13 abr, 2017
Renan Filho assina abertura de licitação para construção do hospital de Porto Calvo

8df6a1cb-d03e-4952-92f8-fd07e3973c92O governador Renan Filho assinou, na manhã desta quarta-feira (12), a autorização para abertura do processo licitatório destinado à construção do Hospital Regional de Porto Calvo.

TNM/Por Agência Alagoas

O equipamento de saúde vai beneficiar a população de oito municípios da região Norte de Alagoas, além da cidade-sede.

A solenidade de assinatura foi realizada em frente à Prefeitura municipal, no Centro da cidade, e fez parte da programação festiva pela passagem dos 381 anos de aniversário de Porto Calvo, um dos primeiros núcleos de povoação de Alagoas.

“Em 1817, Alagoas alcançou sua emancipação política com decisiva participação de Porto Calvo, terra do herói Calabar e de Zumbi dos Palmares”, destacou o senador Renan Calheiros, que prestigiou a solenidade.

Antes da assinatura, o governador, ao lado do prefeito de Porto Calvo, David Pedrosa, e do senador Renan Calheiros, visitou obras de pavimentação executadas pelo município.

A comitiva seguiu para o Centro da cidade, onde o governador assinou a autorização para abertura do processo licitatório, que será publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) de segunda-feira (13).

Durante a solenidade, o diretor-presidente do Instituto do Meio Ambiente de Alagoas (IMA/AL), Gustavo Lopes, fez a entrega da licença ambiental para a instalação da unidade hospitalar ao prefeito de Porto Calvo.

O governador Renan Filho informou que a construção do Hospital Regional vai empregar a mão de obra de 500 operários da região e, quando ele estiver pronto, vai gerar 700 empregos especializados.

“O Hospital de Porto Calvo é um dos investimentos em saúde mais importantes para a melhoria da qualidade de vida do povo da região Norte de Alagoas. E não será um hospitalzinho, será um grande hospital, de primeiro mundo, com tecnologia de ponta”, prometeu o governador Renan Filho.

A unidade hospitalar será referência para os casos de urgência e emergência, atendimentos clínicos e materno-infantil para os pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). Quando as obras tiverem início, serão concluídas em 18 meses, informou o secretário de Estado da Saúde, Christian Teixeira. “As obras em Alagoas agora têm começo, meio e conclusão”, enfatizou o secretário de Saúde.

O hospital vai beneficiar a população dos municípios de São Luiz do Quitunde, Jacuípe, Matriz de Camaragibe, Passo de Camaragibe, São Miguel dos Milagres, Japaratinga, Porto de Pedras, Maragogi e Porto Calvo, que integram a 2ª Região de Saúde de Alagoas.

Segundo o prefeito de Porto Calvo, David Pedrosa, com o Hospital Regional, as prefeituras da região Norte vão economizar recursos financeiros, gastos, na atualidade, com a compra de combustível para abastecer as ambulâncias que se deslocam diariamente ao Hospital Geral do Estado (HGE) e a outras unidades de saúde especializadas, em Maceió.

“Muitas vezes, os pacientes não conseguem chegar com vida a Maceió, por causa da distância de 100 km que separa Porto Calvo da capital. Então, essa obra será fundamental para a Região Norte, facilitando o atendimento à população de 16 municípios”, destacou David Pedrosa.

Conforme o projeto, o Hospital Regional de Porto Calvo vai ofertar serviços de média complexidade em seus 110 leitos. Do total, serão 18 para maternidade, 15 de pediatria, 27 para a realização de cirurgias, 30 leitos de clínica médica, 10 para UTI adulto, 7 de UCI neonatal e 3 leitos para enfermaria canguru.

O valor estimado da obra é de R$ 37.964.311,17 para a construção. A unidade será edificada em um terreno de 8.729,63 m², doado pelo município no bairro Mangazala.

Leave a comment

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>