24 jan, 2018
Novo piso do professor será pago em AL, pela primeira vez, em janeiro
Vola às aulas na Escola Estadual Tiradentes. Curitiba, 10/06/2015. Foto: Pedro Ribas/ANPr

Vola às aulas na Escola Estadual Tiradentes. Curitiba, 10/06/2015. Foto: Pedro Ribas/ANPr

Pela primeira vez, ao menos que se saiba, o piso foi implantado e será pago já no primeiro mês do reajuste.

Foto: Google

O governo de Alagoas paga o piso nacional do professor como manda a lei. No entanto, o Estado sempre demorou mais do que o desejado para implantar os reajustes anuais, anunciados sempre ao final de cada ano.

Por conta da burocracia, o processo de implantação do reajuste anual demorava, de três a cinco meses. Demorava…

A confirmação foi dada nesta terça-feira, 23, pelo secretário de Planejamento e Gestão, Fabrício Marques Santos. A implantação dos novos valores, com correção de 6,81%, foi possível porque parte do processo foi antecipado.

“Está confirmado. O novo piso já foi implantado e será pago na folha de janeiro”, avisa Marques.

Não é só. Este mês o estado também está implantando o novo valor do salário mínimo, que teve correção menor, de 1,81%.

Impacto

O governo de Alagoas antecipa, por conta da legislação, correção salarial para cerca de 7 mil servidores do estado – entre ativos e inativos a partir deste mês. O impacto chega, pelos cálculos da Secretaria de Planejamento e Gestão a R$ 570 mil por mês.

O reajuste do salário-mínimo, de 1,81% deve beneficiar, segundo estimativas do secretário Fabrício Marques Santos, cerca de 4 mil servidores públicos, com um impacto tão pequeno quanto a correção salarial: R$70 mil por mês. Em média, cada funcionário receberá R$ 17,5 a mais nos seus vencimentos.

A implantação do piso nacional dos professores vai beneficiar cerca de 2,8 mil servidores – a maioria inativos. O impacto mensal com o reajuste de 6,81% será de 500 mil. Em média, cada servidor receberá R$ 178,5 a mais por mês ou dez vezes mais do que receberá o funcionário cujo vencimento está na base da pirâmide salarial do Estado.

Barbosa assegurou novo piso

Em texto publicado aqui, o secretário de Educação e vice-governador do Estado, Luciano Barbosa, assegurou a implantação do novo piso para os professores da rede estadual de ensino.

A piso até 2-017 era estipulado em R$ 2.298,80, para uma carga horária de 40 horas. Com o reajuste de 6,81% o novo piso passou a ser de R$ 2.455,35, para jornada também de 40 horas semanais.

Segundo o MEC, por estar acima do índice de inflação previsto para este ano, o piso nacional do magistério terá um ganho real de 3,9%. Nos últimos dois anos, os professores tiveram um ganho real de 5,22%.

“O piso é Lei e Lei é para ser cumprida. E o estado vai pagar. É o mínimo que podemos fazer pelos nossos professores”, disse Barbosa.

Veja aqui o texto na íntegra: http://edivaldojunior.blogsdagazetaweb.com/2017/12/28/alagoas-vai-implantar-novo-piso-salarial-do-professor-avisa-luciano-barbosa/

Leave a comment

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>