2 jun, 2017
Hospital de Campanha ficará em Marechal e deve iniciar atendimentos no domingo

5ce8c32e-3594-4dbb-954b-d237101ec9adUnidade vai atender vítimas das chuvas e contará com 25 leitos e 60 militares

TNM/Por Vanessa Siqueira

Crédito: IlustraçãoHospital de Campanha do Exército

Militares do Exército devem iniciar ainda hoje (02) a montagem da estrutura do Hospital de Campanha, que será instalado em Marechal Deodoro e vai atender desabrigados e desalojados pelas chuvas na região Metropolitana. A previsão é que a estrutura esteja pronta para atender a população no domingo (04).

O comandante do 59º Batalhão de Infantaria Motorizado (BIMTz), coronel Nilson Rodrigues, disse ao CadaMinuto que a estrutura vem de Recife, capital pernambucana, e começará a ser montada ainda hoje. Ao todo, 60 militares serão empregados no efetivo responsável pela manutenção e atendimento.

“Nosso planejamento era para um efetivo de 46 pessoas, mas após um reconhecimento no local e contato com as secretarias de saúde, o cronograma foi revisto e atualizado. No local teremos militares que irão fazer a segurança da estrutura, médicos e enfermeiros para atender as pessoas”, explicou o coronel.

O Hospital terá 25 leitos e capacidade para fazer internações e terá capacidade para atender cerca de 150 pessoas por dia, nas especialidades de pronto atendimento, triagem, clínica geral, pediatria, infectologia, gastroenterologia, ortopedia e internação. De acordo com o comandante do Exército, as unidades de saúde de Marechal Deodoro, Pilar e Atalaia ficarão responsáveis pelo atendimento inicial das pessoas, como forma de avaliar os casos que requerem mais cuidados. Estes serão encaminhados ao Hospital de Campanha do Exército. A estrutura poderá atender casos que necessitem de internação de até 48 horas, porém os casos avaliados muito graves poderão ser encaminhados para o Hospital Geral do Estado (HGE).

“Nós teremos ambulâncias e uma UTI móvel no Hospital de Campanha para levar pacientes em casos muito graves a Maceió. Toda essa logística só é possível graças ao trabalho conjunto realizado com os municípios, o Governo do Estado e o Exército Brasileiro. O Hospital vai funcionar até que as condições de saúde estejam normalizadas nos municípios atingidos, com recuperação dos postos e unidades de saúde que foram danificadas pelas chuvas e todas as condições de atendimento sejam restabelecidas”, informou.

O Hospital será montado no Polo Industrial de Marechal Deodoro, que fica a 20 quilômetros dos centros das cidades de Marechal Deodoro e Pilar e a 30 km de Atalaia.

O ministro da Integração Nacional, Hélder Barbalho, vai visitar na tarde deste sábado (03) a estrutura do hospital junto com o governador Renan Filho.

Leave a comment

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>