.

Foto: Doriana dil Sarto/Flickr

PASSEIOS

Isola dei Conigli

Ao sul da ilha de Lampedusa, a pequena ilhota conhecida como Isola dei Conigli cria um lindo visual com seus penhascos rodeados de águas turquesa. Facilmente acessível, a ilhota é ideal para caminhadas e ganha um charme especial durante o pôr do sol.

Foto: Getty Images

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Sassi di Mattera

No sul do país, a região de Basilicata esconde um tesouro imperdível conhecido como a Sassi di Mattera. Estas cavernas pré-históricas talhadas em blocos de calcário foram preservadas e completadas ao longo de 2 mil anos com pinturas religiosas e outros detalhes que merecem ser explorados.

Foto: Paola Sucato/Flickr

PASSEIOS

Casa de Julieta

Situada na cidade de Verona, a Casa da Julieta é uma das atrações mais encantadoras da Itália. A casa medieval onde viveu a mulher que inspirou Shakespeare em sua obra Romeu e Julieta se transformou em verdadeiro símbolo do amor, com cartas românticas, poesias, além de pontos que figuram na peça do autor inglês.

Foto: Jiuguang Guang/Flickr

PASSEIOS

Pompeia

A 20 km de Nápoles, Pompeia se manteve oculta por mais de 1.600 anos após uma erupção do vulcão Vesúvio que cobriu o local de lava matando seus habitantes em 79 d.C. Preservados de maneira perfeita, teatros, templos, banhos termais e casas foram descobertos em 1749, fazendo de Pompeia um dos mais incríveis sítios arqueológicos do mundo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Costa Amalfitana

Trecho de cerca de 50 km do litoral italiano ao longo da península de Sorrento, a Costa Amalfitana é um dos lugares mais belos do litoral do país. Pontuada por belos vilarejos como Positano e Ravello, a Costa Amalfitana tem estradas que serpenteiam entre colinas e penhascos que se encontram com o Mediterrâneo.

Foto: Doriana dil Sarto/Flickr

PASSEIOS

Isola dei Conigli

Ao sul da ilha de Lampedusa, a pequena ilhota conhecida como Isola dei Conigli cria um lindo visual com seus penhascos rodeados de águas turquesa. Facilmente acessível, a ilhota é ideal para caminhadas e ganha um charme especial durante o pôr do sol.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Ilha de Capri

Pequena ilha da baía de Nápoles, Capri se destaca por suas lindas paisagens e seus penhascos pontuados com vilas, hotéis e restaurantes ideais para se deliciar com a gastronomia local. Desde o ponto mais alto da ilha, a vista sobre o Mediterrâneo e o vulcão Vesúvio encanta os visitantes num ambiente romântico.

Foto: S.Mark/stock.xchng

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Sassi di Mattera

No sul do país, a região de Basilicata esconde um tesouro imperdível conhecido como a Sassi di Mattera. Estas cavernas pré-históricas talhadas em blocos de calcário foram preservadas e completadas ao longo de 2 mil anos com pinturas religiosas e outros detalhes que merecem ser explorados.

Foto: Paola Sucato/Flickr

PASSEIOS

Casa de Julieta

Situada na cidade de Verona, a Casa da Julieta é uma das atrações mais encantadoras da Itália. A casa medieval onde viveu a mulher que inspirou Shakespeare em sua obra Romeu e Julieta se transformou em verdadeiro símbolo do amor, com cartas românticas, poesias, além de pontos que figuram na peça do autor inglês.

Foto: Jiuguang Guang/Flickr

PASSEIOS

Pompeia

A 20 km de Nápoles, Pompeia se manteve oculta por mais de 1.600 anos após uma erupção do vulcão Vesúvio que cobriu o local de lava matando seus habitantes em 79 d.C. Preservados de maneira perfeita, teatros, templos, banhos termais e casas foram descobertos em 1749, fazendo de Pompeia um dos mais incríveis sítios arqueológicos do mundo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Costa Amalfitana

Trecho de cerca de 50 km do litoral italiano ao longo da península de Sorrento, a Costa Amalfitana é um dos lugares mais belos do litoral do país. Pontuada por belos vilarejos como Positano e Ravello, a Costa Amalfitana tem estradas que serpenteiam entre colinas e penhascos que se encontram com o Mediterrâneo.

Foto: Doriana dil Sarto/Flickr

PASSEIOS

Isola dei Conigli

Ao sul da ilha de Lampedusa, a pequena ilhota conhecida como Isola dei Conigli cria um lindo visual com seus penhascos rodeados de águas turquesa. Facilmente acessível, a ilhota é ideal para caminhadas e ganha um charme especial durante o pôr do sol.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Ilha de Capri

Pequena ilha da baía de Nápoles, Capri se destaca por suas lindas paisagens e seus penhascos pontuados com vilas, hotéis e restaurantes ideais para se deliciar com a gastronomia local. Desde o ponto mais alto da ilha, a vista sobre o Mediterrâneo e o vulcão Vesúvio encanta os visitantes num ambiente romântico.

Foto: S.Mark/stock.xchng

PASSEIOS

Compras em Milão

Capital da moda italiana e mundial, Milão é uma cidade feita para amantes de compras, principalmente no que diz respeito a marcas e acessórios de luxo. A Via Montenapoleone, Via della Spiga, Via Sant’Andrea e Via Manzoni são apenas algumas das ruas famosas por suas lojas de marcas como Gucci, Versace, Prada e Moschino.

Foto: Matthias Rombherg/Flickr

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Sassi di Mattera

No sul do país, a região de Basilicata esconde um tesouro imperdível conhecido como a Sassi di Mattera. Estas cavernas pré-históricas talhadas em blocos de calcário foram preservadas e completadas ao longo de 2 mil anos com pinturas religiosas e outros detalhes que merecem ser explorados.

Foto: Paola Sucato/Flickr

PASSEIOS

Casa de Julieta

Situada na cidade de Verona, a Casa da Julieta é uma das atrações mais encantadoras da Itália. A casa medieval onde viveu a mulher que inspirou Shakespeare em sua obra Romeu e Julieta se transformou em verdadeiro símbolo do amor, com cartas românticas, poesias, além de pontos que figuram na peça do autor inglês.

Foto: Jiuguang Guang/Flickr

PASSEIOS

Pompeia

A 20 km de Nápoles, Pompeia se manteve oculta por mais de 1.600 anos após uma erupção do vulcão Vesúvio que cobriu o local de lava matando seus habitantes em 79 d.C. Preservados de maneira perfeita, teatros, templos, banhos termais e casas foram descobertos em 1749, fazendo de Pompeia um dos mais incríveis sítios arqueológicos do mundo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Costa Amalfitana

Trecho de cerca de 50 km do litoral italiano ao longo da península de Sorrento, a Costa Amalfitana é um dos lugares mais belos do litoral do país. Pontuada por belos vilarejos como Positano e Ravello, a Costa Amalfitana tem estradas que serpenteiam entre colinas e penhascos que se encontram com o Mediterrâneo.

Foto: Doriana dil Sarto/Flickr

PASSEIOS

Isola dei Conigli

Ao sul da ilha de Lampedusa, a pequena ilhota conhecida como Isola dei Conigli cria um lindo visual com seus penhascos rodeados de águas turquesa. Facilmente acessível, a ilhota é ideal para caminhadas e ganha um charme especial durante o pôr do sol.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Ilha de Capri

Pequena ilha da baía de Nápoles, Capri se destaca por suas lindas paisagens e seus penhascos pontuados com vilas, hotéis e restaurantes ideais para se deliciar com a gastronomia local. Desde o ponto mais alto da ilha, a vista sobre o Mediterrâneo e o vulcão Vesúvio encanta os visitantes num ambiente romântico.

Foto: S.Mark/stock.xchng

PASSEIOS

Compras em Milão

Capital da moda italiana e mundial, Milão é uma cidade feita para amantes de compras, principalmente no que diz respeito a marcas e acessórios de luxo. A Via Montenapoleone, Via della Spiga, Via Sant’Andrea e Via Manzoni são apenas algumas das ruas famosas por suas lojas de marcas como Gucci, Versace, Prada e Moschino.

Foto: Matthias Rombherg/Flickr

PASSEIOS

Centro histórico de Siena

Menor e menos conhecida do que sua vizinha Florença, situada a 70 km de distância, a cidade de Siena tem um centro histórico medieval inscrito no Patrimônio Mundial da UNESCO. Rodeado por 7 km de muralhas, o centro de Siena tem belas construções intactas de uma arquitetura que influenciou o resto da Europa em sua época e tem na Piazza del Campo seu principal cartão-postal.

Foto: Getty Images

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Sassi di Mattera

No sul do país, a região de Basilicata esconde um tesouro imperdível conhecido como a Sassi di Mattera. Estas cavernas pré-históricas talhadas em blocos de calcário foram preservadas e completadas ao longo de 2 mil anos com pinturas religiosas e outros detalhes que merecem ser explorados.

Foto: Paola Sucato/Flickr

PASSEIOS

Casa de Julieta

Situada na cidade de Verona, a Casa da Julieta é uma das atrações mais encantadoras da Itália. A casa medieval onde viveu a mulher que inspirou Shakespeare em sua obra Romeu e Julieta se transformou em verdadeiro símbolo do amor, com cartas românticas, poesias, além de pontos que figuram na peça do autor inglês.

Foto: Jiuguang Guang/Flickr

PASSEIOS

Pompeia

A 20 km de Nápoles, Pompeia se manteve oculta por mais de 1.600 anos após uma erupção do vulcão Vesúvio que cobriu o local de lava matando seus habitantes em 79 d.C. Preservados de maneira perfeita, teatros, templos, banhos termais e casas foram descobertos em 1749, fazendo de Pompeia um dos mais incríveis sítios arqueológicos do mundo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Costa Amalfitana

Trecho de cerca de 50 km do litoral italiano ao longo da península de Sorrento, a Costa Amalfitana é um dos lugares mais belos do litoral do país. Pontuada por belos vilarejos como Positano e Ravello, a Costa Amalfitana tem estradas que serpenteiam entre colinas e penhascos que se encontram com o Mediterrâneo.

Foto: Doriana dil Sarto/Flickr

PASSEIOS

Isola dei Conigli

Ao sul da ilha de Lampedusa, a pequena ilhota conhecida como Isola dei Conigli cria um lindo visual com seus penhascos rodeados de águas turquesa. Facilmente acessível, a ilhota é ideal para caminhadas e ganha um charme especial durante o pôr do sol.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Ilha de Capri

Pequena ilha da baía de Nápoles, Capri se destaca por suas lindas paisagens e seus penhascos pontuados com vilas, hotéis e restaurantes ideais para se deliciar com a gastronomia local. Desde o ponto mais alto da ilha, a vista sobre o Mediterrâneo e o vulcão Vesúvio encanta os visitantes num ambiente romântico.

Foto: S.Mark/stock.xchng

PASSEIOS

Compras em Milão

Capital da moda italiana e mundial, Milão é uma cidade feita para amantes de compras, principalmente no que diz respeito a marcas e acessórios de luxo. A Via Montenapoleone, Via della Spiga, Via Sant’Andrea e Via Manzoni são apenas algumas das ruas famosas por suas lojas de marcas como Gucci, Versace, Prada e Moschino.

Foto: Matthias Rombherg/Flickr

PASSEIOS

Centro histórico de Siena

Menor e menos conhecida do que sua vizinha Florença, situada a 70 km de distância, a cidade de Siena tem um centro histórico medieval inscrito no Patrimônio Mundial da UNESCO. Rodeado por 7 km de muralhas, o centro de Siena tem belas construções intactas de uma arquitetura que influenciou o resto da Europa em sua época e tem na Piazza del Campo seu principal cartão-postal.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Vaticano

Enclave murado dentro de Roma, o Vaticano é o menor país do mundo, com apenas 0,44 km² e 800 habitantes. A praça de São Pedro, onde o Papa abençoa os fiéis, a imponente Basílica de São Pedro, os museus e a Capela Sistina, com seu famoso teto pintado por Michelangelo, fazem parte das atrações turísticas do Vaticano.

Foto: Lelê Breveglieri/Flickr

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Sassi di Mattera

No sul do país, a região de Basilicata esconde um tesouro imperdível conhecido como a Sassi di Mattera. Estas cavernas pré-históricas talhadas em blocos de calcário foram preservadas e completadas ao longo de 2 mil anos com pinturas religiosas e outros detalhes que merecem ser explorados.

Foto: Paola Sucato/Flickr

PASSEIOS

Casa de Julieta

Situada na cidade de Verona, a Casa da Julieta é uma das atrações mais encantadoras da Itália. A casa medieval onde viveu a mulher que inspirou Shakespeare em sua obra Romeu e Julieta se transformou em verdadeiro símbolo do amor, com cartas românticas, poesias, além de pontos que figuram na peça do autor inglês.

Foto: Jiuguang Guang/Flickr

PASSEIOS

Pompeia

A 20 km de Nápoles, Pompeia se manteve oculta por mais de 1.600 anos após uma erupção do vulcão Vesúvio que cobriu o local de lava matando seus habitantes em 79 d.C. Preservados de maneira perfeita, teatros, templos, banhos termais e casas foram descobertos em 1749, fazendo de Pompeia um dos mais incríveis sítios arqueológicos do mundo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Costa Amalfitana

Trecho de cerca de 50 km do litoral italiano ao longo da península de Sorrento, a Costa Amalfitana é um dos lugares mais belos do litoral do país. Pontuada por belos vilarejos como Positano e Ravello, a Costa Amalfitana tem estradas que serpenteiam entre colinas e penhascos que se encontram com o Mediterrâneo.

Foto: Doriana dil Sarto/Flickr

PASSEIOS

Isola dei Conigli

Ao sul da ilha de Lampedusa, a pequena ilhota conhecida como Isola dei Conigli cria um lindo visual com seus penhascos rodeados de águas turquesa. Facilmente acessível, a ilhota é ideal para caminhadas e ganha um charme especial durante o pôr do sol.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Ilha de Capri

Pequena ilha da baía de Nápoles, Capri se destaca por suas lindas paisagens e seus penhascos pontuados com vilas, hotéis e restaurantes ideais para se deliciar com a gastronomia local. Desde o ponto mais alto da ilha, a vista sobre o Mediterrâneo e o vulcão Vesúvio encanta os visitantes num ambiente romântico.

Foto: S.Mark/stock.xchng

PASSEIOS

Compras em Milão

Capital da moda italiana e mundial, Milão é uma cidade feita para amantes de compras, principalmente no que diz respeito a marcas e acessórios de luxo. A Via Montenapoleone, Via della Spiga, Via Sant’Andrea e Via Manzoni são apenas algumas das ruas famosas por suas lojas de marcas como Gucci, Versace, Prada e Moschino.

Foto: Matthias Rombherg/Flickr

PASSEIOS

Centro histórico de Siena

Menor e menos conhecida do que sua vizinha Florença, situada a 70 km de distância, a cidade de Siena tem um centro histórico medieval inscrito no Patrimônio Mundial da UNESCO. Rodeado por 7 km de muralhas, o centro de Siena tem belas construções intactas de uma arquitetura que influenciou o resto da Europa em sua época e tem na Piazza del Campo seu principal cartão-postal.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Vaticano

Enclave murado dentro de Roma, o Vaticano é o menor país do mundo, com apenas 0,44 km² e 800 habitantes. A praça de São Pedro, onde o Papa abençoa os fiéis, a imponente Basílica de São Pedro, os museus e a Capela Sistina, com seu famoso teto pintado por Michelangelo, fazem parte das atrações turísticas do Vaticano.

Foto: Lelê Breveglieri/Flickr

PASSEIOS

Basílica de São Marcos

Obra-prima com cinco cúpulas e impressionantes mosaicos e paredes, arcas, colunas e solos com muitos detalhes dourados, a Basílica de São Marcos é um magnífico exemplo da arquitetura de Veneza. A beleza da construção faz dela um dos principais cartões-postais da encantadora cidade italiana.

Foto: Getty Images

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Sassi di Mattera

No sul do país, a região de Basilicata esconde um tesouro imperdível conhecido como a Sassi di Mattera. Estas cavernas pré-históricas talhadas em blocos de calcário foram preservadas e completadas ao longo de 2 mil anos com pinturas religiosas e outros detalhes que merecem ser explorados.

Foto: Paola Sucato/Flickr

PASSEIOS

Casa de Julieta

Situada na cidade de Verona, a Casa da Julieta é uma das atrações mais encantadoras da Itália. A casa medieval onde viveu a mulher que inspirou Shakespeare em sua obra Romeu e Julieta se transformou em verdadeiro símbolo do amor, com cartas românticas, poesias, além de pontos que figuram na peça do autor inglês.

Foto: Jiuguang Guang/Flickr

PASSEIOS

Pompeia

A 20 km de Nápoles, Pompeia se manteve oculta por mais de 1.600 anos após uma erupção do vulcão Vesúvio que cobriu o local de lava matando seus habitantes em 79 d.C. Preservados de maneira perfeita, teatros, templos, banhos termais e casas foram descobertos em 1749, fazendo de Pompeia um dos mais incríveis sítios arqueológicos do mundo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Costa Amalfitana

Trecho de cerca de 50 km do litoral italiano ao longo da península de Sorrento, a Costa Amalfitana é um dos lugares mais belos do litoral do país. Pontuada por belos vilarejos como Positano e Ravello, a Costa Amalfitana tem estradas que serpenteiam entre colinas e penhascos que se encontram com o Mediterrâneo.

Foto: Doriana dil Sarto/Flickr

PASSEIOS

Isola dei Conigli

Ao sul da ilha de Lampedusa, a pequena ilhota conhecida como Isola dei Conigli cria um lindo visual com seus penhascos rodeados de águas turquesa. Facilmente acessível, a ilhota é ideal para caminhadas e ganha um charme especial durante o pôr do sol.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Ilha de Capri

Pequena ilha da baía de Nápoles, Capri se destaca por suas lindas paisagens e seus penhascos pontuados com vilas, hotéis e restaurantes ideais para se deliciar com a gastronomia local. Desde o ponto mais alto da ilha, a vista sobre o Mediterrâneo e o vulcão Vesúvio encanta os visitantes num ambiente romântico.

Foto: S.Mark/stock.xchng

PASSEIOS

Compras em Milão

Capital da moda italiana e mundial, Milão é uma cidade feita para amantes de compras, principalmente no que diz respeito a marcas e acessórios de luxo. A Via Montenapoleone, Via della Spiga, Via Sant’Andrea e Via Manzoni são apenas algumas das ruas famosas por suas lojas de marcas como Gucci, Versace, Prada e Moschino.

Foto: Matthias Rombherg/Flickr

PASSEIOS

Centro histórico de Siena

Menor e menos conhecida do que sua vizinha Florença, situada a 70 km de distância, a cidade de Siena tem um centro histórico medieval inscrito no Patrimônio Mundial da UNESCO. Rodeado por 7 km de muralhas, o centro de Siena tem belas construções intactas de uma arquitetura que influenciou o resto da Europa em sua época e tem na Piazza del Campo seu principal cartão-postal.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Vaticano

Enclave murado dentro de Roma, o Vaticano é o menor país do mundo, com apenas 0,44 km² e 800 habitantes. A praça de São Pedro, onde o Papa abençoa os fiéis, a imponente Basílica de São Pedro, os museus e a Capela Sistina, com seu famoso teto pintado por Michelangelo, fazem parte das atrações turísticas do Vaticano.

Foto: Lelê Breveglieri/Flickr

PASSEIOS

Basílica de São Marcos

Obra-prima com cinco cúpulas e impressionantes mosaicos e paredes, arcas, colunas e solos com muitos detalhes dourados, a Basílica de São Marcos é um magnífico exemplo da arquitetura de Veneza. A beleza da construção faz dela um dos principais cartões-postais da encantadora cidade italiana.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Forum Romano

Centro social, comercial e político de Roma por mais de 1.200 anos, o Forum Romano é hoje um impressionante vestígio do império do país. Muitos dos turistas de passagem pela capital italiana se encantam com estas ruínas de templos, edifícios de governos e colunas que mostram a grandiosidade do império há cerca de 2 mil anos.

Foto: Edwin Lee/Flickr

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Sassi di Mattera

No sul do país, a região de Basilicata esconde um tesouro imperdível conhecido como a Sassi di Mattera. Estas cavernas pré-históricas talhadas em blocos de calcário foram preservadas e completadas ao longo de 2 mil anos com pinturas religiosas e outros detalhes que merecem ser explorados.

Foto: Paola Sucato/Flickr

PASSEIOS

Casa de Julieta

Situada na cidade de Verona, a Casa da Julieta é uma das atrações mais encantadoras da Itália. A casa medieval onde viveu a mulher que inspirou Shakespeare em sua obra Romeu e Julieta se transformou em verdadeiro símbolo do amor, com cartas românticas, poesias, além de pontos que figuram na peça do autor inglês.

Foto: Jiuguang Guang/Flickr

PASSEIOS

Pompeia

A 20 km de Nápoles, Pompeia se manteve oculta por mais de 1.600 anos após uma erupção do vulcão Vesúvio que cobriu o local de lava matando seus habitantes em 79 d.C. Preservados de maneira perfeita, teatros, templos, banhos termais e casas foram descobertos em 1749, fazendo de Pompeia um dos mais incríveis sítios arqueológicos do mundo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Costa Amalfitana

Trecho de cerca de 50 km do litoral italiano ao longo da península de Sorrento, a Costa Amalfitana é um dos lugares mais belos do litoral do país. Pontuada por belos vilarejos como Positano e Ravello, a Costa Amalfitana tem estradas que serpenteiam entre colinas e penhascos que se encontram com o Mediterrâneo.

Foto: Doriana dil Sarto/Flickr

PASSEIOS

Isola dei Conigli

Ao sul da ilha de Lampedusa, a pequena ilhota conhecida como Isola dei Conigli cria um lindo visual com seus penhascos rodeados de águas turquesa. Facilmente acessível, a ilhota é ideal para caminhadas e ganha um charme especial durante o pôr do sol.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Ilha de Capri

Pequena ilha da baía de Nápoles, Capri se destaca por suas lindas paisagens e seus penhascos pontuados com vilas, hotéis e restaurantes ideais para se deliciar com a gastronomia local. Desde o ponto mais alto da ilha, a vista sobre o Mediterrâneo e o vulcão Vesúvio encanta os visitantes num ambiente romântico.

Foto: S.Mark/stock.xchng

PASSEIOS

Compras em Milão

Capital da moda italiana e mundial, Milão é uma cidade feita para amantes de compras, principalmente no que diz respeito a marcas e acessórios de luxo. A Via Montenapoleone, Via della Spiga, Via Sant’Andrea e Via Manzoni são apenas algumas das ruas famosas por suas lojas de marcas como Gucci, Versace, Prada e Moschino.

Foto: Matthias Rombherg/Flickr

PASSEIOS

Centro histórico de Siena

Menor e menos conhecida do que sua vizinha Florença, situada a 70 km de distância, a cidade de Siena tem um centro histórico medieval inscrito no Patrimônio Mundial da UNESCO. Rodeado por 7 km de muralhas, o centro de Siena tem belas construções intactas de uma arquitetura que influenciou o resto da Europa em sua época e tem na Piazza del Campo seu principal cartão-postal.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Vaticano

Enclave murado dentro de Roma, o Vaticano é o menor país do mundo, com apenas 0,44 km² e 800 habitantes. A praça de São Pedro, onde o Papa abençoa os fiéis, a imponente Basílica de São Pedro, os museus e a Capela Sistina, com seu famoso teto pintado por Michelangelo, fazem parte das atrações turísticas do Vaticano.

Foto: Lelê Breveglieri/Flickr

PASSEIOS

Basílica de São Marcos

Obra-prima com cinco cúpulas e impressionantes mosaicos e paredes, arcas, colunas e solos com muitos detalhes dourados, a Basílica de São Marcos é um magnífico exemplo da arquitetura de Veneza. A beleza da construção faz dela um dos principais cartões-postais da encantadora cidade italiana.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Forum Romano

Centro social, comercial e político de Roma por mais de 1.200 anos, o Forum Romano é hoje um impressionante vestígio do império do país. Muitos dos turistas de passagem pela capital italiana se encantam com estas ruínas de templos, edifícios de governos e colunas que mostram a grandiosidade do império há cerca de 2 mil anos.

Foto: Edwin Lee/Flickr

PASSEIOS

Grotta Azzurra

No sul da ilha de Capri, a Grotta Azzurra (Gruta Azul) é uma magnífica caverna de 60 metros de comprimento e 25 de largura. A entrada é feita de bote por uma fenda estreita, e ao chegar dentro da gruta, a luz do sol combinada com a coloração da água cria uma iluminação de um azul quase surreal.

Foto: S.J Pinkney/Flickr

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Sassi di Mattera

No sul do país, a região de Basilicata esconde um tesouro imperdível conhecido como a Sassi di Mattera. Estas cavernas pré-históricas talhadas em blocos de calcário foram preservadas e completadas ao longo de 2 mil anos com pinturas religiosas e outros detalhes que merecem ser explorados.

Foto: Paola Sucato/Flickr

PASSEIOS

Casa de Julieta

Situada na cidade de Verona, a Casa da Julieta é uma das atrações mais encantadoras da Itália. A casa medieval onde viveu a mulher que inspirou Shakespeare em sua obra Romeu e Julieta se transformou em verdadeiro símbolo do amor, com cartas românticas, poesias, além de pontos que figuram na peça do autor inglês.

Foto: Jiuguang Guang/Flickr

PASSEIOS

Pompeia

A 20 km de Nápoles, Pompeia se manteve oculta por mais de 1.600 anos após uma erupção do vulcão Vesúvio que cobriu o local de lava matando seus habitantes em 79 d.C. Preservados de maneira perfeita, teatros, templos, banhos termais e casas foram descobertos em 1749, fazendo de Pompeia um dos mais incríveis sítios arqueológicos do mundo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Costa Amalfitana

Trecho de cerca de 50 km do litoral italiano ao longo da península de Sorrento, a Costa Amalfitana é um dos lugares mais belos do litoral do país. Pontuada por belos vilarejos como Positano e Ravello, a Costa Amalfitana tem estradas que serpenteiam entre colinas e penhascos que se encontram com o Mediterrâneo.

Foto: Doriana dil Sarto/Flickr

PASSEIOS

Isola dei Conigli

Ao sul da ilha de Lampedusa, a pequena ilhota conhecida como Isola dei Conigli cria um lindo visual com seus penhascos rodeados de águas turquesa. Facilmente acessível, a ilhota é ideal para caminhadas e ganha um charme especial durante o pôr do sol.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Ilha de Capri

Pequena ilha da baía de Nápoles, Capri se destaca por suas lindas paisagens e seus penhascos pontuados com vilas, hotéis e restaurantes ideais para se deliciar com a gastronomia local. Desde o ponto mais alto da ilha, a vista sobre o Mediterrâneo e o vulcão Vesúvio encanta os visitantes num ambiente romântico.

Foto: S.Mark/stock.xchng

PASSEIOS

Compras em Milão

Capital da moda italiana e mundial, Milão é uma cidade feita para amantes de compras, principalmente no que diz respeito a marcas e acessórios de luxo. A Via Montenapoleone, Via della Spiga, Via Sant’Andrea e Via Manzoni são apenas algumas das ruas famosas por suas lojas de marcas como Gucci, Versace, Prada e Moschino.

Foto: Matthias Rombherg/Flickr

PASSEIOS

Centro histórico de Siena

Menor e menos conhecida do que sua vizinha Florença, situada a 70 km de distância, a cidade de Siena tem um centro histórico medieval inscrito no Patrimônio Mundial da UNESCO. Rodeado por 7 km de muralhas, o centro de Siena tem belas construções intactas de uma arquitetura que influenciou o resto da Europa em sua época e tem na Piazza del Campo seu principal cartão-postal.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Vaticano

Enclave murado dentro de Roma, o Vaticano é o menor país do mundo, com apenas 0,44 km² e 800 habitantes. A praça de São Pedro, onde o Papa abençoa os fiéis, a imponente Basílica de São Pedro, os museus e a Capela Sistina, com seu famoso teto pintado por Michelangelo, fazem parte das atrações turísticas do Vaticano.

Foto: Lelê Breveglieri/Flickr

PASSEIOS

Basílica de São Marcos

Obra-prima com cinco cúpulas e impressionantes mosaicos e paredes, arcas, colunas e solos com muitos detalhes dourados, a Basílica de São Marcos é um magnífico exemplo da arquitetura de Veneza. A beleza da construção faz dela um dos principais cartões-postais da encantadora cidade italiana.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Forum Romano

Centro social, comercial e político de Roma por mais de 1.200 anos, o Forum Romano é hoje um impressionante vestígio do império do país. Muitos dos turistas de passagem pela capital italiana se encantam com estas ruínas de templos, edifícios de governos e colunas que mostram a grandiosidade do império há cerca de 2 mil anos.

Foto: Edwin Lee/Flickr

PASSEIOS

Grotta Azzurra

No sul da ilha de Capri, a Grotta Azzurra (Gruta Azul) é uma magnífica caverna de 60 metros de comprimento e 25 de largura. A entrada é feita de bote por uma fenda estreita, e ao chegar dentro da gruta, a luz do sol combinada com a coloração da água cria uma iluminação de um azul quase surreal.

Foto: S.J Pinkney/Flickr

PASSEIOS

Grande Canal

A charmosa Veneza tem mais de 170 rios e canais que viraram símbolos da cidade. Mas nenhum deles é tão emblemático quanto o Grande Canal, maior e mais importante via de tráfego que passa por pontos famosos como a Ponte Rialto e a Piazza São Marcos.

Foto: Neil Willsey/Flickr

PASSEIOS

Santa Maria dela Grazie

Vista de fora, a igreja e convento de Santa Maria della Grazie de Milão é uma bela estrutura do século 15, mas poderia ser só mais uma construção histórica das muitas que existem na Itália. No entanto, é em seu interior que reside o destaque que faz dela um dos principais pontos turísticos da cidade: no refeitório do convento, o mural da Última Ceia é uma das obras mais conhecidas e impactantes do grande Leonardo da Vinci.

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Sassi di Mattera

No sul do país, a região de Basilicata esconde um tesouro imperdível conhecido como a Sassi di Mattera. Estas cavernas pré-históricas talhadas em blocos de calcário foram preservadas e completadas ao longo de 2 mil anos com pinturas religiosas e outros detalhes que merecem ser explorados.

Foto: Paola Sucato/Flickr

PASSEIOS

Casa de Julieta

Situada na cidade de Verona, a Casa da Julieta é uma das atrações mais encantadoras da Itália. A casa medieval onde viveu a mulher que inspirou Shakespeare em sua obra Romeu e Julieta se transformou em verdadeiro símbolo do amor, com cartas românticas, poesias, além de pontos que figuram na peça do autor inglês.

Foto: Jiuguang Guang/Flickr

PASSEIOS

Pompeia

A 20 km de Nápoles, Pompeia se manteve oculta por mais de 1.600 anos após uma erupção do vulcão Vesúvio que cobriu o local de lava matando seus habitantes em 79 d.C. Preservados de maneira perfeita, teatros, templos, banhos termais e casas foram descobertos em 1749, fazendo de Pompeia um dos mais incríveis sítios arqueológicos do mundo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Costa Amalfitana

Trecho de cerca de 50 km do litoral italiano ao longo da península de Sorrento, a Costa Amalfitana é um dos lugares mais belos do litoral do país. Pontuada por belos vilarejos como Positano e Ravello, a Costa Amalfitana tem estradas que serpenteiam entre colinas e penhascos que se encontram com o Mediterrâneo.

Foto: Doriana dil Sarto/Flickr

PASSEIOS

Isola dei Conigli

Ao sul da ilha de Lampedusa, a pequena ilhota conhecida como Isola dei Conigli cria um lindo visual com seus penhascos rodeados de águas turquesa. Facilmente acessível, a ilhota é ideal para caminhadas e ganha um charme especial durante o pôr do sol.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Ilha de Capri

Pequena ilha da baía de Nápoles, Capri se destaca por suas lindas paisagens e seus penhascos pontuados com vilas, hotéis e restaurantes ideais para se deliciar com a gastronomia local. Desde o ponto mais alto da ilha, a vista sobre o Mediterrâneo e o vulcão Vesúvio encanta os visitantes num ambiente romântico.

Foto: S.Mark/stock.xchng

PASSEIOS

Compras em Milão

Capital da moda italiana e mundial, Milão é uma cidade feita para amantes de compras, principalmente no que diz respeito a marcas e acessórios de luxo. A Via Montenapoleone, Via della Spiga, Via Sant’Andrea e Via Manzoni são apenas algumas das ruas famosas por suas lojas de marcas como Gucci, Versace, Prada e Moschino.

Foto: Matthias Rombherg/Flickr

PASSEIOS

Centro histórico de Siena

Menor e menos conhecida do que sua vizinha Florença, situada a 70 km de distância, a cidade de Siena tem um centro histórico medieval inscrito no Patrimônio Mundial da UNESCO. Rodeado por 7 km de muralhas, o centro de Siena tem belas construções intactas de uma arquitetura que influenciou o resto da Europa em sua época e tem na Piazza del Campo seu principal cartão-postal.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Vaticano

Enclave murado dentro de Roma, o Vaticano é o menor país do mundo, com apenas 0,44 km² e 800 habitantes. A praça de São Pedro, onde o Papa abençoa os fiéis, a imponente Basílica de São Pedro, os museus e a Capela Sistina, com seu famoso teto pintado por Michelangelo, fazem parte das atrações turísticas do Vaticano.

Foto: Lelê Breveglieri/Flickr

PASSEIOS

Basílica de São Marcos

Obra-prima com cinco cúpulas e impressionantes mosaicos e paredes, arcas, colunas e solos com muitos detalhes dourados, a Basílica de São Marcos é um magnífico exemplo da arquitetura de Veneza. A beleza da construção faz dela um dos principais cartões-postais da encantadora cidade italiana.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Forum Romano

Centro social, comercial e político de Roma por mais de 1.200 anos, o Forum Romano é hoje um impressionante vestígio do império do país. Muitos dos turistas de passagem pela capital italiana se encantam com estas ruínas de templos, edifícios de governos e colunas que mostram a grandiosidade do império há cerca de 2 mil anos.

Foto: Edwin Lee/Flickr

PASSEIOS

Grotta Azzurra

No sul da ilha de Capri, a Grotta Azzurra (Gruta Azul) é uma magnífica caverna de 60 metros de comprimento e 25 de largura. A entrada é feita de bote por uma fenda estreita, e ao chegar dentro da gruta, a luz do sol combinada com a coloração da água cria uma iluminação de um azul quase surreal.

Foto: S.J Pinkney/Flickr

PASSEIOS

Grande Canal

A charmosa Veneza tem mais de 170 rios e canais que viraram símbolos da cidade. Mas nenhum deles é tão emblemático quanto o Grande Canal, maior e mais importante via de tráfego que passa por pontos famosos como a Ponte Rialto e a Piazza São Marcos.

Foto: Neil Willsey/Flickr

PASSEIOS

Santa Maria dela Grazie

Vista de fora, a igreja e convento de Santa Maria della Grazie de Milão é uma bela estrutura do século 15, mas poderia ser só mais uma construção histórica das muitas que existem na Itália. No entanto, é em seu interior que reside o destaque que faz dela um dos principais pontos turísticos da cidade: no refeitório do convento, o mural da Última Ceia é uma das obras mais conhecidas e impactantes do grande Leonardo da Vinci.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Duomo de Florença

Mais conhecida como Duomo de Florença, a Basílica di Santa Maria del Fiore é facilmente reconhecível por sua cúpula imponente e sua torre do campanário. Situado na Piazza del Duomo, o complexo arquitetônico gótico faz parte do Patrimônio da UNESCO que constitui um belo cartão-postal da cidade.

Foto: Glen Bowman/Flickr

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Sassi di Mattera

No sul do país, a região de Basilicata esconde um tesouro imperdível conhecido como a Sassi di Mattera. Estas cavernas pré-históricas talhadas em blocos de calcário foram preservadas e completadas ao longo de 2 mil anos com pinturas religiosas e outros detalhes que merecem ser explorados.

Foto: Paola Sucato/Flickr

PASSEIOS

Casa de Julieta

Situada na cidade de Verona, a Casa da Julieta é uma das atrações mais encantadoras da Itália. A casa medieval onde viveu a mulher que inspirou Shakespeare em sua obra Romeu e Julieta se transformou em verdadeiro símbolo do amor, com cartas românticas, poesias, além de pontos que figuram na peça do autor inglês.

Foto: Jiuguang Guang/Flickr

PASSEIOS

Pompeia

A 20 km de Nápoles, Pompeia se manteve oculta por mais de 1.600 anos após uma erupção do vulcão Vesúvio que cobriu o local de lava matando seus habitantes em 79 d.C. Preservados de maneira perfeita, teatros, templos, banhos termais e casas foram descobertos em 1749, fazendo de Pompeia um dos mais incríveis sítios arqueológicos do mundo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Costa Amalfitana

Trecho de cerca de 50 km do litoral italiano ao longo da península de Sorrento, a Costa Amalfitana é um dos lugares mais belos do litoral do país. Pontuada por belos vilarejos como Positano e Ravello, a Costa Amalfitana tem estradas que serpenteiam entre colinas e penhascos que se encontram com o Mediterrâneo.

Foto: Doriana dil Sarto/Flickr

PASSEIOS

Isola dei Conigli

Ao sul da ilha de Lampedusa, a pequena ilhota conhecida como Isola dei Conigli cria um lindo visual com seus penhascos rodeados de águas turquesa. Facilmente acessível, a ilhota é ideal para caminhadas e ganha um charme especial durante o pôr do sol.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Ilha de Capri

Pequena ilha da baía de Nápoles, Capri se destaca por suas lindas paisagens e seus penhascos pontuados com vilas, hotéis e restaurantes ideais para se deliciar com a gastronomia local. Desde o ponto mais alto da ilha, a vista sobre o Mediterrâneo e o vulcão Vesúvio encanta os visitantes num ambiente romântico.

Foto: S.Mark/stock.xchng

PASSEIOS

Compras em Milão

Capital da moda italiana e mundial, Milão é uma cidade feita para amantes de compras, principalmente no que diz respeito a marcas e acessórios de luxo. A Via Montenapoleone, Via della Spiga, Via Sant’Andrea e Via Manzoni são apenas algumas das ruas famosas por suas lojas de marcas como Gucci, Versace, Prada e Moschino.

Foto: Matthias Rombherg/Flickr

PASSEIOS

Centro histórico de Siena

Menor e menos conhecida do que sua vizinha Florença, situada a 70 km de distância, a cidade de Siena tem um centro histórico medieval inscrito no Patrimônio Mundial da UNESCO. Rodeado por 7 km de muralhas, o centro de Siena tem belas construções intactas de uma arquitetura que influenciou o resto da Europa em sua época e tem na Piazza del Campo seu principal cartão-postal.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Vaticano

Enclave murado dentro de Roma, o Vaticano é o menor país do mundo, com apenas 0,44 km² e 800 habitantes. A praça de São Pedro, onde o Papa abençoa os fiéis, a imponente Basílica de São Pedro, os museus e a Capela Sistina, com seu famoso teto pintado por Michelangelo, fazem parte das atrações turísticas do Vaticano.

Foto: Lelê Breveglieri/Flickr

PASSEIOS

Basílica de São Marcos

Obra-prima com cinco cúpulas e impressionantes mosaicos e paredes, arcas, colunas e solos com muitos detalhes dourados, a Basílica de São Marcos é um magnífico exemplo da arquitetura de Veneza. A beleza da construção faz dela um dos principais cartões-postais da encantadora cidade italiana.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Forum Romano

Centro social, comercial e político de Roma por mais de 1.200 anos, o Forum Romano é hoje um impressionante vestígio do império do país. Muitos dos turistas de passagem pela capital italiana se encantam com estas ruínas de templos, edifícios de governos e colunas que mostram a grandiosidade do império há cerca de 2 mil anos.

Foto: Edwin Lee/Flickr

PASSEIOS

Grotta Azzurra

No sul da ilha de Capri, a Grotta Azzurra (Gruta Azul) é uma magnífica caverna de 60 metros de comprimento e 25 de largura. A entrada é feita de bote por uma fenda estreita, e ao chegar dentro da gruta, a luz do sol combinada com a coloração da água cria uma iluminação de um azul quase surreal.

Foto: S.J Pinkney/Flickr

PASSEIOS

Grande Canal

A charmosa Veneza tem mais de 170 rios e canais que viraram símbolos da cidade. Mas nenhum deles é tão emblemático quanto o Grande Canal, maior e mais importante via de tráfego que passa por pontos famosos como a Ponte Rialto e a Piazza São Marcos.

Foto: Neil Willsey/Flickr

PASSEIOS

Santa Maria dela Grazie

Vista de fora, a igreja e convento de Santa Maria della Grazie de Milão é uma bela estrutura do século 15, mas poderia ser só mais uma construção histórica das muitas que existem na Itália. No entanto, é em seu interior que reside o destaque que faz dela um dos principais pontos turísticos da cidade: no refeitório do convento, o mural da Última Ceia é uma das obras mais conhecidas e impactantes do grande Leonardo da Vinci.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Duomo de Florença

Mais conhecida como Duomo de Florença, a Basílica di Santa Maria del Fiore é facilmente reconhecível por sua cúpula imponente e sua torre do campanário. Situado na Piazza del Duomo, o complexo arquitetônico gótico faz parte do Patrimônio da UNESCO que constitui um belo cartão-postal da cidade.

Foto: Glen Bowman/Flickr

PASSEIOS

Fontana di Trevi

Mítico cartão-postal de Roma, a Fontana di Trevi atrai numerosos turistas que seguem uma inevitável tradição: quem joga uma moeda nesta fonte barroca com estátuas de mármore, dizem, voltará algum dia à capital italiana. O tamanho imponente e a maravilhosa arquitetura fazem desta fonte, terminada em 1762, uma atração imperdível numa visita a Roma.

Foto: Getty Images

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Sassi di Mattera

No sul do país, a região de Basilicata esconde um tesouro imperdível conhecido como a Sassi di Mattera. Estas cavernas pré-históricas talhadas em blocos de calcário foram preservadas e completadas ao longo de 2 mil anos com pinturas religiosas e outros detalhes que merecem ser explorados.

Foto: Paola Sucato/Flickr

PASSEIOS

Casa de Julieta

Situada na cidade de Verona, a Casa da Julieta é uma das atrações mais encantadoras da Itália. A casa medieval onde viveu a mulher que inspirou Shakespeare em sua obra Romeu e Julieta se transformou em verdadeiro símbolo do amor, com cartas românticas, poesias, além de pontos que figuram na peça do autor inglês.

Foto: Jiuguang Guang/Flickr

PASSEIOS

Pompeia

A 20 km de Nápoles, Pompeia se manteve oculta por mais de 1.600 anos após uma erupção do vulcão Vesúvio que cobriu o local de lava matando seus habitantes em 79 d.C. Preservados de maneira perfeita, teatros, templos, banhos termais e casas foram descobertos em 1749, fazendo de Pompeia um dos mais incríveis sítios arqueológicos do mundo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Costa Amalfitana

Trecho de cerca de 50 km do litoral italiano ao longo da península de Sorrento, a Costa Amalfitana é um dos lugares mais belos do litoral do país. Pontuada por belos vilarejos como Positano e Ravello, a Costa Amalfitana tem estradas que serpenteiam entre colinas e penhascos que se encontram com o Mediterrâneo.

Foto: Doriana dil Sarto/Flickr

PASSEIOS

Isola dei Conigli

Ao sul da ilha de Lampedusa, a pequena ilhota conhecida como Isola dei Conigli cria um lindo visual com seus penhascos rodeados de águas turquesa. Facilmente acessível, a ilhota é ideal para caminhadas e ganha um charme especial durante o pôr do sol.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Ilha de Capri

Pequena ilha da baía de Nápoles, Capri se destaca por suas lindas paisagens e seus penhascos pontuados com vilas, hotéis e restaurantes ideais para se deliciar com a gastronomia local. Desde o ponto mais alto da ilha, a vista sobre o Mediterrâneo e o vulcão Vesúvio encanta os visitantes num ambiente romântico.

Foto: S.Mark/stock.xchng

PASSEIOS

Compras em Milão

Capital da moda italiana e mundial, Milão é uma cidade feita para amantes de compras, principalmente no que diz respeito a marcas e acessórios de luxo. A Via Montenapoleone, Via della Spiga, Via Sant’Andrea e Via Manzoni são apenas algumas das ruas famosas por suas lojas de marcas como Gucci, Versace, Prada e Moschino.

Foto: Matthias Rombherg/Flickr

PASSEIOS

Centro histórico de Siena

Menor e menos conhecida do que sua vizinha Florença, situada a 70 km de distância, a cidade de Siena tem um centro histórico medieval inscrito no Patrimônio Mundial da UNESCO. Rodeado por 7 km de muralhas, o centro de Siena tem belas construções intactas de uma arquitetura que influenciou o resto da Europa em sua época e tem na Piazza del Campo seu principal cartão-postal.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Vaticano

Enclave murado dentro de Roma, o Vaticano é o menor país do mundo, com apenas 0,44 km² e 800 habitantes. A praça de São Pedro, onde o Papa abençoa os fiéis, a imponente Basílica de São Pedro, os museus e a Capela Sistina, com seu famoso teto pintado por Michelangelo, fazem parte das atrações turísticas do Vaticano.

Foto: Lelê Breveglieri/Flickr

PASSEIOS

Basílica de São Marcos

Obra-prima com cinco cúpulas e impressionantes mosaicos e paredes, arcas, colunas e solos com muitos detalhes dourados, a Basílica de São Marcos é um magnífico exemplo da arquitetura de Veneza. A beleza da construção faz dela um dos principais cartões-postais da encantadora cidade italiana.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Forum Romano

Centro social, comercial e político de Roma por mais de 1.200 anos, o Forum Romano é hoje um impressionante vestígio do império do país. Muitos dos turistas de passagem pela capital italiana se encantam com estas ruínas de templos, edifícios de governos e colunas que mostram a grandiosidade do império há cerca de 2 mil anos.

Foto: Edwin Lee/Flickr

PASSEIOS

Grotta Azzurra

No sul da ilha de Capri, a Grotta Azzurra (Gruta Azul) é uma magnífica caverna de 60 metros de comprimento e 25 de largura. A entrada é feita de bote por uma fenda estreita, e ao chegar dentro da gruta, a luz do sol combinada com a coloração da água cria uma iluminação de um azul quase surreal.

Foto: S.J Pinkney/Flickr

PASSEIOS

Grande Canal

A charmosa Veneza tem mais de 170 rios e canais que viraram símbolos da cidade. Mas nenhum deles é tão emblemático quanto o Grande Canal, maior e mais importante via de tráfego que passa por pontos famosos como a Ponte Rialto e a Piazza São Marcos.

Foto: Neil Willsey/Flickr

PASSEIOS

Santa Maria dela Grazie

Vista de fora, a igreja e convento de Santa Maria della Grazie de Milão é uma bela estrutura do século 15, mas poderia ser só mais uma construção histórica das muitas que existem na Itália. No entanto, é em seu interior que reside o destaque que faz dela um dos principais pontos turísticos da cidade: no refeitório do convento, o mural da Última Ceia é uma das obras mais conhecidas e impactantes do grande Leonardo da Vinci.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Duomo de Florença

Mais conhecida como Duomo de Florença, a Basílica di Santa Maria del Fiore é facilmente reconhecível por sua cúpula imponente e sua torre do campanário. Situado na Piazza del Duomo, o complexo arquitetônico gótico faz parte do Patrimônio da UNESCO que constitui um belo cartão-postal da cidade.

Foto: Glen Bowman/Flickr

PASSEIOS

Fontana di Trevi

Mítico cartão-postal de Roma, a Fontana di Trevi atrai numerosos turistas que seguem uma inevitável tradição: quem joga uma moeda nesta fonte barroca com estátuas de mármore, dizem, voltará algum dia à capital italiana. O tamanho imponente e a maravilhosa arquitetura fazem desta fonte, terminada em 1762, uma atração imperdível numa visita a Roma.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Basílica de São Francisco de Assis

Erguida no século 14 no centro da Itália, a Basílica de São Francisco de Assis tem frescos pintados pelos maiores artistas da época. As duas igrejas situadas no topo de uma colina, além da cripta com o corpo intacto de São Francisco de Assis, atraem peregrinos do mundo inteiro.

Foto: Bob Hall/Flickr

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Sassi di Mattera

No sul do país, a região de Basilicata esconde um tesouro imperdível conhecido como a Sassi di Mattera. Estas cavernas pré-históricas talhadas em blocos de calcário foram preservadas e completadas ao longo de 2 mil anos com pinturas religiosas e outros detalhes que merecem ser explorados.

Foto: Paola Sucato/Flickr

PASSEIOS

Casa de Julieta

Situada na cidade de Verona, a Casa da Julieta é uma das atrações mais encantadoras da Itália. A casa medieval onde viveu a mulher que inspirou Shakespeare em sua obra Romeu e Julieta se transformou em verdadeiro símbolo do amor, com cartas românticas, poesias, além de pontos que figuram na peça do autor inglês.

Foto: Jiuguang Guang/Flickr

PASSEIOS

Pompeia

A 20 km de Nápoles, Pompeia se manteve oculta por mais de 1.600 anos após uma erupção do vulcão Vesúvio que cobriu o local de lava matando seus habitantes em 79 d.C. Preservados de maneira perfeita, teatros, templos, banhos termais e casas foram descobertos em 1749, fazendo de Pompeia um dos mais incríveis sítios arqueológicos do mundo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Costa Amalfitana

Trecho de cerca de 50 km do litoral italiano ao longo da península de Sorrento, a Costa Amalfitana é um dos lugares mais belos do litoral do país. Pontuada por belos vilarejos como Positano e Ravello, a Costa Amalfitana tem estradas que serpenteiam entre colinas e penhascos que se encontram com o Mediterrâneo.

Foto: Doriana dil Sarto/Flickr

PASSEIOS

Isola dei Conigli

Ao sul da ilha de Lampedusa, a pequena ilhota conhecida como Isola dei Conigli cria um lindo visual com seus penhascos rodeados de águas turquesa. Facilmente acessível, a ilhota é ideal para caminhadas e ganha um charme especial durante o pôr do sol.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Ilha de Capri

Pequena ilha da baía de Nápoles, Capri se destaca por suas lindas paisagens e seus penhascos pontuados com vilas, hotéis e restaurantes ideais para se deliciar com a gastronomia local. Desde o ponto mais alto da ilha, a vista sobre o Mediterrâneo e o vulcão Vesúvio encanta os visitantes num ambiente romântico.

Foto: S.Mark/stock.xchng

PASSEIOS

Compras em Milão

Capital da moda italiana e mundial, Milão é uma cidade feita para amantes de compras, principalmente no que diz respeito a marcas e acessórios de luxo. A Via Montenapoleone, Via della Spiga, Via Sant’Andrea e Via Manzoni são apenas algumas das ruas famosas por suas lojas de marcas como Gucci, Versace, Prada e Moschino.

Foto: Matthias Rombherg/Flickr

PASSEIOS

Centro histórico de Siena

Menor e menos conhecida do que sua vizinha Florença, situada a 70 km de distância, a cidade de Siena tem um centro histórico medieval inscrito no Patrimônio Mundial da UNESCO. Rodeado por 7 km de muralhas, o centro de Siena tem belas construções intactas de uma arquitetura que influenciou o resto da Europa em sua época e tem na Piazza del Campo seu principal cartão-postal.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Vaticano

Enclave murado dentro de Roma, o Vaticano é o menor país do mundo, com apenas 0,44 km² e 800 habitantes. A praça de São Pedro, onde o Papa abençoa os fiéis, a imponente Basílica de São Pedro, os museus e a Capela Sistina, com seu famoso teto pintado por Michelangelo, fazem parte das atrações turísticas do Vaticano.

Foto: Lelê Breveglieri/Flickr

PASSEIOS

Basílica de São Marcos

Obra-prima com cinco cúpulas e impressionantes mosaicos e paredes, arcas, colunas e solos com muitos detalhes dourados, a Basílica de São Marcos é um magnífico exemplo da arquitetura de Veneza. A beleza da construção faz dela um dos principais cartões-postais da encantadora cidade italiana.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Forum Romano

Centro social, comercial e político de Roma por mais de 1.200 anos, o Forum Romano é hoje um impressionante vestígio do império do país. Muitos dos turistas de passagem pela capital italiana se encantam com estas ruínas de templos, edifícios de governos e colunas que mostram a grandiosidade do império há cerca de 2 mil anos.

Foto: Edwin Lee/Flickr

PASSEIOS

Grotta Azzurra

No sul da ilha de Capri, a Grotta Azzurra (Gruta Azul) é uma magnífica caverna de 60 metros de comprimento e 25 de largura. A entrada é feita de bote por uma fenda estreita, e ao chegar dentro da gruta, a luz do sol combinada com a coloração da água cria uma iluminação de um azul quase surreal.

Foto: S.J Pinkney/Flickr

PASSEIOS

Grande Canal

A charmosa Veneza tem mais de 170 rios e canais que viraram símbolos da cidade. Mas nenhum deles é tão emblemático quanto o Grande Canal, maior e mais importante via de tráfego que passa por pontos famosos como a Ponte Rialto e a Piazza São Marcos.

Foto: Neil Willsey/Flickr

PASSEIOS

Santa Maria dela Grazie

Vista de fora, a igreja e convento de Santa Maria della Grazie de Milão é uma bela estrutura do século 15, mas poderia ser só mais uma construção histórica das muitas que existem na Itália. No entanto, é em seu interior que reside o destaque que faz dela um dos principais pontos turísticos da cidade: no refeitório do convento, o mural da Última Ceia é uma das obras mais conhecidas e impactantes do grande Leonardo da Vinci.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Duomo de Florença

Mais conhecida como Duomo de Florença, a Basílica di Santa Maria del Fiore é facilmente reconhecível por sua cúpula imponente e sua torre do campanário. Situado na Piazza del Duomo, o complexo arquitetônico gótico faz parte do Patrimônio da UNESCO que constitui um belo cartão-postal da cidade.

Foto: Glen Bowman/Flickr

PASSEIOS

Fontana di Trevi

Mítico cartão-postal de Roma, a Fontana di Trevi atrai numerosos turistas que seguem uma inevitável tradição: quem joga uma moeda nesta fonte barroca com estátuas de mármore, dizem, voltará algum dia à capital italiana. O tamanho imponente e a maravilhosa arquitetura fazem desta fonte, terminada em 1762, uma atração imperdível numa visita a Roma.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Basílica de São Francisco de Assis

Erguida no século 14 no centro da Itália, a Basílica de São Francisco de Assis tem frescos pintados pelos maiores artistas da época. As duas igrejas situadas no topo de uma colina, além da cripta com o corpo intacto de São Francisco de Assis, atraem peregrinos do mundo inteiro.

Foto: Bob Hall/Flickr

PASSEIOS

Vesúvio

Situado a 9 km do centro de Nápoles, o Vesúvio é um dos mais belos vulcões da Europa. Além de criar um magnífico pano de fundo para a cidade do sul da Itália, o vulcão oferece um grande espaço para trilhas e caminhadas que levam à sua cratera, com uma impressionante vista panorâmica sobre a baía de Nápoles.

Foto: Navnetmitt/Flickr

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Sassi di Mattera

No sul do país, a região de Basilicata esconde um tesouro imperdível conhecido como a Sassi di Mattera. Estas cavernas pré-históricas talhadas em blocos de calcário foram preservadas e completadas ao longo de 2 mil anos com pinturas religiosas e outros detalhes que merecem ser explorados.

Foto: Paola Sucato/Flickr

PASSEIOS

Casa de Julieta

Situada na cidade de Verona, a Casa da Julieta é uma das atrações mais encantadoras da Itália. A casa medieval onde viveu a mulher que inspirou Shakespeare em sua obra Romeu e Julieta se transformou em verdadeiro símbolo do amor, com cartas românticas, poesias, além de pontos que figuram na peça do autor inglês.

Foto: Jiuguang Guang/Flickr

PASSEIOS

Pompeia

A 20 km de Nápoles, Pompeia se manteve oculta por mais de 1.600 anos após uma erupção do vulcão Vesúvio que cobriu o local de lava matando seus habitantes em 79 d.C. Preservados de maneira perfeita, teatros, templos, banhos termais e casas foram descobertos em 1749, fazendo de Pompeia um dos mais incríveis sítios arqueológicos do mundo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Costa Amalfitana

Trecho de cerca de 50 km do litoral italiano ao longo da península de Sorrento, a Costa Amalfitana é um dos lugares mais belos do litoral do país. Pontuada por belos vilarejos como Positano e Ravello, a Costa Amalfitana tem estradas que serpenteiam entre colinas e penhascos que se encontram com o Mediterrâneo.

Foto: Doriana dil Sarto/Flickr

PASSEIOS

Isola dei Conigli

Ao sul da ilha de Lampedusa, a pequena ilhota conhecida como Isola dei Conigli cria um lindo visual com seus penhascos rodeados de águas turquesa. Facilmente acessível, a ilhota é ideal para caminhadas e ganha um charme especial durante o pôr do sol.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Ilha de Capri

Pequena ilha da baía de Nápoles, Capri se destaca por suas lindas paisagens e seus penhascos pontuados com vilas, hotéis e restaurantes ideais para se deliciar com a gastronomia local. Desde o ponto mais alto da ilha, a vista sobre o Mediterrâneo e o vulcão Vesúvio encanta os visitantes num ambiente romântico.

Foto: S.Mark/stock.xchng

PASSEIOS

Compras em Milão

Capital da moda italiana e mundial, Milão é uma cidade feita para amantes de compras, principalmente no que diz respeito a marcas e acessórios de luxo. A Via Montenapoleone, Via della Spiga, Via Sant’Andrea e Via Manzoni são apenas algumas das ruas famosas por suas lojas de marcas como Gucci, Versace, Prada e Moschino.

Foto: Matthias Rombherg/Flickr

PASSEIOS

Centro histórico de Siena

Menor e menos conhecida do que sua vizinha Florença, situada a 70 km de distância, a cidade de Siena tem um centro histórico medieval inscrito no Patrimônio Mundial da UNESCO. Rodeado por 7 km de muralhas, o centro de Siena tem belas construções intactas de uma arquitetura que influenciou o resto da Europa em sua época e tem na Piazza del Campo seu principal cartão-postal.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Vaticano

Enclave murado dentro de Roma, o Vaticano é o menor país do mundo, com apenas 0,44 km² e 800 habitantes. A praça de São Pedro, onde o Papa abençoa os fiéis, a imponente Basílica de São Pedro, os museus e a Capela Sistina, com seu famoso teto pintado por Michelangelo, fazem parte das atrações turísticas do Vaticano.

Foto: Lelê Breveglieri/Flickr

PASSEIOS

Basílica de São Marcos

Obra-prima com cinco cúpulas e impressionantes mosaicos e paredes, arcas, colunas e solos com muitos detalhes dourados, a Basílica de São Marcos é um magnífico exemplo da arquitetura de Veneza. A beleza da construção faz dela um dos principais cartões-postais da encantadora cidade italiana.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Forum Romano

Centro social, comercial e político de Roma por mais de 1.200 anos, o Forum Romano é hoje um impressionante vestígio do império do país. Muitos dos turistas de passagem pela capital italiana se encantam com estas ruínas de templos, edifícios de governos e colunas que mostram a grandiosidade do império há cerca de 2 mil anos.

Foto: Edwin Lee/Flickr

PASSEIOS

Grotta Azzurra

No sul da ilha de Capri, a Grotta Azzurra (Gruta Azul) é uma magnífica caverna de 60 metros de comprimento e 25 de largura. A entrada é feita de bote por uma fenda estreita, e ao chegar dentro da gruta, a luz do sol combinada com a coloração da água cria uma iluminação de um azul quase surreal.

Foto: S.J Pinkney/Flickr

PASSEIOS

Grande Canal

A charmosa Veneza tem mais de 170 rios e canais que viraram símbolos da cidade. Mas nenhum deles é tão emblemático quanto o Grande Canal, maior e mais importante via de tráfego que passa por pontos famosos como a Ponte Rialto e a Piazza São Marcos.

Foto: Neil Willsey/Flickr

PASSEIOS

Santa Maria dela Grazie

Vista de fora, a igreja e convento de Santa Maria della Grazie de Milão é uma bela estrutura do século 15, mas poderia ser só mais uma construção histórica das muitas que existem na Itália. No entanto, é em seu interior que reside o destaque que faz dela um dos principais pontos turísticos da cidade: no refeitório do convento, o mural da Última Ceia é uma das obras mais conhecidas e impactantes do grande Leonardo da Vinci.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Duomo de Florença

Mais conhecida como Duomo de Florença, a Basílica di Santa Maria del Fiore é facilmente reconhecível por sua cúpula imponente e sua torre do campanário. Situado na Piazza del Duomo, o complexo arquitetônico gótico faz parte do Patrimônio da UNESCO que constitui um belo cartão-postal da cidade.

Foto: Glen Bowman/Flickr

PASSEIOS

Fontana di Trevi

Mítico cartão-postal de Roma, a Fontana di Trevi atrai numerosos turistas que seguem uma inevitável tradição: quem joga uma moeda nesta fonte barroca com estátuas de mármore, dizem, voltará algum dia à capital italiana. O tamanho imponente e a maravilhosa arquitetura fazem desta fonte, terminada em 1762, uma atração imperdível numa visita a Roma.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Basílica de São Francisco de Assis

Erguida no século 14 no centro da Itália, a Basílica de São Francisco de Assis tem frescos pintados pelos maiores artistas da época. As duas igrejas situadas no topo de uma colina, além da cripta com o corpo intacto de São Francisco de Assis, atraem peregrinos do mundo inteiro.

Foto: Bob Hall/Flickr

PASSEIOS

Vesúvio

Situado a 9 km do centro de Nápoles, o Vesúvio é um dos mais belos vulcões da Europa. Além de criar um magnífico pano de fundo para a cidade do sul da Itália, o vulcão oferece um grande espaço para trilhas e caminhadas que levam à sua cratera, com uma impressionante vista panorâmica sobre a baía de Nápoles.

Foto: Navnetmitt/Flickr

PASSEIOS

Cala Luna

Ao sul de Cala Gonone, a pequena praia de Cala Luna é um cenário perfeito para curtir os dias de sol no verão europeu. A praia tem areias brancas rodeadas por grandes penhascos frente às águas turquesa do Mediterrâneo.

Foto: Vasile Cotovanu/Flickr

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Sassi di Mattera

No sul do país, a região de Basilicata esconde um tesouro imperdível conhecido como a Sassi di Mattera. Estas cavernas pré-históricas talhadas em blocos de calcário foram preservadas e completadas ao longo de 2 mil anos com pinturas religiosas e outros detalhes que merecem ser explorados.

Foto: Paola Sucato/Flickr

PASSEIOS

Casa de Julieta

Situada na cidade de Verona, a Casa da Julieta é uma das atrações mais encantadoras da Itália. A casa medieval onde viveu a mulher que inspirou Shakespeare em sua obra Romeu e Julieta se transformou em verdadeiro símbolo do amor, com cartas românticas, poesias, além de pontos que figuram na peça do autor inglês.

Foto: Jiuguang Guang/Flickr

PASSEIOS

Pompeia

A 20 km de Nápoles, Pompeia se manteve oculta por mais de 1.600 anos após uma erupção do vulcão Vesúvio que cobriu o local de lava matando seus habitantes em 79 d.C. Preservados de maneira perfeita, teatros, templos, banhos termais e casas foram descobertos em 1749, fazendo de Pompeia um dos mais incríveis sítios arqueológicos do mundo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Costa Amalfitana

Trecho de cerca de 50 km do litoral italiano ao longo da península de Sorrento, a Costa Amalfitana é um dos lugares mais belos do litoral do país. Pontuada por belos vilarejos como Positano e Ravello, a Costa Amalfitana tem estradas que serpenteiam entre colinas e penhascos que se encontram com o Mediterrâneo.

Foto: Doriana dil Sarto/Flickr

PASSEIOS

Isola dei Conigli

Ao sul da ilha de Lampedusa, a pequena ilhota conhecida como Isola dei Conigli cria um lindo visual com seus penhascos rodeados de águas turquesa. Facilmente acessível, a ilhota é ideal para caminhadas e ganha um charme especial durante o pôr do sol.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Ilha de Capri

Pequena ilha da baía de Nápoles, Capri se destaca por suas lindas paisagens e seus penhascos pontuados com vilas, hotéis e restaurantes ideais para se deliciar com a gastronomia local. Desde o ponto mais alto da ilha, a vista sobre o Mediterrâneo e o vulcão Vesúvio encanta os visitantes num ambiente romântico.

Foto: S.Mark/stock.xchng

PASSEIOS

Compras em Milão

Capital da moda italiana e mundial, Milão é uma cidade feita para amantes de compras, principalmente no que diz respeito a marcas e acessórios de luxo. A Via Montenapoleone, Via della Spiga, Via Sant’Andrea e Via Manzoni são apenas algumas das ruas famosas por suas lojas de marcas como Gucci, Versace, Prada e Moschino.

Foto: Matthias Rombherg/Flickr

PASSEIOS

Centro histórico de Siena

Menor e menos conhecida do que sua vizinha Florença, situada a 70 km de distância, a cidade de Siena tem um centro histórico medieval inscrito no Patrimônio Mundial da UNESCO. Rodeado por 7 km de muralhas, o centro de Siena tem belas construções intactas de uma arquitetura que influenciou o resto da Europa em sua época e tem na Piazza del Campo seu principal cartão-postal.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Vaticano

Enclave murado dentro de Roma, o Vaticano é o menor país do mundo, com apenas 0,44 km² e 800 habitantes. A praça de São Pedro, onde o Papa abençoa os fiéis, a imponente Basílica de São Pedro, os museus e a Capela Sistina, com seu famoso teto pintado por Michelangelo, fazem parte das atrações turísticas do Vaticano.

Foto: Lelê Breveglieri/Flickr

PASSEIOS

Basílica de São Marcos

Obra-prima com cinco cúpulas e impressionantes mosaicos e paredes, arcas, colunas e solos com muitos detalhes dourados, a Basílica de São Marcos é um magnífico exemplo da arquitetura de Veneza. A beleza da construção faz dela um dos principais cartões-postais da encantadora cidade italiana.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Forum Romano

Centro social, comercial e político de Roma por mais de 1.200 anos, o Forum Romano é hoje um impressionante vestígio do império do país. Muitos dos turistas de passagem pela capital italiana se encantam com estas ruínas de templos, edifícios de governos e colunas que mostram a grandiosidade do império há cerca de 2 mil anos.

Foto: Edwin Lee/Flickr

PASSEIOS

Grotta Azzurra

No sul da ilha de Capri, a Grotta Azzurra (Gruta Azul) é uma magnífica caverna de 60 metros de comprimento e 25 de largura. A entrada é feita de bote por uma fenda estreita, e ao chegar dentro da gruta, a luz do sol combinada com a coloração da água cria uma iluminação de um azul quase surreal.

Foto: S.J Pinkney/Flickr

PASSEIOS

Grande Canal

A charmosa Veneza tem mais de 170 rios e canais que viraram símbolos da cidade. Mas nenhum deles é tão emblemático quanto o Grande Canal, maior e mais importante via de tráfego que passa por pontos famosos como a Ponte Rialto e a Piazza São Marcos.

Foto: Neil Willsey/Flickr

PASSEIOS

Santa Maria dela Grazie

Vista de fora, a igreja e convento de Santa Maria della Grazie de Milão é uma bela estrutura do século 15, mas poderia ser só mais uma construção histórica das muitas que existem na Itália. No entanto, é em seu interior que reside o destaque que faz dela um dos principais pontos turísticos da cidade: no refeitório do convento, o mural da Última Ceia é uma das obras mais conhecidas e impactantes do grande Leonardo da Vinci.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Duomo de Florença

Mais conhecida como Duomo de Florença, a Basílica di Santa Maria del Fiore é facilmente reconhecível por sua cúpula imponente e sua torre do campanário. Situado na Piazza del Duomo, o complexo arquitetônico gótico faz parte do Patrimônio da UNESCO que constitui um belo cartão-postal da cidade.

Foto: Glen Bowman/Flickr

PASSEIOS

Fontana di Trevi

Mítico cartão-postal de Roma, a Fontana di Trevi atrai numerosos turistas que seguem uma inevitável tradição: quem joga uma moeda nesta fonte barroca com estátuas de mármore, dizem, voltará algum dia à capital italiana. O tamanho imponente e a maravilhosa arquitetura fazem desta fonte, terminada em 1762, uma atração imperdível numa visita a Roma.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Basílica de São Francisco de Assis

Erguida no século 14 no centro da Itália, a Basílica de São Francisco de Assis tem frescos pintados pelos maiores artistas da época. As duas igrejas situadas no topo de uma colina, além da cripta com o corpo intacto de São Francisco de Assis, atraem peregrinos do mundo inteiro.

Foto: Bob Hall/Flickr

PASSEIOS

Vesúvio

Situado a 9 km do centro de Nápoles, o Vesúvio é um dos mais belos vulcões da Europa. Além de criar um magnífico pano de fundo para a cidade do sul da Itália, o vulcão oferece um grande espaço para trilhas e caminhadas que levam à sua cratera, com uma impressionante vista panorâmica sobre a baía de Nápoles.

Foto: Navnetmitt/Flickr

PASSEIOS

Cala Luna

Ao sul de Cala Gonone, a pequena praia de Cala Luna é um cenário perfeito para curtir os dias de sol no verão europeu. A praia tem areias brancas rodeadas por grandes penhascos frente às águas turquesa do Mediterrâneo.

Foto: Vasile Cotovanu/Flickr

PASSEIOS

Trufas brancas no Piemonte

As trufas brancas são uma das iguarias mais caras do planeta e são encontradas quase que exclusivamente em certas regiões da Toscana e do Piemonte, próximas a Milão e Turim. A temporada de trufas brancas vai de outubro até dezembro e, em novembro, acontece a Feira Internacional da Trufa Branca na cidade de Alba, em que as iguarias são avaliadas pela comissão de controle de qualidade e vendidas para os clientes. Durante a temporada de trufas brancas, é possível provar receitas deliciosas preparadas com este ingrediente único nos restaurantes da região.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Lago de Como

A apenas 50 km de Milão, perto da fronteira entre a Itália e a Suíça, o Lago de Como é uma excelente opção para relaxar e se divertir, especialmente nos dias ensolarados da Itália. Após um dia curtindo a natureza no terceiro maior lago do país, o charmoso vilarejo de Como oferece um lindo centro histórico com restaurantes sofisticados e lojas de designers locais.

Foto: Sebastiano Rametta/Flickr

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Sassi di Mattera

No sul do país, a região de Basilicata esconde um tesouro imperdível conhecido como a Sassi di Mattera. Estas cavernas pré-históricas talhadas em blocos de calcário foram preservadas e completadas ao longo de 2 mil anos com pinturas religiosas e outros detalhes que merecem ser explorados.

Foto: Paola Sucato/Flickr

PASSEIOS

Casa de Julieta

Situada na cidade de Verona, a Casa da Julieta é uma das atrações mais encantadoras da Itália. A casa medieval onde viveu a mulher que inspirou Shakespeare em sua obra Romeu e Julieta se transformou em verdadeiro símbolo do amor, com cartas românticas, poesias, além de pontos que figuram na peça do autor inglês.

Foto: Jiuguang Guang/Flickr

PASSEIOS

Pompeia

A 20 km de Nápoles, Pompeia se manteve oculta por mais de 1.600 anos após uma erupção do vulcão Vesúvio que cobriu o local de lava matando seus habitantes em 79 d.C. Preservados de maneira perfeita, teatros, templos, banhos termais e casas foram descobertos em 1749, fazendo de Pompeia um dos mais incríveis sítios arqueológicos do mundo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Costa Amalfitana

Trecho de cerca de 50 km do litoral italiano ao longo da península de Sorrento, a Costa Amalfitana é um dos lugares mais belos do litoral do país. Pontuada por belos vilarejos como Positano e Ravello, a Costa Amalfitana tem estradas que serpenteiam entre colinas e penhascos que se encontram com o Mediterrâneo.

Foto: Doriana dil Sarto/Flickr

PASSEIOS

Isola dei Conigli

Ao sul da ilha de Lampedusa, a pequena ilhota conhecida como Isola dei Conigli cria um lindo visual com seus penhascos rodeados de águas turquesa. Facilmente acessível, a ilhota é ideal para caminhadas e ganha um charme especial durante o pôr do sol.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Ilha de Capri

Pequena ilha da baía de Nápoles, Capri se destaca por suas lindas paisagens e seus penhascos pontuados com vilas, hotéis e restaurantes ideais para se deliciar com a gastronomia local. Desde o ponto mais alto da ilha, a vista sobre o Mediterrâneo e o vulcão Vesúvio encanta os visitantes num ambiente romântico.

Foto: S.Mark/stock.xchng

PASSEIOS

Compras em Milão

Capital da moda italiana e mundial, Milão é uma cidade feita para amantes de compras, principalmente no que diz respeito a marcas e acessórios de luxo. A Via Montenapoleone, Via della Spiga, Via Sant’Andrea e Via Manzoni são apenas algumas das ruas famosas por suas lojas de marcas como Gucci, Versace, Prada e Moschino.

Foto: Matthias Rombherg/Flickr

PASSEIOS

Centro histórico de Siena

Menor e menos conhecida do que sua vizinha Florença, situada a 70 km de distância, a cidade de Siena tem um centro histórico medieval inscrito no Patrimônio Mundial da UNESCO. Rodeado por 7 km de muralhas, o centro de Siena tem belas construções intactas de uma arquitetura que influenciou o resto da Europa em sua época e tem na Piazza del Campo seu principal cartão-postal.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Vaticano

Enclave murado dentro de Roma, o Vaticano é o menor país do mundo, com apenas 0,44 km² e 800 habitantes. A praça de São Pedro, onde o Papa abençoa os fiéis, a imponente Basílica de São Pedro, os museus e a Capela Sistina, com seu famoso teto pintado por Michelangelo, fazem parte das atrações turísticas do Vaticano.

Foto: Lelê Breveglieri/Flickr

PASSEIOS

Basílica de São Marcos

Obra-prima com cinco cúpulas e impressionantes mosaicos e paredes, arcas, colunas e solos com muitos detalhes dourados, a Basílica de São Marcos é um magnífico exemplo da arquitetura de Veneza. A beleza da construção faz dela um dos principais cartões-postais da encantadora cidade italiana.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Forum Romano

Centro social, comercial e político de Roma por mais de 1.200 anos, o Forum Romano é hoje um impressionante vestígio do império do país. Muitos dos turistas de passagem pela capital italiana se encantam com estas ruínas de templos, edifícios de governos e colunas que mostram a grandiosidade do império há cerca de 2 mil anos.

Foto: Edwin Lee/Flickr

PASSEIOS

Grotta Azzurra

No sul da ilha de Capri, a Grotta Azzurra (Gruta Azul) é uma magnífica caverna de 60 metros de comprimento e 25 de largura. A entrada é feita de bote por uma fenda estreita, e ao chegar dentro da gruta, a luz do sol combinada com a coloração da água cria uma iluminação de um azul quase surreal.

Foto: S.J Pinkney/Flickr

PASSEIOS

Grande Canal

A charmosa Veneza tem mais de 170 rios e canais que viraram símbolos da cidade. Mas nenhum deles é tão emblemático quanto o Grande Canal, maior e mais importante via de tráfego que passa por pontos famosos como a Ponte Rialto e a Piazza São Marcos.

Foto: Neil Willsey/Flickr

PASSEIOS

Santa Maria dela Grazie

Vista de fora, a igreja e convento de Santa Maria della Grazie de Milão é uma bela estrutura do século 15, mas poderia ser só mais uma construção histórica das muitas que existem na Itália. No entanto, é em seu interior que reside o destaque que faz dela um dos principais pontos turísticos da cidade: no refeitório do convento, o mural da Última Ceia é uma das obras mais conhecidas e impactantes do grande Leonardo da Vinci.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Duomo de Florença

Mais conhecida como Duomo de Florença, a Basílica di Santa Maria del Fiore é facilmente reconhecível por sua cúpula imponente e sua torre do campanário. Situado na Piazza del Duomo, o complexo arquitetônico gótico faz parte do Patrimônio da UNESCO que constitui um belo cartão-postal da cidade.

Foto: Glen Bowman/Flickr

PASSEIOS

Fontana di Trevi

Mítico cartão-postal de Roma, a Fontana di Trevi atrai numerosos turistas que seguem uma inevitável tradição: quem joga uma moeda nesta fonte barroca com estátuas de mármore, dizem, voltará algum dia à capital italiana. O tamanho imponente e a maravilhosa arquitetura fazem desta fonte, terminada em 1762, uma atração imperdível numa visita a Roma.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Basílica de São Francisco de Assis

Erguida no século 14 no centro da Itália, a Basílica de São Francisco de Assis tem frescos pintados pelos maiores artistas da época. As duas igrejas situadas no topo de uma colina, além da cripta com o corpo intacto de São Francisco de Assis, atraem peregrinos do mundo inteiro.

Foto: Bob Hall/Flickr

PASSEIOS

Vesúvio

Situado a 9 km do centro de Nápoles, o Vesúvio é um dos mais belos vulcões da Europa. Além de criar um magnífico pano de fundo para a cidade do sul da Itália, o vulcão oferece um grande espaço para trilhas e caminhadas que levam à sua cratera, com uma impressionante vista panorâmica sobre a baía de Nápoles.

Foto: Navnetmitt/Flickr

PASSEIOS

Cala Luna

Ao sul de Cala Gonone, a pequena praia de Cala Luna é um cenário perfeito para curtir os dias de sol no verão europeu. A praia tem areias brancas rodeadas por grandes penhascos frente às águas turquesa do Mediterrâneo.

Foto: Vasile Cotovanu/Flickr

PASSEIOS

Trufas brancas no Piemonte

As trufas brancas são uma das iguarias mais caras do planeta e são encontradas quase que exclusivamente em certas regiões da Toscana e do Piemonte, próximas a Milão e Turim. A temporada de trufas brancas vai de outubro até dezembro e, em novembro, acontece a Feira Internacional da Trufa Branca na cidade de Alba, em que as iguarias são avaliadas pela comissão de controle de qualidade e vendidas para os clientes. Durante a temporada de trufas brancas, é possível provar receitas deliciosas preparadas com este ingrediente único nos restaurantes da região.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Lago de Como

A apenas 50 km de Milão, perto da fronteira entre a Itália e a Suíça, o Lago de Como é uma excelente opção para relaxar e se divertir, especialmente nos dias ensolarados da Itália. Após um dia curtindo a natureza no terceiro maior lago do país, o charmoso vilarejo de Como oferece um lindo centro histórico com restaurantes sofisticados e lojas de designers locais.

Foto: Sebastiano Rametta/Flickr

PASSEIOS

Rota do Chianti

A Itália disputa com a França o título de principal produtora de vinhos do mundo. A região da Toscana produz o Chianti, um dos vinhos tintos italianos mais reputados internacionalmente. Por isso, nada melhor do que percorrer os caminhos da Toscana, acompanhando seus pratos deliciosos com o vinho local em vinhedos, adegas e restaurantes.

Foto: Sunshine City/Flickr

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Sassi di Mattera

No sul do país, a região de Basilicata esconde um tesouro imperdível conhecido como a Sassi di Mattera. Estas cavernas pré-históricas talhadas em blocos de calcário foram preservadas e completadas ao longo de 2 mil anos com pinturas religiosas e outros detalhes que merecem ser explorados.

Foto: Paola Sucato/Flickr

PASSEIOS

Casa de Julieta

Situada na cidade de Verona, a Casa da Julieta é uma das atrações mais encantadoras da Itália. A casa medieval onde viveu a mulher que inspirou Shakespeare em sua obra Romeu e Julieta se transformou em verdadeiro símbolo do amor, com cartas românticas, poesias, além de pontos que figuram na peça do autor inglês.

Foto: Jiuguang Guang/Flickr

PASSEIOS

Pompeia

A 20 km de Nápoles, Pompeia se manteve oculta por mais de 1.600 anos após uma erupção do vulcão Vesúvio que cobriu o local de lava matando seus habitantes em 79 d.C. Preservados de maneira perfeita, teatros, templos, banhos termais e casas foram descobertos em 1749, fazendo de Pompeia um dos mais incríveis sítios arqueológicos do mundo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Costa Amalfitana

Trecho de cerca de 50 km do litoral italiano ao longo da península de Sorrento, a Costa Amalfitana é um dos lugares mais belos do litoral do país. Pontuada por belos vilarejos como Positano e Ravello, a Costa Amalfitana tem estradas que serpenteiam entre colinas e penhascos que se encontram com o Mediterrâneo.

Foto: Doriana dil Sarto/Flickr

PASSEIOS

Isola dei Conigli

Ao sul da ilha de Lampedusa, a pequena ilhota conhecida como Isola dei Conigli cria um lindo visual com seus penhascos rodeados de águas turquesa. Facilmente acessível, a ilhota é ideal para caminhadas e ganha um charme especial durante o pôr do sol.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Ilha de Capri

Pequena ilha da baía de Nápoles, Capri se destaca por suas lindas paisagens e seus penhascos pontuados com vilas, hotéis e restaurantes ideais para se deliciar com a gastronomia local. Desde o ponto mais alto da ilha, a vista sobre o Mediterrâneo e o vulcão Vesúvio encanta os visitantes num ambiente romântico.

Foto: S.Mark/stock.xchng

PASSEIOS

Compras em Milão

Capital da moda italiana e mundial, Milão é uma cidade feita para amantes de compras, principalmente no que diz respeito a marcas e acessórios de luxo. A Via Montenapoleone, Via della Spiga, Via Sant’Andrea e Via Manzoni são apenas algumas das ruas famosas por suas lojas de marcas como Gucci, Versace, Prada e Moschino.

Foto: Matthias Rombherg/Flickr

PASSEIOS

Centro histórico de Siena

Menor e menos conhecida do que sua vizinha Florença, situada a 70 km de distância, a cidade de Siena tem um centro histórico medieval inscrito no Patrimônio Mundial da UNESCO. Rodeado por 7 km de muralhas, o centro de Siena tem belas construções intactas de uma arquitetura que influenciou o resto da Europa em sua época e tem na Piazza del Campo seu principal cartão-postal.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Vaticano

Enclave murado dentro de Roma, o Vaticano é o menor país do mundo, com apenas 0,44 km² e 800 habitantes. A praça de São Pedro, onde o Papa abençoa os fiéis, a imponente Basílica de São Pedro, os museus e a Capela Sistina, com seu famoso teto pintado por Michelangelo, fazem parte das atrações turísticas do Vaticano.

Foto: Lelê Breveglieri/Flickr

PASSEIOS

Basílica de São Marcos

Obra-prima com cinco cúpulas e impressionantes mosaicos e paredes, arcas, colunas e solos com muitos detalhes dourados, a Basílica de São Marcos é um magnífico exemplo da arquitetura de Veneza. A beleza da construção faz dela um dos principais cartões-postais da encantadora cidade italiana.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Forum Romano

Centro social, comercial e político de Roma por mais de 1.200 anos, o Forum Romano é hoje um impressionante vestígio do império do país. Muitos dos turistas de passagem pela capital italiana se encantam com estas ruínas de templos, edifícios de governos e colunas que mostram a grandiosidade do império há cerca de 2 mil anos.

Foto: Edwin Lee/Flickr

PASSEIOS

Grotta Azzurra

No sul da ilha de Capri, a Grotta Azzurra (Gruta Azul) é uma magnífica caverna de 60 metros de comprimento e 25 de largura. A entrada é feita de bote por uma fenda estreita, e ao chegar dentro da gruta, a luz do sol combinada com a coloração da água cria uma iluminação de um azul quase surreal.

Foto: S.J Pinkney/Flickr

PASSEIOS

Grande Canal

A charmosa Veneza tem mais de 170 rios e canais que viraram símbolos da cidade. Mas nenhum deles é tão emblemático quanto o Grande Canal, maior e mais importante via de tráfego que passa por pontos famosos como a Ponte Rialto e a Piazza São Marcos.

Foto: Neil Willsey/Flickr

PASSEIOS

Santa Maria dela Grazie

Vista de fora, a igreja e convento de Santa Maria della Grazie de Milão é uma bela estrutura do século 15, mas poderia ser só mais uma construção histórica das muitas que existem na Itália. No entanto, é em seu interior que reside o destaque que faz dela um dos principais pontos turísticos da cidade: no refeitório do convento, o mural da Última Ceia é uma das obras mais conhecidas e impactantes do grande Leonardo da Vinci.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Duomo de Florença

Mais conhecida como Duomo de Florença, a Basílica di Santa Maria del Fiore é facilmente reconhecível por sua cúpula imponente e sua torre do campanário. Situado na Piazza del Duomo, o complexo arquitetônico gótico faz parte do Patrimônio da UNESCO que constitui um belo cartão-postal da cidade.

Foto: Glen Bowman/Flickr

PASSEIOS

Fontana di Trevi

Mítico cartão-postal de Roma, a Fontana di Trevi atrai numerosos turistas que seguem uma inevitável tradição: quem joga uma moeda nesta fonte barroca com estátuas de mármore, dizem, voltará algum dia à capital italiana. O tamanho imponente e a maravilhosa arquitetura fazem desta fonte, terminada em 1762, uma atração imperdível numa visita a Roma.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Basílica de São Francisco de Assis

Erguida no século 14 no centro da Itália, a Basílica de São Francisco de Assis tem frescos pintados pelos maiores artistas da época. As duas igrejas situadas no topo de uma colina, além da cripta com o corpo intacto de São Francisco de Assis, atraem peregrinos do mundo inteiro.

Foto: Bob Hall/Flickr

PASSEIOS

Vesúvio

Situado a 9 km do centro de Nápoles, o Vesúvio é um dos mais belos vulcões da Europa. Além de criar um magnífico pano de fundo para a cidade do sul da Itália, o vulcão oferece um grande espaço para trilhas e caminhadas que levam à sua cratera, com uma impressionante vista panorâmica sobre a baía de Nápoles.

Foto: Navnetmitt/Flickr

PASSEIOS

Cala Luna

Ao sul de Cala Gonone, a pequena praia de Cala Luna é um cenário perfeito para curtir os dias de sol no verão europeu. A praia tem areias brancas rodeadas por grandes penhascos frente às águas turquesa do Mediterrâneo.

Foto: Vasile Cotovanu/Flickr

PASSEIOS

Trufas brancas no Piemonte

As trufas brancas são uma das iguarias mais caras do planeta e são encontradas quase que exclusivamente em certas regiões da Toscana e do Piemonte, próximas a Milão e Turim. A temporada de trufas brancas vai de outubro até dezembro e, em novembro, acontece a Feira Internacional da Trufa Branca na cidade de Alba, em que as iguarias são avaliadas pela comissão de controle de qualidade e vendidas para os clientes. Durante a temporada de trufas brancas, é possível provar receitas deliciosas preparadas com este ingrediente único nos restaurantes da região.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Lago de Como

A apenas 50 km de Milão, perto da fronteira entre a Itália e a Suíça, o Lago de Como é uma excelente opção para relaxar e se divertir, especialmente nos dias ensolarados da Itália. Após um dia curtindo a natureza no terceiro maior lago do país, o charmoso vilarejo de Como oferece um lindo centro histórico com restaurantes sofisticados e lojas de designers locais.

Foto: Sebastiano Rametta/Flickr

PASSEIOS

Rota do Chianti

A Itália disputa com a França o título de principal produtora de vinhos do mundo. A região da Toscana produz o Chianti, um dos vinhos tintos italianos mais reputados internacionalmente. Por isso, nada melhor do que percorrer os caminhos da Toscana, acompanhando seus pratos deliciosos com o vinho local em vinhedos, adegas e restaurantes.

Foto: Sunshine City/Flickr

PASSEIOS

Cavernas de Frasassi

As cavernas de Frasassi formam um impressionante complexo de grutas cársticas na região de Ancona, centro da Itália. Localizadas a 7 km da cidade de Genga, as cavernas contam com numerosos corredores e salas com grandes formações geológicas ao longo de 30 km.

Foto: Ben Francis/Flickr

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Sassi di Mattera

No sul do país, a região de Basilicata esconde um tesouro imperdível conhecido como a Sassi di Mattera. Estas cavernas pré-históricas talhadas em blocos de calcário foram preservadas e completadas ao longo de 2 mil anos com pinturas religiosas e outros detalhes que merecem ser explorados.

Foto: Paola Sucato/Flickr

PASSEIOS

Casa de Julieta

Situada na cidade de Verona, a Casa da Julieta é uma das atrações mais encantadoras da Itália. A casa medieval onde viveu a mulher que inspirou Shakespeare em sua obra Romeu e Julieta se transformou em verdadeiro símbolo do amor, com cartas românticas, poesias, além de pontos que figuram na peça do autor inglês.

Foto: Jiuguang Guang/Flickr

PASSEIOS

Pompeia

A 20 km de Nápoles, Pompeia se manteve oculta por mais de 1.600 anos após uma erupção do vulcão Vesúvio que cobriu o local de lava matando seus habitantes em 79 d.C. Preservados de maneira perfeita, teatros, templos, banhos termais e casas foram descobertos em 1749, fazendo de Pompeia um dos mais incríveis sítios arqueológicos do mundo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Costa Amalfitana

Trecho de cerca de 50 km do litoral italiano ao longo da península de Sorrento, a Costa Amalfitana é um dos lugares mais belos do litoral do país. Pontuada por belos vilarejos como Positano e Ravello, a Costa Amalfitana tem estradas que serpenteiam entre colinas e penhascos que se encontram com o Mediterrâneo.

Foto: Doriana dil Sarto/Flickr

PASSEIOS

Isola dei Conigli

Ao sul da ilha de Lampedusa, a pequena ilhota conhecida como Isola dei Conigli cria um lindo visual com seus penhascos rodeados de águas turquesa. Facilmente acessível, a ilhota é ideal para caminhadas e ganha um charme especial durante o pôr do sol.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Ilha de Capri

Pequena ilha da baía de Nápoles, Capri se destaca por suas lindas paisagens e seus penhascos pontuados com vilas, hotéis e restaurantes ideais para se deliciar com a gastronomia local. Desde o ponto mais alto da ilha, a vista sobre o Mediterrâneo e o vulcão Vesúvio encanta os visitantes num ambiente romântico.

Foto: S.Mark/stock.xchng

PASSEIOS

Compras em Milão

Capital da moda italiana e mundial, Milão é uma cidade feita para amantes de compras, principalmente no que diz respeito a marcas e acessórios de luxo. A Via Montenapoleone, Via della Spiga, Via Sant’Andrea e Via Manzoni são apenas algumas das ruas famosas por suas lojas de marcas como Gucci, Versace, Prada e Moschino.

Foto: Matthias Rombherg/Flickr

PASSEIOS

Centro histórico de Siena

Menor e menos conhecida do que sua vizinha Florença, situada a 70 km de distância, a cidade de Siena tem um centro histórico medieval inscrito no Patrimônio Mundial da UNESCO. Rodeado por 7 km de muralhas, o centro de Siena tem belas construções intactas de uma arquitetura que influenciou o resto da Europa em sua época e tem na Piazza del Campo seu principal cartão-postal.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Vaticano

Enclave murado dentro de Roma, o Vaticano é o menor país do mundo, com apenas 0,44 km² e 800 habitantes. A praça de São Pedro, onde o Papa abençoa os fiéis, a imponente Basílica de São Pedro, os museus e a Capela Sistina, com seu famoso teto pintado por Michelangelo, fazem parte das atrações turísticas do Vaticano.

Foto: Lelê Breveglieri/Flickr

PASSEIOS

Basílica de São Marcos

Obra-prima com cinco cúpulas e impressionantes mosaicos e paredes, arcas, colunas e solos com muitos detalhes dourados, a Basílica de São Marcos é um magnífico exemplo da arquitetura de Veneza. A beleza da construção faz dela um dos principais cartões-postais da encantadora cidade italiana.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Forum Romano

Centro social, comercial e político de Roma por mais de 1.200 anos, o Forum Romano é hoje um impressionante vestígio do império do país. Muitos dos turistas de passagem pela capital italiana se encantam com estas ruínas de templos, edifícios de governos e colunas que mostram a grandiosidade do império há cerca de 2 mil anos.

Foto: Edwin Lee/Flickr

PASSEIOS

Grotta Azzurra

No sul da ilha de Capri, a Grotta Azzurra (Gruta Azul) é uma magnífica caverna de 60 metros de comprimento e 25 de largura. A entrada é feita de bote por uma fenda estreita, e ao chegar dentro da gruta, a luz do sol combinada com a coloração da água cria uma iluminação de um azul quase surreal.

Foto: S.J Pinkney/Flickr

PASSEIOS

Grande Canal

A charmosa Veneza tem mais de 170 rios e canais que viraram símbolos da cidade. Mas nenhum deles é tão emblemático quanto o Grande Canal, maior e mais importante via de tráfego que passa por pontos famosos como a Ponte Rialto e a Piazza São Marcos.

Foto: Neil Willsey/Flickr

PASSEIOS

Santa Maria dela Grazie

Vista de fora, a igreja e convento de Santa Maria della Grazie de Milão é uma bela estrutura do século 15, mas poderia ser só mais uma construção histórica das muitas que existem na Itália. No entanto, é em seu interior que reside o destaque que faz dela um dos principais pontos turísticos da cidade: no refeitório do convento, o mural da Última Ceia é uma das obras mais conhecidas e impactantes do grande Leonardo da Vinci.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Duomo de Florença

Mais conhecida como Duomo de Florença, a Basílica di Santa Maria del Fiore é facilmente reconhecível por sua cúpula imponente e sua torre do campanário. Situado na Piazza del Duomo, o complexo arquitetônico gótico faz parte do Patrimônio da UNESCO que constitui um belo cartão-postal da cidade.

Foto: Glen Bowman/Flickr

PASSEIOS

Fontana di Trevi

Mítico cartão-postal de Roma, a Fontana di Trevi atrai numerosos turistas que seguem uma inevitável tradição: quem joga uma moeda nesta fonte barroca com estátuas de mármore, dizem, voltará algum dia à capital italiana. O tamanho imponente e a maravilhosa arquitetura fazem desta fonte, terminada em 1762, uma atração imperdível numa visita a Roma.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Basílica de São Francisco de Assis

Erguida no século 14 no centro da Itália, a Basílica de São Francisco de Assis tem frescos pintados pelos maiores artistas da época. As duas igrejas situadas no topo de uma colina, além da cripta com o corpo intacto de São Francisco de Assis, atraem peregrinos do mundo inteiro.

Foto: Bob Hall/Flickr

PASSEIOS

Vesúvio

Situado a 9 km do centro de Nápoles, o Vesúvio é um dos mais belos vulcões da Europa. Além de criar um magnífico pano de fundo para a cidade do sul da Itália, o vulcão oferece um grande espaço para trilhas e caminhadas que levam à sua cratera, com uma impressionante vista panorâmica sobre a baía de Nápoles.

Foto: Navnetmitt/Flickr

PASSEIOS

Cala Luna

Ao sul de Cala Gonone, a pequena praia de Cala Luna é um cenário perfeito para curtir os dias de sol no verão europeu. A praia tem areias brancas rodeadas por grandes penhascos frente às águas turquesa do Mediterrâneo.

Foto: Vasile Cotovanu/Flickr

PASSEIOS

Trufas brancas no Piemonte

As trufas brancas são uma das iguarias mais caras do planeta e são encontradas quase que exclusivamente em certas regiões da Toscana e do Piemonte, próximas a Milão e Turim. A temporada de trufas brancas vai de outubro até dezembro e, em novembro, acontece a Feira Internacional da Trufa Branca na cidade de Alba, em que as iguarias são avaliadas pela comissão de controle de qualidade e vendidas para os clientes. Durante a temporada de trufas brancas, é possível provar receitas deliciosas preparadas com este ingrediente único nos restaurantes da região.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Lago de Como

A apenas 50 km de Milão, perto da fronteira entre a Itália e a Suíça, o Lago de Como é uma excelente opção para relaxar e se divertir, especialmente nos dias ensolarados da Itália. Após um dia curtindo a natureza no terceiro maior lago do país, o charmoso vilarejo de Como oferece um lindo centro histórico com restaurantes sofisticados e lojas de designers locais.

Foto: Sebastiano Rametta/Flickr

PASSEIOS

Rota do Chianti

A Itália disputa com a França o título de principal produtora de vinhos do mundo. A região da Toscana produz o Chianti, um dos vinhos tintos italianos mais reputados internacionalmente. Por isso, nada melhor do que percorrer os caminhos da Toscana, acompanhando seus pratos deliciosos com o vinho local em vinhedos, adegas e restaurantes.

Foto: Sunshine City/Flickr

PASSEIOS

Cavernas de Frasassi

As cavernas de Frasassi formam um impressionante complexo de grutas cársticas na região de Ancona, centro da Itália. Localizadas a 7 km da cidade de Genga, as cavernas contam com numerosos corredores e salas com grandes formações geológicas ao longo de 30 km.

Foto: Ben Francis/Flickr

PASSEIOS

Trulli de Alberobello

Os “trulli” encontrados no vilarejo de Alberobello são pequenas casas de teto cônico construídas em pedra seca, usando uma técnica antiga encontrada na região, situadas no sul da Itália. Graças a estas construções, erguidas especialmente no século 19, Alberobello faz parte do Patrimônio Mundial da UNESCO.

Foto: Wikicommons

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Sassi di Mattera

No sul do país, a região de Basilicata esconde um tesouro imperdível conhecido como a Sassi di Mattera. Estas cavernas pré-históricas talhadas em blocos de calcário foram preservadas e completadas ao longo de 2 mil anos com pinturas religiosas e outros detalhes que merecem ser explorados.

Foto: Paola Sucato/Flickr

PASSEIOS

Casa de Julieta

Situada na cidade de Verona, a Casa da Julieta é uma das atrações mais encantadoras da Itália. A casa medieval onde viveu a mulher que inspirou Shakespeare em sua obra Romeu e Julieta se transformou em verdadeiro símbolo do amor, com cartas românticas, poesias, além de pontos que figuram na peça do autor inglês.

Foto: Jiuguang Guang/Flickr

PASSEIOS

Pompeia

A 20 km de Nápoles, Pompeia se manteve oculta por mais de 1.600 anos após uma erupção do vulcão Vesúvio que cobriu o local de lava matando seus habitantes em 79 d.C. Preservados de maneira perfeita, teatros, templos, banhos termais e casas foram descobertos em 1749, fazendo de Pompeia um dos mais incríveis sítios arqueológicos do mundo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Costa Amalfitana

Trecho de cerca de 50 km do litoral italiano ao longo da península de Sorrento, a Costa Amalfitana é um dos lugares mais belos do litoral do país. Pontuada por belos vilarejos como Positano e Ravello, a Costa Amalfitana tem estradas que serpenteiam entre colinas e penhascos que se encontram com o Mediterrâneo.

Foto: Doriana dil Sarto/Flickr

PASSEIOS

Isola dei Conigli

Ao sul da ilha de Lampedusa, a pequena ilhota conhecida como Isola dei Conigli cria um lindo visual com seus penhascos rodeados de águas turquesa. Facilmente acessível, a ilhota é ideal para caminhadas e ganha um charme especial durante o pôr do sol.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Ilha de Capri

Pequena ilha da baía de Nápoles, Capri se destaca por suas lindas paisagens e seus penhascos pontuados com vilas, hotéis e restaurantes ideais para se deliciar com a gastronomia local. Desde o ponto mais alto da ilha, a vista sobre o Mediterrâneo e o vulcão Vesúvio encanta os visitantes num ambiente romântico.

Foto: S.Mark/stock.xchng

PASSEIOS

Compras em Milão

Capital da moda italiana e mundial, Milão é uma cidade feita para amantes de compras, principalmente no que diz respeito a marcas e acessórios de luxo. A Via Montenapoleone, Via della Spiga, Via Sant’Andrea e Via Manzoni são apenas algumas das ruas famosas por suas lojas de marcas como Gucci, Versace, Prada e Moschino.

Foto: Matthias Rombherg/Flickr

PASSEIOS

Centro histórico de Siena

Menor e menos conhecida do que sua vizinha Florença, situada a 70 km de distância, a cidade de Siena tem um centro histórico medieval inscrito no Patrimônio Mundial da UNESCO. Rodeado por 7 km de muralhas, o centro de Siena tem belas construções intactas de uma arquitetura que influenciou o resto da Europa em sua época e tem na Piazza del Campo seu principal cartão-postal.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Vaticano

Enclave murado dentro de Roma, o Vaticano é o menor país do mundo, com apenas 0,44 km² e 800 habitantes. A praça de São Pedro, onde o Papa abençoa os fiéis, a imponente Basílica de São Pedro, os museus e a Capela Sistina, com seu famoso teto pintado por Michelangelo, fazem parte das atrações turísticas do Vaticano.

Foto: Lelê Breveglieri/Flickr

PASSEIOS

Basílica de São Marcos

Obra-prima com cinco cúpulas e impressionantes mosaicos e paredes, arcas, colunas e solos com muitos detalhes dourados, a Basílica de São Marcos é um magnífico exemplo da arquitetura de Veneza. A beleza da construção faz dela um dos principais cartões-postais da encantadora cidade italiana.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Forum Romano

Centro social, comercial e político de Roma por mais de 1.200 anos, o Forum Romano é hoje um impressionante vestígio do império do país. Muitos dos turistas de passagem pela capital italiana se encantam com estas ruínas de templos, edifícios de governos e colunas que mostram a grandiosidade do império há cerca de 2 mil anos.

Foto: Edwin Lee/Flickr

PASSEIOS

Grotta Azzurra

No sul da ilha de Capri, a Grotta Azzurra (Gruta Azul) é uma magnífica caverna de 60 metros de comprimento e 25 de largura. A entrada é feita de bote por uma fenda estreita, e ao chegar dentro da gruta, a luz do sol combinada com a coloração da água cria uma iluminação de um azul quase surreal.

Foto: S.J Pinkney/Flickr

PASSEIOS

Grande Canal

A charmosa Veneza tem mais de 170 rios e canais que viraram símbolos da cidade. Mas nenhum deles é tão emblemático quanto o Grande Canal, maior e mais importante via de tráfego que passa por pontos famosos como a Ponte Rialto e a Piazza São Marcos.

Foto: Neil Willsey/Flickr

PASSEIOS

Santa Maria dela Grazie

Vista de fora, a igreja e convento de Santa Maria della Grazie de Milão é uma bela estrutura do século 15, mas poderia ser só mais uma construção histórica das muitas que existem na Itália. No entanto, é em seu interior que reside o destaque que faz dela um dos principais pontos turísticos da cidade: no refeitório do convento, o mural da Última Ceia é uma das obras mais conhecidas e impactantes do grande Leonardo da Vinci.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Duomo de Florença

Mais conhecida como Duomo de Florença, a Basílica di Santa Maria del Fiore é facilmente reconhecível por sua cúpula imponente e sua torre do campanário. Situado na Piazza del Duomo, o complexo arquitetônico gótico faz parte do Patrimônio da UNESCO que constitui um belo cartão-postal da cidade.

Foto: Glen Bowman/Flickr

PASSEIOS

Fontana di Trevi

Mítico cartão-postal de Roma, a Fontana di Trevi atrai numerosos turistas que seguem uma inevitável tradição: quem joga uma moeda nesta fonte barroca com estátuas de mármore, dizem, voltará algum dia à capital italiana. O tamanho imponente e a maravilhosa arquitetura fazem desta fonte, terminada em 1762, uma atração imperdível numa visita a Roma.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Basílica de São Francisco de Assis

Erguida no século 14 no centro da Itália, a Basílica de São Francisco de Assis tem frescos pintados pelos maiores artistas da época. As duas igrejas situadas no topo de uma colina, além da cripta com o corpo intacto de São Francisco de Assis, atraem peregrinos do mundo inteiro.

Foto: Bob Hall/Flickr

PASSEIOS

Vesúvio

Situado a 9 km do centro de Nápoles, o Vesúvio é um dos mais belos vulcões da Europa. Além de criar um magnífico pano de fundo para a cidade do sul da Itália, o vulcão oferece um grande espaço para trilhas e caminhadas que levam à sua cratera, com uma impressionante vista panorâmica sobre a baía de Nápoles.

Foto: Navnetmitt/Flickr

PASSEIOS

Cala Luna

Ao sul de Cala Gonone, a pequena praia de Cala Luna é um cenário perfeito para curtir os dias de sol no verão europeu. A praia tem areias brancas rodeadas por grandes penhascos frente às águas turquesa do Mediterrâneo.

Foto: Vasile Cotovanu/Flickr

PASSEIOS

Trufas brancas no Piemonte

As trufas brancas são uma das iguarias mais caras do planeta e são encontradas quase que exclusivamente em certas regiões da Toscana e do Piemonte, próximas a Milão e Turim. A temporada de trufas brancas vai de outubro até dezembro e, em novembro, acontece a Feira Internacional da Trufa Branca na cidade de Alba, em que as iguarias são avaliadas pela comissão de controle de qualidade e vendidas para os clientes. Durante a temporada de trufas brancas, é possível provar receitas deliciosas preparadas com este ingrediente único nos restaurantes da região.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Lago de Como

A apenas 50 km de Milão, perto da fronteira entre a Itália e a Suíça, o Lago de Como é uma excelente opção para relaxar e se divertir, especialmente nos dias ensolarados da Itália. Após um dia curtindo a natureza no terceiro maior lago do país, o charmoso vilarejo de Como oferece um lindo centro histórico com restaurantes sofisticados e lojas de designers locais.

Foto: Sebastiano Rametta/Flickr

PASSEIOS

Rota do Chianti

A Itália disputa com a França o título de principal produtora de vinhos do mundo. A região da Toscana produz o Chianti, um dos vinhos tintos italianos mais reputados internacionalmente. Por isso, nada melhor do que percorrer os caminhos da Toscana, acompanhando seus pratos deliciosos com o vinho local em vinhedos, adegas e restaurantes.

Foto: Sunshine City/Flickr

PASSEIOS

Cavernas de Frasassi

As cavernas de Frasassi formam um impressionante complexo de grutas cársticas na região de Ancona, centro da Itália. Localizadas a 7 km da cidade de Genga, as cavernas contam com numerosos corredores e salas com grandes formações geológicas ao longo de 30 km.

Foto: Ben Francis/Flickr

PASSEIOS

Trulli de Alberobello

Os “trulli” encontrados no vilarejo de Alberobello são pequenas casas de teto cônico construídas em pedra seca, usando uma técnica antiga encontrada na região, situadas no sul da Itália. Graças a estas construções, erguidas especialmente no século 19, Alberobello faz parte do Patrimônio Mundial da UNESCO.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Pizza em Nápoles

Com uma atmosfera diferente da do resto do país, numa cidade agitada e caótica, mas sempre encantadora, Nápoles orgulha-se de ter as melhores pizzas de Itália. As pizzas locais usam uma série de regras técnicas levadas muito a sério e usam ingredientes únicos, que vão ao forno à lenha para criar uma experiência absolutamente deliciosa em estabelecimentos míticos como Street-Za e Pizzeria di Matteo.

Foto: Getty Images

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Sassi di Mattera

No sul do país, a região de Basilicata esconde um tesouro imperdível conhecido como a Sassi di Mattera. Estas cavernas pré-históricas talhadas em blocos de calcário foram preservadas e completadas ao longo de 2 mil anos com pinturas religiosas e outros detalhes que merecem ser explorados.

Foto: Paola Sucato/Flickr

PASSEIOS

Casa de Julieta

Situada na cidade de Verona, a Casa da Julieta é uma das atrações mais encantadoras da Itália. A casa medieval onde viveu a mulher que inspirou Shakespeare em sua obra Romeu e Julieta se transformou em verdadeiro símbolo do amor, com cartas românticas, poesias, além de pontos que figuram na peça do autor inglês.

Foto: Jiuguang Guang/Flickr

PASSEIOS

Pompeia

A 20 km de Nápoles, Pompeia se manteve oculta por mais de 1.600 anos após uma erupção do vulcão Vesúvio que cobriu o local de lava matando seus habitantes em 79 d.C. Preservados de maneira perfeita, teatros, templos, banhos termais e casas foram descobertos em 1749, fazendo de Pompeia um dos mais incríveis sítios arqueológicos do mundo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Costa Amalfitana

Trecho de cerca de 50 km do litoral italiano ao longo da península de Sorrento, a Costa Amalfitana é um dos lugares mais belos do litoral do país. Pontuada por belos vilarejos como Positano e Ravello, a Costa Amalfitana tem estradas que serpenteiam entre colinas e penhascos que se encontram com o Mediterrâneo.

Foto: Doriana dil Sarto/Flickr

PASSEIOS

Isola dei Conigli

Ao sul da ilha de Lampedusa, a pequena ilhota conhecida como Isola dei Conigli cria um lindo visual com seus penhascos rodeados de águas turquesa. Facilmente acessível, a ilhota é ideal para caminhadas e ganha um charme especial durante o pôr do sol.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Ilha de Capri

Pequena ilha da baía de Nápoles, Capri se destaca por suas lindas paisagens e seus penhascos pontuados com vilas, hotéis e restaurantes ideais para se deliciar com a gastronomia local. Desde o ponto mais alto da ilha, a vista sobre o Mediterrâneo e o vulcão Vesúvio encanta os visitantes num ambiente romântico.

Foto: S.Mark/stock.xchng

PASSEIOS

Compras em Milão

Capital da moda italiana e mundial, Milão é uma cidade feita para amantes de compras, principalmente no que diz respeito a marcas e acessórios de luxo. A Via Montenapoleone, Via della Spiga, Via Sant’Andrea e Via Manzoni são apenas algumas das ruas famosas por suas lojas de marcas como Gucci, Versace, Prada e Moschino.

Foto: Matthias Rombherg/Flickr

PASSEIOS

Centro histórico de Siena

Menor e menos conhecida do que sua vizinha Florença, situada a 70 km de distância, a cidade de Siena tem um centro histórico medieval inscrito no Patrimônio Mundial da UNESCO. Rodeado por 7 km de muralhas, o centro de Siena tem belas construções intactas de uma arquitetura que influenciou o resto da Europa em sua época e tem na Piazza del Campo seu principal cartão-postal.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Vaticano

Enclave murado dentro de Roma, o Vaticano é o menor país do mundo, com apenas 0,44 km² e 800 habitantes. A praça de São Pedro, onde o Papa abençoa os fiéis, a imponente Basílica de São Pedro, os museus e a Capela Sistina, com seu famoso teto pintado por Michelangelo, fazem parte das atrações turísticas do Vaticano.

Foto: Lelê Breveglieri/Flickr

PASSEIOS

Basílica de São Marcos

Obra-prima com cinco cúpulas e impressionantes mosaicos e paredes, arcas, colunas e solos com muitos detalhes dourados, a Basílica de São Marcos é um magnífico exemplo da arquitetura de Veneza. A beleza da construção faz dela um dos principais cartões-postais da encantadora cidade italiana.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Forum Romano

Centro social, comercial e político de Roma por mais de 1.200 anos, o Forum Romano é hoje um impressionante vestígio do império do país. Muitos dos turistas de passagem pela capital italiana se encantam com estas ruínas de templos, edifícios de governos e colunas que mostram a grandiosidade do império há cerca de 2 mil anos.

Foto: Edwin Lee/Flickr

PASSEIOS

Grotta Azzurra

No sul da ilha de Capri, a Grotta Azzurra (Gruta Azul) é uma magnífica caverna de 60 metros de comprimento e 25 de largura. A entrada é feita de bote por uma fenda estreita, e ao chegar dentro da gruta, a luz do sol combinada com a coloração da água cria uma iluminação de um azul quase surreal.

Foto: S.J Pinkney/Flickr

PASSEIOS

Grande Canal

A charmosa Veneza tem mais de 170 rios e canais que viraram símbolos da cidade. Mas nenhum deles é tão emblemático quanto o Grande Canal, maior e mais importante via de tráfego que passa por pontos famosos como a Ponte Rialto e a Piazza São Marcos.

Foto: Neil Willsey/Flickr

PASSEIOS

Santa Maria dela Grazie

Vista de fora, a igreja e convento de Santa Maria della Grazie de Milão é uma bela estrutura do século 15, mas poderia ser só mais uma construção histórica das muitas que existem na Itália. No entanto, é em seu interior que reside o destaque que faz dela um dos principais pontos turísticos da cidade: no refeitório do convento, o mural da Última Ceia é uma das obras mais conhecidas e impactantes do grande Leonardo da Vinci.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Duomo de Florença

Mais conhecida como Duomo de Florença, a Basílica di Santa Maria del Fiore é facilmente reconhecível por sua cúpula imponente e sua torre do campanário. Situado na Piazza del Duomo, o complexo arquitetônico gótico faz parte do Patrimônio da UNESCO que constitui um belo cartão-postal da cidade.

Foto: Glen Bowman/Flickr

PASSEIOS

Fontana di Trevi

Mítico cartão-postal de Roma, a Fontana di Trevi atrai numerosos turistas que seguem uma inevitável tradição: quem joga uma moeda nesta fonte barroca com estátuas de mármore, dizem, voltará algum dia à capital italiana. O tamanho imponente e a maravilhosa arquitetura fazem desta fonte, terminada em 1762, uma atração imperdível numa visita a Roma.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Basílica de São Francisco de Assis

Erguida no século 14 no centro da Itália, a Basílica de São Francisco de Assis tem frescos pintados pelos maiores artistas da época. As duas igrejas situadas no topo de uma colina, além da cripta com o corpo intacto de São Francisco de Assis, atraem peregrinos do mundo inteiro.

Foto: Bob Hall/Flickr

PASSEIOS

Vesúvio

Situado a 9 km do centro de Nápoles, o Vesúvio é um dos mais belos vulcões da Europa. Além de criar um magnífico pano de fundo para a cidade do sul da Itália, o vulcão oferece um grande espaço para trilhas e caminhadas que levam à sua cratera, com uma impressionante vista panorâmica sobre a baía de Nápoles.

Foto: Navnetmitt/Flickr

PASSEIOS

Cala Luna

Ao sul de Cala Gonone, a pequena praia de Cala Luna é um cenário perfeito para curtir os dias de sol no verão europeu. A praia tem areias brancas rodeadas por grandes penhascos frente às águas turquesa do Mediterrâneo.

Foto: Vasile Cotovanu/Flickr

PASSEIOS

Trufas brancas no Piemonte

As trufas brancas são uma das iguarias mais caras do planeta e são encontradas quase que exclusivamente em certas regiões da Toscana e do Piemonte, próximas a Milão e Turim. A temporada de trufas brancas vai de outubro até dezembro e, em novembro, acontece a Feira Internacional da Trufa Branca na cidade de Alba, em que as iguarias são avaliadas pela comissão de controle de qualidade e vendidas para os clientes. Durante a temporada de trufas brancas, é possível provar receitas deliciosas preparadas com este ingrediente único nos restaurantes da região.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Lago de Como

A apenas 50 km de Milão, perto da fronteira entre a Itália e a Suíça, o Lago de Como é uma excelente opção para relaxar e se divertir, especialmente nos dias ensolarados da Itália. Após um dia curtindo a natureza no terceiro maior lago do país, o charmoso vilarejo de Como oferece um lindo centro histórico com restaurantes sofisticados e lojas de designers locais.

Foto: Sebastiano Rametta/Flickr

PASSEIOS

Rota do Chianti

A Itália disputa com a França o título de principal produtora de vinhos do mundo. A região da Toscana produz o Chianti, um dos vinhos tintos italianos mais reputados internacionalmente. Por isso, nada melhor do que percorrer os caminhos da Toscana, acompanhando seus pratos deliciosos com o vinho local em vinhedos, adegas e restaurantes.

Foto: Sunshine City/Flickr

PASSEIOS

Cavernas de Frasassi

As cavernas de Frasassi formam um impressionante complexo de grutas cársticas na região de Ancona, centro da Itália. Localizadas a 7 km da cidade de Genga, as cavernas contam com numerosos corredores e salas com grandes formações geológicas ao longo de 30 km.

Foto: Ben Francis/Flickr

PASSEIOS

Trulli de Alberobello

Os “trulli” encontrados no vilarejo de Alberobello são pequenas casas de teto cônico construídas em pedra seca, usando uma técnica antiga encontrada na região, situadas no sul da Itália. Graças a estas construções, erguidas especialmente no século 19, Alberobello faz parte do Patrimônio Mundial da UNESCO.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Pizza em Nápoles

Com uma atmosfera diferente da do resto do país, numa cidade agitada e caótica, mas sempre encantadora, Nápoles orgulha-se de ter as melhores pizzas de Itália. As pizzas locais usam uma série de regras técnicas levadas muito a sério e usam ingredientes únicos, que vão ao forno à lenha para criar uma experiência absolutamente deliciosa em estabelecimentos míticos como Street-Za e Pizzeria di Matteo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Taormina

O pequeno vilarejo de Taormina é o destino indicado para passar férias inesquecíveis curtindo o sol na ilha da Sicília. Erguida sobre uma pequena colina com vista para o mar, Taormina tem acesso a belas praias, ruínas antigas e uma deliciosa gastronomia.

Foto: Wilson Wong/Flickr

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Sassi di Mattera

No sul do país, a região de Basilicata esconde um tesouro imperdível conhecido como a Sassi di Mattera. Estas cavernas pré-históricas talhadas em blocos de calcário foram preservadas e completadas ao longo de 2 mil anos com pinturas religiosas e outros detalhes que merecem ser explorados.

Foto: Paola Sucato/Flickr

PASSEIOS

Casa de Julieta

Situada na cidade de Verona, a Casa da Julieta é uma das atrações mais encantadoras da Itália. A casa medieval onde viveu a mulher que inspirou Shakespeare em sua obra Romeu e Julieta se transformou em verdadeiro símbolo do amor, com cartas românticas, poesias, além de pontos que figuram na peça do autor inglês.

Foto: Jiuguang Guang/Flickr

PASSEIOS

Pompeia

A 20 km de Nápoles, Pompeia se manteve oculta por mais de 1.600 anos após uma erupção do vulcão Vesúvio que cobriu o local de lava matando seus habitantes em 79 d.C. Preservados de maneira perfeita, teatros, templos, banhos termais e casas foram descobertos em 1749, fazendo de Pompeia um dos mais incríveis sítios arqueológicos do mundo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Costa Amalfitana

Trecho de cerca de 50 km do litoral italiano ao longo da península de Sorrento, a Costa Amalfitana é um dos lugares mais belos do litoral do país. Pontuada por belos vilarejos como Positano e Ravello, a Costa Amalfitana tem estradas que serpenteiam entre colinas e penhascos que se encontram com o Mediterrâneo.

Foto: Doriana dil Sarto/Flickr

PASSEIOS

Isola dei Conigli

Ao sul da ilha de Lampedusa, a pequena ilhota conhecida como Isola dei Conigli cria um lindo visual com seus penhascos rodeados de águas turquesa. Facilmente acessível, a ilhota é ideal para caminhadas e ganha um charme especial durante o pôr do sol.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Ilha de Capri

Pequena ilha da baía de Nápoles, Capri se destaca por suas lindas paisagens e seus penhascos pontuados com vilas, hotéis e restaurantes ideais para se deliciar com a gastronomia local. Desde o ponto mais alto da ilha, a vista sobre o Mediterrâneo e o vulcão Vesúvio encanta os visitantes num ambiente romântico.

Foto: S.Mark/stock.xchng

PASSEIOS

Compras em Milão

Capital da moda italiana e mundial, Milão é uma cidade feita para amantes de compras, principalmente no que diz respeito a marcas e acessórios de luxo. A Via Montenapoleone, Via della Spiga, Via Sant’Andrea e Via Manzoni são apenas algumas das ruas famosas por suas lojas de marcas como Gucci, Versace, Prada e Moschino.

Foto: Matthias Rombherg/Flickr

PASSEIOS

Centro histórico de Siena

Menor e menos conhecida do que sua vizinha Florença, situada a 70 km de distância, a cidade de Siena tem um centro histórico medieval inscrito no Patrimônio Mundial da UNESCO. Rodeado por 7 km de muralhas, o centro de Siena tem belas construções intactas de uma arquitetura que influenciou o resto da Europa em sua época e tem na Piazza del Campo seu principal cartão-postal.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Vaticano

Enclave murado dentro de Roma, o Vaticano é o menor país do mundo, com apenas 0,44 km² e 800 habitantes. A praça de São Pedro, onde o Papa abençoa os fiéis, a imponente Basílica de São Pedro, os museus e a Capela Sistina, com seu famoso teto pintado por Michelangelo, fazem parte das atrações turísticas do Vaticano.

Foto: Lelê Breveglieri/Flickr

PASSEIOS

Basílica de São Marcos

Obra-prima com cinco cúpulas e impressionantes mosaicos e paredes, arcas, colunas e solos com muitos detalhes dourados, a Basílica de São Marcos é um magnífico exemplo da arquitetura de Veneza. A beleza da construção faz dela um dos principais cartões-postais da encantadora cidade italiana.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Forum Romano

Centro social, comercial e político de Roma por mais de 1.200 anos, o Forum Romano é hoje um impressionante vestígio do império do país. Muitos dos turistas de passagem pela capital italiana se encantam com estas ruínas de templos, edifícios de governos e colunas que mostram a grandiosidade do império há cerca de 2 mil anos.

Foto: Edwin Lee/Flickr

PASSEIOS

Grotta Azzurra

No sul da ilha de Capri, a Grotta Azzurra (Gruta Azul) é uma magnífica caverna de 60 metros de comprimento e 25 de largura. A entrada é feita de bote por uma fenda estreita, e ao chegar dentro da gruta, a luz do sol combinada com a coloração da água cria uma iluminação de um azul quase surreal.

Foto: S.J Pinkney/Flickr

PASSEIOS

Grande Canal

A charmosa Veneza tem mais de 170 rios e canais que viraram símbolos da cidade. Mas nenhum deles é tão emblemático quanto o Grande Canal, maior e mais importante via de tráfego que passa por pontos famosos como a Ponte Rialto e a Piazza São Marcos.

Foto: Neil Willsey/Flickr

PASSEIOS

Santa Maria dela Grazie

Vista de fora, a igreja e convento de Santa Maria della Grazie de Milão é uma bela estrutura do século 15, mas poderia ser só mais uma construção histórica das muitas que existem na Itália. No entanto, é em seu interior que reside o destaque que faz dela um dos principais pontos turísticos da cidade: no refeitório do convento, o mural da Última Ceia é uma das obras mais conhecidas e impactantes do grande Leonardo da Vinci.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Duomo de Florença

Mais conhecida como Duomo de Florença, a Basílica di Santa Maria del Fiore é facilmente reconhecível por sua cúpula imponente e sua torre do campanário. Situado na Piazza del Duomo, o complexo arquitetônico gótico faz parte do Patrimônio da UNESCO que constitui um belo cartão-postal da cidade.

Foto: Glen Bowman/Flickr

PASSEIOS

Fontana di Trevi

Mítico cartão-postal de Roma, a Fontana di Trevi atrai numerosos turistas que seguem uma inevitável tradição: quem joga uma moeda nesta fonte barroca com estátuas de mármore, dizem, voltará algum dia à capital italiana. O tamanho imponente e a maravilhosa arquitetura fazem desta fonte, terminada em 1762, uma atração imperdível numa visita a Roma.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Basílica de São Francisco de Assis

Erguida no século 14 no centro da Itália, a Basílica de São Francisco de Assis tem frescos pintados pelos maiores artistas da época. As duas igrejas situadas no topo de uma colina, além da cripta com o corpo intacto de São Francisco de Assis, atraem peregrinos do mundo inteiro.

Foto: Bob Hall/Flickr

PASSEIOS

Vesúvio

Situado a 9 km do centro de Nápoles, o Vesúvio é um dos mais belos vulcões da Europa. Além de criar um magnífico pano de fundo para a cidade do sul da Itália, o vulcão oferece um grande espaço para trilhas e caminhadas que levam à sua cratera, com uma impressionante vista panorâmica sobre a baía de Nápoles.

Foto: Navnetmitt/Flickr

PASSEIOS

Cala Luna

Ao sul de Cala Gonone, a pequena praia de Cala Luna é um cenário perfeito para curtir os dias de sol no verão europeu. A praia tem areias brancas rodeadas por grandes penhascos frente às águas turquesa do Mediterrâneo.

Foto: Vasile Cotovanu/Flickr

PASSEIOS

Trufas brancas no Piemonte

As trufas brancas são uma das iguarias mais caras do planeta e são encontradas quase que exclusivamente em certas regiões da Toscana e do Piemonte, próximas a Milão e Turim. A temporada de trufas brancas vai de outubro até dezembro e, em novembro, acontece a Feira Internacional da Trufa Branca na cidade de Alba, em que as iguarias são avaliadas pela comissão de controle de qualidade e vendidas para os clientes. Durante a temporada de trufas brancas, é possível provar receitas deliciosas preparadas com este ingrediente único nos restaurantes da região.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Lago de Como

A apenas 50 km de Milão, perto da fronteira entre a Itália e a Suíça, o Lago de Como é uma excelente opção para relaxar e se divertir, especialmente nos dias ensolarados da Itália. Após um dia curtindo a natureza no terceiro maior lago do país, o charmoso vilarejo de Como oferece um lindo centro histórico com restaurantes sofisticados e lojas de designers locais.

Foto: Sebastiano Rametta/Flickr

PASSEIOS

Rota do Chianti

A Itália disputa com a França o título de principal produtora de vinhos do mundo. A região da Toscana produz o Chianti, um dos vinhos tintos italianos mais reputados internacionalmente. Por isso, nada melhor do que percorrer os caminhos da Toscana, acompanhando seus pratos deliciosos com o vinho local em vinhedos, adegas e restaurantes.

Foto: Sunshine City/Flickr

PASSEIOS

Cavernas de Frasassi

As cavernas de Frasassi formam um impressionante complexo de grutas cársticas na região de Ancona, centro da Itália. Localizadas a 7 km da cidade de Genga, as cavernas contam com numerosos corredores e salas com grandes formações geológicas ao longo de 30 km.

Foto: Ben Francis/Flickr

PASSEIOS

Trulli de Alberobello

Os “trulli” encontrados no vilarejo de Alberobello são pequenas casas de teto cônico construídas em pedra seca, usando uma técnica antiga encontrada na região, situadas no sul da Itália. Graças a estas construções, erguidas especialmente no século 19, Alberobello faz parte do Patrimônio Mundial da UNESCO.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Pizza em Nápoles

Com uma atmosfera diferente da do resto do país, numa cidade agitada e caótica, mas sempre encantadora, Nápoles orgulha-se de ter as melhores pizzas de Itália. As pizzas locais usam uma série de regras técnicas levadas muito a sério e usam ingredientes únicos, que vão ao forno à lenha para criar uma experiência absolutamente deliciosa em estabelecimentos míticos como Street-Za e Pizzeria di Matteo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Taormina

O pequeno vilarejo de Taormina é o destino indicado para passar férias inesquecíveis curtindo o sol na ilha da Sicília. Erguida sobre uma pequena colina com vista para o mar, Taormina tem acesso a belas praias, ruínas antigas e uma deliciosa gastronomia.

Foto: Wilson Wong/Flickr

PASSEIOS

San Gimignano

A 56 km de Florença, San Gimignano é um preservado vilarejo medieval conhecido por suas mais de 70 torres. Tombado como Patrimônio da UNESCO, San Gimignano tem numerosos monumentos com uma arquitetura que leva os turistas a uma verdadeira viagem no tempo.

Foto: Chris Wee/Flickr

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Sassi di Mattera

No sul do país, a região de Basilicata esconde um tesouro imperdível conhecido como a Sassi di Mattera. Estas cavernas pré-históricas talhadas em blocos de calcário foram preservadas e completadas ao longo de 2 mil anos com pinturas religiosas e outros detalhes que merecem ser explorados.

Foto: Paola Sucato/Flickr

PASSEIOS

Casa de Julieta

Situada na cidade de Verona, a Casa da Julieta é uma das atrações mais encantadoras da Itália. A casa medieval onde viveu a mulher que inspirou Shakespeare em sua obra Romeu e Julieta se transformou em verdadeiro símbolo do amor, com cartas românticas, poesias, além de pontos que figuram na peça do autor inglês.

Foto: Jiuguang Guang/Flickr

PASSEIOS

Pompeia

A 20 km de Nápoles, Pompeia se manteve oculta por mais de 1.600 anos após uma erupção do vulcão Vesúvio que cobriu o local de lava matando seus habitantes em 79 d.C. Preservados de maneira perfeita, teatros, templos, banhos termais e casas foram descobertos em 1749, fazendo de Pompeia um dos mais incríveis sítios arqueológicos do mundo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Costa Amalfitana

Trecho de cerca de 50 km do litoral italiano ao longo da península de Sorrento, a Costa Amalfitana é um dos lugares mais belos do litoral do país. Pontuada por belos vilarejos como Positano e Ravello, a Costa Amalfitana tem estradas que serpenteiam entre colinas e penhascos que se encontram com o Mediterrâneo.

Foto: Doriana dil Sarto/Flickr

PASSEIOS

Isola dei Conigli

Ao sul da ilha de Lampedusa, a pequena ilhota conhecida como Isola dei Conigli cria um lindo visual com seus penhascos rodeados de águas turquesa. Facilmente acessível, a ilhota é ideal para caminhadas e ganha um charme especial durante o pôr do sol.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Ilha de Capri

Pequena ilha da baía de Nápoles, Capri se destaca por suas lindas paisagens e seus penhascos pontuados com vilas, hotéis e restaurantes ideais para se deliciar com a gastronomia local. Desde o ponto mais alto da ilha, a vista sobre o Mediterrâneo e o vulcão Vesúvio encanta os visitantes num ambiente romântico.

Foto: S.Mark/stock.xchng

PASSEIOS

Compras em Milão

Capital da moda italiana e mundial, Milão é uma cidade feita para amantes de compras, principalmente no que diz respeito a marcas e acessórios de luxo. A Via Montenapoleone, Via della Spiga, Via Sant’Andrea e Via Manzoni são apenas algumas das ruas famosas por suas lojas de marcas como Gucci, Versace, Prada e Moschino.

Foto: Matthias Rombherg/Flickr

PASSEIOS

Centro histórico de Siena

Menor e menos conhecida do que sua vizinha Florença, situada a 70 km de distância, a cidade de Siena tem um centro histórico medieval inscrito no Patrimônio Mundial da UNESCO. Rodeado por 7 km de muralhas, o centro de Siena tem belas construções intactas de uma arquitetura que influenciou o resto da Europa em sua época e tem na Piazza del Campo seu principal cartão-postal.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Vaticano

Enclave murado dentro de Roma, o Vaticano é o menor país do mundo, com apenas 0,44 km² e 800 habitantes. A praça de São Pedro, onde o Papa abençoa os fiéis, a imponente Basílica de São Pedro, os museus e a Capela Sistina, com seu famoso teto pintado por Michelangelo, fazem parte das atrações turísticas do Vaticano.

Foto: Lelê Breveglieri/Flickr

PASSEIOS

Basílica de São Marcos

Obra-prima com cinco cúpulas e impressionantes mosaicos e paredes, arcas, colunas e solos com muitos detalhes dourados, a Basílica de São Marcos é um magnífico exemplo da arquitetura de Veneza. A beleza da construção faz dela um dos principais cartões-postais da encantadora cidade italiana.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Forum Romano

Centro social, comercial e político de Roma por mais de 1.200 anos, o Forum Romano é hoje um impressionante vestígio do império do país. Muitos dos turistas de passagem pela capital italiana se encantam com estas ruínas de templos, edifícios de governos e colunas que mostram a grandiosidade do império há cerca de 2 mil anos.

Foto: Edwin Lee/Flickr

PASSEIOS

Grotta Azzurra

No sul da ilha de Capri, a Grotta Azzurra (Gruta Azul) é uma magnífica caverna de 60 metros de comprimento e 25 de largura. A entrada é feita de bote por uma fenda estreita, e ao chegar dentro da gruta, a luz do sol combinada com a coloração da água cria uma iluminação de um azul quase surreal.

Foto: S.J Pinkney/Flickr

PASSEIOS

Grande Canal

A charmosa Veneza tem mais de 170 rios e canais que viraram símbolos da cidade. Mas nenhum deles é tão emblemático quanto o Grande Canal, maior e mais importante via de tráfego que passa por pontos famosos como a Ponte Rialto e a Piazza São Marcos.

Foto: Neil Willsey/Flickr

PASSEIOS

Santa Maria dela Grazie

Vista de fora, a igreja e convento de Santa Maria della Grazie de Milão é uma bela estrutura do século 15, mas poderia ser só mais uma construção histórica das muitas que existem na Itália. No entanto, é em seu interior que reside o destaque que faz dela um dos principais pontos turísticos da cidade: no refeitório do convento, o mural da Última Ceia é uma das obras mais conhecidas e impactantes do grande Leonardo da Vinci.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Duomo de Florença

Mais conhecida como Duomo de Florença, a Basílica di Santa Maria del Fiore é facilmente reconhecível por sua cúpula imponente e sua torre do campanário. Situado na Piazza del Duomo, o complexo arquitetônico gótico faz parte do Patrimônio da UNESCO que constitui um belo cartão-postal da cidade.

Foto: Glen Bowman/Flickr

PASSEIOS

Fontana di Trevi

Mítico cartão-postal de Roma, a Fontana di Trevi atrai numerosos turistas que seguem uma inevitável tradição: quem joga uma moeda nesta fonte barroca com estátuas de mármore, dizem, voltará algum dia à capital italiana. O tamanho imponente e a maravilhosa arquitetura fazem desta fonte, terminada em 1762, uma atração imperdível numa visita a Roma.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Basílica de São Francisco de Assis

Erguida no século 14 no centro da Itália, a Basílica de São Francisco de Assis tem frescos pintados pelos maiores artistas da época. As duas igrejas situadas no topo de uma colina, além da cripta com o corpo intacto de São Francisco de Assis, atraem peregrinos do mundo inteiro.

Foto: Bob Hall/Flickr

PASSEIOS

Vesúvio

Situado a 9 km do centro de Nápoles, o Vesúvio é um dos mais belos vulcões da Europa. Além de criar um magnífico pano de fundo para a cidade do sul da Itália, o vulcão oferece um grande espaço para trilhas e caminhadas que levam à sua cratera, com uma impressionante vista panorâmica sobre a baía de Nápoles.

Foto: Navnetmitt/Flickr

PASSEIOS

Cala Luna

Ao sul de Cala Gonone, a pequena praia de Cala Luna é um cenário perfeito para curtir os dias de sol no verão europeu. A praia tem areias brancas rodeadas por grandes penhascos frente às águas turquesa do Mediterrâneo.

Foto: Vasile Cotovanu/Flickr

PASSEIOS

Trufas brancas no Piemonte

As trufas brancas são uma das iguarias mais caras do planeta e são encontradas quase que exclusivamente em certas regiões da Toscana e do Piemonte, próximas a Milão e Turim. A temporada de trufas brancas vai de outubro até dezembro e, em novembro, acontece a Feira Internacional da Trufa Branca na cidade de Alba, em que as iguarias são avaliadas pela comissão de controle de qualidade e vendidas para os clientes. Durante a temporada de trufas brancas, é possível provar receitas deliciosas preparadas com este ingrediente único nos restaurantes da região.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Lago de Como

A apenas 50 km de Milão, perto da fronteira entre a Itália e a Suíça, o Lago de Como é uma excelente opção para relaxar e se divertir, especialmente nos dias ensolarados da Itália. Após um dia curtindo a natureza no terceiro maior lago do país, o charmoso vilarejo de Como oferece um lindo centro histórico com restaurantes sofisticados e lojas de designers locais.

Foto: Sebastiano Rametta/Flickr

PASSEIOS

Rota do Chianti

A Itália disputa com a França o título de principal produtora de vinhos do mundo. A região da Toscana produz o Chianti, um dos vinhos tintos italianos mais reputados internacionalmente. Por isso, nada melhor do que percorrer os caminhos da Toscana, acompanhando seus pratos deliciosos com o vinho local em vinhedos, adegas e restaurantes.

Foto: Sunshine City/Flickr

PASSEIOS

Cavernas de Frasassi

As cavernas de Frasassi formam um impressionante complexo de grutas cársticas na região de Ancona, centro da Itália. Localizadas a 7 km da cidade de Genga, as cavernas contam com numerosos corredores e salas com grandes formações geológicas ao longo de 30 km.

Foto: Ben Francis/Flickr

PASSEIOS

Trulli de Alberobello

Os “trulli” encontrados no vilarejo de Alberobello são pequenas casas de teto cônico construídas em pedra seca, usando uma técnica antiga encontrada na região, situadas no sul da Itália. Graças a estas construções, erguidas especialmente no século 19, Alberobello faz parte do Patrimônio Mundial da UNESCO.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Pizza em Nápoles

Com uma atmosfera diferente da do resto do país, numa cidade agitada e caótica, mas sempre encantadora, Nápoles orgulha-se de ter as melhores pizzas de Itália. As pizzas locais usam uma série de regras técnicas levadas muito a sério e usam ingredientes únicos, que vão ao forno à lenha para criar uma experiência absolutamente deliciosa em estabelecimentos míticos como Street-Za e Pizzeria di Matteo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Taormina

O pequeno vilarejo de Taormina é o destino indicado para passar férias inesquecíveis curtindo o sol na ilha da Sicília. Erguida sobre uma pequena colina com vista para o mar, Taormina tem acesso a belas praias, ruínas antigas e uma deliciosa gastronomia.

Foto: Wilson Wong/Flickr

PASSEIOS

San Gimignano

A 56 km de Florença, San Gimignano é um preservado vilarejo medieval conhecido por suas mais de 70 torres. Tombado como Patrimônio da UNESCO, San Gimignano tem numerosos monumentos com uma arquitetura que leva os turistas a uma verdadeira viagem no tempo.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Cala Mariolu

Situada perto da cidade de Baunei, na costa da Sardenha, Cala Mariolu é uma das praias mais bonitas do Mediterrâneo. As águas azuis e muito calmas são cercadas de areias brancas e grandes falésias também brancas, que atraem turistas locais e estrangeiros durante o verão.

Foto: Roberto Cossu/Flickr

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Sassi di Mattera

No sul do país, a região de Basilicata esconde um tesouro imperdível conhecido como a Sassi di Mattera. Estas cavernas pré-históricas talhadas em blocos de calcário foram preservadas e completadas ao longo de 2 mil anos com pinturas religiosas e outros detalhes que merecem ser explorados.

Foto: Paola Sucato/Flickr

PASSEIOS

Casa de Julieta

Situada na cidade de Verona, a Casa da Julieta é uma das atrações mais encantadoras da Itália. A casa medieval onde viveu a mulher que inspirou Shakespeare em sua obra Romeu e Julieta se transformou em verdadeiro símbolo do amor, com cartas românticas, poesias, além de pontos que figuram na peça do autor inglês.

Foto: Jiuguang Guang/Flickr

PASSEIOS

Pompeia

A 20 km de Nápoles, Pompeia se manteve oculta por mais de 1.600 anos após uma erupção do vulcão Vesúvio que cobriu o local de lava matando seus habitantes em 79 d.C. Preservados de maneira perfeita, teatros, templos, banhos termais e casas foram descobertos em 1749, fazendo de Pompeia um dos mais incríveis sítios arqueológicos do mundo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Costa Amalfitana

Trecho de cerca de 50 km do litoral italiano ao longo da península de Sorrento, a Costa Amalfitana é um dos lugares mais belos do litoral do país. Pontuada por belos vilarejos como Positano e Ravello, a Costa Amalfitana tem estradas que serpenteiam entre colinas e penhascos que se encontram com o Mediterrâneo.

Foto: Doriana dil Sarto/Flickr

PASSEIOS

Isola dei Conigli

Ao sul da ilha de Lampedusa, a pequena ilhota conhecida como Isola dei Conigli cria um lindo visual com seus penhascos rodeados de águas turquesa. Facilmente acessível, a ilhota é ideal para caminhadas e ganha um charme especial durante o pôr do sol.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Ilha de Capri

Pequena ilha da baía de Nápoles, Capri se destaca por suas lindas paisagens e seus penhascos pontuados com vilas, hotéis e restaurantes ideais para se deliciar com a gastronomia local. Desde o ponto mais alto da ilha, a vista sobre o Mediterrâneo e o vulcão Vesúvio encanta os visitantes num ambiente romântico.

Foto: S.Mark/stock.xchng

PASSEIOS

Compras em Milão

Capital da moda italiana e mundial, Milão é uma cidade feita para amantes de compras, principalmente no que diz respeito a marcas e acessórios de luxo. A Via Montenapoleone, Via della Spiga, Via Sant’Andrea e Via Manzoni são apenas algumas das ruas famosas por suas lojas de marcas como Gucci, Versace, Prada e Moschino.

Foto: Matthias Rombherg/Flickr

PASSEIOS

Centro histórico de Siena

Menor e menos conhecida do que sua vizinha Florença, situada a 70 km de distância, a cidade de Siena tem um centro histórico medieval inscrito no Patrimônio Mundial da UNESCO. Rodeado por 7 km de muralhas, o centro de Siena tem belas construções intactas de uma arquitetura que influenciou o resto da Europa em sua época e tem na Piazza del Campo seu principal cartão-postal.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Vaticano

Enclave murado dentro de Roma, o Vaticano é o menor país do mundo, com apenas 0,44 km² e 800 habitantes. A praça de São Pedro, onde o Papa abençoa os fiéis, a imponente Basílica de São Pedro, os museus e a Capela Sistina, com seu famoso teto pintado por Michelangelo, fazem parte das atrações turísticas do Vaticano.

Foto: Lelê Breveglieri/Flickr

PASSEIOS

Basílica de São Marcos

Obra-prima com cinco cúpulas e impressionantes mosaicos e paredes, arcas, colunas e solos com muitos detalhes dourados, a Basílica de São Marcos é um magnífico exemplo da arquitetura de Veneza. A beleza da construção faz dela um dos principais cartões-postais da encantadora cidade italiana.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Forum Romano

Centro social, comercial e político de Roma por mais de 1.200 anos, o Forum Romano é hoje um impressionante vestígio do império do país. Muitos dos turistas de passagem pela capital italiana se encantam com estas ruínas de templos, edifícios de governos e colunas que mostram a grandiosidade do império há cerca de 2 mil anos.

Foto: Edwin Lee/Flickr

PASSEIOS

Grotta Azzurra

No sul da ilha de Capri, a Grotta Azzurra (Gruta Azul) é uma magnífica caverna de 60 metros de comprimento e 25 de largura. A entrada é feita de bote por uma fenda estreita, e ao chegar dentro da gruta, a luz do sol combinada com a coloração da água cria uma iluminação de um azul quase surreal.

Foto: S.J Pinkney/Flickr

PASSEIOS

Grande Canal

A charmosa Veneza tem mais de 170 rios e canais que viraram símbolos da cidade. Mas nenhum deles é tão emblemático quanto o Grande Canal, maior e mais importante via de tráfego que passa por pontos famosos como a Ponte Rialto e a Piazza São Marcos.

Foto: Neil Willsey/Flickr

PASSEIOS

Santa Maria dela Grazie

Vista de fora, a igreja e convento de Santa Maria della Grazie de Milão é uma bela estrutura do século 15, mas poderia ser só mais uma construção histórica das muitas que existem na Itália. No entanto, é em seu interior que reside o destaque que faz dela um dos principais pontos turísticos da cidade: no refeitório do convento, o mural da Última Ceia é uma das obras mais conhecidas e impactantes do grande Leonardo da Vinci.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Duomo de Florença

Mais conhecida como Duomo de Florença, a Basílica di Santa Maria del Fiore é facilmente reconhecível por sua cúpula imponente e sua torre do campanário. Situado na Piazza del Duomo, o complexo arquitetônico gótico faz parte do Patrimônio da UNESCO que constitui um belo cartão-postal da cidade.

Foto: Glen Bowman/Flickr

PASSEIOS

Fontana di Trevi

Mítico cartão-postal de Roma, a Fontana di Trevi atrai numerosos turistas que seguem uma inevitável tradição: quem joga uma moeda nesta fonte barroca com estátuas de mármore, dizem, voltará algum dia à capital italiana. O tamanho imponente e a maravilhosa arquitetura fazem desta fonte, terminada em 1762, uma atração imperdível numa visita a Roma.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Basílica de São Francisco de Assis

Erguida no século 14 no centro da Itália, a Basílica de São Francisco de Assis tem frescos pintados pelos maiores artistas da época. As duas igrejas situadas no topo de uma colina, além da cripta com o corpo intacto de São Francisco de Assis, atraem peregrinos do mundo inteiro.

Foto: Bob Hall/Flickr

PASSEIOS

Vesúvio

Situado a 9 km do centro de Nápoles, o Vesúvio é um dos mais belos vulcões da Europa. Além de criar um magnífico pano de fundo para a cidade do sul da Itália, o vulcão oferece um grande espaço para trilhas e caminhadas que levam à sua cratera, com uma impressionante vista panorâmica sobre a baía de Nápoles.

Foto: Navnetmitt/Flickr

PASSEIOS

Cala Luna

Ao sul de Cala Gonone, a pequena praia de Cala Luna é um cenário perfeito para curtir os dias de sol no verão europeu. A praia tem areias brancas rodeadas por grandes penhascos frente às águas turquesa do Mediterrâneo.

Foto: Vasile Cotovanu/Flickr

PASSEIOS

Trufas brancas no Piemonte

As trufas brancas são uma das iguarias mais caras do planeta e são encontradas quase que exclusivamente em certas regiões da Toscana e do Piemonte, próximas a Milão e Turim. A temporada de trufas brancas vai de outubro até dezembro e, em novembro, acontece a Feira Internacional da Trufa Branca na cidade de Alba, em que as iguarias são avaliadas pela comissão de controle de qualidade e vendidas para os clientes. Durante a temporada de trufas brancas, é possível provar receitas deliciosas preparadas com este ingrediente único nos restaurantes da região.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Lago de Como

A apenas 50 km de Milão, perto da fronteira entre a Itália e a Suíça, o Lago de Como é uma excelente opção para relaxar e se divertir, especialmente nos dias ensolarados da Itália. Após um dia curtindo a natureza no terceiro maior lago do país, o charmoso vilarejo de Como oferece um lindo centro histórico com restaurantes sofisticados e lojas de designers locais.

Foto: Sebastiano Rametta/Flickr

PASSEIOS

Rota do Chianti

A Itália disputa com a França o título de principal produtora de vinhos do mundo. A região da Toscana produz o Chianti, um dos vinhos tintos italianos mais reputados internacionalmente. Por isso, nada melhor do que percorrer os caminhos da Toscana, acompanhando seus pratos deliciosos com o vinho local em vinhedos, adegas e restaurantes.

Foto: Sunshine City/Flickr

PASSEIOS

Cavernas de Frasassi

As cavernas de Frasassi formam um impressionante complexo de grutas cársticas na região de Ancona, centro da Itália. Localizadas a 7 km da cidade de Genga, as cavernas contam com numerosos corredores e salas com grandes formações geológicas ao longo de 30 km.

Foto: Ben Francis/Flickr

PASSEIOS

Trulli de Alberobello

Os “trulli” encontrados no vilarejo de Alberobello são pequenas casas de teto cônico construídas em pedra seca, usando uma técnica antiga encontrada na região, situadas no sul da Itália. Graças a estas construções, erguidas especialmente no século 19, Alberobello faz parte do Patrimônio Mundial da UNESCO.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Pizza em Nápoles

Com uma atmosfera diferente da do resto do país, numa cidade agitada e caótica, mas sempre encantadora, Nápoles orgulha-se de ter as melhores pizzas de Itália. As pizzas locais usam uma série de regras técnicas levadas muito a sério e usam ingredientes únicos, que vão ao forno à lenha para criar uma experiência absolutamente deliciosa em estabelecimentos míticos como Street-Za e Pizzeria di Matteo.

Foto: Gett

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Sassi di Mattera

No sul do país, a região de Basilicata esconde um tesouro imperdível conhecido como a Sassi di Mattera. Estas cavernas pré-históricas talhadas em blocos de calcário foram preservadas e completadas ao longo de 2 mil anos com pinturas religiosas e outros detalhes que merecem ser explorados.

Foto: Paola Sucato/Flickr

PASSEIOS

Casa de Julieta

Situada na cidade de Verona, a Casa da Julieta é uma das atrações mais encantadoras da Itália. A casa medieval onde viveu a mulher que inspirou Shakespeare em sua obra Romeu e Julieta se transformou em verdadeiro símbolo do amor, com cartas românticas, poesias, além de pontos que figuram na peça do autor inglês.

Foto: Jiuguang Guang/Flickr

PASSEIOS

Pompeia

A 20 km de Nápoles, Pompeia se manteve oculta por mais de 1.600 anos após uma erupção do vulcão Vesúvio que cobriu o local de lava matando seus habitantes em 79 d.C. Preservados de maneira perfeita, teatros, templos, banhos termais e casas foram descobertos em 1749, fazendo de Pompeia um dos mais incríveis sítios arqueológicos do mundo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Costa Amalfitana

Trecho de cerca de 50 km do litoral italiano ao longo da península de Sorrento, a Costa Amalfitana é um dos lugares mais belos do litoral do país. Pontuada por belos vilarejos como Positano e Ravello, a Costa Amalfitana tem estradas que serpenteiam entre colinas e penhascos que se encontram com o Mediterrâneo.

Foto: Doriana dil Sarto/Flickr

PASSEIOS

Isola dei Conigli

Ao sul da ilha de Lampedusa, a pequena ilhota conhecida como Isola dei Conigli cria um lindo visual com seus penhascos rodeados de águas turquesa. Facilmente acessível, a ilhota é ideal para caminhadas e ganha um charme especial durante o pôr do sol.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Ilha de Capri

Pequena ilha da baía de Nápoles, Capri se destaca por suas lindas paisagens e seus penhascos pontuados com vilas, hotéis e restaurantes ideais para se deliciar com a gastronomia local. Desde o ponto mais alto da ilha, a vista sobre o Mediterrâneo e o vulcão Vesúvio encanta os visitantes num ambiente romântico.

Foto: S.Mark/stock.xchng

PASSEIOS

Compras em Milão

Capital da moda italiana e mundial, Milão é uma cidade feita para amantes de compras, principalmente no que diz respeito a marcas e acessórios de luxo. A Via Montenapoleone, Via della Spiga, Via Sant’Andrea e Via Manzoni são apenas algumas das ruas famosas por suas lojas de marcas como Gucci, Versace, Prada e Moschino.

Foto: Matthias Rombherg/Flickr

PASSEIOS

Centro histórico de Siena

Menor e menos conhecida do que sua vizinha Florença, situada a 70 km de distância, a cidade de Siena tem um centro histórico medieval inscrito no Patrimônio Mundial da UNESCO. Rodeado por 7 km de muralhas, o centro de Siena tem belas construções intactas de uma arquitetura que influenciou o resto da Europa em sua época e tem na Piazza del Campo seu principal cartão-postal.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Vaticano

Enclave murado dentro de Roma, o Vaticano é o menor país do mundo, com apenas 0,44 km² e 800 habitantes. A praça de São Pedro, onde o Papa abençoa os fiéis, a imponente Basílica de São Pedro, os museus e a Capela Sistina, com seu famoso teto pintado por Michelangelo, fazem parte das atrações turísticas do Vaticano.

Foto: Lelê Breveglieri/Flickr

PASSEIOS

Basílica de São Marcos

Obra-prima com cinco cúpulas e impressionantes mosaicos e paredes, arcas, colunas e solos com muitos detalhes dourados, a Basílica de São Marcos é um magnífico exemplo da arquitetura de Veneza. A beleza da construção faz dela um dos principais cartões-postais da encantadora cidade italiana.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Forum Romano

Centro social, comercial e político de Roma por mais de 1.200 anos, o Forum Romano é hoje um impressionante vestígio do império do país. Muitos dos turistas de passagem pela capital italiana se encantam com estas ruínas de templos, edifícios de governos e colunas que mostram a grandiosidade do império há cerca de 2 mil anos.

Foto: Edwin Lee/Flickr

PASSEIOS

Grotta Azzurra

No sul da ilha de Capri, a Grotta Azzurra (Gruta Azul) é uma magnífica caverna de 60 metros de comprimento e 25 de largura. A entrada é feita de bote por uma fenda estreita, e ao chegar dentro da gruta, a luz do sol combinada com a coloração da água cria uma iluminação de um azul quase surreal.

Foto: S.J Pinkney/Flickr

PASSEIOS

Grande Canal

A charmosa Veneza tem mais de 170 rios e canais que viraram símbolos da cidade. Mas nenhum deles é tão emblemático quanto o Grande Canal, maior e mais importante via de tráfego que passa por pontos famosos como a Ponte Rialto e a Piazza São Marcos.

Foto: Neil Willsey/Flickr

PASSEIOS

Santa Maria dela Grazie

Vista de fora, a igreja e convento de Santa Maria della Grazie de Milão é uma bela estrutura do século 15, mas poderia ser só mais uma construção histórica das muitas que existem na Itália. No entanto, é em seu interior que reside o destaque que faz dela um dos principais pontos turísticos da cidade: no refeitório do convento, o mural da Última Ceia é uma das obras mais conhecidas e impactantes do grande Leonardo da Vinci.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Duomo de Florença

Mais conhecida como Duomo de Florença, a Basílica di Santa Maria del Fiore é facilmente reconhecível por sua cúpula imponente e sua torre do campanário. Situado na Piazza del Duomo, o complexo arquitetônico gótico faz parte do Patrimônio da UNESCO que constitui um belo cartão-postal da cidade.

Foto: Glen Bowman/Flickr

PASSEIOS

Fontana di Trevi

Mítico cartão-postal de Roma, a Fontana di Trevi atrai numerosos turistas que seguem uma inevitável tradição: quem joga uma moeda nesta fonte barroca com estátuas de mármore, dizem, voltará algum dia à capital italiana. O tamanho imponente e a maravilhosa arquitetura fazem desta fonte, terminada em 1762, uma atração imperdível numa visita a Roma.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Basílica de São Francisco de Assis

Erguida no século 14 no centro da Itália, a Basílica de São Francisco de Assis tem frescos pintados pelos maiores artistas da época. As duas igrejas situadas no topo de uma colina, além da cripta com o corpo intacto de São Francisco de Assis, atraem peregrinos do mundo inteiro.

Foto: Bob Hall/Flickr

PASSEIOS

Vesúvio

Situado a 9 km do centro de Nápoles, o Vesúvio é um dos mais belos vulcões da Europa. Além de criar um magnífico pano de fundo para a cidade do sul da Itália, o vulcão oferece um grande espaço para trilhas e caminhadas que levam à sua cratera, com uma impressionante vista panorâmica sobre a baía de Nápoles.

Foto: Navnetmitt/Flickr

PASSEIOS

Cala Luna

Ao sul de Cala Gonone, a pequena praia de Cala Luna é um cenário perfeito para curtir os dias de sol no verão europeu. A praia tem areias brancas rodeadas por grandes penhascos frente às águas turquesa do Mediterrâneo.

Foto: Vasile Cotovanu/Flickr

PASSEIOS

Trufas brancas no Piemonte

As trufas brancas são uma das iguarias mais caras do planeta e são encontradas quase que exclusivamente em certas regiões da Toscana e do Piemonte, próximas a Milão e Turim. A temporada de trufas brancas vai de outubro até dezembro e, em novembro, acontece a Feira Internacional da Trufa Branca na cidade de Alba, em que as iguarias são avaliadas pela comissão de controle de qualidade e vendidas para os clientes. Durante a temporada de trufas brancas, é possível provar receitas deliciosas preparadas com este ingrediente único nos restaurantes da região.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Lago de Como

A apenas 50 km de Milão, perto da fronteira entre a Itália e a Suíça, o Lago de Como é uma excelente opção para relaxar e se divertir, especialmente nos dias ensolarados da Itália. Após um dia curtindo a natureza no terceiro maior lago do país, o charmoso vilarejo de Como oferece um lindo centro histórico com restaurantes sofisticados e lojas de designers locais.

Foto: Sebastiano Rametta/Flickr

PASSEIOS

Rota do Chianti

A Itália disputa com a França o título de principal produtora de vinhos do mundo. A região da Toscana produz o Chianti, um dos vinhos tintos italianos mais reputados internacionalmente. Por isso, nada melhor do que percorrer os caminhos da Toscana, acompanhando seus pratos deliciosos com o vinho local em vinhedos, adegas e restaurantes.

Foto: Sunshine City/Flickr

PASSEIOS

Cavernas de Frasassi

As cavernas de Frasassi formam um impressionante complexo de grutas cársticas na região de Ancona, centro da Itália. Localizadas a 7 km da cidade de Genga, as cavernas contam com numerosos corredores e salas com grandes formações geológicas ao longo de 30 km.

Foto: Ben Francis/Flickr

PASSEIOS

Trulli de Alberobello

Os “trulli” encontrados no vilarejo de Alberobello são pequenas casas de teto cônico construídas em pedra seca, usando uma técnica antiga encontrada na região, situadas no sul da Itália. Graças a estas construções, erguidas especialmente no século 19, Alberobello faz parte do Patrimônio Mundial da UNESCO.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Pizza em Nápoles

Com uma atmosfera diferente da do resto do país, numa cidade agitada e caótica, mas sempre encantadora, Nápoles orgulha-se de ter as melhores pizzas de Itália. As pizzas locais usam uma série de regras técnicas levadas muito a sério e usam ingredientes únicos, que vão ao forno à lenha para criar uma experiência absolutamente deliciosa em estabelecimentos míticos como Street-Za e Pizzeria di Matteo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Taormina

O pequeno vilarejo de Taormina é o destino indicado para passar férias inesquecíveis curtindo o sol na ilha da Sicília. Erguida sobre uma pequena colina com vista para o mar, Taormina tem acesso a belas praias, ruínas antigas e uma deliciosa gastronomia.

Foto: Wilson Wong/Flickr

PASSEIOS

San Gimignano

A 56 km de Florença, San Gimignano é um preservado vilarejo medieval conhecido por suas mais de 70 torres. Tombado como Patrimônio da UNESCO, San Gimignano tem numerosos monumentos com uma arquitetura que leva os turistas a uma verdadeira viagem no tempo.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Cala Mariolu

Situada perto da cidade de Baunei, na costa da Sardenha, Cala Mariolu é uma das praias mais bonitas do Mediterrâneo. As águas azuis e muito calmas são cercadas de areias brancas e grandes falésias também brancas, que atraem turistas locais e estrangeiros durante o verão.

Foto: Roberto Cossu/Flickr

PASSEIOS

Queijos e presuntos de Parma

Situada no norte da Itália, a cidade de Parma é mundialmente conhecida pelos seus queijos e seu “prosciutto” (presunto cru). A qualidade do famoso queijo Parmegiano-Reggiano e do prosciutto de Parma, que podem ser degustados em fábricas e restaurantes locais, fazem da cidade um ponto de passagem imperativo num roteiro gastronômico pelo país.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

San Siro/Giuseppe Meazza

Além de ser um palco mítico do futebol mundial, o principal estádio da cidade de Milão é também fruto de uma grande curiosidade, já que os dois times locais e arquirrivais, Inter de Milão e Milan, dividem o estádio, que leva nomes diferentes, de acordo com quem está usando o estádio: Giuseppe Meazza (o nome oficial), quando o mando é da Inter, e San Siro, quando o Milan é o mandante. Para quem não viaja em datas de jogos, o estádio oferece uma visita guiada para os turistas.

Foto: Irene Grassi/Flickr

y Images

PASSEIOS

Taormina

O pequeno vilarejo de Taormina é o destino indicado para passar férias inesquecíveis curtindo o sol na ilha da Sicília. Erguida sobre uma pequena colina com vista para o mar, Taormina tem acesso a belas praias, ruínas antigas e uma deliciosa gastronomia.

Foto: Wilson Wong/Flickr

PASSEIOS

San Gimignano

A 56 km de Florença, San Gimignano é um preservado vilarejo medieval conhecido por suas mais de 70 torres. Tombado como Patrimônio da UNESCO, San Gimignano tem numerosos monumentos com uma arquitetura que leva os turistas a uma verdadeira viagem no tempo.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Cala Mariolu

Situada perto da cidade de Baunei, na costa da Sardenha, Cala Mariolu é uma das praias mais bonitas do Mediterrâneo. As águas azuis e muito calmas são cercadas de areias brancas e grandes falésias também brancas, que atraem turistas locais e estrangeiros durante o verão.

Foto: Roberto Cossu/Flickr

PASSEIOS

Queijos e presuntos de Parma

Situada no norte da Itália, a cidade de Parma é mundialmente conhecida pelos seus queijos e seu “prosciutto” (presunto cru). A qualidade do famoso queijo Parmegiano-Reggiano e do prosciutto de Parma, que podem ser degustados em fábricas e restaurantes locais, fazem da cidade um ponto de passagem imperativo num roteiro gastronômico pelo país.

Foto: Getty Images

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Sassi di Mattera

No sul do país, a região de Basilicata esconde um tesouro imperdível conhecido como a Sassi di Mattera. Estas cavernas pré-históricas talhadas em blocos de calcário foram preservadas e completadas ao longo de 2 mil anos com pinturas religiosas e outros detalhes que merecem ser explorados.

Foto: Paola Sucato/Flickr

PASSEIOS

Casa de Julieta

Situada na cidade de Verona, a Casa da Julieta é uma das atrações mais encantadoras da Itália. A casa medieval onde viveu a mulher que inspirou Shakespeare em sua obra Romeu e Julieta se transformou em verdadeiro símbolo do amor, com cartas românticas, poesias, além de pontos que figuram na peça do autor inglês.

Foto: Jiuguang Guang/Flickr

PASSEIOS

Pompeia

A 20 km de Nápoles, Pompeia se manteve oculta por mais de 1.600 anos após uma erupção do vulcão Vesúvio que cobriu o local de lava matando seus habitantes em 79 d.C. Preservados de maneira perfeita, teatros, templos, banhos termais e casas foram descobertos em 1749, fazendo de Pompeia um dos mais incríveis sítios arqueológicos do mundo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Costa Amalfitana

Trecho de cerca de 50 km do litoral italiano ao longo da península de Sorrento, a Costa Amalfitana é um dos lugares mais belos do litoral do país. Pontuada por belos vilarejos como Positano e Ravello, a Costa Amalfitana tem estradas que serpenteiam entre colinas e penhascos que se encontram com o Mediterrâneo.

Foto: Doriana dil Sarto/Flickr

PASSEIOS

Isola dei Conigli

Ao sul da ilha de Lampedusa, a pequena ilhota conhecida como Isola dei Conigli cria um lindo visual com seus penhascos rodeados de águas turquesa. Facilmente acessível, a ilhota é ideal para caminhadas e ganha um charme especial durante o pôr do sol.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Ilha de Capri

Pequena ilha da baía de Nápoles, Capri se destaca por suas lindas paisagens e seus penhascos pontuados com vilas, hotéis e restaurantes ideais para se deliciar com a gastronomia local. Desde o ponto mais alto da ilha, a vista sobre o Mediterrâneo e o vulcão Vesúvio encanta os visitantes num ambiente romântico.

Foto: S.Mark/stock.xchng

PASSEIOS

Compras em Milão

Capital da moda italiana e mundial, Milão é uma cidade feita para amantes de compras, principalmente no que diz respeito a marcas e acessórios de luxo. A Via Montenapoleone, Via della Spiga, Via Sant’Andrea e Via Manzoni são apenas algumas das ruas famosas por suas lojas de marcas como Gucci, Versace, Prada e Moschino.

Foto: Matthias Rombherg/Flickr

PASSEIOS

Centro histórico de Siena

Menor e menos conhecida do que sua vizinha Florença, situada a 70 km de distância, a cidade de Siena tem um centro histórico medieval inscrito no Patrimônio Mundial da UNESCO. Rodeado por 7 km de muralhas, o centro de Siena tem belas construções intactas de uma arquitetura que influenciou o resto da Europa em sua época e tem na Piazza del Campo seu principal cartão-postal.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Vaticano

Enclave murado dentro de Roma, o Vaticano é o menor país do mundo, com apenas 0,44 km² e 800 habitantes. A praça de São Pedro, onde o Papa abençoa os fiéis, a imponente Basílica de São Pedro, os museus e a Capela Sistina, com seu famoso teto pintado por Michelangelo, fazem parte das atrações turísticas do Vaticano.

Foto: Lelê Breveglieri/Flickr

PASSEIOS

Basílica de São Marcos

Obra-prima com cinco cúpulas e impressionantes mosaicos e paredes, arcas, colunas e solos com muitos detalhes dourados, a Basílica de São Marcos é um magnífico exemplo da arquitetura de Veneza. A beleza da construção faz dela um dos principais cartões-postais da encantadora cidade italiana.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Forum Romano

Centro social, comercial e político de Roma por mais de 1.200 anos, o Forum Romano é hoje um impressionante vestígio do império do país. Muitos dos turistas de passagem pela capital italiana se encantam com estas ruínas de templos, edifícios de governos e colunas que mostram a grandiosidade do império há cerca de 2 mil anos.

Foto: Edwin Lee/Flickr

PASSEIOS

Grotta Azzurra

No sul da ilha de Capri, a Grotta Azzurra (Gruta Azul) é uma magnífica caverna de 60 metros de comprimento e 25 de largura. A entrada é feita de bote por uma fenda estreita, e ao chegar dentro da gruta, a luz do sol combinada com a coloração da água cria uma iluminação de um azul quase surreal.

Foto: S.J Pinkney/Flickr

PASSEIOS

Grande Canal

A charmosa Veneza tem mais de 170 rios e canais que viraram símbolos da cidade. Mas nenhum deles é tão emblemático quanto o Grande Canal, maior e mais importante via de tráfego que passa por pontos famosos como a Ponte Rialto e a Piazza São Marcos.

Foto: Neil Willsey/Flickr

PASSEIOS

Santa Maria dela Grazie

Vista de fora, a igreja e convento de Santa Maria della Grazie de Milão é uma bela estrutura do século 15, mas poderia ser só mais uma construção histórica das muitas que existem na Itália. No entanto, é em seu interior que reside o destaque que faz dela um dos principais pontos turísticos da cidade: no refeitório do convento, o mural da Última Ceia é uma das obras mais conhecidas e impactantes do grande Leonardo da Vinci.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Duomo de Florença

Mais conhecida como Duomo de Florença, a Basílica di Santa Maria del Fiore é facilmente reconhecível por sua cúpula imponente e sua torre do campanário. Situado na Piazza del Duomo, o complexo arquitetônico gótico faz parte do Patrimônio da UNESCO que constitui um belo cartão-postal da cidade.

Foto: Glen Bowman/Flickr

PASSEIOS

Fontana di Trevi

Mítico cartão-postal de Roma, a Fontana di Trevi atrai numerosos turistas que seguem uma inevitável tradição: quem joga uma moeda nesta fonte barroca com estátuas de mármore, dizem, voltará algum dia à capital italiana. O tamanho imponente e a maravilhosa arquitetura fazem desta fonte, terminada em 1762, uma atração imperdível numa visita a Roma.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Basílica de São Francisco de Assis

Erguida no século 14 no centro da Itália, a Basílica de São Francisco de Assis tem frescos pintados pelos maiores artistas da época. As duas igrejas situadas no topo de uma colina, além da cripta com o corpo intacto de São Francisco de Assis, atraem peregrinos do mundo inteiro.

Foto: Bob Hall/Flickr

PASSEIOS

Vesúvio

Situado a 9 km do centro de Nápoles, o Vesúvio é um dos mais belos vulcões da Europa. Além de criar um magnífico pano de fundo para a cidade do sul da Itália, o vulcão oferece um grande espaço para trilhas e caminhadas que levam à sua cratera, com uma impressionante vista panorâmica sobre a baía de Nápoles.

Foto: Navnetmitt/Flickr

PASSEIOS

Cala Luna

Ao sul de Cala Gonone, a pequena praia de Cala Luna é um cenário perfeito para curtir os dias de sol no verão europeu. A praia tem areias brancas rodeadas por grandes penhascos frente às águas turquesa do Mediterrâneo.

Foto: Vasile Cotovanu/Flickr

PASSEIOS

Trufas brancas no Piemonte

As trufas brancas são uma das iguarias mais caras do planeta e são encontradas quase que exclusivamente em certas regiões da Toscana e do Piemonte, próximas a Milão e Turim. A temporada de trufas brancas vai de outubro até dezembro e, em novembro, acontece a Feira Internacional da Trufa Branca na cidade de Alba, em que as iguarias são avaliadas pela comissão de controle de qualidade e vendidas para os clientes. Durante a temporada de trufas brancas, é possível provar receitas deliciosas preparadas com este ingrediente único nos restaurantes da região.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Lago de Como

A apenas 50 km de Milão, perto da fronteira entre a Itália e a Suíça, o Lago de Como é uma excelente opção para relaxar e se divertir, especialmente nos dias ensolarados da Itália. Após um dia curtindo a natureza no terceiro maior lago do país, o charmoso vilarejo de Como oferece um lindo centro histórico com restaurantes sofisticados e lojas de designers locais.

Foto: Sebastiano Rametta/Flickr

PASSEIOS

Rota do Chianti

A Itália disputa com a França o título de principal produtora de vinhos do mundo. A região da Toscana produz o Chianti, um dos vinhos tintos italianos mais reputados internacionalmente. Por isso, nada melhor do que percorrer os caminhos da Toscana, acompanhando seus pratos deliciosos com o vinho local em vinhedos, adegas e restaurantes.

Foto: Sunshine City/Flickr

PASSEIOS

Cavernas de Frasassi

As cavernas de Frasassi formam um impressionante complexo de grutas cársticas na região de Ancona, centro da Itália. Localizadas a 7 km da cidade de Genga, as cavernas contam com numerosos corredores e salas com grandes formações geológicas ao longo de 30 km.

Foto: Ben Francis/Flickr

PASSEIOS

Trulli de Alberobello

Os “trulli” encontrados no vilarejo de Alberobello são pequenas casas de teto cônico construídas em pedra seca, usando uma técnica antiga encontrada na região, situadas no sul da Itália. Graças a estas construções, erguidas especialmente no século 19, Alberobello faz parte do Patrimônio Mundial da UNESCO.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Pizza em Nápoles

Com uma atmosfera diferente da do resto do país, numa cidade agitada e caótica, mas sempre encantadora, Nápoles orgulha-se de ter as melhores pizzas de Itália. As pizzas locais usam uma série de regras técnicas levadas muito a sério e usam ingredientes únicos, que vão ao forno à lenha para criar uma experiência absolutamente deliciosa em estabelecimentos míticos como Street-Za e Pizzeria di Matteo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Taormina

O pequeno vilarejo de Taormina é o destino indicado para passar férias inesquecíveis curtindo o sol na ilha da Sicília. Erguida sobre uma pequena colina com vista para o mar, Taormina tem acesso a belas praias, ruínas antigas e uma deliciosa gastronomia.

Foto: Wilson Wong/Flickr

PASSEIOS

San Gimignano

A 56 km de Florença, San Gimignano é um preservado vilarejo medieval conhecido por suas mais de 70 torres. Tombado como Patrimônio da UNESCO, San Gimignano tem numerosos monumentos com uma arquitetura que leva os turistas a uma verdadeira viagem no tempo.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Cala Mariolu

Situada perto da cidade de Baunei, na costa da Sardenha, Cala Mariolu é uma das praias mais bonitas do Mediterrâneo. As águas azuis e muito calmas são cercadas de areias brancas e grandes falésias também brancas, que atraem turistas locais e estrangeiros durante o verão.

Foto: Roberto Cossu/Flickr

PASSEIOS

Queijos e presuntos de Parma

Situada no norte da Itália, a cidade de Parma é mundialmente conhecida pelos seus queijos e seu “prosciutto” (presunto cru). A qualidade do famoso queijo Parmegiano-Reggiano e do prosciutto de Parma, que podem ser degustados em fábricas e restaurantes locais, fazem da cidade um ponto de passagem imperativo num roteiro gastronômico pelo país.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

San Siro/Giuseppe Meazza

Além de ser um palco mítico do futebol mundial, o principal estádio da cidade de Milão é também fruto de uma grande curiosidade, já que os dois times locais e arquirrivais, Inter de Milão e Milan, dividem o estádio, que leva nomes diferentes, de acordo com quem está usando o estádio: Giuseppe Meazza (o nome oficial), quando o mando é da Inter, e San Siro, quando o Milan é o mandante. Para quem não viaja em datas de jogos, o estádio oferece uma visita guiada para os turistas.

Foto: Irene Grassi/Flickr

PASSEIOS

Gelatos

Não há como voltar da Itália sem uns quilinhos a mais. A grande culpada é a gastronomia italiana, com suas pizzas, massas, queijos e, claro, seus maravilhosos “gelatos” (sorvetes). De norte a sul do país, é possível encontrar sorveterias artesanais com gelatos em sabores variados, numa ótima opção para se refrescar nos dias de sol. Em Roma, perto da Fontana di Trevi, a gelateria San Crispino é uma dos numerosos lugares com excelentes sorvetes.

Foto: Flavio/Flickr

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Sassi di Mattera

No sul do país, a região de Basilicata esconde um tesouro imperdível conhecido como a Sassi di Mattera. Estas cavernas pré-históricas talhadas em blocos de calcário foram preservadas e completadas ao longo de 2 mil anos com pinturas religiosas e outros detalhes que merecem ser explorados.

Foto: Paola Sucato/Flickr

PASSEIOS

Casa de Julieta

Situada na cidade de Verona, a Casa da Julieta é uma das atrações mais encantadoras da Itália. A casa medieval onde viveu a mulher que inspirou Shakespeare em sua obra Romeu e Julieta se transformou em verdadeiro símbolo do amor, com cartas românticas, poesias, além de pontos que figuram na peça do autor inglês.

Foto: Jiuguang Guang/Flickr

PASSEIOS

Pompeia

A 20 km de Nápoles, Pompeia se manteve oculta por mais de 1.600 anos após uma erupção do vulcão Vesúvio que cobriu o local de lava matando seus habitantes em 79 d.C. Preservados de maneira perfeita, teatros, templos, banhos termais e casas foram descobertos em 1749, fazendo de Pompeia um dos mais incríveis sítios arqueológicos do mundo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Costa Amalfitana

Trecho de cerca de 50 km do litoral italiano ao longo da península de Sorrento, a Costa Amalfitana é um dos lugares mais belos do litoral do país. Pontuada por belos vilarejos como Positano e Ravello, a Costa Amalfitana tem estradas que serpenteiam entre colinas e penhascos que se encontram com o Mediterrâneo.

Foto: Doriana dil Sarto/Flickr

PASSEIOS

Isola dei Conigli

Ao sul da ilha de Lampedusa, a pequena ilhota conhecida como Isola dei Conigli cria um lindo visual com seus penhascos rodeados de águas turquesa. Facilmente acessível, a ilhota é ideal para caminhadas e ganha um charme especial durante o pôr do sol.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Ilha de Capri

Pequena ilha da baía de Nápoles, Capri se destaca por suas lindas paisagens e seus penhascos pontuados com vilas, hotéis e restaurantes ideais para se deliciar com a gastronomia local. Desde o ponto mais alto da ilha, a vista sobre o Mediterrâneo e o vulcão Vesúvio encanta os visitantes num ambiente romântico.

Foto: S.Mark/stock.xchng

PASSEIOS

Compras em Milão

Capital da moda italiana e mundial, Milão é uma cidade feita para amantes de compras, principalmente no que diz respeito a marcas e acessórios de luxo. A Via Montenapoleone, Via della Spiga, Via Sant’Andrea e Via Manzoni são apenas algumas das ruas famosas por suas lojas de marcas como Gucci, Versace, Prada e Moschino.

Foto: Matthias Rombherg/Flickr

PASSEIOS

Centro histórico de Siena

Menor e menos conhecida do que sua vizinha Florença, situada a 70 km de distância, a cidade de Siena tem um centro histórico medieval inscrito no Patrimônio Mundial da UNESCO. Rodeado por 7 km de muralhas, o centro de Siena tem belas construções intactas de uma arquitetura que influenciou o resto da Europa em sua época e tem na Piazza del Campo seu principal cartão-postal.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Vaticano

Enclave murado dentro de Roma, o Vaticano é o menor país do mundo, com apenas 0,44 km² e 800 habitantes. A praça de São Pedro, onde o Papa abençoa os fiéis, a imponente Basílica de São Pedro, os museus e a Capela Sistina, com seu famoso teto pintado por Michelangelo, fazem parte das atrações turísticas do Vaticano.

Foto: Lelê Breveglieri/Flickr

PASSEIOS

Basílica de São Marcos

Obra-prima com cinco cúpulas e impressionantes mosaicos e paredes, arcas, colunas e solos com muitos detalhes dourados, a Basílica de São Marcos é um magnífico exemplo da arquitetura de Veneza. A beleza da construção faz dela um dos principais cartões-postais da encantadora cidade italiana.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Forum Romano

Centro social, comercial e político de Roma por mais de 1.200 anos, o Forum Romano é hoje um impressionante vestígio do império do país. Muitos dos turistas de passagem pela capital italiana se encantam com estas ruínas de templos, edifícios de governos e colunas que mostram a grandiosidade do império há cerca de 2 mil anos.

Foto: Edwin Lee/Flickr

PASSEIOS

Grotta Azzurra

No sul da ilha de Capri, a Grotta Azzurra (Gruta Azul) é uma magnífica caverna de 60 metros de comprimento e 25 de largura. A entrada é feita de bote por uma fenda estreita, e ao chegar dentro da gruta, a luz do sol combinada com a coloração da água cria uma iluminação de um azul quase surreal.

Foto: S.J Pinkney/Flickr

PASSEIOS

Grande Canal

A charmosa Veneza tem mais de 170 rios e canais que viraram símbolos da cidade. Mas nenhum deles é tão emblemático quanto o Grande Canal, maior e mais importante via de tráfego que passa por pontos famosos como a Ponte Rialto e a Piazza São Marcos.

Foto: Neil Willsey/Flickr

PASSEIOS

Santa Maria dela Grazie

Vista de fora, a igreja e convento de Santa Maria della Grazie de Milão é uma bela estrutura do século 15, mas poderia ser só mais uma construção histórica das muitas que existem na Itália. No entanto, é em seu interior que reside o destaque que faz dela um dos principais pontos turísticos da cidade: no refeitório do convento, o mural da Última Ceia é uma das obras mais conhecidas e impactantes do grande Leonardo da Vinci.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Duomo de Florença

Mais conhecida como Duomo de Florença, a Basílica di Santa Maria del Fiore é facilmente reconhecível por sua cúpula imponente e sua torre do campanário. Situado na Piazza del Duomo, o complexo arquitetônico gótico faz parte do Patrimônio da UNESCO que constitui um belo cartão-postal da cidade.

Foto: Glen Bowman/Flickr

PASSEIOS

Fontana di Trevi

Mítico cartão-postal de Roma, a Fontana di Trevi atrai numerosos turistas que seguem uma inevitável tradição: quem joga uma moeda nesta fonte barroca com estátuas de mármore, dizem, voltará algum dia à capital italiana. O tamanho imponente e a maravilhosa arquitetura fazem desta fonte, terminada em 1762, uma atração imperdível numa visita a Roma.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Basílica de São Francisco de Assis

Erguida no século 14 no centro da Itália, a Basílica de São Francisco de Assis tem frescos pintados pelos maiores artistas da época. As duas igrejas situadas no topo de uma colina, além da cripta com o corpo intacto de São Francisco de Assis, atraem peregrinos do mundo inteiro.

Foto: Bob Hall/Flickr

PASSEIOS

Vesúvio

Situado a 9 km do centro de Nápoles, o Vesúvio é um dos mais belos vulcões da Europa. Além de criar um magnífico pano de fundo para a cidade do sul da Itália, o vulcão oferece um grande espaço para trilhas e caminhadas que levam à sua cratera, com uma impressionante vista panorâmica sobre a baía de Nápoles.

Foto: Navnetmitt/Flickr

PASSEIOS

Cala Luna

Ao sul de Cala Gonone, a pequena praia de Cala Luna é um cenário perfeito para curtir os dias de sol no verão europeu. A praia tem areias brancas rodeadas por grandes penhascos frente às águas turquesa do Mediterrâneo.

Foto: Vasile Cotovanu/Flickr

PASSEIOS

Trufas brancas no Piemonte

As trufas brancas são uma das iguarias mais caras do planeta e são encontradas quase que exclusivamente em certas regiões da Toscana e do Piemonte, próximas a Milão e Turim. A temporada de trufas brancas vai de outubro até dezembro e, em novembro, acontece a Feira Internacional da Trufa Branca na cidade de Alba, em que as iguarias são avaliadas pela comissão de controle de qualidade e vendidas para os clientes. Durante a temporada de trufas brancas, é possível provar receitas deliciosas preparadas com este ingrediente único nos restaurantes da região.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Lago de Como

A apenas 50 km de Milão, perto da fronteira entre a Itália e a Suíça, o Lago de Como é uma excelente opção para relaxar e se divertir, especialmente nos dias ensolarados da Itália. Após um dia curtindo a natureza no terceiro maior lago do país, o charmoso vilarejo de Como oferece um lindo centro histórico com restaurantes sofisticados e lojas de designers locais.

Foto: Sebastiano Rametta/Flickr

PASSEIOS

Rota do Chianti

A Itália disputa com a França o título de principal produtora de vinhos do mundo. A região da Toscana produz o Chianti, um dos vinhos tintos italianos mais reputados internacionalmente. Por isso, nada melhor do que percorrer os caminhos da Toscana, acompanhando seus pratos deliciosos com o vinho local em vinhedos, adegas e restaurantes.

Foto: Sunshine City/Flickr

PASSEIOS

Cavernas de Frasassi

As cavernas de Frasassi formam um impressionante complexo de grutas cársticas na região de Ancona, centro da Itália. Localizadas a 7 km da cidade de Genga, as cavernas contam com numerosos corredores e salas com grandes formações geológicas ao longo de 30 km.

Foto: Ben Francis/Flickr

PASSEIOS

Trulli de Alberobello

Os “trulli” encontrados no vilarejo de Alberobello são pequenas casas de teto cônico construídas em pedra seca, usando uma técnica antiga encontrada na região, situadas no sul da Itália. Graças a estas construções, erguidas especialmente no século 19, Alberobello faz parte do Patrimônio Mundial da UNESCO.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Pizza em Nápoles

Com uma atmosfera diferente da do resto do país, numa cidade agitada e caótica, mas sempre encantadora, Nápoles orgulha-se de ter as melhores pizzas de Itália. As pizzas locais usam uma série de regras técnicas levadas muito a sério e usam ingredientes únicos, que vão ao forno à lenha para criar uma experiência absolutamente deliciosa em estabelecimentos míticos como Street-Za e Pizzeria di Matteo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Taormina

O pequeno vilarejo de Taormina é o destino indicado para passar férias inesquecíveis curtindo o sol na ilha da Sicília. Erguida sobre uma pequena colina com vista para o mar, Taormina tem acesso a belas praias, ruínas antigas e uma deliciosa gastronomia.

Foto: Wilson Wong/Flickr

PASSEIOS

San Gimignano

A 56 km de Florença, San Gimignano é um preservado vilarejo medieval conhecido por suas mais de 70 torres. Tombado como Patrimônio da UNESCO, San Gimignano tem numerosos monumentos com uma arquitetura que leva os turistas a uma verdadeira viagem no tempo.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Cala Mariolu

Situada perto da cidade de Baunei, na costa da Sardenha, Cala Mariolu é uma das praias mais bonitas do Mediterrâneo. As águas azuis e muito calmas são cercadas de areias brancas e grandes falésias também brancas, que atraem turistas locais e estrangeiros durante o verão.

Foto: Roberto Cossu/Flickr

PASSEIOS

Queijos e presuntos de Parma

Situada no norte da Itália, a cidade de Parma é mundialmente conhecida pelos seus queijos e seu “prosciutto” (presunto cru). A qualidade do famoso queijo Parmegiano-Reggiano e do prosciutto de Parma, que podem ser degustados em fábricas e restaurantes locais, fazem da cidade um ponto de passagem imperativo num roteiro gastronômico pelo país.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

San Siro/Giuseppe Meazza

Além de ser um palco mítico do futebol mundial, o principal estádio da cidade de Milão é também fruto de uma grande curiosidade, já que os dois times locais e arquirrivais, Inter de Milão e Milan, dividem o estádio, que leva nomes diferentes, de acordo com quem está usando o estádio: Giuseppe Meazza (o nome oficial), quando o mando é da Inter, e San Siro, quando o Milan é o mandante. Para quem não viaja em datas de jogos, o estádio oferece uma visita guiada para os turistas.

Foto: Irene Grassi/Flickr

PASSEIOS

Gelatos

Não há como voltar da Itália sem uns quilinhos a mais. A grande culpada é a gastronomia italiana, com suas pizzas, massas, queijos e, claro, seus maravilhosos “gelatos” (sorvetes). De norte a sul do país, é possível encontrar sorveterias artesanais com gelatos em sabores variados, numa ótima opção para se refrescar nos dias de sol. Em Roma, perto da Fontana di Trevi, a gelateria San Crispino é uma dos numerosos lugares com excelentes sorvetes.

Foto: Flavio/Flickr

PASSEIOS

Bicicleta na Toscana

A bicicleta é uma maneira perfeita de conhecer as paisagens bucólicas da Itália. E um dos melhores lugares para percorrer de bike é a região da Toscana, que tem caminhos rurais onde você pode pedalar tranquilamente entre vilarejos medievais, passando por montanhas, fazendas, plantações de oliva e vinhedos e parando para degustar delicias da gastronomia italiana.

Foto: Getty Images

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Sassi di Mattera

No sul do país, a região de Basilicata esconde um tesouro imperdível conhecido como a Sassi di Mattera. Estas cavernas pré-históricas talhadas em blocos de calcário foram preservadas e completadas ao longo de 2 mil anos com pinturas religiosas e outros detalhes que merecem ser explorados.

Foto: Paola Sucato/Flickr

PASSEIOS

Casa de Julieta

Situada na cidade de Verona, a Casa da Julieta é uma das atrações mais encantadoras da Itália. A casa medieval onde viveu a mulher que inspirou Shakespeare em sua obra Romeu e Julieta se transformou em verdadeiro símbolo do amor, com cartas românticas, poesias, além de pontos que figuram na peça do autor inglês.

Foto: Jiuguang Guang/Flickr

PASSEIOS

Pompeia

A 20 km de Nápoles, Pompeia se manteve oculta por mais de 1.600 anos após uma erupção do vulcão Vesúvio que cobriu o local de lava matando seus habitantes em 79 d.C. Preservados de maneira perfeita, teatros, templos, banhos termais e casas foram descobertos em 1749, fazendo de Pompeia um dos mais incríveis sítios arqueológicos do mundo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Costa Amalfitana

Trecho de cerca de 50 km do litoral italiano ao longo da península de Sorrento, a Costa Amalfitana é um dos lugares mais belos do litoral do país. Pontuada por belos vilarejos como Positano e Ravello, a Costa Amalfitana tem estradas que serpenteiam entre colinas e penhascos que se encontram com o Mediterrâneo.

Foto: Doriana dil Sarto/Flickr

PASSEIOS

Isola dei Conigli

Ao sul da ilha de Lampedusa, a pequena ilhota conhecida como Isola dei Conigli cria um lindo visual com seus penhascos rodeados de águas turquesa. Facilmente acessível, a ilhota é ideal para caminhadas e ganha um charme especial durante o pôr do sol.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Ilha de Capri

Pequena ilha da baía de Nápoles, Capri se destaca por suas lindas paisagens e seus penhascos pontuados com vilas, hotéis e restaurantes ideais para se deliciar com a gastronomia local. Desde o ponto mais alto da ilha, a vista sobre o Mediterrâneo e o vulcão Vesúvio encanta os visitantes num ambiente romântico.

Foto: S.Mark/stock.xchng

PASSEIOS

Compras em Milão

Capital da moda italiana e mundial, Milão é uma cidade feita para amantes de compras, principalmente no que diz respeito a marcas e acessórios de luxo. A Via Montenapoleone, Via della Spiga, Via Sant’Andrea e Via Manzoni são apenas algumas das ruas famosas por suas lojas de marcas como Gucci, Versace, Prada e Moschino.

Foto: Matthias Rombherg/Flickr

PASSEIOS

Centro histórico de Siena

Menor e menos conhecida do que sua vizinha Florença, situada a 70 km de distância, a cidade de Siena tem um centro histórico medieval inscrito no Patrimônio Mundial da UNESCO. Rodeado por 7 km de muralhas, o centro de Siena tem belas construções intactas de uma arquitetura que influenciou o resto da Europa em sua época e tem na Piazza del Campo seu principal cartão-postal.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Vaticano

Enclave murado dentro de Roma, o Vaticano é o menor país do mundo, com apenas 0,44 km² e 800 habitantes. A praça de São Pedro, onde o Papa abençoa os fiéis, a imponente Basílica de São Pedro, os museus e a Capela Sistina, com seu famoso teto pintado por Michelangelo, fazem parte das atrações turísticas do Vaticano.

Foto: Lelê Breveglieri/Flickr

PASSEIOS

Basílica de São Marcos

Obra-prima com cinco cúpulas e impressionantes mosaicos e paredes, arcas, colunas e solos com muitos detalhes dourados, a Basílica de São Marcos é um magnífico exemplo da arquitetura de Veneza. A beleza da construção faz dela um dos principais cartões-postais da encantadora cidade italiana.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Forum Romano

Centro social, comercial e político de Roma por mais de 1.200 anos, o Forum Romano é hoje um impressionante vestígio do império do país. Muitos dos turistas de passagem pela capital italiana se encantam com estas ruínas de templos, edifícios de governos e colunas que mostram a grandiosidade do império há cerca de 2 mil anos.

Foto: Edwin Lee/Flickr

PASSEIOS

Grotta Azzurra

No sul da ilha de Capri, a Grotta Azzurra (Gruta Azul) é uma magnífica caverna de 60 metros de comprimento e 25 de largura. A entrada é feita de bote por uma fenda estreita, e ao chegar dentro da gruta, a luz do sol combinada com a coloração da água cria uma iluminação de um azul quase surreal.

Foto: S.J Pinkney/Flickr

PASSEIOS

Grande Canal

A charmosa Veneza tem mais de 170 rios e canais que viraram símbolos da cidade. Mas nenhum deles é tão emblemático quanto o Grande Canal, maior e mais importante via de tráfego que passa por pontos famosos como a Ponte Rialto e a Piazza São Marcos.

Foto: Neil Willsey/Flickr

PASSEIOS

Santa Maria dela Grazie

Vista de fora, a igreja e convento de Santa Maria della Grazie de Milão é uma bela estrutura do século 15, mas poderia ser só mais uma construção histórica das muitas que existem na Itália. No entanto, é em seu interior que reside o destaque que faz dela um dos principais pontos turísticos da cidade: no refeitório do convento, o mural da Última Ceia é uma das obras mais conhecidas e impactantes do grande Leonardo da Vinci.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Duomo de Florença

Mais conhecida como Duomo de Florença, a Basílica di Santa Maria del Fiore é facilmente reconhecível por sua cúpula imponente e sua torre do campanário. Situado na Piazza del Duomo, o complexo arquitetônico gótico faz parte do Patrimônio da UNESCO que constitui um belo cartão-postal da cidade.

Foto: Glen Bowman/Flickr

PASSEIOS

Fontana di Trevi

Mítico cartão-postal de Roma, a Fontana di Trevi atrai numerosos turistas que seguem uma inevitável tradição: quem joga uma moeda nesta fonte barroca com estátuas de mármore, dizem, voltará algum dia à capital italiana. O tamanho imponente e a maravilhosa arquitetura fazem desta fonte, terminada em 1762, uma atração imperdível numa visita a Roma.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Basílica de São Francisco de Assis

Erguida no século 14 no centro da Itália, a Basílica de São Francisco de Assis tem frescos pintados pelos maiores artistas da época. As duas igrejas situadas no topo de uma colina, além da cripta com o corpo intacto de São Francisco de Assis, atraem peregrinos do mundo inteiro.

Foto: Bob Hall/Flickr

PASSEIOS

Vesúvio

Situado a 9 km do centro de Nápoles, o Vesúvio é um dos mais belos vulcões da Europa. Além de criar um magnífico pano de fundo para a cidade do sul da Itália, o vulcão oferece um grande espaço para trilhas e caminhadas que levam à sua cratera, com uma impressionante vista panorâmica sobre a baía de Nápoles.

Foto: Navnetmitt/Flickr

PASSEIOS

Cala Luna

Ao sul de Cala Gonone, a pequena praia de Cala Luna é um cenário perfeito para curtir os dias de sol no verão europeu. A praia tem areias brancas rodeadas por grandes penhascos frente às águas turquesa do Mediterrâneo.

Foto: Vasile Cotovanu/Flickr

PASSEIOS

Trufas brancas no Piemonte

As trufas brancas são uma das iguarias mais caras do planeta e são encontradas quase que exclusivamente em certas regiões da Toscana e do Piemonte, próximas a Milão e Turim. A temporada de trufas brancas vai de outubro até dezembro e, em novembro, acontece a Feira Internacional da Trufa Branca na cidade de Alba, em que as iguarias são avaliadas pela comissão de controle de qualidade e vendidas para os clientes. Durante a temporada de trufas brancas, é possível provar receitas deliciosas preparadas com este ingrediente único nos restaurantes da região.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Lago de Como

A apenas 50 km de Milão, perto da fronteira entre a Itália e a Suíça, o Lago de Como é uma excelente opção para relaxar e se divertir, especialmente nos dias ensolarados da Itália. Após um dia curtindo a natureza no terceiro maior lago do país, o charmoso vilarejo de Como oferece um lindo centro histórico com restaurantes sofisticados e lojas de designers locais.

Foto: Sebastiano Rametta/Flickr

PASSEIOS

Rota do Chianti

A Itália disputa com a França o título de principal produtora de vinhos do mundo. A região da Toscana produz o Chianti, um dos vinhos tintos italianos mais reputados internacionalmente. Por isso, nada melhor do que percorrer os caminhos da Toscana, acompanhando seus pratos deliciosos com o vinho local em vinhedos, adegas e restaurantes.

Foto: Sunshine City/Flickr

PASSEIOS

Cavernas de Frasassi

As cavernas de Frasassi formam um impressionante complexo de grutas cársticas na região de Ancona, centro da Itália. Localizadas a 7 km da cidade de Genga, as cavernas contam com numerosos corredores e salas com grandes formações geológicas ao longo de 30 km.

Foto: Ben Francis/Flickr

PASSEIOS

Trulli de Alberobello

Os “trulli” encontrados no vilarejo de Alberobello são pequenas casas de teto cônico construídas em pedra seca, usando uma técnica antiga encontrada na região, situadas no sul da Itália. Graças a estas construções, erguidas especialmente no século 19, Alberobello faz parte do Patrimônio Mundial da UNESCO.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Pizza em Nápoles

Com uma atmosfera diferente da do resto do país, numa cidade agitada e caótica, mas sempre encantadora, Nápoles orgulha-se de ter as melhores pizzas de Itália. As pizzas locais usam uma série de regras técnicas levadas muito a sério e usam ingredientes únicos, que vão ao forno à lenha para criar uma experiência absolutamente deliciosa em estabelecimentos míticos como Street-Za e Pizzeria di Matteo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Taormina

O pequeno vilarejo de Taormina é o destino indicado para passar férias inesquecíveis curtindo o sol na ilha da Sicília. Erguida sobre uma pequena colina com vista para o mar, Taormina tem acesso a belas praias, ruínas antigas e uma deliciosa gastronomia.

Foto: Wilson Wong/Flickr

PASSEIOS

San Gimignano

A 56 km de Florença, San Gimignano é um preservado vilarejo medieval conhecido por suas mais de 70 torres. Tombado como Patrimônio da UNESCO, San Gimignano tem numerosos monumentos com uma arquitetura que leva os turistas a uma verdadeira viagem no tempo.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Cala Mariolu

Situada perto da cidade de Baunei, na costa da Sardenha, Cala Mariolu é uma das praias mais bonitas do Mediterrâneo. As águas azuis e muito calmas são cercadas de areias brancas e grandes falésias também brancas, que atraem turistas locais e estrangeiros durante o verão.

Foto: Roberto Cossu/Flickr

PASSEIOS

Queijos e presuntos de Parma

Situada no norte da Itália, a cidade de Parma é mundialmente conhecida pelos seus queijos e seu “prosciutto” (presunto cru). A qualidade do famoso queijo Parmegiano-Reggiano e do prosciutto de Parma, que podem ser degustados em fábricas e restaurantes locais, fazem da cidade um ponto de passagem imperativo num roteiro gastronômico pelo país.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

San Siro/Giuseppe Meazza

Além de ser um palco mítico do futebol mundial, o principal estádio da cidade de Milão é também fruto de uma grande curiosidade, já que os dois times locais e arquirrivais, Inter de Milão e Milan, dividem o estádio, que leva nomes diferentes, de acordo com quem está usando o estádio: Giuseppe Meazza (o nome oficial), quando o mando é da Inter, e San Siro, quando o Milan é o mandante. Para quem não viaja em datas de jogos, o estádio oferece uma visita guiada para os turistas.

Foto: Irene Grassi/Flickr

PASSEIOS

Gelatos

Não há como voltar da Itália sem uns quilinhos a mais. A grande culpada é a gastronomia italiana, com suas pizzas, massas, queijos e, claro, seus maravilhosos “gelatos” (sorvetes). De norte a sul do país, é possível encontrar sorveterias artesanais com gelatos em sabores variados, numa ótima opção para se refrescar nos dias de sol. Em Roma, perto da Fontana di Trevi, a gelateria San Crispino é uma dos numerosos lugares com excelentes sorvetes.

Foto: Flavio/Flickr

PASSEIOS

Bicicleta na Toscana

A bicicleta é uma maneira perfeita de conhecer as paisagens bucólicas da Itália. E um dos melhores lugares para percorrer de bike é a região da Toscana, que tem caminhos rurais onde você pode pedalar tranquilamente entre vilarejos medievais, passando por montanhas, fazendas, plantações de oliva e vinhedos e parando para degustar delicias da gastronomia italiana.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Davi de Michelangelo

Importante museu de Florença, a Galeria da Academia de Belas Artes abriga uma das obras mais famosas da história da humanidade. O Davi de Michelangelo é uma estátua de 5,17 metros talhada em mármore, com uma perfeição que atrai turistas do mundo inteiro.

Foto: Wikicommons

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Sassi di Mattera

No sul do país, a região de Basilicata esconde um tesouro imperdível conhecido como a Sassi di Mattera. Estas cavernas pré-históricas talhadas em blocos de calcário foram preservadas e completadas ao longo de 2 mil anos com pinturas religiosas e outros detalhes que merecem ser explorados.

Foto: Paola Sucato/Flickr

PASSEIOS

Casa de Julieta

Situada na cidade de Verona, a Casa da Julieta é uma das atrações mais encantadoras da Itália. A casa medieval onde viveu a mulher que inspirou Shakespeare em sua obra Romeu e Julieta se transformou em verdadeiro símbolo do amor, com cartas românticas, poesias, além de pontos que figuram na peça do autor inglês.

Foto: Jiuguang Guang/Flickr

PASSEIOS

Pompeia

A 20 km de Nápoles, Pompeia se manteve oculta por mais de 1.600 anos após uma erupção do vulcão Vesúvio que cobriu o local de lava matando seus habitantes em 79 d.C. Preservados de maneira perfeita, teatros, templos, banhos termais e casas foram descobertos em 1749, fazendo de Pompeia um dos mais incríveis sítios arqueológicos do mundo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Costa Amalfitana

Trecho de cerca de 50 km do litoral italiano ao longo da península de Sorrento, a Costa Amalfitana é um dos lugares mais belos do litoral do país. Pontuada por belos vilarejos como Positano e Ravello, a Costa Amalfitana tem estradas que serpenteiam entre colinas e penhascos que se encontram com o Mediterrâneo.

Foto: Doriana dil Sarto/Flickr

PASSEIOS

Isola dei Conigli

Ao sul da ilha de Lampedusa, a pequena ilhota conhecida como Isola dei Conigli cria um lindo visual com seus penhascos rodeados de águas turquesa. Facilmente acessível, a ilhota é ideal para caminhadas e ganha um charme especial durante o pôr do sol.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Ilha de Capri

Pequena ilha da baía de Nápoles, Capri se destaca por suas lindas paisagens e seus penhascos pontuados com vilas, hotéis e restaurantes ideais para se deliciar com a gastronomia local. Desde o ponto mais alto da ilha, a vista sobre o Mediterrâneo e o vulcão Vesúvio encanta os visitantes num ambiente romântico.

Foto: S.Mark/stock.xchng

PASSEIOS

Compras em Milão

Capital da moda italiana e mundial, Milão é uma cidade feita para amantes de compras, principalmente no que diz respeito a marcas e acessórios de luxo. A Via Montenapoleone, Via della Spiga, Via Sant’Andrea e Via Manzoni são apenas algumas das ruas famosas por suas lojas de marcas como Gucci, Versace, Prada e Moschino.

Foto: Matthias Rombherg/Flickr

PASSEIOS

Centro histórico de Siena

Menor e menos conhecida do que sua vizinha Florença, situada a 70 km de distância, a cidade de Siena tem um centro histórico medieval inscrito no Patrimônio Mundial da UNESCO. Rodeado por 7 km de muralhas, o centro de Siena tem belas construções intactas de uma arquitetura que influenciou o resto da Europa em sua época e tem na Piazza del Campo seu principal cartão-postal.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Vaticano

Enclave murado dentro de Roma, o Vaticano é o menor país do mundo, com apenas 0,44 km² e 800 habitantes. A praça de São Pedro, onde o Papa abençoa os fiéis, a imponente Basílica de São Pedro, os museus e a Capela Sistina, com seu famoso teto pintado por Michelangelo, fazem parte das atrações turísticas do Vaticano.

Foto: Lelê Breveglieri/Flickr

PASSEIOS

Basílica de São Marcos

Obra-prima com cinco cúpulas e impressionantes mosaicos e paredes, arcas, colunas e solos com muitos detalhes dourados, a Basílica de São Marcos é um magnífico exemplo da arquitetura de Veneza. A beleza da construção faz dela um dos principais cartões-postais da encantadora cidade italiana.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Forum Romano

Centro social, comercial e político de Roma por mais de 1.200 anos, o Forum Romano é hoje um impressionante vestígio do império do país. Muitos dos turistas de passagem pela capital italiana se encantam com estas ruínas de templos, edifícios de governos e colunas que mostram a grandiosidade do império há cerca de 2 mil anos.

Foto: Edwin Lee/Flickr

PASSEIOS

Grotta Azzurra

No sul da ilha de Capri, a Grotta Azzurra (Gruta Azul) é uma magnífica caverna de 60 metros de comprimento e 25 de largura. A entrada é feita de bote por uma fenda estreita, e ao chegar dentro da gruta, a luz do sol combinada com a coloração da água cria uma iluminação de um azul quase surreal.

Foto: S.J Pinkney/Flickr

PASSEIOS

Grande Canal

A charmosa Veneza tem mais de 170 rios e canais que viraram símbolos da cidade. Mas nenhum deles é tão emblemático quanto o Grande Canal, maior e mais importante via de tráfego que passa por pontos famosos como a Ponte Rialto e a Piazza São Marcos.

Foto: Neil Willsey/Flickr

PASSEIOS

Santa Maria dela Grazie

Vista de fora, a igreja e convento de Santa Maria della Grazie de Milão é uma bela estrutura do século 15, mas poderia ser só mais uma construção histórica das muitas que existem na Itália. No entanto, é em seu interior que reside o destaque que faz dela um dos principais pontos turísticos da cidade: no refeitório do convento, o mural da Última Ceia é uma das obras mais conhecidas e impactantes do grande Leonardo da Vinci.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Duomo de Florença

Mais conhecida como Duomo de Florença, a Basílica di Santa Maria del Fiore é facilmente reconhecível por sua cúpula imponente e sua torre do campanário. Situado na Piazza del Duomo, o complexo arquitetônico gótico faz parte do Patrimônio da UNESCO que constitui um belo cartão-postal da cidade.

Foto: Glen Bowman/Flickr

PASSEIOS

Fontana di Trevi

Mítico cartão-postal de Roma, a Fontana di Trevi atrai numerosos turistas que seguem uma inevitável tradição: quem joga uma moeda nesta fonte barroca com estátuas de mármore, dizem, voltará algum dia à capital italiana. O tamanho imponente e a maravilhosa arquitetura fazem desta fonte, terminada em 1762, uma atração imperdível numa visita a Roma.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Basílica de São Francisco de Assis

Erguida no século 14 no centro da Itália, a Basílica de São Francisco de Assis tem frescos pintados pelos maiores artistas da época. As duas igrejas situadas no topo de uma colina, além da cripta com o corpo intacto de São Francisco de Assis, atraem peregrinos do mundo inteiro.

Foto: Bob Hall/Flickr

PASSEIOS

Vesúvio

Situado a 9 km do centro de Nápoles, o Vesúvio é um dos mais belos vulcões da Europa. Além de criar um magnífico pano de fundo para a cidade do sul da Itália, o vulcão oferece um grande espaço para trilhas e caminhadas que levam à sua cratera, com uma impressionante vista panorâmica sobre a baía de Nápoles.

Foto: Navnetmitt/Flickr

PASSEIOS

Cala Luna

Ao sul de Cala Gonone, a pequena praia de Cala Luna é um cenário perfeito para curtir os dias de sol no verão europeu. A praia tem areias brancas rodeadas por grandes penhascos frente às águas turquesa do Mediterrâneo.

Foto: Vasile Cotovanu/Flickr

PASSEIOS

Trufas brancas no Piemonte

As trufas brancas são uma das iguarias mais caras do planeta e são encontradas quase que exclusivamente em certas regiões da Toscana e do Piemonte, próximas a Milão e Turim. A temporada de trufas brancas vai de outubro até dezembro e, em novembro, acontece a Feira Internacional da Trufa Branca na cidade de Alba, em que as iguarias são avaliadas pela comissão de controle de qualidade e vendidas para os clientes. Durante a temporada de trufas brancas, é possível provar receitas deliciosas preparadas com este ingrediente único nos restaurantes da região.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Lago de Como

A apenas 50 km de Milão, perto da fronteira entre a Itália e a Suíça, o Lago de Como é uma excelente opção para relaxar e se divertir, especialmente nos dias ensolarados da Itália. Após um dia curtindo a natureza no terceiro maior lago do país, o charmoso vilarejo de Como oferece um lindo centro histórico com restaurantes sofisticados e lojas de designers locais.

Foto: Sebastiano Rametta/Flickr

PASSEIOS

Rota do Chianti

A Itália disputa com a França o título de principal produtora de vinhos do mundo. A região da Toscana produz o Chianti, um dos vinhos tintos italianos mais reputados internacionalmente. Por isso, nada melhor do que percorrer os caminhos da Toscana, acompanhando seus pratos deliciosos com o vinho local em vinhedos, adegas e restaurantes.

Foto: Sunshine City/Flickr

PASSEIOS

Cavernas de Frasassi

As cavernas de Frasassi formam um impressionante complexo de grutas cársticas na região de Ancona, centro da Itália. Localizadas a 7 km da cidade de Genga, as cavernas contam com numerosos corredores e salas com grandes formações geológicas ao longo de 30 km.

Foto: Ben Francis/Flickr

PASSEIOS

Trulli de Alberobello

Os “trulli” encontrados no vilarejo de Alberobello são pequenas casas de teto cônico construídas em pedra seca, usando uma técnica antiga encontrada na região, situadas no sul da Itália. Graças a estas construções, erguidas especialmente no século 19, Alberobello faz parte do Patrimônio Mundial da UNESCO.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Pizza em Nápoles

Com uma atmosfera diferente da do resto do país, numa cidade agitada e caótica, mas sempre encantadora, Nápoles orgulha-se de ter as melhores pizzas de Itália. As pizzas locais usam uma série de regras técnicas levadas muito a sério e usam ingredientes únicos, que vão ao forno à lenha para criar uma experiência absolutamente deliciosa em estabelecimentos míticos como Street-Za e Pizzeria di Matteo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Taormina

O pequeno vilarejo de Taormina é o destino indicado para passar férias inesquecíveis curtindo o sol na ilha da Sicília. Erguida sobre uma pequena colina com vista para o mar, Taormina tem acesso a belas praias, ruínas antigas e uma deliciosa gastronomia.

Foto: Wilson Wong/Flickr

PASSEIOS

San Gimignano

A 56 km de Florença, San Gimignano é um preservado vilarejo medieval conhecido por suas mais de 70 torres. Tombado como Patrimônio da UNESCO, San Gimignano tem numerosos monumentos com uma arquitetura que leva os turistas a uma verdadeira viagem no tempo.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Cala Mariolu

Situada perto da cidade de Baunei, na costa da Sardenha, Cala Mariolu é uma das praias mais bonitas do Mediterrâneo. As águas azuis e muito calmas são cercadas de areias brancas e grandes falésias também brancas, que atraem turistas locais e estrangeiros durante o verão.

Foto: Roberto Cossu/Flickr

PASSEIOS

Queijos e presuntos de Parma

Situada no norte da Itália, a cidade de Parma é mundialmente conhecida pelos seus queijos e seu “prosciutto” (presunto cru). A qualidade do famoso queijo Parmegiano-Reggiano e do prosciutto de Parma, que podem ser degustados em fábricas e restaurantes locais, fazem da cidade um ponto de passagem imperativo num roteiro gastronômico pelo país.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

San Siro/Giuseppe Meazza

Além de ser um palco mítico do futebol mundial, o principal estádio da cidade de Milão é também fruto de uma grande curiosidade, já que os dois times locais e arquirrivais, Inter de Milão e Milan, dividem o estádio, que leva nomes diferentes, de acordo com quem está usando o estádio: Giuseppe Meazza (o nome oficial), quando o mando é da Inter, e San Siro, quando o Milan é o mandante. Para quem não viaja em datas de jogos, o estádio oferece uma visita guiada para os turistas.

Foto: Irene Grassi/Flickr

PASSEIOS

Gelatos

Não há como voltar da Itália sem uns quilinhos a mais. A grande culpada é a gastronomia italiana, com suas pizzas, massas, queijos e, claro, seus maravilhosos “gelatos” (sorvetes). De norte a sul do país, é possível encontrar sorveterias artesanais com gelatos em sabores variados, numa ótima opção para se refrescar nos dias de sol. Em Roma, perto da Fontana di Trevi, a gelateria San Crispino é uma dos numerosos lugares com excelentes sorvetes.

Foto: Flavio/Flickr

PASSEIOS

Bicicleta na Toscana

A bicicleta é uma maneira perfeita de conhecer as paisagens bucólicas da Itália. E um dos melhores lugares para percorrer de bike é a região da Toscana, que tem caminhos rurais onde você pode pedalar tranquilamente entre vilarejos medievais, passando por montanhas, fazendas, plantações de oliva e vinhedos e parando para degustar delicias da gastronomia italiana.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Davi de Michelangelo

Importante museu de Florença, a Galeria da Academia de Belas Artes abriga uma das obras mais famosas da história da humanidade. O Davi de Michelangelo é uma estátua de 5,17 metros talhada em mármore, com uma perfeição que atrai turistas do mundo inteiro.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

 

Situada frente à ópera de San Carlo, a Galeria Humberto I é um ponto comercial construído no final do século 19 na cidade de Nápoles. Hoje, além de encantar os turistas com uma magnífica arquitetura, a galeria oferece diferentes opções de lojas e restaurantes.

Foto: Getty Images

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Sassi di Mattera

No sul do país, a região de Basilicata esconde um tesouro imperdível conhecido como a Sassi di Mattera. Estas cavernas pré-históricas talhadas em blocos de calcário foram preservadas e completadas ao longo de 2 mil anos com pinturas religiosas e outros detalhes que merecem ser explorados.

Foto: Paola Sucato/Flickr

PASSEIOS

Casa de Julieta

Situada na cidade de Verona, a Casa da Julieta é uma das atrações mais encantadoras da Itália. A casa medieval onde viveu a mulher que inspirou Shakespeare em sua obra Romeu e Julieta se transformou em verdadeiro símbolo do amor, com cartas românticas, poesias, além de pontos que figuram na peça do autor inglês.

Foto: Jiuguang Guang/Flickr

PASSEIOS

Pompeia

A 20 km de Nápoles, Pompeia se manteve oculta por mais de 1.600 anos após uma erupção do vulcão Vesúvio que cobriu o local de lava matando seus habitantes em 79 d.C. Preservados de maneira perfeita, teatros, templos, banhos termais e casas foram descobertos em 1749, fazendo de Pompeia um dos mais incríveis sítios arqueológicos do mundo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Costa Amalfitana

Trecho de cerca de 50 km do litoral italiano ao longo da península de Sorrento, a Costa Amalfitana é um dos lugares mais belos do litoral do país. Pontuada por belos vilarejos como Positano e Ravello, a Costa Amalfitana tem estradas que serpenteiam entre colinas e penhascos que se encontram com o Mediterrâneo.

Foto: Doriana dil Sarto/Flickr

PASSEIOS

Isola dei Conigli

Ao sul da ilha de Lampedusa, a pequena ilhota conhecida como Isola dei Conigli cria um lindo visual com seus penhascos rodeados de águas turquesa. Facilmente acessível, a ilhota é ideal para caminhadas e ganha um charme especial durante o pôr do sol.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Ilha de Capri

Pequena ilha da baía de Nápoles, Capri se destaca por suas lindas paisagens e seus penhascos pontuados com vilas, hotéis e restaurantes ideais para se deliciar com a gastronomia local. Desde o ponto mais alto da ilha, a vista sobre o Mediterrâneo e o vulcão Vesúvio encanta os visitantes num ambiente romântico.

Foto: S.Mark/stock.xchng

PASSEIOS

Compras em Milão

Capital da moda italiana e mundial, Milão é uma cidade feita para amantes de compras, principalmente no que diz respeito a marcas e acessórios de luxo. A Via Montenapoleone, Via della Spiga, Via Sant’Andrea e Via Manzoni são apenas algumas das ruas famosas por suas lojas de marcas como Gucci, Versace, Prada e Moschino.

Foto: Matthias Rombherg/Flickr

PASSEIOS

Centro histórico de Siena

Menor e menos conhecida do que sua vizinha Florença, situada a 70 km de distância, a cidade de Siena tem um centro histórico medieval inscrito no Patrimônio Mundial da UNESCO. Rodeado por 7 km de muralhas, o centro de Siena tem belas construções intactas de uma arquitetura que influenciou o resto da Europa em sua época e tem na Piazza del Campo seu principal cartão-postal.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Vaticano

Enclave murado dentro de Roma, o Vaticano é o menor país do mundo, com apenas 0,44 km² e 800 habitantes. A praça de São Pedro, onde o Papa abençoa os fiéis, a imponente Basílica de São Pedro, os museus e a Capela Sistina, com seu famoso teto pintado por Michelangelo, fazem parte das atrações turísticas do Vaticano.

Foto: Lelê Breveglieri/Flickr

PASSEIOS

Basílica de São Marcos

Obra-prima com cinco cúpulas e impressionantes mosaicos e paredes, arcas, colunas e solos com muitos detalhes dourados, a Basílica de São Marcos é um magnífico exemplo da arquitetura de Veneza. A beleza da construção faz dela um dos principais cartões-postais da encantadora cidade italiana.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Forum Romano

Centro social, comercial e político de Roma por mais de 1.200 anos, o Forum Romano é hoje um impressionante vestígio do império do país. Muitos dos turistas de passagem pela capital italiana se encantam com estas ruínas de templos, edifícios de governos e colunas que mostram a grandiosidade do império há cerca de 2 mil anos.

Foto: Edwin Lee/Flickr

PASSEIOS

Grotta Azzurra

No sul da ilha de Capri, a Grotta Azzurra (Gruta Azul) é uma magnífica caverna de 60 metros de comprimento e 25 de largura. A entrada é feita de bote por uma fenda estreita, e ao chegar dentro da gruta, a luz do sol combinada com a coloração da água cria uma iluminação de um azul quase surreal.

Foto: S.J Pinkney/Flickr

PASSEIOS

Grande Canal

A charmosa Veneza tem mais de 170 rios e canais que viraram símbolos da cidade. Mas nenhum deles é tão emblemático quanto o Grande Canal, maior e mais importante via de tráfego que passa por pontos famosos como a Ponte Rialto e a Piazza São Marcos.

Foto: Neil Willsey/Flickr

PASSEIOS

Santa Maria dela Grazie

Vista de fora, a igreja e convento de Santa Maria della Grazie de Milão é uma bela estrutura do século 15, mas poderia ser só mais uma construção histórica das muitas que existem na Itália. No entanto, é em seu interior que reside o destaque que faz dela um dos principais pontos turísticos da cidade: no refeitório do convento, o mural da Última Ceia é uma das obras mais conhecidas e impactantes do grande Leonardo da Vinci.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Duomo de Florença

Mais conhecida como Duomo de Florença, a Basílica di Santa Maria del Fiore é facilmente reconhecível por sua cúpula imponente e sua torre do campanário. Situado na Piazza del Duomo, o complexo arquitetônico gótico faz parte do Patrimônio da UNESCO que constitui um belo cartão-postal da cidade.

Foto: Glen Bowman/Flickr

PASSEIOS

Fontana di Trevi

Mítico cartão-postal de Roma, a Fontana di Trevi atrai numerosos turistas que seguem uma inevitável tradição: quem joga uma moeda nesta fonte barroca com estátuas de mármore, dizem, voltará algum dia à capital italiana. O tamanho imponente e a maravilhosa arquitetura fazem desta fonte, terminada em 1762, uma atração imperdível numa visita a Roma.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Basílica de São Francisco de Assis

Erguida no século 14 no centro da Itália, a Basílica de São Francisco de Assis tem frescos pintados pelos maiores artistas da época. As duas igrejas situadas no topo de uma colina, além da cripta com o corpo intacto de São Francisco de Assis, atraem peregrinos do mundo inteiro.

Foto: Bob Hall/Flickr

PASSEIOS

Vesúvio

Situado a 9 km do centro de Nápoles, o Vesúvio é um dos mais belos vulcões da Europa. Além de criar um magnífico pano de fundo para a cidade do sul da Itália, o vulcão oferece um grande espaço para trilhas e caminhadas que levam à sua cratera, com uma impressionante vista panorâmica sobre a baía de Nápoles.

Foto: Navnetmitt/Flickr

PASSEIOS

Cala Luna

Ao sul de Cala Gonone, a pequena praia de Cala Luna é um cenário perfeito para curtir os dias de sol no verão europeu. A praia tem areias brancas rodeadas por grandes penhascos frente às águas turquesa do Mediterrâneo.

Foto: Vasile Cotovanu/Flickr

PASSEIOS

Trufas brancas no Piemonte

As trufas brancas são uma das iguarias mais caras do planeta e são encontradas quase que exclusivamente em certas regiões da Toscana e do Piemonte, próximas a Milão e Turim. A temporada de trufas brancas vai de outubro até dezembro e, em novembro, acontece a Feira Internacional da Trufa Branca na cidade de Alba, em que as iguarias são avaliadas pela comissão de controle de qualidade e vendidas para os clientes. Durante a temporada de trufas brancas, é possível provar receitas deliciosas preparadas com este ingrediente único nos restaurantes da região.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Lago de Como

A apenas 50 km de Milão, perto da fronteira entre a Itália e a Suíça, o Lago de Como é uma excelente opção para relaxar e se divertir, especialmente nos dias ensolarados da Itália. Após um dia curtindo a natureza no terceiro maior lago do país, o charmoso vilarejo de Como oferece um lindo centro histórico com restaurantes sofisticados e lojas de designers locais.

Foto: Sebastiano Rametta/Flickr

PASSEIOS

Rota do Chianti

A Itália disputa com a França o título de principal produtora de vinhos do mundo. A região da Toscana produz o Chianti, um dos vinhos tintos italianos mais reputados internacionalmente. Por isso, nada melhor do que percorrer os caminhos da Toscana, acompanhando seus pratos deliciosos com o vinho local em vinhedos, adegas e restaurantes.

Foto: Sunshine City/Flickr

PASSEIOS

Cavernas de Frasassi

As cavernas de Frasassi formam um impressionante complexo de grutas cársticas na região de Ancona, centro da Itália. Localizadas a 7 km da cidade de Genga, as cavernas contam com numerosos corredores e salas com grandes formações geológicas ao longo de 30 km.

Foto: Ben Francis/Flickr

PASSEIOS

Trulli de Alberobello

Os “trulli” encontrados no vilarejo de Alberobello são pequenas casas de teto cônico construídas em pedra seca, usando uma técnica antiga encontrada na região, situadas no sul da Itália. Graças a estas construções, erguidas especialmente no século 19, Alberobello faz parte do Patrimônio Mundial da UNESCO.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Pizza em Nápoles

Com uma atmosfera diferente da do resto do país, numa cidade agitada e caótica, mas sempre encantadora, Nápoles orgulha-se de ter as melhores pizzas de Itália. As pizzas locais usam uma série de regras técnicas levadas muito a sério e usam ingredientes únicos, que vão ao forno à lenha para criar uma experiência absolutamente deliciosa em estabelecimentos míticos como Street-Za e Pizzeria di Matteo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Taormina

O pequeno vilarejo de Taormina é o destino indicado para passar férias inesquecíveis curtindo o sol na ilha da Sicília. Erguida sobre uma pequena colina com vista para o mar, Taormina tem acesso a belas praias, ruínas antigas e uma deliciosa gastronomia.

Foto: Wilson Wong/Flickr

PASSEIOS

San Gimignano

A 56 km de Florença, San Gimignano é um preservado vilarejo medieval conhecido por suas mais de 70 torres. Tombado como Patrimônio da UNESCO, San Gimignano tem numerosos monumentos com uma arquitetura que leva os turistas a uma verdadeira viagem no tempo.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Cala Mariolu

Situada perto da cidade de Baunei, na costa da Sardenha, Cala Mariolu é uma das praias mais bonitas do Mediterrâneo. As águas azuis e muito calmas são cercadas de areias brancas e grandes falésias também brancas, que atraem turistas locais e estrangeiros durante o verão.

Foto: Roberto Cossu/Flickr

PASSEIOS

Queijos e presuntos de Parma

Situada no norte da Itália, a cidade de Parma é mundialmente conhecida pelos seus queijos e seu “prosciutto” (presunto cru). A qualidade do famoso queijo Parmegiano-Reggiano e do prosciutto de Parma, que podem ser degustados em fábricas e restaurantes locais, fazem da cidade um ponto de passagem imperativo num roteiro gastronômico pelo país.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

San Siro/Giuseppe Meazza

Além de ser um palco mítico do futebol mundial, o principal estádio da cidade de Milão é também fruto de uma grande curiosidade, já que os dois times locais e arquirrivais, Inter de Milão e Milan, dividem o estádio, que leva nomes diferentes, de acordo com quem está usando o estádio: Giuseppe Meazza (o nome oficial), quando o mando é da Inter, e San Siro, quando o Milan é o mandante. Para quem não viaja em datas de jogos, o estádio oferece uma visita guiada para os turistas.

Foto: Irene Grassi/Flickr

PASSEIOS

Gelatos

Não há como voltar da Itália sem uns quilinhos a mais. A grande culpada é a gastronomia italiana, com suas pizzas, massas, queijos e, claro, seus maravilhosos “gelatos” (sorvetes). De norte a sul do país, é possível encontrar sorveterias artesanais com gelatos em sabores variados, numa ótima opção para se refrescar nos dias de sol. Em Roma, perto da Fontana di Trevi, a gelateria San Crispino é uma dos numerosos lugares com excelentes sorvetes.

Foto: Flavio/Flickr

PASSEIOS

Bicicleta na Toscana

A bicicleta é uma maneira perfeita de conhecer as paisagens bucólicas da Itália. E um dos melhores lugares para percorrer de bike é a região da Toscana, que tem caminhos rurais onde você pode pedalar tranquilamente entre vilarejos medievais, passando por montanhas, fazendas, plantações de oliva e vinhedos e parando para degustar delicias da gastronomia italiana.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Davi de Michelangelo

Importante museu de Florença, a Galeria da Academia de Belas Artes abriga uma das obras mais famosas da história da humanidade. O Davi de Michelangelo é uma estátua de 5,17 metros talhada em mármore, com uma perfeição que atrai turistas do mundo inteiro.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

 

Situada frente à ópera de San Carlo, a Galeria Humberto I é um ponto comercial construído no final do século 19 na cidade de Nápoles. Hoje, além de encantar os turistas com uma magnífica arquitetura, a galeria oferece diferentes opções de lojas e restaurantes.

Foto: Getty Images

ROUBADAS

Restaurantes turísticos

Num país com uma gastronomia tão maravilhosa quanto a italiana, é uma grande roubada comer em restaurantes situados nos pontos mais turísticos de grandes cidades, pagando um valor excessivamente caro por uma refeição que não está à altura. Pesquise, coma como os locais e fuja ao máximo de armadilhas para turistas.

Foto: gnuckx/Flickr

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Sassi di Mattera

No sul do país, a região de Basilicata esconde um tesouro imperdível conhecido como a Sassi di Mattera. Estas cavernas pré-históricas talhadas em blocos de calcário foram preservadas e completadas ao longo de 2 mil anos com pinturas religiosas e outros detalhes que merecem ser explorados.

Foto: Paola Sucato/Flickr

PASSEIOS

Casa de Julieta

Situada na cidade de Verona, a Casa da Julieta é uma das atrações mais encantadoras da Itália. A casa medieval onde viveu a mulher que inspirou Shakespeare em sua obra Romeu e Julieta se transformou em verdadeiro símbolo do amor, com cartas românticas, poesias, além de pontos que figuram na peça do autor inglês.

Foto: Jiuguang Guang/Flickr

PASSEIOS

Pompeia

A 20 km de Nápoles, Pompeia se manteve oculta por mais de 1.600 anos após uma erupção do vulcão Vesúvio que cobriu o local de lava matando seus habitantes em 79 d.C. Preservados de maneira perfeita, teatros, templos, banhos termais e casas foram descobertos em 1749, fazendo de Pompeia um dos mais incríveis sítios arqueológicos do mundo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Costa Amalfitana

Trecho de cerca de 50 km do litoral italiano ao longo da península de Sorrento, a Costa Amalfitana é um dos lugares mais belos do litoral do país. Pontuada por belos vilarejos como Positano e Ravello, a Costa Amalfitana tem estradas que serpenteiam entre colinas e penhascos que se encontram com o Mediterrâneo.

Foto: Doriana dil Sarto/Flickr

PASSEIOS

Isola dei Conigli

Ao sul da ilha de Lampedusa, a pequena ilhota conhecida como Isola dei Conigli cria um lindo visual com seus penhascos rodeados de águas turquesa. Facilmente acessível, a ilhota é ideal para caminhadas e ganha um charme especial durante o pôr do sol.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Ilha de Capri

Pequena ilha da baía de Nápoles, Capri se destaca por suas lindas paisagens e seus penhascos pontuados com vilas, hotéis e restaurantes ideais para se deliciar com a gastronomia local. Desde o ponto mais alto da ilha, a vista sobre o Mediterrâneo e o vulcão Vesúvio encanta os visitantes num ambiente romântico.

Foto: S.Mark/stock.xchng

PASSEIOS

Compras em Milão

Capital da moda italiana e mundial, Milão é uma cidade feita para amantes de compras, principalmente no que diz respeito a marcas e acessórios de luxo. A Via Montenapoleone, Via della Spiga, Via Sant’Andrea e Via Manzoni são apenas algumas das ruas famosas por suas lojas de marcas como Gucci, Versace, Prada e Moschino.

Foto: Matthias Rombherg/Flickr

PASSEIOS

Centro histórico de Siena

Menor e menos conhecida do que sua vizinha Florença, situada a 70 km de distância, a cidade de Siena tem um centro histórico medieval inscrito no Patrimônio Mundial da UNESCO. Rodeado por 7 km de muralhas, o centro de Siena tem belas construções intactas de uma arquitetura que influenciou o resto da Europa em sua época e tem na Piazza del Campo seu principal cartão-postal.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Vaticano

Enclave murado dentro de Roma, o Vaticano é o menor país do mundo, com apenas 0,44 km² e 800 habitantes. A praça de São Pedro, onde o Papa abençoa os fiéis, a imponente Basílica de São Pedro, os museus e a Capela Sistina, com seu famoso teto pintado por Michelangelo, fazem parte das atrações turísticas do Vaticano.

Foto: Lelê Breveglieri/Flickr

PASSEIOS

Basílica de São Marcos

Obra-prima com cinco cúpulas e impressionantes mosaicos e paredes, arcas, colunas e solos com muitos detalhes dourados, a Basílica de São Marcos é um magnífico exemplo da arquitetura de Veneza. A beleza da construção faz dela um dos principais cartões-postais da encantadora cidade italiana.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Forum Romano

Centro social, comercial e político de Roma por mais de 1.200 anos, o Forum Romano é hoje um impressionante vestígio do império do país. Muitos dos turistas de passagem pela capital italiana se encantam com estas ruínas de templos, edifícios de governos e colunas que mostram a grandiosidade do império há cerca de 2 mil anos.

Foto: Edwin Lee/Flickr

PASSEIOS

Grotta Azzurra

No sul da ilha de Capri, a Grotta Azzurra (Gruta Azul) é uma magnífica caverna de 60 metros de comprimento e 25 de largura. A entrada é feita de bote por uma fenda estreita, e ao chegar dentro da gruta, a luz do sol combinada com a coloração da água cria uma iluminação de um azul quase surreal.

Foto: S.J Pinkney/Flickr

PASSEIOS

Grande Canal

A charmosa Veneza tem mais de 170 rios e canais que viraram símbolos da cidade. Mas nenhum deles é tão emblemático quanto o Grande Canal, maior e mais importante via de tráfego que passa por pontos famosos como a Ponte Rialto e a Piazza São Marcos.

Foto: Neil Willsey/Flickr

PASSEIOS

Santa Maria dela Grazie

Vista de fora, a igreja e convento de Santa Maria della Grazie de Milão é uma bela estrutura do século 15, mas poderia ser só mais uma construção histórica das muitas que existem na Itália. No entanto, é em seu interior que reside o destaque que faz dela um dos principais pontos turísticos da cidade: no refeitório do convento, o mural da Última Ceia é uma das obras mais conhecidas e impactantes do grande Leonardo da Vinci.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Duomo de Florença

Mais conhecida como Duomo de Florença, a Basílica di Santa Maria del Fiore é facilmente reconhecível por sua cúpula imponente e sua torre do campanário. Situado na Piazza del Duomo, o complexo arquitetônico gótico faz parte do Patrimônio da UNESCO que constitui um belo cartão-postal da cidade.

Foto: Glen Bowman/Flickr

PASSEIOS

Fontana di Trevi

Mítico cartão-postal de Roma, a Fontana di Trevi atrai numerosos turistas que seguem uma inevitável tradição: quem joga uma moeda nesta fonte barroca com estátuas de mármore, dizem, voltará algum dia à capital italiana. O tamanho imponente e a maravilhosa arquitetura fazem desta fonte, terminada em 1762, uma atração imperdível numa visita a Roma.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Basílica de São Francisco de Assis

Erguida no século 14 no centro da Itália, a Basílica de São Francisco de Assis tem frescos pintados pelos maiores artistas da época. As duas igrejas situadas no topo de uma colina, além da cripta com o corpo intacto de São Francisco de Assis, atraem peregrinos do mundo inteiro.

Foto: Bob Hall/Flickr

PASSEIOS

Vesúvio

Situado a 9 km do centro de Nápoles, o Vesúvio é um dos mais belos vulcões da Europa. Além de criar um magnífico pano de fundo para a cidade do sul da Itália, o vulcão oferece um grande espaço para trilhas e caminhadas que levam à sua cratera, com uma impressionante vista panorâmica sobre a baía de Nápoles.

Foto: Navnetmitt/Flickr

PASSEIOS

Cala Luna

Ao sul de Cala Gonone, a pequena praia de Cala Luna é um cenário perfeito para curtir os dias de sol no verão europeu. A praia tem areias brancas rodeadas por grandes penhascos frente às águas turquesa do Mediterrâneo.

Foto: Vasile Cotovanu/Flickr

PASSEIOS

Trufas brancas no Piemonte

As trufas brancas são uma das iguarias mais caras do planeta e são encontradas quase que exclusivamente em certas regiões da Toscana e do Piemonte, próximas a Milão e Turim. A temporada de trufas brancas vai de outubro até dezembro e, em novembro, acontece a Feira Internacional da Trufa Branca na cidade de Alba, em que as iguarias são avaliadas pela comissão de controle de qualidade e vendidas para os clientes. Durante a temporada de trufas brancas, é possível provar receitas deliciosas preparadas com este ingrediente único nos restaurantes da região.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Lago de Como

A apenas 50 km de Milão, perto da fronteira entre a Itália e a Suíça, o Lago de Como é uma excelente opção para relaxar e se divertir, especialmente nos dias ensolarados da Itália. Após um dia curtindo a natureza no terceiro maior lago do país, o charmoso vilarejo de Como oferece um lindo centro histórico com restaurantes sofisticados e lojas de designers locais.

Foto: Sebastiano Rametta/Flickr

PASSEIOS

Rota do Chianti

A Itália disputa com a França o título de principal produtora de vinhos do mundo. A região da Toscana produz o Chianti, um dos vinhos tintos italianos mais reputados internacionalmente. Por isso, nada melhor do que percorrer os caminhos da Toscana, acompanhando seus pratos deliciosos com o vinho local em vinhedos, adegas e restaurantes.

Foto: Sunshine City/Flickr

PASSEIOS

Cavernas de Frasassi

As cavernas de Frasassi formam um impressionante complexo de grutas cársticas na região de Ancona, centro da Itália. Localizadas a 7 km da cidade de Genga, as cavernas contam com numerosos corredores e salas com grandes formações geológicas ao longo de 30 km.

Foto: Ben Francis/Flickr

PASSEIOS

Trulli de Alberobello

Os “trulli” encontrados no vilarejo de Alberobello são pequenas casas de teto cônico construídas em pedra seca, usando uma técnica antiga encontrada na região, situadas no sul da Itália. Graças a estas construções, erguidas especialmente no século 19, Alberobello faz parte do Patrimônio Mundial da UNESCO.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Pizza em Nápoles

Com uma atmosfera diferente da do resto do país, numa cidade agitada e caótica, mas sempre encantadora, Nápoles orgulha-se de ter as melhores pizzas de Itália. As pizzas locais usam uma série de regras técnicas levadas muito a sério e usam ingredientes únicos, que vão ao forno à lenha para criar uma experiência absolutamente deliciosa em estabelecimentos míticos como Street-Za e Pizzeria di Matteo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Taormina

O pequeno vilarejo de Taormina é o destino indicado para passar férias inesquecíveis curtindo o sol na ilha da Sicília. Erguida sobre uma pequena colina com vista para o mar, Taormina tem acesso a belas praias, ruínas antigas e uma deliciosa gastronomia.

Foto: Wilson Wong/Flickr

PASSEIOS

San Gimignano

A 56 km de Florença, San Gimignano é um preservado vilarejo medieval conhecido por suas mais de 70 torres. Tombado como Patrimônio da UNESCO, San Gimignano tem numerosos monumentos com uma arquitetura que leva os turistas a uma verdadeira viagem no tempo.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Cala Mariolu

Situada perto da cidade de Baunei, na costa da Sardenha, Cala Mariolu é uma das praias mais bonitas do Mediterrâneo. As águas azuis e muito calmas são cercadas de areias brancas e grandes falésias também brancas, que atraem turistas locais e estrangeiros durante o verão.

Foto: Roberto Cossu/Flickr

PASSEIOS

Queijos e presuntos de Parma

Situada no norte da Itália, a cidade de Parma é mundialmente conhecida pelos seus queijos e seu “prosciutto” (presunto cru). A qualidade do famoso queijo Parmegiano-Reggiano e do prosciutto de Parma, que podem ser degustados em fábricas e restaurantes locais, fazem da cidade um ponto de passagem imperativo num roteiro gastronômico pelo país.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

San Siro/Giuseppe Meazza

Além de ser um palco mítico do futebol mundial, o principal estádio da cidade de Milão é também fruto de uma grande curiosidade, já que os dois times locais e arquirrivais, Inter de Milão e Milan, dividem o estádio, que leva nomes diferentes, de acordo com quem está usando o estádio: Giuseppe Meazza (o nome oficial), quando o mando é da Inter, e San Siro, quando o Milan é o mandante. Para quem não viaja em datas de jogos, o estádio oferece uma visita guiada para os turistas.

Foto: Irene Grassi/Flickr

PASSEIOS

Gelatos

Não há como voltar da Itália sem uns quilinhos a mais. A grande culpada é a gastronomia italiana, com suas pizzas, massas, queijos e, claro, seus maravilhosos “gelatos” (sorvetes). De norte a sul do país, é possível encontrar sorveterias artesanais com gelatos em sabores variados, numa ótima opção para se refrescar nos dias de sol. Em Roma, perto da Fontana di Trevi, a gelateria San Crispino é uma dos numerosos lugares com excelentes sorvetes.

Foto: Flavio/Flickr

PASSEIOS

Bicicleta na Toscana

A bicicleta é uma maneira perfeita de conhecer as paisagens bucólicas da Itália. E um dos melhores lugares para percorrer de bike é a região da Toscana, que tem caminhos rurais onde você pode pedalar tranquilamente entre vilarejos medievais, passando por montanhas, fazendas, plantações de oliva e vinhedos e parando para degustar delicias da gastronomia italiana.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Davi de Michelangelo

Importante museu de Florença, a Galeria da Academia de Belas Artes abriga uma das obras mais famosas da história da humanidade. O Davi de Michelangelo é uma estátua de 5,17 metros talhada em mármore, com uma perfeição que atrai turistas do mundo inteiro.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

 

Situada frente à ópera de San Carlo, a Galeria Humberto I é um ponto comercial construído no final do século 19 na cidade de Nápoles. Hoje, além de encantar os turistas com uma magnífica arquitetura, a galeria oferece diferentes opções de lojas e restaurantes.

Foto: Getty Images

ROUBADAS

Restaurantes turísticos

Num país com uma gastronomia tão maravilhosa quanto a italiana, é uma grande roubada comer em restaurantes situados nos pontos mais turísticos de grandes cidades, pagando um valor excessivamente caro por uma refeição que não está à altura. Pesquise, coma como os locais e fuja ao máximo de armadilhas para turistas.

Foto: gnuckx/Flickr

ROUBADAS

Gladiadores do Coliseu

Ao redor do Coliseu, numerosos “gladiadores” se aproximam simpaticamente dos turistas, esperando alguém que aceite tirar uma foto com eles. A surpresa (e o momento desagradável) vem depois, quando eles querem cobrar alguns euros pela foto. Previna-se, agradeça gentilmente e não tire fotos com os “gladiadores”.

Foto: Emilio Labrador/Flickr

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Sassi di Mattera

No sul do país, a região de Basilicata esconde um tesouro imperdível conhecido como a Sassi di Mattera. Estas cavernas pré-históricas talhadas em blocos de calcário foram preservadas e completadas ao longo de 2 mil anos com pinturas religiosas e outros detalhes que merecem ser explorados.

Foto: Paola Sucato/Flickr

PASSEIOS

Casa de Julieta

Situada na cidade de Verona, a Casa da Julieta é uma das atrações mais encantadoras da Itália. A casa medieval onde viveu a mulher que inspirou Shakespeare em sua obra Romeu e Julieta se transformou em verdadeiro símbolo do amor, com cartas românticas, poesias, além de pontos que figuram na peça do autor inglês.

Foto: Jiuguang Guang/Flickr

PASSEIOS

Pompeia

A 20 km de Nápoles, Pompeia se manteve oculta por mais de 1.600 anos após uma erupção do vulcão Vesúvio que cobriu o local de lava matando seus habitantes em 79 d.C. Preservados de maneira perfeita, teatros, templos, banhos termais e casas foram descobertos em 1749, fazendo de Pompeia um dos mais incríveis sítios arqueológicos do mundo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Costa Amalfitana

Trecho de cerca de 50 km do litoral italiano ao longo da península de Sorrento, a Costa Amalfitana é um dos lugares mais belos do litoral do país. Pontuada por belos vilarejos como Positano e Ravello, a Costa Amalfitana tem estradas que serpenteiam entre colinas e penhascos que se encontram com o Mediterrâneo.

Foto: Doriana dil Sarto/Flickr

PASSEIOS

Isola dei Conigli

Ao sul da ilha de Lampedusa, a pequena ilhota conhecida como Isola dei Conigli cria um lindo visual com seus penhascos rodeados de águas turquesa. Facilmente acessível, a ilhota é ideal para caminhadas e ganha um charme especial durante o pôr do sol.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Ilha de Capri

Pequena ilha da baía de Nápoles, Capri se destaca por suas lindas paisagens e seus penhascos pontuados com vilas, hotéis e restaurantes ideais para se deliciar com a gastronomia local. Desde o ponto mais alto da ilha, a vista sobre o Mediterrâneo e o vulcão Vesúvio encanta os visitantes num ambiente romântico.

Foto: S.Mark/stock.xchng

PASSEIOS

Compras em Milão

Capital da moda italiana e mundial, Milão é uma cidade feita para amantes de compras, principalmente no que diz respeito a marcas e acessórios de luxo. A Via Montenapoleone, Via della Spiga, Via Sant’Andrea e Via Manzoni são apenas algumas das ruas famosas por suas lojas de marcas como Gucci, Versace, Prada e Moschino.

Foto: Matthias Rombherg/Flickr

PASSEIOS

Centro histórico de Siena

Menor e menos conhecida do que sua vizinha Florença, situada a 70 km de distância, a cidade de Siena tem um centro histórico medieval inscrito no Patrimônio Mundial da UNESCO. Rodeado por 7 km de muralhas, o centro de Siena tem belas construções intactas de uma arquitetura que influenciou o resto da Europa em sua época e tem na Piazza del Campo seu principal cartão-postal.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Vaticano

Enclave murado dentro de Roma, o Vaticano é o menor país do mundo, com apenas 0,44 km² e 800 habitantes. A praça de São Pedro, onde o Papa abençoa os fiéis, a imponente Basílica de São Pedro, os museus e a Capela Sistina, com seu famoso teto pintado por Michelangelo, fazem parte das atrações turísticas do Vaticano.

Foto: Lelê Breveglieri/Flickr

PASSEIOS

Basílica de São Marcos

Obra-prima com cinco cúpulas e impressionantes mosaicos e paredes, arcas, colunas e solos com muitos detalhes dourados, a Basílica de São Marcos é um magnífico exemplo da arquitetura de Veneza. A beleza da construção faz dela um dos principais cartões-postais da encantadora cidade italiana.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Forum Romano

Centro social, comercial e político de Roma por mais de 1.200 anos, o Forum Romano é hoje um impressionante vestígio do império do país. Muitos dos turistas de passagem pela capital italiana se encantam com estas ruínas de templos, edifícios de governos e colunas que mostram a grandiosidade do império há cerca de 2 mil anos.

Foto: Edwin Lee/Flickr

PASSEIOS

Grotta Azzurra

No sul da ilha de Capri, a Grotta Azzurra (Gruta Azul) é uma magnífica caverna de 60 metros de comprimento e 25 de largura. A entrada é feita de bote por uma fenda estreita, e ao chegar dentro da gruta, a luz do sol combinada com a coloração da água cria uma iluminação de um azul quase surreal.

Foto: S.J Pinkney/Flickr

PASSEIOS

Grande Canal

A charmosa Veneza tem mais de 170 rios e canais que viraram símbolos da cidade. Mas nenhum deles é tão emblemático quanto o Grande Canal, maior e mais importante via de tráfego que passa por pontos famosos como a Ponte Rialto e a Piazza São Marcos.

Foto: Neil Willsey/Flickr

PASSEIOS

Santa Maria dela Grazie

Vista de fora, a igreja e convento de Santa Maria della Grazie de Milão é uma bela estrutura do século 15, mas poderia ser só mais uma construção histórica das muitas que existem na Itália. No entanto, é em seu interior que reside o destaque que faz dela um dos principais pontos turísticos da cidade: no refeitório do convento, o mural da Última Ceia é uma das obras mais conhecidas e impactantes do grande Leonardo da Vinci.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Duomo de Florença

Mais conhecida como Duomo de Florença, a Basílica di Santa Maria del Fiore é facilmente reconhecível por sua cúpula imponente e sua torre do campanário. Situado na Piazza del Duomo, o complexo arquitetônico gótico faz parte do Patrimônio da UNESCO que constitui um belo cartão-postal da cidade.

Foto: Glen Bowman/Flickr

PASSEIOS

Fontana di Trevi

Mítico cartão-postal de Roma, a Fontana di Trevi atrai numerosos turistas que seguem uma inevitável tradição: quem joga uma moeda nesta fonte barroca com estátuas de mármore, dizem, voltará algum dia à capital italiana. O tamanho imponente e a maravilhosa arquitetura fazem desta fonte, terminada em 1762, uma atração imperdível numa visita a Roma.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Basílica de São Francisco de Assis

Erguida no século 14 no centro da Itália, a Basílica de São Francisco de Assis tem frescos pintados pelos maiores artistas da época. As duas igrejas situadas no topo de uma colina, além da cripta com o corpo intacto de São Francisco de Assis, atraem peregrinos do mundo inteiro.

Foto: Bob Hall/Flickr

PASSEIOS

Vesúvio

Situado a 9 km do centro de Nápoles, o Vesúvio é um dos mais belos vulcões da Europa. Além de criar um magnífico pano de fundo para a cidade do sul da Itália, o vulcão oferece um grande espaço para trilhas e caminhadas que levam à sua cratera, com uma impressionante vista panorâmica sobre a baía de Nápoles.

Foto: Navnetmitt/Flickr

PASSEIOS

Cala Luna

Ao sul de Cala Gonone, a pequena praia de Cala Luna é um cenário perfeito para curtir os dias de sol no verão europeu. A praia tem areias brancas rodeadas por grandes penhascos frente às águas turquesa do Mediterrâneo.

Foto: Vasile Cotovanu/Flickr

PASSEIOS

Trufas brancas no Piemonte

As trufas brancas são uma das iguarias mais caras do planeta e são encontradas quase que exclusivamente em certas regiões da Toscana e do Piemonte, próximas a Milão e Turim. A temporada de trufas brancas vai de outubro até dezembro e, em novembro, acontece a Feira Internacional da Trufa Branca na cidade de Alba, em que as iguarias são avaliadas pela comissão de controle de qualidade e vendidas para os clientes. Durante a temporada de trufas brancas, é possível provar receitas deliciosas preparadas com este ingrediente único nos restaurantes da região.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Lago de Como

A apenas 50 km de Milão, perto da fronteira entre a Itália e a Suíça, o Lago de Como é uma excelente opção para relaxar e se divertir, especialmente nos dias ensolarados da Itália. Após um dia curtindo a natureza no terceiro maior lago do país, o charmoso vilarejo de Como oferece um lindo centro histórico com restaurantes sofisticados e lojas de designers locais.

Foto: Sebastiano Rametta/Flickr

PASSEIOS

Rota do Chianti

A Itália disputa com a França o título de principal produtora de vinhos do mundo. A região da Toscana produz o Chianti, um dos vinhos tintos italianos mais reputados internacionalmente. Por isso, nada melhor do que percorrer os caminhos da Toscana, acompanhando seus pratos deliciosos com o vinho local em vinhedos, adegas e restaurantes.

Foto: Sunshine City/Flickr

PASSEIOS

Cavernas de Frasassi

As cavernas de Frasassi formam um impressionante complexo de grutas cársticas na região de Ancona, centro da Itália. Localizadas a 7 km da cidade de Genga, as cavernas contam com numerosos corredores e salas com grandes formações geológicas ao longo de 30 km.

Foto: Ben Francis/Flickr

PASSEIOS

Trulli de Alberobello

Os “trulli” encontrados no vilarejo de Alberobello são pequenas casas de teto cônico construídas em pedra seca, usando uma técnica antiga encontrada na região, situadas no sul da Itália. Graças a estas construções, erguidas especialmente no século 19, Alberobello faz parte do Patrimônio Mundial da UNESCO.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Pizza em Nápoles

Com uma atmosfera diferente da do resto do país, numa cidade agitada e caótica, mas sempre encantadora, Nápoles orgulha-se de ter as melhores pizzas de Itália. As pizzas locais usam uma série de regras técnicas levadas muito a sério e usam ingredientes únicos, que vão ao forno à lenha para criar uma experiência absolutamente deliciosa em estabelecimentos míticos como Street-Za e Pizzeria di Matteo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Taormina

O pequeno vilarejo de Taormina é o destino indicado para passar férias inesquecíveis curtindo o sol na ilha da Sicília. Erguida sobre uma pequena colina com vista para o mar, Taormina tem acesso a belas praias, ruínas antigas e uma deliciosa gastronomia.

Foto: Wilson Wong/Flickr

PASSEIOS

San Gimignano

A 56 km de Florença, San Gimignano é um preservado vilarejo medieval conhecido por suas mais de 70 torres. Tombado como Patrimônio da UNESCO, San Gimignano tem numerosos monumentos com uma arquitetura que leva os turistas a uma verdadeira viagem no tempo.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Cala Mariolu

Situada perto da cidade de Baunei, na costa da Sardenha, Cala Mariolu é uma das praias mais bonitas do Mediterrâneo. As águas azuis e muito calmas são cercadas de areias brancas e grandes falésias também brancas, que atraem turistas locais e estrangeiros durante o verão.

Foto: Roberto Cossu/Flickr

PASSEIOS

Queijos e presuntos de Parma

Situada no norte da Itália, a cidade de Parma é mundialmente conhecida pelos seus queijos e seu “prosciutto” (presunto cru). A qualidade do famoso queijo Parmegiano-Reggiano e do prosciutto de Parma, que podem ser degustados em fábricas e restaurantes locais, fazem da cidade um ponto de passagem imperativo num roteiro gastronômico pelo país.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

San Siro/Giuseppe Meazza

Além de ser um palco mítico do futebol mundial, o principal estádio da cidade de Milão é também fruto de uma grande curiosidade, já que os dois times locais e arquirrivais, Inter de Milão e Milan, dividem o estádio, que leva nomes diferentes, de acordo com quem está usando o estádio: Giuseppe Meazza (o nome oficial), quando o mando é da Inter, e San Siro, quando o Milan é o mandante. Para quem não viaja em datas de jogos, o estádio oferece uma visita guiada para os turistas.

Foto: Irene Grassi/Flickr

PASSEIOS

Gelatos

Não há como voltar da Itália sem uns quilinhos a mais. A grande culpada é a gastronomia italiana, com suas pizzas, massas, queijos e, claro, seus maravilhosos “gelatos” (sorvetes). De norte a sul do país, é possível encontrar sorveterias artesanais com gelatos em sabores variados, numa ótima opção para se refrescar nos dias de sol. Em Roma, perto da Fontana di Trevi, a gelateria San Crispino é uma dos numerosos lugares com excelentes sorvetes.

Foto: Flavio/Flickr

PASSEIOS

Bicicleta na Toscana

A bicicleta é uma maneira perfeita de conhecer as paisagens bucólicas da Itália. E um dos melhores lugares para percorrer de bike é a região da Toscana, que tem caminhos rurais onde você pode pedalar tranquilamente entre vilarejos medievais, passando por montanhas, fazendas, plantações de oliva e vinhedos e parando para degustar delicias da gastronomia italiana.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Davi de Michelangelo

Importante museu de Florença, a Galeria da Academia de Belas Artes abriga uma das obras mais famosas da história da humanidade. O Davi de Michelangelo é uma estátua de 5,17 metros talhada em mármore, com uma perfeição que atrai turistas do mundo inteiro.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

 

Situada frente à ópera de San Carlo, a Galeria Humberto I é um ponto comercial construído no final do século 19 na cidade de Nápoles. Hoje, além de encantar os turistas com uma magnífica arquitetura, a galeria oferece diferentes opções de lojas e restaurantes.

Foto: Getty Images

ROUBADAS

Restaurantes turísticos

Num país com uma gastronomia tão maravilhosa quanto a italiana, é uma grande roubada comer em restaurantes situados nos pontos mais turísticos de grandes cidades, pagando um valor excessivamente caro por uma refeição que não está à altura. Pesquise, coma como os locais e fuja ao máximo de armadilhas para turistas.

Foto: gnuckx/Flickr

ROUBADAS

Gladiadores do Coliseu

Ao redor do Coliseu, numerosos “gladiadores” se aproximam simpaticamente dos turistas, esperando alguém que aceite tirar uma foto com eles. A surpresa (e o momento desagradável) vem depois, quando eles querem cobrar alguns euros pela foto. Previna-se, agradeça gentilmente e não tire fotos com os “gladiadores”.

Foto: Emilio Labrador/Flickr

ROUBADAS

Malas em Veneza

Para chegar até seu hotel em Veneza, você pode ter de passar por barcos apertados junto a outros turistas, pontes estreitas, passarelas finas e numerosos degraus. Para evitar a complicação desta travessia com malas em excesso, arrume sua bagagem de maneira inteligente e procure não levar mais do que o necessário.

Foto: Crowdyke/Flickr

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Sassi di Mattera

No sul do país, a região de Basilicata esconde um tesouro imperdível conhecido como a Sassi di Mattera. Estas cavernas pré-históricas talhadas em blocos de calcário foram preservadas e completadas ao longo de 2 mil anos com pinturas religiosas e outros detalhes que merecem ser explorados.

Foto: Paola Sucato/Flickr

PASSEIOS

Casa de Julieta

Situada na cidade de Verona, a Casa da Julieta é uma das atrações mais encantadoras da Itália. A casa medieval onde viveu a mulher que inspirou Shakespeare em sua obra Romeu e Julieta se transformou em verdadeiro símbolo do amor, com cartas românticas, poesias, além de pontos que figuram na peça do autor inglês.

Foto: Jiuguang Guang/Flickr

PASSEIOS

Pompeia

A 20 km de Nápoles, Pompeia se manteve oculta por mais de 1.600 anos após uma erupção do vulcão Vesúvio que cobriu o local de lava matando seus habitantes em 79 d.C. Preservados de maneira perfeita, teatros, templos, banhos termais e casas foram descobertos em 1749, fazendo de Pompeia um dos mais incríveis sítios arqueológicos do mundo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Costa Amalfitana

Trecho de cerca de 50 km do litoral italiano ao longo da península de Sorrento, a Costa Amalfitana é um dos lugares mais belos do litoral do país. Pontuada por belos vilarejos como Positano e Ravello, a Costa Amalfitana tem estradas que serpenteiam entre colinas e penhascos que se encontram com o Mediterrâneo.

Foto: Doriana dil Sarto/Flickr

PASSEIOS

Isola dei Conigli

Ao sul da ilha de Lampedusa, a pequena ilhota conhecida como Isola dei Conigli cria um lindo visual com seus penhascos rodeados de águas turquesa. Facilmente acessível, a ilhota é ideal para caminhadas e ganha um charme especial durante o pôr do sol.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Ilha de Capri

Pequena ilha da baía de Nápoles, Capri se destaca por suas lindas paisagens e seus penhascos pontuados com vilas, hotéis e restaurantes ideais para se deliciar com a gastronomia local. Desde o ponto mais alto da ilha, a vista sobre o Mediterrâneo e o vulcão Vesúvio encanta os visitantes num ambiente romântico.

Foto: S.Mark/stock.xchng

PASSEIOS

Compras em Milão

Capital da moda italiana e mundial, Milão é uma cidade feita para amantes de compras, principalmente no que diz respeito a marcas e acessórios de luxo. A Via Montenapoleone, Via della Spiga, Via Sant’Andrea e Via Manzoni são apenas algumas das ruas famosas por suas lojas de marcas como Gucci, Versace, Prada e Moschino.

Foto: Matthias Rombherg/Flickr

PASSEIOS

Centro histórico de Siena

Menor e menos conhecida do que sua vizinha Florença, situada a 70 km de distância, a cidade de Siena tem um centro histórico medieval inscrito no Patrimônio Mundial da UNESCO. Rodeado por 7 km de muralhas, o centro de Siena tem belas construções intactas de uma arquitetura que influenciou o resto da Europa em sua época e tem na Piazza del Campo seu principal cartão-postal.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Vaticano

Enclave murado dentro de Roma, o Vaticano é o menor país do mundo, com apenas 0,44 km² e 800 habitantes. A praça de São Pedro, onde o Papa abençoa os fiéis, a imponente Basílica de São Pedro, os museus e a Capela Sistina, com seu famoso teto pintado por Michelangelo, fazem parte das atrações turísticas do Vaticano.

Foto: Lelê Breveglieri/Flickr

PASSEIOS

Basílica de São Marcos

Obra-prima com cinco cúpulas e impressionantes mosaicos e paredes, arcas, colunas e solos com muitos detalhes dourados, a Basílica de São Marcos é um magnífico exemplo da arquitetura de Veneza. A beleza da construção faz dela um dos principais cartões-postais da encantadora cidade italiana.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Forum Romano

Centro social, comercial e político de Roma por mais de 1.200 anos, o Forum Romano é hoje um impressionante vestígio do império do país. Muitos dos turistas de passagem pela capital italiana se encantam com estas ruínas de templos, edifícios de governos e colunas que mostram a grandiosidade do império há cerca de 2 mil anos.

Foto: Edwin Lee/Flickr

PASSEIOS

Grotta Azzurra

No sul da ilha de Capri, a Grotta Azzurra (Gruta Azul) é uma magnífica caverna de 60 metros de comprimento e 25 de largura. A entrada é feita de bote por uma fenda estreita, e ao chegar dentro da gruta, a luz do sol combinada com a coloração da água cria uma iluminação de um azul quase surreal.

Foto: S.J Pinkney/Flickr

PASSEIOS

Grande Canal

A charmosa Veneza tem mais de 170 rios e canais que viraram símbolos da cidade. Mas nenhum deles é tão emblemático quanto o Grande Canal, maior e mais importante via de tráfego que passa por pontos famosos como a Ponte Rialto e a Piazza São Marcos.

Foto: Neil Willsey/Flickr

PASSEIOS

Santa Maria dela Grazie

Vista de fora, a igreja e convento de Santa Maria della Grazie de Milão é uma bela estrutura do século 15, mas poderia ser só mais uma construção histórica das muitas que existem na Itália. No entanto, é em seu interior que reside o destaque que faz dela um dos principais pontos turísticos da cidade: no refeitório do convento, o mural da Última Ceia é uma das obras mais conhecidas e impactantes do grande Leonardo da Vinci.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Duomo de Florença

Mais conhecida como Duomo de Florença, a Basílica di Santa Maria del Fiore é facilmente reconhecível por sua cúpula imponente e sua torre do campanário. Situado na Piazza del Duomo, o complexo arquitetônico gótico faz parte do Patrimônio da UNESCO que constitui um belo cartão-postal da cidade.

Foto: Glen Bowman/Flickr

PASSEIOS

Fontana di Trevi

Mítico cartão-postal de Roma, a Fontana di Trevi atrai numerosos turistas que seguem uma inevitável tradição: quem joga uma moeda nesta fonte barroca com estátuas de mármore, dizem, voltará algum dia à capital italiana. O tamanho imponente e a maravilhosa arquitetura fazem desta fonte, terminada em 1762, uma atração imperdível numa visita a Roma.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Basílica de São Francisco de Assis

Erguida no século 14 no centro da Itália, a Basílica de São Francisco de Assis tem frescos pintados pelos maiores artistas da época. As duas igrejas situadas no topo de uma colina, além da cripta com o corpo intacto de São Francisco de Assis, atraem peregrinos do mundo inteiro.

Foto: Bob Hall/Flickr

PASSEIOS

Vesúvio

Situado a 9 km do centro de Nápoles, o Vesúvio é um dos mais belos vulcões da Europa. Além de criar um magnífico pano de fundo para a cidade do sul da Itália, o vulcão oferece um grande espaço para trilhas e caminhadas que levam à sua cratera, com uma impressionante vista panorâmica sobre a baía de Nápoles.

Foto: Navnetmitt/Flickr

PASSEIOS

Cala Luna

Ao sul de Cala Gonone, a pequena praia de Cala Luna é um cenário perfeito para curtir os dias de sol no verão europeu. A praia tem areias brancas rodeadas por grandes penhascos frente às águas turquesa do Mediterrâneo.

Foto: Vasile Cotovanu/Flickr

PASSEIOS

Trufas brancas no Piemonte

As trufas brancas são uma das iguarias mais caras do planeta e são encontradas quase que exclusivamente em certas regiões da Toscana e do Piemonte, próximas a Milão e Turim. A temporada de trufas brancas vai de outubro até dezembro e, em novembro, acontece a Feira Internacional da Trufa Branca na cidade de Alba, em que as iguarias são avaliadas pela comissão de controle de qualidade e vendidas para os clientes. Durante a temporada de trufas brancas, é possível provar receitas deliciosas preparadas com este ingrediente único nos restaurantes da região.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Lago de Como

A apenas 50 km de Milão, perto da fronteira entre a Itália e a Suíça, o Lago de Como é uma excelente opção para relaxar e se divertir, especialmente nos dias ensolarados da Itália. Após um dia curtindo a natureza no terceiro maior lago do país, o charmoso vilarejo de Como oferece um lindo centro histórico com restaurantes sofisticados e lojas de designers locais.

Foto: Sebastiano Rametta/Flickr

PASSEIOS

Rota do Chianti

A Itália disputa com a França o título de principal produtora de vinhos do mundo. A região da Toscana produz o Chianti, um dos vinhos tintos italianos mais reputados internacionalmente. Por isso, nada melhor do que percorrer os caminhos da Toscana, acompanhando seus pratos deliciosos com o vinho local em vinhedos, adegas e restaurantes.

Foto: Sunshine City/Flickr

PASSEIOS

Cavernas de Frasassi

As cavernas de Frasassi formam um impressionante complexo de grutas cársticas na região de Ancona, centro da Itália. Localizadas a 7 km da cidade de Genga, as cavernas contam com numerosos corredores e salas com grandes formações geológicas ao longo de 30 km.

Foto: Ben Francis/Flickr

PASSEIOS

Trulli de Alberobello

Os “trulli” encontrados no vilarejo de Alberobello são pequenas casas de teto cônico construídas em pedra seca, usando uma técnica antiga encontrada na região, situadas no sul da Itália. Graças a estas construções, erguidas especialmente no século 19, Alberobello faz parte do Patrimônio Mundial da UNESCO.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Pizza em Nápoles

Com uma atmosfera diferente da do resto do país, numa cidade agitada e caótica, mas sempre encantadora, Nápoles orgulha-se de ter as melhores pizzas de Itália. As pizzas locais usam uma série de regras técnicas levadas muito a sério e usam ingredientes únicos, que vão ao forno à lenha para criar uma experiência absolutamente deliciosa em estabelecimentos míticos como Street-Za e Pizzeria di Matteo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Taormina

O pequeno vilarejo de Taormina é o destino indicado para passar férias inesquecíveis curtindo o sol na ilha da Sicília. Erguida sobre uma pequena colina com vista para o mar, Taormina tem acesso a belas praias, ruínas antigas e uma deliciosa gastronomia.

Foto: Wilson Wong/Flickr

PASSEIOS

San Gimignano

A 56 km de Florença, San Gimignano é um preservado vilarejo medieval conhecido por suas mais de 70 torres. Tombado como Patrimônio da UNESCO, San Gimignano tem numerosos monumentos com uma arquitetura que leva os turistas a uma verdadeira viagem no tempo.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Cala Mariolu

Situada perto da cidade de Baunei, na costa da Sardenha, Cala Mariolu é uma das praias mais bonitas do Mediterrâneo. As águas azuis e muito calmas são cercadas de areias brancas e grandes falésias também brancas, que atraem turistas locais e estrangeiros durante o verão.

Foto: Roberto Cossu/Flickr

PASSEIOS

Queijos e presuntos de Parma

Situada no norte da Itália, a cidade de Parma é mundialmente conhecida pelos seus queijos e seu “prosciutto” (presunto cru). A qualidade do famoso queijo Parmegiano-Reggiano e do prosciutto de Parma, que podem ser degustados em fábricas e restaurantes locais, fazem da cidade um ponto de passagem imperativo num roteiro gastronômico pelo país.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

San Siro/Giuseppe Meazza

Além de ser um palco mítico do futebol mundial, o principal estádio da cidade de Milão é também fruto de uma grande curiosidade, já que os dois times locais e arquirrivais, Inter de Milão e Milan, dividem o estádio, que leva nomes diferentes, de acordo com quem está usando o estádio: Giuseppe Meazza (o nome oficial), quando o mando é da Inter, e San Siro, quando o Milan é o mandante. Para quem não viaja em datas de jogos, o estádio oferece uma visita guiada para os turistas.

Foto: Irene Grassi/Flickr

PASSEIOS

Gelatos

Não há como voltar da Itália sem uns quilinhos a mais. A grande culpada é a gastronomia italiana, com suas pizzas, massas, queijos e, claro, seus maravilhosos “gelatos” (sorvetes). De norte a sul do país, é possível encontrar sorveterias artesanais com gelatos em sabores variados, numa ótima opção para se refrescar nos dias de sol. Em Roma, perto da Fontana di Trevi, a gelateria San Crispino é uma dos numerosos lugares com excelentes sorvetes.

Foto: Flavio/Flickr

PASSEIOS

Bicicleta na Toscana

A bicicleta é uma maneira perfeita de conhecer as paisagens bucólicas da Itália. E um dos melhores lugares para percorrer de bike é a região da Toscana, que tem caminhos rurais onde você pode pedalar tranquilamente entre vilarejos medievais, passando por montanhas, fazendas, plantações de oliva e vinhedos e parando para degustar delicias da gastronomia italiana.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Davi de Michelangelo

Importante museu de Florença, a Galeria da Academia de Belas Artes abriga uma das obras mais famosas da história da humanidade. O Davi de Michelangelo é uma estátua de 5,17 metros talhada em mármore, com uma perfeição que atrai turistas do mundo inteiro.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

 

Situada frente à ópera de San Carlo, a Galeria Humberto I é um ponto comercial construído no final do século 19 na cidade de Nápoles. Hoje, além de encantar os turistas com uma magnífica arquitetura, a galeria oferece diferentes opções de lojas e restaurantes.

Foto: Getty Images

ROUBADAS

Restaurantes turísticos

Num país com uma gastronomia tão maravilhosa quanto a italiana, é uma grande roubada comer em restaurantes situados nos pontos mais turísticos de grandes cidades, pagando um valor excessivamente caro por uma refeição que não está à altura. Pesquise, coma como os locais e fuja ao máximo de armadilhas para turistas.

Foto: gnuckx/Flickr

ROUBADAS

Gladiadores do Coliseu

Ao redor do Coliseu, numerosos “gladiadores” se aproximam simpaticamente dos turistas, esperando alguém que aceite tirar uma foto com eles. A surpresa (e o momento desagradável) vem depois, quando eles querem cobrar alguns euros pela foto. Previna-se, agradeça gentilmente e não tire fotos com os “gladiadores”.

Foto: Emilio Labrador/Flickr

ROUBADAS

Malas em Veneza

Para chegar até seu hotel em Veneza, você pode ter de passar por barcos apertados junto a outros turistas, pontes estreitas, passarelas finas e numerosos degraus. Para evitar a complicação desta travessia com malas em excesso, arrume sua bagagem de maneira inteligente e procure não levar mais do que o necessário.

Foto: Crowdyke/Flickr

ROUBADAS

Roupas no Vaticano

Antes de ser um lugar turístico, o Vaticano é a sede da Igreja Católica. É por isto que as mulheres que visitam o lugar precisam cobrir ombros e pernas e evitar roupas “reveladoras”. Caso contrário, elas podem ser impedidas de entrar no pequeno território.

Foto: Denis Jarvis/Flickr

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Sassi di Mattera

No sul do país, a região de Basilicata esconde um tesouro imperdível conhecido como a Sassi di Mattera. Estas cavernas pré-históricas talhadas em blocos de calcário foram preservadas e completadas ao longo de 2 mil anos com pinturas religiosas e outros detalhes que merecem ser explorados.

Foto: Paola Sucato/Flickr

PASSEIOS

Casa de Julieta

Situada na cidade de Verona, a Casa da Julieta é uma das atrações mais encantadoras da Itália. A casa medieval onde viveu a mulher que inspirou Shakespeare em sua obra Romeu e Julieta se transformou em verdadeiro símbolo do amor, com cartas românticas, poesias, além de pontos que figuram na peça do autor inglês.

Foto: Jiuguang Guang/Flickr

PASSEIOS

Pompeia

A 20 km de Nápoles, Pompeia se manteve oculta por mais de 1.600 anos após uma erupção do vulcão Vesúvio que cobriu o local de lava matando seus habitantes em 79 d.C. Preservados de maneira perfeita, teatros, templos, banhos termais e casas foram descobertos em 1749, fazendo de Pompeia um dos mais incríveis sítios arqueológicos do mundo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Costa Amalfitana

Trecho de cerca de 50 km do litoral italiano ao longo da península de Sorrento, a Costa Amalfitana é um dos lugares mais belos do litoral do país. Pontuada por belos vilarejos como Positano e Ravello, a Costa Amalfitana tem estradas que serpenteiam entre colinas e penhascos que se encontram com o Mediterrâneo.

Foto: Doriana dil Sarto/Flickr

PASSEIOS

Isola dei Conigli

Ao sul da ilha de Lampedusa, a pequena ilhota conhecida como Isola dei Conigli cria um lindo visual com seus penhascos rodeados de águas turquesa. Facilmente acessível, a ilhota é ideal para caminhadas e ganha um charme especial durante o pôr do sol.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Ilha de Capri

Pequena ilha da baía de Nápoles, Capri se destaca por suas lindas paisagens e seus penhascos pontuados com vilas, hotéis e restaurantes ideais para se deliciar com a gastronomia local. Desde o ponto mais alto da ilha, a vista sobre o Mediterrâneo e o vulcão Vesúvio encanta os visitantes num ambiente romântico.

Foto: S.Mark/stock.xchng

PASSEIOS

Compras em Milão

Capital da moda italiana e mundial, Milão é uma cidade feita para amantes de compras, principalmente no que diz respeito a marcas e acessórios de luxo. A Via Montenapoleone, Via della Spiga, Via Sant’Andrea e Via Manzoni são apenas algumas das ruas famosas por suas lojas de marcas como Gucci, Versace, Prada e Moschino.

Foto: Matthias Rombherg/Flickr

PASSEIOS

Centro histórico de Siena

Menor e menos conhecida do que sua vizinha Florença, situada a 70 km de distância, a cidade de Siena tem um centro histórico medieval inscrito no Patrimônio Mundial da UNESCO. Rodeado por 7 km de muralhas, o centro de Siena tem belas construções intactas de uma arquitetura que influenciou o resto da Europa em sua época e tem na Piazza del Campo seu principal cartão-postal.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Vaticano

Enclave murado dentro de Roma, o Vaticano é o menor país do mundo, com apenas 0,44 km² e 800 habitantes. A praça de São Pedro, onde o Papa abençoa os fiéis, a imponente Basílica de São Pedro, os museus e a Capela Sistina, com seu famoso teto pintado por Michelangelo, fazem parte das atrações turísticas do Vaticano.

Foto: Lelê Breveglieri/Flickr

PASSEIOS

Basílica de São Marcos

Obra-prima com cinco cúpulas e impressionantes mosaicos e paredes, arcas, colunas e solos com muitos detalhes dourados, a Basílica de São Marcos é um magnífico exemplo da arquitetura de Veneza. A beleza da construção faz dela um dos principais cartões-postais da encantadora cidade italiana.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Forum Romano

Centro social, comercial e político de Roma por mais de 1.200 anos, o Forum Romano é hoje um impressionante vestígio do império do país. Muitos dos turistas de passagem pela capital italiana se encantam com estas ruínas de templos, edifícios de governos e colunas que mostram a grandiosidade do império há cerca de 2 mil anos.

Foto: Edwin Lee/Flickr

PASSEIOS

Grotta Azzurra

No sul da ilha de Capri, a Grotta Azzurra (Gruta Azul) é uma magnífica caverna de 60 metros de comprimento e 25 de largura. A entrada é feita de bote por uma fenda estreita, e ao chegar dentro da gruta, a luz do sol combinada com a coloração da água cria uma iluminação de um azul quase surreal.

Foto: S.J Pinkney/Flickr

PASSEIOS

Grande Canal

A charmosa Veneza tem mais de 170 rios e canais que viraram símbolos da cidade. Mas nenhum deles é tão emblemático quanto o Grande Canal, maior e mais importante via de tráfego que passa por pontos famosos como a Ponte Rialto e a Piazza São Marcos.

Foto: Neil Willsey/Flickr

PASSEIOS

Santa Maria dela Grazie

Vista de fora, a igreja e convento de Santa Maria della Grazie de Milão é uma bela estrutura do século 15, mas poderia ser só mais uma construção histórica das muitas que existem na Itália. No entanto, é em seu interior que reside o destaque que faz dela um dos principais pontos turísticos da cidade: no refeitório do convento, o mural da Última Ceia é uma das obras mais conhecidas e impactantes do grande Leonardo da Vinci.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Duomo de Florença

Mais conhecida como Duomo de Florença, a Basílica di Santa Maria del Fiore é facilmente reconhecível por sua cúpula imponente e sua torre do campanário. Situado na Piazza del Duomo, o complexo arquitetônico gótico faz parte do Patrimônio da UNESCO que constitui um belo cartão-postal da cidade.

Foto: Glen Bowman/Flickr

PASSEIOS

Fontana di Trevi

Mítico cartão-postal de Roma, a Fontana di Trevi atrai numerosos turistas que seguem uma inevitável tradição: quem joga uma moeda nesta fonte barroca com estátuas de mármore, dizem, voltará algum dia à capital italiana. O tamanho imponente e a maravilhosa arquitetura fazem desta fonte, terminada em 1762, uma atração imperdível numa visita a Roma.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Basílica de São Francisco de Assis

Erguida no século 14 no centro da Itália, a Basílica de São Francisco de Assis tem frescos pintados pelos maiores artistas da época. As duas igrejas situadas no topo de uma colina, além da cripta com o corpo intacto de São Francisco de Assis, atraem peregrinos do mundo inteiro.

Foto: Bob Hall/Flickr

PASSEIOS

Vesúvio

Situado a 9 km do centro de Nápoles, o Vesúvio é um dos mais belos vulcões da Europa. Além de criar um magnífico pano de fundo para a cidade do sul da Itália, o vulcão oferece um grande espaço para trilhas e caminhadas que levam à sua cratera, com uma impressionante vista panorâmica sobre a baía de Nápoles.

Foto: Navnetmitt/Flickr

PASSEIOS

Cala Luna

Ao sul de Cala Gonone, a pequena praia de Cala Luna é um cenário perfeito para curtir os dias de sol no verão europeu. A praia tem areias brancas rodeadas por grandes penhascos frente às águas turquesa do Mediterrâneo.

Foto: Vasile Cotovanu/Flickr

PASSEIOS

Trufas brancas no Piemonte

As trufas brancas são uma das iguarias mais caras do planeta e são encontradas quase que exclusivamente em certas regiões da Toscana e do Piemonte, próximas a Milão e Turim. A temporada de trufas brancas vai de outubro até dezembro e, em novembro, acontece a Feira Internacional da Trufa Branca na cidade de Alba, em que as iguarias são avaliadas pela comissão de controle de qualidade e vendidas para os clientes. Durante a temporada de trufas brancas, é possível provar receitas deliciosas preparadas com este ingrediente único nos restaurantes da região.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Lago de Como

A apenas 50 km de Milão, perto da fronteira entre a Itália e a Suíça, o Lago de Como é uma excelente opção para relaxar e se divertir, especialmente nos dias ensolarados da Itália. Após um dia curtindo a natureza no terceiro maior lago do país, o charmoso vilarejo de Como oferece um lindo centro histórico com restaurantes sofisticados e lojas de designers locais.

Foto: Sebastiano Rametta/Flickr

PASSEIOS

Rota do Chianti

A Itália disputa com a França o título de principal produtora de vinhos do mundo. A região da Toscana produz o Chianti, um dos vinhos tintos italianos mais reputados internacionalmente. Por isso, nada melhor do que percorrer os caminhos da Toscana, acompanhando seus pratos deliciosos com o vinho local em vinhedos, adegas e restaurantes.

Foto: Sunshine City/Flickr

PASSEIOS

Cavernas de Frasassi

As cavernas de Frasassi formam um impressionante complexo de grutas cársticas na região de Ancona, centro da Itália. Localizadas a 7 km da cidade de Genga, as cavernas contam com numerosos corredores e salas com grandes formações geológicas ao longo de 30 km.

Foto: Ben Francis/Flickr

PASSEIOS

Trulli de Alberobello

Os “trulli” encontrados no vilarejo de Alberobello são pequenas casas de teto cônico construídas em pedra seca, usando uma técnica antiga encontrada na região, situadas no sul da Itália. Graças a estas construções, erguidas especialmente no século 19, Alberobello faz parte do Patrimônio Mundial da UNESCO.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Pizza em Nápoles

Com uma atmosfera diferente da do resto do país, numa cidade agitada e caótica, mas sempre encantadora, Nápoles orgulha-se de ter as melhores pizzas de Itália. As pizzas locais usam uma série de regras técnicas levadas muito a sério e usam ingredientes únicos, que vão ao forno à lenha para criar uma experiência absolutamente deliciosa em estabelecimentos míticos como Street-Za e Pizzeria di Matteo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Taormina

O pequeno vilarejo de Taormina é o destino indicado para passar férias inesquecíveis curtindo o sol na ilha da Sicília. Erguida sobre uma pequena colina com vista para o mar, Taormina tem acesso a belas praias, ruínas antigas e uma deliciosa gastronomia.

Foto: Wilson Wong/Flickr

PASSEIOS

San Gimignano

A 56 km de Florença, San Gimignano é um preservado vilarejo medieval conhecido por suas mais de 70 torres. Tombado como Patrimônio da UNESCO, San Gimignano tem numerosos monumentos com uma arquitetura que leva os turistas a uma verdadeira viagem no tempo.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Cala Mariolu

Situada perto da cidade de Baunei, na costa da Sardenha, Cala Mariolu é uma das praias mais bonitas do Mediterrâneo. As águas azuis e muito calmas são cercadas de areias brancas e grandes falésias também brancas, que atraem turistas locais e estrangeiros durante o verão.

Foto: Roberto Cossu/Flickr

PASSEIOS

Queijos e presuntos de Parma

Situada no norte da Itália, a cidade de Parma é mundialmente conhecida pelos seus queijos e seu “prosciutto” (presunto cru). A qualidade do famoso queijo Parmegiano-Reggiano e do prosciutto de Parma, que podem ser degustados em fábricas e restaurantes locais, fazem da cidade um ponto de passagem imperativo num roteiro gastronômico pelo país.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

San Siro/Giuseppe Meazza

Além de ser um palco mítico do futebol mundial, o principal estádio da cidade de Milão é também fruto de uma grande curiosidade, já que os dois times locais e arquirrivais, Inter de Milão e Milan, dividem o estádio, que leva nomes diferentes, de acordo com quem está usando o estádio: Giuseppe Meazza (o nome oficial), quando o mando é da Inter, e San Siro, quando o Milan é o mandante. Para quem não viaja em datas de jogos, o estádio oferece uma visita guiada para os turistas.

Foto: Irene Grassi/Flickr

PASSEIOS

Gelatos

Não há como voltar da Itália sem uns quilinhos a mais. A grande culpada é a gastronomia italiana, com suas pizzas, massas, queijos e, claro, seus maravilhosos “gelatos” (sorvetes). De norte a sul do país, é possível encontrar sorveterias artesanais com gelatos em sabores variados, numa ótima opção para se refrescar nos dias de sol. Em Roma, perto da Fontana di Trevi, a gelateria San Crispino é uma dos numerosos lugares com excelentes sorvetes.

Foto: Flavio/Flickr

PASSEIOS

Bicicleta na Toscana

A bicicleta é uma maneira perfeita de conhecer as paisagens bucólicas da Itália. E um dos melhores lugares para percorrer de bike é a região da Toscana, que tem caminhos rurais onde você pode pedalar tranquilamente entre vilarejos medievais, passando por montanhas, fazendas, plantações de oliva e vinhedos e parando para degustar delicias da gastronomia italiana.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Davi de Michelangelo

Importante museu de Florença, a Galeria da Academia de Belas Artes abriga uma das obras mais famosas da história da humanidade. O Davi de Michelangelo é uma estátua de 5,17 metros talhada em mármore, com uma perfeição que atrai turistas do mundo inteiro.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

 

Situada frente à ópera de San Carlo, a Galeria Humberto I é um ponto comercial construído no final do século 19 na cidade de Nápoles. Hoje, além de encantar os turistas com uma magnífica arquitetura, a galeria oferece diferentes opções de lojas e restaurantes.

Foto: Getty Images

ROUBADAS

Restaurantes turísticos

Num país com uma gastronomia tão maravilhosa quanto a italiana, é uma grande roubada comer em restaurantes situados nos pontos mais turísticos de grandes cidades, pagando um valor excessivamente caro por uma refeição que não está à altura. Pesquise, coma como os locais e fuja ao máximo de armadilhas para turistas.

Foto: gnuckx/Flickr

ROUBADAS

Gladiadores do Coliseu

Ao redor do Coliseu, numerosos “gladiadores” se aproximam simpaticamente dos turistas, esperando alguém que aceite tirar uma foto com eles. A surpresa (e o momento desagradável) vem depois, quando eles querem cobrar alguns euros pela foto. Previna-se, agradeça gentilmente e não tire fotos com os “gladiadores”.

Foto: Emilio Labrador/Flickr

ROUBADAS

Malas em Veneza

Para chegar até seu hotel em Veneza, você pode ter de passar por barcos apertados junto a outros turistas, pontes estreitas, passarelas finas e numerosos degraus. Para evitar a complicação desta travessia com malas em excesso, arrume sua bagagem de maneira inteligente e procure não levar mais do que o necessário.

Foto: Crowdyke/Flickr

ROUBADAS

Roupas no Vaticano

Antes de ser um lugar turístico, o Vaticano é a sede da Igreja Católica. É por isto que as mulheres que visitam o lugar precisam cobrir ombros e pernas e evitar roupas “reveladoras”. Caso contrário, elas podem ser impedidas de entrar no pequeno território.

Foto: Denis Jarvis/Flickr

ROUBADAS

Tours guiados

Em cidades com diversas atrações, a tentação de pegar um tour guiado aparece. Mas lugares como Veneza, Florença, Roma ou Verona merecem ser visitados ao seu próprio ritmo, aproveitando transporte público e caminhadas que permitem conhecer o lugar de um jeito ainda mais especial.

Foto: Simone Ramella/Flickr

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Sassi di Mattera

No sul do país, a região de Basilicata esconde um tesouro imperdível conhecido como a Sassi di Mattera. Estas cavernas pré-históricas talhadas em blocos de calcário foram preservadas e completadas ao longo de 2 mil anos com pinturas religiosas e outros detalhes que merecem ser explorados.

Foto: Paola Sucato/Flickr

PASSEIOS

Casa de Julieta

Situada na cidade de Verona, a Casa da Julieta é uma das atrações mais encantadoras da Itália. A casa medieval onde viveu a mulher que inspirou Shakespeare em sua obra Romeu e Julieta se transformou em verdadeiro símbolo do amor, com cartas românticas, poesias, além de pontos que figuram na peça do autor inglês.

Foto: Jiuguang Guang/Flickr

PASSEIOS

Pompeia

A 20 km de Nápoles, Pompeia se manteve oculta por mais de 1.600 anos após uma erupção do vulcão Vesúvio que cobriu o local de lava matando seus habitantes em 79 d.C. Preservados de maneira perfeita, teatros, templos, banhos termais e casas foram descobertos em 1749, fazendo de Pompeia um dos mais incríveis sítios arqueológicos do mundo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Costa Amalfitana

Trecho de cerca de 50 km do litoral italiano ao longo da península de Sorrento, a Costa Amalfitana é um dos lugares mais belos do litoral do país. Pontuada por belos vilarejos como Positano e Ravello, a Costa Amalfitana tem estradas que serpenteiam entre colinas e penhascos que se encontram com o Mediterrâneo.

Foto: Doriana dil Sarto/Flickr

PASSEIOS

Isola dei Conigli

Ao sul da ilha de Lampedusa, a pequena ilhota conhecida como Isola dei Conigli cria um lindo visual com seus penhascos rodeados de águas turquesa. Facilmente acessível, a ilhota é ideal para caminhadas e ganha um charme especial durante o pôr do sol.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Ilha de Capri

Pequena ilha da baía de Nápoles, Capri se destaca por suas lindas paisagens e seus penhascos pontuados com vilas, hotéis e restaurantes ideais para se deliciar com a gastronomia local. Desde o ponto mais alto da ilha, a vista sobre o Mediterrâneo e o vulcão Vesúvio encanta os visitantes num ambiente romântico.

Foto: S.Mark/stock.xchng

PASSEIOS

Compras em Milão

Capital da moda italiana e mundial, Milão é uma cidade feita para amantes de compras, principalmente no que diz respeito a marcas e acessórios de luxo. A Via Montenapoleone, Via della Spiga, Via Sant’Andrea e Via Manzoni são apenas algumas das ruas famosas por suas lojas de marcas como Gucci, Versace, Prada e Moschino.

Foto: Matthias Rombherg/Flickr

PASSEIOS

Centro histórico de Siena

Menor e menos conhecida do que sua vizinha Florença, situada a 70 km de distância, a cidade de Siena tem um centro histórico medieval inscrito no Patrimônio Mundial da UNESCO. Rodeado por 7 km de muralhas, o centro de Siena tem belas construções intactas de uma arquitetura que influenciou o resto da Europa em sua época e tem na Piazza del Campo seu principal cartão-postal.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Vaticano

Enclave murado dentro de Roma, o Vaticano é o menor país do mundo, com apenas 0,44 km² e 800 habitantes. A praça de São Pedro, onde o Papa abençoa os fiéis, a imponente Basílica de São Pedro, os museus e a Capela Sistina, com seu famoso teto pintado por Michelangelo, fazem parte das atrações turísticas do Vaticano.

Foto: Lelê Breveglieri/Flickr

PASSEIOS

Basílica de São Marcos

Obra-prima com cinco cúpulas e impressionantes mosaicos e paredes, arcas, colunas e solos com muitos detalhes dourados, a Basílica de São Marcos é um magnífico exemplo da arquitetura de Veneza. A beleza da construção faz dela um dos principais cartões-postais da encantadora cidade italiana.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Forum Romano

Centro social, comercial e político de Roma por mais de 1.200 anos, o Forum Romano é hoje um impressionante vestígio do império do país. Muitos dos turistas de passagem pela capital italiana se encantam com estas ruínas de templos, edifícios de governos e colunas que mostram a grandiosidade do império há cerca de 2 mil anos.

Foto: Edwin Lee/Flickr

PASSEIOS

Grotta Azzurra

No sul da ilha de Capri, a Grotta Azzurra (Gruta Azul) é uma magnífica caverna de 60 metros de comprimento e 25 de largura. A entrada é feita de bote por uma fenda estreita, e ao chegar dentro da gruta, a luz do sol combinada com a coloração da água cria uma iluminação de um azul quase surreal.

Foto: S.J Pinkney/Flickr

PASSEIOS

Grande Canal

A charmosa Veneza tem mais de 170 rios e canais que viraram símbolos da cidade. Mas nenhum deles é tão emblemático quanto o Grande Canal, maior e mais importante via de tráfego que passa por pontos famosos como a Ponte Rialto e a Piazza São Marcos.

Foto: Neil Willsey/Flickr

PASSEIOS

Santa Maria dela Grazie

Vista de fora, a igreja e convento de Santa Maria della Grazie de Milão é uma bela estrutura do século 15, mas poderia ser só mais uma construção histórica das muitas que existem na Itália. No entanto, é em seu interior que reside o destaque que faz dela um dos principais pontos turísticos da cidade: no refeitório do convento, o mural da Última Ceia é uma das obras mais conhecidas e impactantes do grande Leonardo da Vinci.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Duomo de Florença

Mais conhecida como Duomo de Florença, a Basílica di Santa Maria del Fiore é facilmente reconhecível por sua cúpula imponente e sua torre do campanário. Situado na Piazza del Duomo, o complexo arquitetônico gótico faz parte do Patrimônio da UNESCO que constitui um belo cartão-postal da cidade.

Foto: Glen Bowman/Flickr

PASSEIOS

Fontana di Trevi

Mítico cartão-postal de Roma, a Fontana di Trevi atrai numerosos turistas que seguem uma inevitável tradição: quem joga uma moeda nesta fonte barroca com estátuas de mármore, dizem, voltará algum dia à capital italiana. O tamanho imponente e a maravilhosa arquitetura fazem desta fonte, terminada em 1762, uma atração imperdível numa visita a Roma.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Basílica de São Francisco de Assis

Erguida no século 14 no centro da Itália, a Basílica de São Francisco de Assis tem frescos pintados pelos maiores artistas da época. As duas igrejas situadas no topo de uma colina, além da cripta com o corpo intacto de São Francisco de Assis, atraem peregrinos do mundo inteiro.

Foto: Bob Hall/Flickr

PASSEIOS

Vesúvio

Situado a 9 km do centro de Nápoles, o Vesúvio é um dos mais belos vulcões da Europa. Além de criar um magnífico pano de fundo para a cidade do sul da Itália, o vulcão oferece um grande espaço para trilhas e caminhadas que levam à sua cratera, com uma impressionante vista panorâmica sobre a baía de Nápoles.

Foto: Navnetmitt/Flickr

PASSEIOS

Cala Luna

Ao sul de Cala Gonone, a pequena praia de Cala Luna é um cenário perfeito para curtir os dias de sol no verão europeu. A praia tem areias brancas rodeadas por grandes penhascos frente às águas turquesa do Mediterrâneo.

Foto: Vasile Cotovanu/Flickr

PASSEIOS

Trufas brancas no Piemonte

As trufas brancas são uma das iguarias mais caras do planeta e são encontradas quase que exclusivamente em certas regiões da Toscana e do Piemonte, próximas a Milão e Turim. A temporada de trufas brancas vai de outubro até dezembro e, em novembro, acontece a Feira Internacional da Trufa Branca na cidade de Alba, em que as iguarias são avaliadas pela comissão de controle de qualidade e vendidas para os clientes. Durante a temporada de trufas brancas, é possível provar receitas deliciosas preparadas com este ingrediente único nos restaurantes da região.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Lago de Como

A apenas 50 km de Milão, perto da fronteira entre a Itália e a Suíça, o Lago de Como é uma excelente opção para relaxar e se divertir, especialmente nos dias ensolarados da Itália. Após um dia curtindo a natureza no terceiro maior lago do país, o charmoso vilarejo de Como oferece um lindo centro histórico com restaurantes sofisticados e lojas de designers locais.

Foto: Sebastiano Rametta/Flickr

PASSEIOS

Rota do Chianti

A Itália disputa com a França o título de principal produtora de vinhos do mundo. A região da Toscana produz o Chianti, um dos vinhos tintos italianos mais reputados internacionalmente. Por isso, nada melhor do que percorrer os caminhos da Toscana, acompanhando seus pratos deliciosos com o vinho local em vinhedos, adegas e restaurantes.

Foto: Sunshine City/Flickr

PASSEIOS

Cavernas de Frasassi

As cavernas de Frasassi formam um impressionante complexo de grutas cársticas na região de Ancona, centro da Itália. Localizadas a 7 km da cidade de Genga, as cavernas contam com numerosos corredores e salas com grandes formações geológicas ao longo de 30 km.

Foto: Ben Francis/Flickr

PASSEIOS

Trulli de Alberobello

Os “trulli” encontrados no vilarejo de Alberobello são pequenas casas de teto cônico construídas em pedra seca, usando uma técnica antiga encontrada na região, situadas no sul da Itália. Graças a estas construções, erguidas especialmente no século 19, Alberobello faz parte do Patrimônio Mundial da UNESCO.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Pizza em Nápoles

Com uma atmosfera diferente da do resto do país, numa cidade agitada e caótica, mas sempre encantadora, Nápoles orgulha-se de ter as melhores pizzas de Itália. As pizzas locais usam uma série de regras técnicas levadas muito a sério e usam ingredientes únicos, que vão ao forno à lenha para criar uma experiência absolutamente deliciosa em estabelecimentos míticos como Street-Za e Pizzeria di Matteo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Taormina

O pequeno vilarejo de Taormina é o destino indicado para passar férias inesquecíveis curtindo o sol na ilha da Sicília. Erguida sobre uma pequena colina com vista para o mar, Taormina tem acesso a belas praias, ruínas antigas e uma deliciosa gastronomia.

Foto: Wilson Wong/Flickr

PASSEIOS

San Gimignano

A 56 km de Florença, San Gimignano é um preservado vilarejo medieval conhecido por suas mais de 70 torres. Tombado como Patrimônio da UNESCO, San Gimignano tem numerosos monumentos com uma arquitetura que leva os turistas a uma verdadeira viagem no tempo.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Cala Mariolu

Situada perto da cidade de Baunei, na costa da Sardenha, Cala Mariolu é uma das praias mais bonitas do Mediterrâneo. As águas azuis e muito calmas são cercadas de areias brancas e grandes falésias também brancas, que atraem turistas locais e estrangeiros durante o verão.

Foto: Roberto Cossu/Flickr

PASSEIOS

Queijos e presuntos de Parma

Situada no norte da Itália, a cidade de Parma é mundialmente conhecida pelos seus queijos e seu “prosciutto” (presunto cru). A qualidade do famoso queijo Parmegiano-Reggiano e do prosciutto de Parma, que podem ser degustados em fábricas e restaurantes locais, fazem da cidade um ponto de passagem imperativo num roteiro gastronômico pelo país.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

San Siro/Giuseppe Meazza

Além de ser um palco mítico do futebol mundial, o principal estádio da cidade de Milão é também fruto de uma grande curiosidade, já que os dois times locais e arquirrivais, Inter de Milão e Milan, dividem o estádio, que leva nomes diferentes, de acordo com quem está usando o estádio: Giuseppe Meazza (o nome oficial), quando o mando é da Inter, e San Siro, quando o Milan é o mandante. Para quem não viaja em datas de jogos, o estádio oferece uma visita guiada para os turistas.

Foto: Irene Grassi/Flickr

PASSEIOS

Gelatos

Não há como voltar da Itália sem uns quilinhos a mais. A grande culpada é a gastronomia italiana, com suas pizzas, massas, queijos e, claro, seus maravilhosos “gelatos” (sorvetes). De norte a sul do país, é possível encontrar sorveterias artesanais com gelatos em sabores variados, numa ótima opção para se refrescar nos dias de sol. Em Roma, perto da Fontana di Trevi, a gelateria San Crispino é uma dos numerosos lugares com excelentes sorvetes.

Foto: Flavio/Flickr

PASSEIOS

Bicicleta na Toscana

A bicicleta é uma maneira perfeita de conhecer as paisagens bucólicas da Itália. E um dos melhores lugares para percorrer de bike é a região da Toscana, que tem caminhos rurais onde você pode pedalar tranquilamente entre vilarejos medievais, passando por montanhas, fazendas, plantações de oliva e vinhedos e parando para degustar delicias da gastronomia italiana.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Davi de Michelangelo

Importante museu de Florença, a Galeria da Academia de Belas Artes abriga uma das obras mais famosas da história da humanidade. O Davi de Michelangelo é uma estátua de 5,17 metros talhada em mármore, com uma perfeição que atrai turistas do mundo inteiro.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

 

Situada frente à ópera de San Carlo, a Galeria Humberto I é um ponto comercial construído no final do século 19 na cidade de Nápoles. Hoje, além de encantar os turistas com uma magnífica arquitetura, a galeria oferece diferentes opções de lojas e restaurantes.

Foto: Getty Images

ROUBADAS

Restaurantes turísticos

Num país com uma gastronomia tão maravilhosa quanto a italiana, é uma grande roubada comer em restaurantes situados nos pontos mais turísticos de grandes cidades, pagando um valor excessivamente caro por uma refeição que não está à altura. Pesquise, coma como os locais e fuja ao máximo de armadilhas para turistas.

Foto: gnuckx/Flickr

ROUBADAS

Gladiadores do Coliseu

Ao redor do Coliseu, numerosos “gladiadores” se aproximam simpaticamente dos turistas, esperando alguém que aceite tirar uma foto com eles. A surpresa (e o momento desagradável) vem depois, quando eles querem cobrar alguns euros pela foto. Previna-se, agradeça gentilmente e não tire fotos com os “gladiadores”.

Foto: Emilio Labrador/Flickr

ROUBADAS

Malas em Veneza

Para chegar até seu hotel em Veneza, você pode ter de passar por barcos apertados junto a outros turistas, pontes estreitas, passarelas finas e numerosos degraus. Para evitar a complicação desta travessia com malas em excesso, arrume sua bagagem de maneira inteligente e procure não levar mais do que o necessário.

Foto: Crowdyke/Flickr

ROUBADAS

Roupas no Vaticano

Antes de ser um lugar turístico, o Vaticano é a sede da Igreja Católica. É por isto que as mulheres que visitam o lugar precisam cobrir ombros e pernas e evitar roupas “reveladoras”. Caso contrário, elas podem ser impedidas de entrar no pequeno território.

Foto: Denis Jarvis/Flickr

ROUBADAS

Tours guiados

Em cidades com diversas atrações, a tentação de pegar um tour guiado aparece. Mas lugares como Veneza, Florença, Roma ou Verona merecem ser visitados ao seu próprio ritmo, aproveitando transporte público e caminhadas que permitem conhecer o lugar de um jeito ainda mais especial.

Foto: Simone Ramella/Flickr

ROUBADAS

Fábricas e ateliês turísticos

A Itália tem belos produtos artesanais de todo o tipo que encantam os turistas. Mas não caia na cilada de comprar em fábricas e ateliês quando for levado por guias turísticos para “conhecer como os produtos são feitos”. Estes lugares costumam cobrar preços mais caros, oferecendo uma comissão aos guias que levam os turistas.

Foto: Gilad Rom/Flickr

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Sassi di Mattera

No sul do país, a região de Basilicata esconde um tesouro imperdível conhecido como a Sassi di Mattera. Estas cavernas pré-históricas talhadas em blocos de calcário foram preservadas e completadas ao longo de 2 mil anos com pinturas religiosas e outros detalhes que merecem ser explorados.

Foto: Paola Sucato/Flickr

PASSEIOS

Casa de Julieta

Situada na cidade de Verona, a Casa da Julieta é uma das atrações mais encantadoras da Itália. A casa medieval onde viveu a mulher que inspirou Shakespeare em sua obra Romeu e Julieta se transformou em verdadeiro símbolo do amor, com cartas românticas, poesias, além de pontos que figuram na peça do autor inglês.

Foto: Jiuguang Guang/Flickr

PASSEIOS

Pompeia

A 20 km de Nápoles, Pompeia se manteve oculta por mais de 1.600 anos após uma erupção do vulcão Vesúvio que cobriu o local de lava matando seus habitantes em 79 d.C. Preservados de maneira perfeita, teatros, templos, banhos termais e casas foram descobertos em 1749, fazendo de Pompeia um dos mais incríveis sítios arqueológicos do mundo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Costa Amalfitana

Trecho de cerca de 50 km do litoral italiano ao longo da península de Sorrento, a Costa Amalfitana é um dos lugares mais belos do litoral do país. Pontuada por belos vilarejos como Positano e Ravello, a Costa Amalfitana tem estradas que serpenteiam entre colinas e penhascos que se encontram com o Mediterrâneo.

Foto: Doriana dil Sarto/Flickr

PASSEIOS

Isola dei Conigli

Ao sul da ilha de Lampedusa, a pequena ilhota conhecida como Isola dei Conigli cria um lindo visual com seus penhascos rodeados de águas turquesa. Facilmente acessível, a ilhota é ideal para caminhadas e ganha um charme especial durante o pôr do sol.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Ilha de Capri

Pequena ilha da baía de Nápoles, Capri se destaca por suas lindas paisagens e seus penhascos pontuados com vilas, hotéis e restaurantes ideais para se deliciar com a gastronomia local. Desde o ponto mais alto da ilha, a vista sobre o Mediterrâneo e o vulcão Vesúvio encanta os visitantes num ambiente romântico.

Foto: S.Mark/stock.xchng

PASSEIOS

Compras em Milão

Capital da moda italiana e mundial, Milão é uma cidade feita para amantes de compras, principalmente no que diz respeito a marcas e acessórios de luxo. A Via Montenapoleone, Via della Spiga, Via Sant’Andrea e Via Manzoni são apenas algumas das ruas famosas por suas lojas de marcas como Gucci, Versace, Prada e Moschino.

Foto: Matthias Rombherg/Flickr

PASSEIOS

Centro histórico de Siena

Menor e menos conhecida do que sua vizinha Florença, situada a 70 km de distância, a cidade de Siena tem um centro histórico medieval inscrito no Patrimônio Mundial da UNESCO. Rodeado por 7 km de muralhas, o centro de Siena tem belas construções intactas de uma arquitetura que influenciou o resto da Europa em sua época e tem na Piazza del Campo seu principal cartão-postal.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Vaticano

Enclave murado dentro de Roma, o Vaticano é o menor país do mundo, com apenas 0,44 km² e 800 habitantes. A praça de São Pedro, onde o Papa abençoa os fiéis, a imponente Basílica de São Pedro, os museus e a Capela Sistina, com seu famoso teto pintado por Michelangelo, fazem parte das atrações turísticas do Vaticano.

Foto: Lelê Breveglieri/Flickr

PASSEIOS

Basílica de São Marcos

Obra-prima com cinco cúpulas e impressionantes mosaicos e paredes, arcas, colunas e solos com muitos detalhes dourados, a Basílica de São Marcos é um magnífico exemplo da arquitetura de Veneza. A beleza da construção faz dela um dos principais cartões-postais da encantadora cidade italiana.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Forum Romano

Centro social, comercial e político de Roma por mais de 1.200 anos, o Forum Romano é hoje um impressionante vestígio do império do país. Muitos dos turistas de passagem pela capital italiana se encantam com estas ruínas de templos, edifícios de governos e colunas que mostram a grandiosidade do império há cerca de 2 mil anos.

Foto: Edwin Lee/Flickr

PASSEIOS

Grotta Azzurra

No sul da ilha de Capri, a Grotta Azzurra (Gruta Azul) é uma magnífica caverna de 60 metros de comprimento e 25 de largura. A entrada é feita de bote por uma fenda estreita, e ao chegar dentro da gruta, a luz do sol combinada com a coloração da água cria uma iluminação de um azul quase surreal.

Foto: S.J Pinkney/Flickr

PASSEIOS

Grande Canal

A charmosa Veneza tem mais de 170 rios e canais que viraram símbolos da cidade. Mas nenhum deles é tão emblemático quanto o Grande Canal, maior e mais importante via de tráfego que passa por pontos famosos como a Ponte Rialto e a Piazza São Marcos.

Foto: Neil Willsey/Flickr

PASSEIOS

Santa Maria dela Grazie

Vista de fora, a igreja e convento de Santa Maria della Grazie de Milão é uma bela estrutura do século 15, mas poderia ser só mais uma construção histórica das muitas que existem na Itália. No entanto, é em seu interior que reside o destaque que faz dela um dos principais pontos turísticos da cidade: no refeitório do convento, o mural da Última Ceia é uma das obras mais conhecidas e impactantes do grande Leonardo da Vinci.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Duomo de Florença

Mais conhecida como Duomo de Florença, a Basílica di Santa Maria del Fiore é facilmente reconhecível por sua cúpula imponente e sua torre do campanário. Situado na Piazza del Duomo, o complexo arquitetônico gótico faz parte do Patrimônio da UNESCO que constitui um belo cartão-postal da cidade.

Foto: Glen Bowman/Flickr

PASSEIOS

Fontana di Trevi

Mítico cartão-postal de Roma, a Fontana di Trevi atrai numerosos turistas que seguem uma inevitável tradição: quem joga uma moeda nesta fonte barroca com estátuas de mármore, dizem, voltará algum dia à capital italiana. O tamanho imponente e a maravilhosa arquitetura fazem desta fonte, terminada em 1762, uma atração imperdível numa visita a Roma.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Basílica de São Francisco de Assis

Erguida no século 14 no centro da Itália, a Basílica de São Francisco de Assis tem frescos pintados pelos maiores artistas da época. As duas igrejas situadas no topo de uma colina, além da cripta com o corpo intacto de São Francisco de Assis, atraem peregrinos do mundo inteiro.

Foto: Bob Hall/Flickr

PASSEIOS

Vesúvio

Situado a 9 km do centro de Nápoles, o Vesúvio é um dos mais belos vulcões da Europa. Além de criar um magnífico pano de fundo para a cidade do sul da Itália, o vulcão oferece um grande espaço para trilhas e caminhadas que levam à sua cratera, com uma impressionante vista panorâmica sobre a baía de Nápoles.

Foto: Navnetmitt/Flickr

PASSEIOS

Cala Luna

Ao sul de Cala Gonone, a pequena praia de Cala Luna é um cenário perfeito para curtir os dias de sol no verão europeu. A praia tem areias brancas rodeadas por grandes penhascos frente às águas turquesa do Mediterrâneo.

Foto: Vasile Cotovanu/Flickr

PASSEIOS

Trufas brancas no Piemonte

As trufas brancas são uma das iguarias mais caras do planeta e são encontradas quase que exclusivamente em certas regiões da Toscana e do Piemonte, próximas a Milão e Turim. A temporada de trufas brancas vai de outubro até dezembro e, em novembro, acontece a Feira Internacional da Trufa Branca na cidade de Alba, em que as iguarias são avaliadas pela comissão de controle de qualidade e vendidas para os clientes. Durante a temporada de trufas brancas, é possível provar receitas deliciosas preparadas com este ingrediente único nos restaurantes da região.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Lago de Como

A apenas 50 km de Milão, perto da fronteira entre a Itália e a Suíça, o Lago de Como é uma excelente opção para relaxar e se divertir, especialmente nos dias ensolarados da Itália. Após um dia curtindo a natureza no terceiro maior lago do país, o charmoso vilarejo de Como oferece um lindo centro histórico com restaurantes sofisticados e lojas de designers locais.

Foto: Sebastiano Rametta/Flickr

PASSEIOS

Rota do Chianti

A Itália disputa com a França o título de principal produtora de vinhos do mundo. A região da Toscana produz o Chianti, um dos vinhos tintos italianos mais reputados internacionalmente. Por isso, nada melhor do que percorrer os caminhos da Toscana, acompanhando seus pratos deliciosos com o vinho local em vinhedos, adegas e restaurantes.

Foto: Sunshine City/Flickr

PASSEIOS

Cavernas de Frasassi

As cavernas de Frasassi formam um impressionante complexo de grutas cársticas na região de Ancona, centro da Itália. Localizadas a 7 km da cidade de Genga, as cavernas contam com numerosos corredores e salas com grandes formações geológicas ao longo de 30 km.

Foto: Ben Francis/Flickr

PASSEIOS

Trulli de Alberobello

Os “trulli” encontrados no vilarejo de Alberobello são pequenas casas de teto cônico construídas em pedra seca, usando uma técnica antiga encontrada na região, situadas no sul da Itália. Graças a estas construções, erguidas especialmente no século 19, Alberobello faz parte do Patrimônio Mundial da UNESCO.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Pizza em Nápoles

Com uma atmosfera diferente da do resto do país, numa cidade agitada e caótica, mas sempre encantadora, Nápoles orgulha-se de ter as melhores pizzas de Itália. As pizzas locais usam uma série de regras técnicas levadas muito a sério e usam ingredientes únicos, que vão ao forno à lenha para criar uma experiência absolutamente deliciosa em estabelecimentos míticos como Street-Za e Pizzeria di Matteo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Taormina

O pequeno vilarejo de Taormina é o destino indicado para passar férias inesquecíveis curtindo o sol na ilha da Sicília. Erguida sobre uma pequena colina com vista para o mar, Taormina tem acesso a belas praias, ruínas antigas e uma deliciosa gastronomia.

Foto: Wilson Wong/Flickr

PASSEIOS

San Gimignano

A 56 km de Florença, San Gimignano é um preservado vilarejo medieval conhecido por suas mais de 70 torres. Tombado como Patrimônio da UNESCO, San Gimignano tem numerosos monumentos com uma arquitetura que leva os turistas a uma verdadeira viagem no tempo.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Cala Mariolu

Situada perto da cidade de Baunei, na costa da Sardenha, Cala Mariolu é uma das praias mais bonitas do Mediterrâneo. As águas azuis e muito calmas são cercadas de areias brancas e grandes falésias também brancas, que atraem turistas locais e estrangeiros durante o verão.

Foto: Roberto Cossu/Flickr

PASSEIOS

Queijos e presuntos de Parma

Situada no norte da Itália, a cidade de Parma é mundialmente conhecida pelos seus queijos e seu “prosciutto” (presunto cru). A qualidade do famoso queijo Parmegiano-Reggiano e do prosciutto de Parma, que podem ser degustados em fábricas e restaurantes locais, fazem da cidade um ponto de passagem imperativo num roteiro gastronômico pelo país.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

San Siro/Giuseppe Meazza

Além de ser um palco mítico do futebol mundial, o principal estádio da cidade de Milão é também fruto de uma grande curiosidade, já que os dois times locais e arquirrivais, Inter de Milão e Milan, dividem o estádio, que leva nomes diferentes, de acordo com quem está usando o estádio: Giuseppe Meazza (o nome oficial), quando o mando é da Inter, e San Siro, quando o Milan é o mandante. Para quem não viaja em datas de jogos, o estádio oferece uma visita guiada para os turistas.

Foto: Irene Grassi/Flickr

PASSEIOS

Gelatos

Não há como voltar da Itália sem uns quilinhos a mais. A grande culpada é a gastronomia italiana, com suas pizzas, massas, queijos e, claro, seus maravilhosos “gelatos” (sorvetes). De norte a sul do país, é possível encontrar sorveterias artesanais com gelatos em sabores variados, numa ótima opção para se refrescar nos dias de sol. Em Roma, perto da Fontana di Trevi, a gelateria San Crispino é uma dos numerosos lugares com excelentes sorvetes.

Foto: Flavio/Flickr

PASSEIOS

Bicicleta na Toscana

A bicicleta é uma maneira perfeita de conhecer as paisagens bucólicas da Itália. E um dos melhores lugares para percorrer de bike é a região da Toscana, que tem caminhos rurais onde você pode pedalar tranquilamente entre vilarejos medievais, passando por montanhas, fazendas, plantações de oliva e vinhedos e parando para degustar delicias da gastronomia italiana.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Davi de Michelangelo

Importante museu de Florença, a Galeria da Academia de Belas Artes abriga uma das obras mais famosas da história da humanidade. O Davi de Michelangelo é uma estátua de 5,17 metros talhada em mármore, com uma perfeição que atrai turistas do mundo inteiro.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

 

Situada frente à ópera de San Carlo, a Galeria Humberto I é um ponto comercial construído no final do século 19 na cidade de Nápoles. Hoje, além de encantar os turistas com uma magnífica arquitetura, a galeria oferece diferentes opções de lojas e restaurantes.

Foto: Getty Images

ROUBADAS

Restaurantes turísticos

Num país com uma gastronomia tão maravilhosa quanto a italiana, é uma grande roubada comer em restaurantes situados nos pontos mais turísticos de grandes cidades, pagando um valor excessivamente caro por uma refeição que não está à altura. Pesquise, coma como os locais e fuja ao máximo de armadilhas para turistas.

Foto: gnuckx/Flickr

ROUBADAS

Gladiadores do Coliseu

Ao redor do Coliseu, numerosos “gladiadores” se aproximam simpaticamente dos turistas, esperando alguém que aceite tirar uma foto com eles. A surpresa (e o momento desagradável) vem depois, quando eles querem cobrar alguns euros pela foto. Previna-se, agradeça gentilmente e não tire fotos com os “gladiadores”.

Foto: Emilio Labrador/Flickr

ROUBADAS

Malas em Veneza

Para chegar até seu hotel em Veneza, você pode ter de passar por barcos apertados junto a outros turistas, pontes estreitas, passarelas finas e numerosos degraus. Para evitar a complicação desta travessia com malas em excesso, arrume sua bagagem de maneira inteligente e procure não levar mais do que o necessário.

Foto: Crowdyke/Flickr

ROUBADAS

Roupas no Vaticano

Antes de ser um lugar turístico, o Vaticano é a sede da Igreja Católica. É por isto que as mulheres que visitam o lugar precisam cobrir ombros e pernas e evitar roupas “reveladoras”. Caso contrário, elas podem ser impedidas de entrar no pequeno território.

Foto: Denis Jarvis/Flickr

ROUBADAS

Tours guiados

Em cidades com diversas atrações, a tentação de pegar um tour guiado aparece. Mas lugares como Veneza, Florença, Roma ou Verona merecem ser visitados ao seu próprio ritmo, aproveitando transporte público e caminhadas que permitem conhecer o lugar de um jeito ainda mais especial.

Foto: Simone Ramella/Flickr

ROUBADAS

Fábricas e ateliês turísticos

A Itália tem belos produtos artesanais de todo o tipo que encantam os turistas. Mas não caia na cilada de comprar em fábricas e ateliês quando for levado por guias turísticos para “conhecer como os produtos são feitos”. Estes lugares costumam cobrar preços mais caros, oferecendo uma comissão aos guias que levam os turistas.

Foto: Gilad Rom/Flickr

ROUBADAS

ZLT

Se alugar um carro para dirigir em grandes cidades como Florença e Roma, fique de olho na existência da ZLT (Zona a Traffico Limitato). A ZLT é uma área no centro da cidade onde o tráfico está limitado a moradores e transporte público e, ao entrar por engano, você pode acabar pagando uma multa.

Foto: Simone Ramella/Flickr

 

PASSEIOS

Vale dos Templos

Situado na cidade de Agrigento, no litoral sul da ilha da Sicília, o sítio arqueológico do Vale dos Templos é um impressionante vestígio da arquitetura grega. O local abriga restos bem conservados de nove templos, além de santuários, catacumbas e construções romanas construídas posteriormente.

Foto: Leandro Neumann Ciuffo/Flickr

PASSEIOS

Mole Antoniellana

Principal símbolo de Turim, a Mole Antoniellana domina o panorama da cidade com sua cúpula imponente coroada por uma longa agulha. Construída originalmente para abrigar uma sinagoga, a estrutura de 167 metros e altura terminou sendo dedicada ao Rei Vítor Emanuel.

Foto: Roberto Ferrari/Flickr

PASSEIOS

Cinque Terra

Banhada pelas águas do Mediterrâneo, a região de Cinque Terre é formada pelos vilarejos de Monterosso, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore, no litoral norte da Itália. A beleza destes vilarejos medievais situados sobre falésias à beira do mar se combina de maneira perfeita com as paisagens, criando um cenário único.

Foto: Guente M. Kirchweger/Flickr

PASSEIOS

Galleria degli Uffizi

Palácio construído no século 16, a Galleria degli Uffizi (Galeria dos Ofícios, em português), é uma das muitas belezas da cidade de Florença. Atualmente, a construção abriga o Museu dos Ofícios, um dos mais completos do planeta, com obras de grandes mestres italianos e europeus.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Coliseu

O Coliseu é um verdadeiro símbolo de Roma, representando a riqueza histórica e cultural da cidade em seu mais famoso cartão-postal. Quando foi terminado, cerca do ano 60 d.C. , o Coliseu de Roma tinha capacidade para até 50 mil espectadores, que assistiam peças baseadas em mitologia, encenações de batalhas e lutas sangrentas entre gladiadores.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Catedral de Milão

Impressionante edifício construído ao longo de mais de 600 anos, a Catedral de Milão é um dos maiores edifícios religiosos do planeta. A arquitetura gótica do “Duomo”, como é conhecida a Catedral em Milão, fascina os turistas que visitam a cidade no norte da Itália.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Sassi di Mattera

No sul do país, a região de Basilicata esconde um tesouro imperdível conhecido como a Sassi di Mattera. Estas cavernas pré-históricas talhadas em blocos de calcário foram preservadas e completadas ao longo de 2 mil anos com pinturas religiosas e outros detalhes que merecem ser explorados.

Foto: Paola Sucato/Flickr

PASSEIOS

Casa de Julieta

Situada na cidade de Verona, a Casa da Julieta é uma das atrações mais encantadoras da Itália. A casa medieval onde viveu a mulher que inspirou Shakespeare em sua obra Romeu e Julieta se transformou em verdadeiro símbolo do amor, com cartas românticas, poesias, além de pontos que figuram na peça do autor inglês.

Foto: Jiuguang Guang/Flickr

PASSEIOS

Pompeia

A 20 km de Nápoles, Pompeia se manteve oculta por mais de 1.600 anos após uma erupção do vulcão Vesúvio que cobriu o local de lava matando seus habitantes em 79 d.C. Preservados de maneira perfeita, teatros, templos, banhos termais e casas foram descobertos em 1749, fazendo de Pompeia um dos mais incríveis sítios arqueológicos do mundo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Costa Amalfitana

Trecho de cerca de 50 km do litoral italiano ao longo da península de Sorrento, a Costa Amalfitana é um dos lugares mais belos do litoral do país. Pontuada por belos vilarejos como Positano e Ravello, a Costa Amalfitana tem estradas que serpenteiam entre colinas e penhascos que se encontram com o Mediterrâneo.

Foto: Doriana dil Sarto/Flickr

PASSEIOS

Isola dei Conigli

Ao sul da ilha de Lampedusa, a pequena ilhota conhecida como Isola dei Conigli cria um lindo visual com seus penhascos rodeados de águas turquesa. Facilmente acessível, a ilhota é ideal para caminhadas e ganha um charme especial durante o pôr do sol.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Ilha de Capri

Pequena ilha da baía de Nápoles, Capri se destaca por suas lindas paisagens e seus penhascos pontuados com vilas, hotéis e restaurantes ideais para se deliciar com a gastronomia local. Desde o ponto mais alto da ilha, a vista sobre o Mediterrâneo e o vulcão Vesúvio encanta os visitantes num ambiente romântico.

Foto: S.Mark/stock.xchng

PASSEIOS

Compras em Milão

Capital da moda italiana e mundial, Milão é uma cidade feita para amantes de compras, principalmente no que diz respeito a marcas e acessórios de luxo. A Via Montenapoleone, Via della Spiga, Via Sant’Andrea e Via Manzoni são apenas algumas das ruas famosas por suas lojas de marcas como Gucci, Versace, Prada e Moschino.

Foto: Matthias Rombherg/Flickr

PASSEIOS

Centro histórico de Siena

Menor e menos conhecida do que sua vizinha Florença, situada a 70 km de distância, a cidade de Siena tem um centro histórico medieval inscrito no Patrimônio Mundial da UNESCO. Rodeado por 7 km de muralhas, o centro de Siena tem belas construções intactas de uma arquitetura que influenciou o resto da Europa em sua época e tem na Piazza del Campo seu principal cartão-postal.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Vaticano

Enclave murado dentro de Roma, o Vaticano é o menor país do mundo, com apenas 0,44 km² e 800 habitantes. A praça de São Pedro, onde o Papa abençoa os fiéis, a imponente Basílica de São Pedro, os museus e a Capela Sistina, com seu famoso teto pintado por Michelangelo, fazem parte das atrações turísticas do Vaticano.

Foto: Lelê Breveglieri/Flickr

PASSEIOS

Basílica de São Marcos

Obra-prima com cinco cúpulas e impressionantes mosaicos e paredes, arcas, colunas e solos com muitos detalhes dourados, a Basílica de São Marcos é um magnífico exemplo da arquitetura de Veneza. A beleza da construção faz dela um dos principais cartões-postais da encantadora cidade italiana.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Forum Romano

Centro social, comercial e político de Roma por mais de 1.200 anos, o Forum Romano é hoje um impressionante vestígio do império do país. Muitos dos turistas de passagem pela capital italiana se encantam com estas ruínas de templos, edifícios de governos e colunas que mostram a grandiosidade do império há cerca de 2 mil anos.

Foto: Edwin Lee/Flickr

PASSEIOS

Grotta Azzurra

No sul da ilha de Capri, a Grotta Azzurra (Gruta Azul) é uma magnífica caverna de 60 metros de comprimento e 25 de largura. A entrada é feita de bote por uma fenda estreita, e ao chegar dentro da gruta, a luz do sol combinada com a coloração da água cria uma iluminação de um azul quase surreal.

Foto: S.J Pinkney/Flickr

PASSEIOS

Grande Canal

A charmosa Veneza tem mais de 170 rios e canais que viraram símbolos da cidade. Mas nenhum deles é tão emblemático quanto o Grande Canal, maior e mais importante via de tráfego que passa por pontos famosos como a Ponte Rialto e a Piazza São Marcos.

Foto: Neil Willsey/Flickr

PASSEIOS

Santa Maria dela Grazie

Vista de fora, a igreja e convento de Santa Maria della Grazie de Milão é uma bela estrutura do século 15, mas poderia ser só mais uma construção histórica das muitas que existem na Itália. No entanto, é em seu interior que reside o destaque que faz dela um dos principais pontos turísticos da cidade: no refeitório do convento, o mural da Última Ceia é uma das obras mais conhecidas e impactantes do grande Leonardo da Vinci.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Duomo de Florença

Mais conhecida como Duomo de Florença, a Basílica di Santa Maria del Fiore é facilmente reconhecível por sua cúpula imponente e sua torre do campanário. Situado na Piazza del Duomo, o complexo arquitetônico gótico faz parte do Patrimônio da UNESCO que constitui um belo cartão-postal da cidade.

Foto: Glen Bowman/Flickr

PASSEIOS

Fontana di Trevi

Mítico cartão-postal de Roma, a Fontana di Trevi atrai numerosos turistas que seguem uma inevitável tradição: quem joga uma moeda nesta fonte barroca com estátuas de mármore, dizem, voltará algum dia à capital italiana. O tamanho imponente e a maravilhosa arquitetura fazem desta fonte, terminada em 1762, uma atração imperdível numa visita a Roma.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Basílica de São Francisco de Assis

Erguida no século 14 no centro da Itália, a Basílica de São Francisco de Assis tem frescos pintados pelos maiores artistas da época. As duas igrejas situadas no topo de uma colina, além da cripta com o corpo intacto de São Francisco de Assis, atraem peregrinos do mundo inteiro.

Foto: Bob Hall/Flickr

PASSEIOS

Vesúvio

Situado a 9 km do centro de Nápoles, o Vesúvio é um dos mais belos vulcões da Europa. Além de criar um magnífico pano de fundo para a cidade do sul da Itália, o vulcão oferece um grande espaço para trilhas e caminhadas que levam à sua cratera, com uma impressionante vista panorâmica sobre a baía de Nápoles.

Foto: Navnetmitt/Flickr

PASSEIOS

Cala Luna

Ao sul de Cala Gonone, a pequena praia de Cala Luna é um cenário perfeito para curtir os dias de sol no verão europeu. A praia tem areias brancas rodeadas por grandes penhascos frente às águas turquesa do Mediterrâneo.

Foto: Vasile Cotovanu/Flickr

PASSEIOS

Trufas brancas no Piemonte

As trufas brancas são uma das iguarias mais caras do planeta e são encontradas quase que exclusivamente em certas regiões da Toscana e do Piemonte, próximas a Milão e Turim. A temporada de trufas brancas vai de outubro até dezembro e, em novembro, acontece a Feira Internacional da Trufa Branca na cidade de Alba, em que as iguarias são avaliadas pela comissão de controle de qualidade e vendidas para os clientes. Durante a temporada de trufas brancas, é possível provar receitas deliciosas preparadas com este ingrediente único nos restaurantes da região.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Lago de Como

A apenas 50 km de Milão, perto da fronteira entre a Itália e a Suíça, o Lago de Como é uma excelente opção para relaxar e se divertir, especialmente nos dias ensolarados da Itália. Após um dia curtindo a natureza no terceiro maior lago do país, o charmoso vilarejo de Como oferece um lindo centro histórico com restaurantes sofisticados e lojas de designers locais.

Foto: Sebastiano Rametta/Flickr

PASSEIOS

Rota do Chianti

A Itália disputa com a França o título de principal produtora de vinhos do mundo. A região da Toscana produz o Chianti, um dos vinhos tintos italianos mais reputados internacionalmente. Por isso, nada melhor do que percorrer os caminhos da Toscana, acompanhando seus pratos deliciosos com o vinho local em vinhedos, adegas e restaurantes.

Foto: Sunshine City/Flickr

PASSEIOS

Cavernas de Frasassi

As cavernas de Frasassi formam um impressionante complexo de grutas cársticas na região de Ancona, centro da Itália. Localizadas a 7 km da cidade de Genga, as cavernas contam com numerosos corredores e salas com grandes formações geológicas ao longo de 30 km.

Foto: Ben Francis/Flickr

PASSEIOS

Trulli de Alberobello

Os “trulli” encontrados no vilarejo de Alberobello são pequenas casas de teto cônico construídas em pedra seca, usando uma técnica antiga encontrada na região, situadas no sul da Itália. Graças a estas construções, erguidas especialmente no século 19, Alberobello faz parte do Patrimônio Mundial da UNESCO.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

Pizza em Nápoles

Com uma atmosfera diferente da do resto do país, numa cidade agitada e caótica, mas sempre encantadora, Nápoles orgulha-se de ter as melhores pizzas de Itália. As pizzas locais usam uma série de regras técnicas levadas muito a sério e usam ingredientes únicos, que vão ao forno à lenha para criar uma experiência absolutamente deliciosa em estabelecimentos míticos como Street-Za e Pizzeria di Matteo.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Taormina

O pequeno vilarejo de Taormina é o destino indicado para passar férias inesquecíveis curtindo o sol na ilha da Sicília. Erguida sobre uma pequena colina com vista para o mar, Taormina tem acesso a belas praias, ruínas antigas e uma deliciosa gastronomia.

Foto: Wilson Wong/Flickr

PASSEIOS

San Gimignano

A 56 km de Florença, San Gimignano é um preservado vilarejo medieval conhecido por suas mais de 70 torres. Tombado como Patrimônio da UNESCO, San Gimignano tem numerosos monumentos com uma arquitetura que leva os turistas a uma verdadeira viagem no tempo.

Foto: Chris Wee/Flickr

PASSEIOS

Cala Mariolu

Situada perto da cidade de Baunei, na costa da Sardenha, Cala Mariolu é uma das praias mais bonitas do Mediterrâneo. As águas azuis e muito calmas são cercadas de areias brancas e grandes falésias também brancas, que atraem turistas locais e estrangeiros durante o verão.

Foto: Roberto Cossu/Flickr

PASSEIOS

Queijos e presuntos de Parma

Situada no norte da Itália, a cidade de Parma é mundialmente conhecida pelos seus queijos e seu “prosciutto” (presunto cru). A qualidade do famoso queijo Parmegiano-Reggiano e do prosciutto de Parma, que podem ser degustados em fábricas e restaurantes locais, fazem da cidade um ponto de passagem imperativo num roteiro gastronômico pelo país.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

San Siro/Giuseppe Meazza

Além de ser um palco mítico do futebol mundial, o principal estádio da cidade de Milão é também fruto de uma grande curiosidade, já que os dois times locais e arquirrivais, Inter de Milão e Milan, dividem o estádio, que leva nomes diferentes, de acordo com quem está usando o estádio: Giuseppe Meazza (o nome oficial), quando o mando é da Inter, e San Siro, quando o Milan é o mandante. Para quem não viaja em datas de jogos, o estádio oferece uma visita guiada para os turistas.

Foto: Irene Grassi/Flickr

PASSEIOS

Gelatos

Não há como voltar da Itália sem uns quilinhos a mais. A grande culpada é a gastronomia italiana, com suas pizzas, massas, queijos e, claro, seus maravilhosos “gelatos” (sorvetes). De norte a sul do país, é possível encontrar sorveterias artesanais com gelatos em sabores variados, numa ótima opção para se refrescar nos dias de sol. Em Roma, perto da Fontana di Trevi, a gelateria San Crispino é uma dos numerosos lugares com excelentes sorvetes.

Foto: Flavio/Flickr

PASSEIOS

Bicicleta na Toscana

A bicicleta é uma maneira perfeita de conhecer as paisagens bucólicas da Itália. E um dos melhores lugares para percorrer de bike é a região da Toscana, que tem caminhos rurais onde você pode pedalar tranquilamente entre vilarejos medievais, passando por montanhas, fazendas, plantações de oliva e vinhedos e parando para degustar delicias da gastronomia italiana.

Foto: Getty Images

PASSEIOS

Davi de Michelangelo

Importante museu de Florença, a Galeria da Academia de Belas Artes abriga uma das obras mais famosas da história da humanidade. O Davi de Michelangelo é uma estátua de 5,17 metros talhada em mármore, com uma perfeição que atrai turistas do mundo inteiro.

Foto: Wikicommons

PASSEIOS

 Situada frente à ópera de San Carlo, a Galeria Humberto I é um ponto comercial construído no final do século 19 na cidade de Nápoles. Hoje, além de encantar os turistas com uma magnífica arquitetura, a galeria oferece diferentes opções de lojas e restaurantes.

Foto: Getty Images

ROUBADAS

Restaurantes turísticos

Num país com uma gastronomia tão maravilhosa quanto a italiana, é uma grande roubada comer em restaurantes situados nos pontos mais turísticos de grandes cidades, pagando um valor excessivamente caro por uma refeição que não está à altura. Pesquise, coma como os locais e fuja ao máximo de armadilhas para turistas.

Foto: gnuckx/Flickr

ROUBADAS

Gladiadores do Coliseu

Ao redor do Coliseu, numerosos “gladiadores” se aproximam simpaticamente dos turistas, esperando alguém que aceite tirar uma foto com eles. A surpresa (e o momento desagradável) vem depois, quando eles querem cobrar alguns euros pela foto. Previna-se, agradeça gentilmente e não tire fotos com os “gladiadores”.

Foto: Emilio Labrador/Flickr

ROUBADAS

Malas em Veneza

Para chegar até seu hotel em Veneza, você pode ter de passar por barcos apertados junto a outros turistas, pontes estreitas, passarelas finas e numerosos degraus. Para evitar a complicação desta travessia com malas em excesso, arrume sua bagagem de maneira inteligente e procure não levar mais do que o necessário.

Foto: Crowdyke/Flickr

ROUBADAS

Roupas no Vaticano

Antes de ser um lugar turístico, o Vaticano é a sede da Igreja Católica. É por isto que as mulheres que visitam o lugar precisam cobrir ombros e pernas e evitar roupas “reveladoras”. Caso contrário, elas podem ser impedidas de entrar no pequeno território.

Foto: Denis Jarvis/Flickr

ROUBADAS

Tours guiados

Em cidades com diversas atrações, a tentação de pegar um tour guiado aparece. Mas lugares como Veneza, Florença, Roma ou Verona merecem ser visitados ao seu próprio ritmo, aproveitando transporte público e caminhadas que permitem conhecer o lugar de um jeito ainda mais especial.

Foto: Simone Ramella/Flickr

ROUBADAS

Fábricas e ateliês turísticos

A Itália tem belos produtos artesanais de todo o tipo que encantam os turistas. Mas não caia na cilada de comprar em fábricas e ateliês quando for levado por guias turísticos para “conhecer como os produtos são feitos”. Estes lugares costumam cobrar preços mais caros, oferecendo uma comissão aos guias que levam os turistas.

Foto: Gilad Rom/Flickr

ROUBADAS

ZLT

Se alugar um carro para dirigir em grandes cidades como Florença e Roma, fique de olho na existência da ZLT (Zona a Traffico Limitato). A ZLT é uma área no centro da cidade onde o tráfico está limitado a moradores e transporte público e, ao entrar por engano, você pode acabar pagando uma multa.

Foto: Simone Ramella/Flickr

ROUBADAS

Produtos falsificados

Terra das grifes e do design, a Itália convida seus turistas a voltarem com numerosas sacolas de compras. Mas tome cuidado com aproveitadores que se aproximam na rua oferecendo “ótimas oportunidades” de comprar produtos de grife a preços baixos: pode se tratar-se, simplesmente, de produtos falsificados.

Foto: Bob Doran/Flickr

ROUBADAS

Torre de Pisa

Indicar a Torre de Pisa, um dos cartões-postais mais famosos da Itália, como uma roubada pode ser polêmico. Mas a verdade é que a torre inclinada não vale o desvio até a cidade de Pisa, apenas para tirar a famosa foto “encostando” no monumento.

Foto: Martin Aka Maha/Flickr

 

 

 

 

 

Leave a comment

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>