28 nov, 2017
Governo parcela ICMS do comércio alagoano

EMPRESÁRIOS LOCAIS PODERÃO DIVIDIR O PAGAMENTO DO IMPOSTO DO MÊS DE DEZEMBRO EM ATÉ TRÊS VEZES

PUBLICIDADE

O comerciante alagoano terá um importante alívio em suas contas neste fim de ano. Ontem, o governador Renan Filho (PMDB) anunciou que vai autorizar o parcelamento do ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) em três vezes, para ajudar o setor a reequilibrar suas contas.

“Parcelar na bonança é fácil, mas agora, na crise, é difícil. Mas vamos fazer isso para que o pagamento de dezembro seja parcelado”, destacou o governador. “É algo importante porque dá ao comerciante um gás de pagar o imposto e não se descapitalizar para começar o ano com 2/3 do imposto de dezembro no caixa”, acrescentou.

O anúncio foi feito durante reunião com o atacadistas e varejistas do setor de medicamentos. Como destaca sempre que analisa o cenário econômico, o governador lembrou que Alagoas toma essa decisão num momento em que outros estados deixaram de pagar ou anunciaram a protelação do pagamento da folha salarial.

Assim como vários segmentos produtivos, os empresários do setor farmacêutico também foram beneficiados com a redução do imposto, afim de que garantam sobrevivência do setor, mas também beneficiem o consumidor final.

A partir do decreto assinado na tarde de ontem, com as novas condições tributárias o Estado vai aumentar a arrecadação em 33%, enquanto o setor será beneficiado com uma redução de carga de até 20%.

Segundo o presidente do Sindicato do Atacadista de Alagoas, Valdomiro Feitosa, a expectativa é que com a redução do ICMS, Alagoas além de ficar tão competitiva quanto os outros estados, também deverá arrecadar R$ 500 mil por mês. “Com esse gesto de atender ao nosso pleito, o senhor está preservando mil empregos diretos do setor – que conta com 30 atacadistas –, bem como outros 10 mil empregos em toda a cadeia”, revelou Valdomiro.

Leave a comment

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>