15 jan, 2018
Presidência do TJ anuncia novo concurso público para magistrados em Alagoas

Edital deve ser divulgado até meio do ano, segundo desembargador Otávio Praxedes

TNM/Por Thiago Gomes e Jobison Barros   
FOTO: gilberto farias

Autoridades dão posse a 12 novos magistrados de Alagoas

Antes de empossar 12 novos juízes, o presidente do Tribunal de Justiça (TJ) de Alagoas, desembargador Otávio Leão Praxedes, revelou que vai se reunir com a assessoria da Corte para discutir a viabilidade de mais um concurso com oferta de vagas para magistrados. O edital do certame deve ser publicado até o meio do ano, segundo o presidente.

Praxedes justificou um novo processo seletivo para preenchimento de vagas devido à necessidade ser grande em diversas comarcas. Ao todo, como informou, 18 delas ainda precisam de um juiz titular.

Juiz recém-empossado discursa durante solenidade no Tribunal de Justiça de Alagoas

FOTO: Gilberto Farias

Segundo ele, no último concurso passaram 37 candidatos, mas apenas 24 tomaram posse. “É um fato importante na estrutura do Poder Judiciário. Hoje é dia de regozijo, até porque temos a presença de um membro do CNJ [Conselho Nacional de Justiça] conosco. Nesta investidura, estamos contando com o apoio do Executivo em decorrência da questão orçamentária. Passamos por uma crise e tivemos que recorrer ao governador. Este prontamente nos atendeu e elevou o duodécimo do Tribunal, que, mesmo assim, não atende as necessidades por completo”, afirmou o presidente.

Posse dos novos magistrados aconteceu nesta segunda no auditório do TJ

FOTO: jobison barros

Para o governador Renan Filho, a posse dos novos magistrados é um momento de muita felicidade, já que a posse de novos juízes confere uma Justiça mais célere, garantindo mais direitos à população. “Sem dúvidas, os novos juízes vão trabalhar para ofertar uma Justiça mais ágil em Alagoas”, pontuou o governador.
Para Valdetário Monteiro, membro do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o momento é de extrema felicidade para o Judiciário. “O CNJ é um órgão de planejamento e a posse é a certeza desse planejamento e da otimização de recursos. A ministra Carmen Lúcia felicita o presidente do TJ e o governador”, externou Monteiro, afirmando que “a sociedade precisa de serviços públicos de ponta”.

Ao todo, 14 novos juízes foram nomeados, mas apenas 12 tomam posse nesta segunda-feira (15), porque os demais desistiram em virtude de terem passado em outros concursos. Os empossados, no entanto, seguem para o curso de formação na Escola Superior de Magistratura de Alagoas (Esmal), que começa a partir do dia 17 de janeiro e segue até o dia 21 de junho deste ano. Em seguida, serão deslocados para as devidas comarcas.

“Cabe ao Direito zelar para que o pequeno não sucumba em relação ao grande. Tornamos hoje servidores de milhões de alagoanos, e para isso devemos ter o compromisso com todos. O Direito extremamente justo não é Direito, e, para além da tecnicidade, devemos lutar por uma Justiça humana. Enquanto houver uma comarca sem juiz, não ocorrerá a plenitude de justiça. Queremos fazer com que a prestação jurisdicional seja atendida por completo, e os cidadãos de Alagoas podem ter certeza de que faremos o máximo para desempenhar bem nosso papel”, disse o juiz empossado Thiago Augusto Lopes de Morais.

Leave a comment

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>