8 jun, 2018
PF cumpre mandado de busca e apreensão na casa de ex-prefeito de Marechal Deodoro

iChristiano Matheus é investigado por desvio de recursos públicos. Ação também cumpriu mandado na casa de empresário contratado pela prefeitura.

A Polícia Federal em Alagoas deflagrou na manhã desta sexta-feira (8) a Operação Capital dos Marechais, onde foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão expedidos pela 2ª Vara Federal do Estado, em Maceió e Marechal Deodoro. Um dos alvos da ação é o ex-prefeito de Marechal, Cristiano Matheus. A PF estima que o dano aos cofres públicos chegue a R$ 1,4 milhão.

A operação desta sexta é um desdobramento da Operação Astaroth, onde a PF investiga um grande esquema de desvio de recursos públicos da Prefeitura Municipal de Marechal Deodoro, ocorrido entre os anos de 2009 e 2016.

A reportagem do G1 tentou contato com Cristiano Matheus, mas não conseguiu.

Resultado de imagem para foto do ex prefeito de marechal deodoro cristiano mateus

Segundo a PF, um dos mandados foi cumprido na casa do ex-prefeito de Marechal Deodoro, Cristiano Matheus. O outro na casa de um empresário cuja empresa foi contratada e não teria prestado os serviços.

A assessoria da PF informou ainda que não haverá coletiva de imprensa para passar os detalhes da operação.

Cristiano Matheus é investigado desde julho de 2017 por suspeita de comandar uma organização criminosa que teria desviado mais de R$ 6 milhões da prefeitura de Marechal Deodoro, verbas do Programa Nacional de apoio ao Transporte Escolar, Programa Nacional de Alimentação Escolar e do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

 

PF cumpre mandado de busca e apreensão na casa de ex-prefeito de Marechal Deodoro

Christiano Matheus é investigado por desvio de recursos públicos. Ação também cumpriu mandado na casa de empresário contratado pela prefeitura.

emailfacebookgooglepluspinteresttwitterwhatsapp

Por G1 AL

Reveja a transmissão

 

00:00/03:47

PF cumpre mandado de busca e apreensão na casa de ex-prefeito de Marechal Deodoro

PF cumpre mandado de busca e apreensão na casa de ex-prefeito de Marechal Deodoro

A Polícia Federal em Alagoas deflagrou na manhã desta sexta-feira (8) a Operação Capital dos Marechais, onde foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão expedidos pela 2ª Vara Federal do Estado, em Maceió e Marechal Deodoro. Um dos alvos da ação é o ex-prefeito de Marechal, Cristiano Matheus. A PF estima que o dano aos cofres públicos chegue a R$ 1,4 milhão.

A operação desta sexta é um desdobramento da Operação Astaroth, onde a PF investiga um grande esquema de desvio de recursos públicos da Prefeitura Municipal de Marechal Deodoro, ocorrido entre os anos de 2009 e 2016.

A reportagem do G1 tentou contato com Cristiano Matheus, mas não conseguiu.

Segundo a PF, um dos mandados foi cumprido na casa do ex-prefeito de Marechal Deodoro, Cristiano Matheus. O outro na casa de um empresário cuja empresa foi contratada e não teria prestado os serviços.

A assessoria da PF informou ainda que não haverá coletiva de imprensa para passar os detalhes da operação.

Cristiano Matheus é investigado desde julho de 2017 por suspeita de comandar uma organização criminosa que teria desviado mais de R$ 6 milhões da prefeitura de Marechal Deodoro, verbas do Programa Nacional de apoio ao Transporte Escolar, Programa Nacional de Alimentação Escolar e do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

PF cumpre mandado de busca e apreensão na casa de ex-prefeito de Marechal Deodoro

Christiano Matheus é investigado por desvio de recursos públicos. Ação também cumpriu mandado na casa de empresário contratado pela prefeitura.

emailfacebookgooglepluspinteresttwitterwhatsapp

Por G1 AL

Reveja a transmissão

 

00:00/03:47

PF cumpre mandado de busca e apreensão na casa de ex-prefeito de Marechal Deodoro

PF cumpre mandado de busca e apreensão na casa de ex-prefeito de Marechal Deodoro

A Polícia Federal em Alagoas deflagrou na manhã desta sexta-feira (8) a Operação Capital dos Marechais, onde foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão expedidos pela 2ª Vara Federal do Estado, em Maceió e Marechal Deodoro. Um dos alvos da ação é o ex-prefeito de Marechal, Cristiano Matheus. A PF estima que o dano aos cofres públicos chegue a R$ 1,4 milhão.

A operação desta sexta é um desdobramento da Operação Astaroth, onde a PF investiga um grande esquema de desvio de recursos públicos da Prefeitura Municipal de Marechal Deodoro, ocorrido entre os anos de 2009 e 2016.

A reportagem do G1 tentou contato com Cristiano Matheus, mas não conseguiu.

Segundo a PF, um dos mandados foi cumprido na casa do ex-prefeito de Marechal Deodoro, Cristiano Matheus. O outro na casa de um empresário cuja empresa foi contratada e não teria prestado os serviços.

A assessoria da PF informou ainda que não haverá coletiva de imprensa para passar os detalhes da operação.

Cristiano Matheus é investigado desde julho de 2017 por suspeita de comandar uma organização criminosa que teria desviado mais de R$ 6 milhões da prefeitura de Marechal Deodoro, verbas do Programa Nacional de apoio ao Transporte Escolar, Programa Nacional de Alimentação Escolar e do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).


emailfacebookgooglepluspinteresttwitterwhatsapp

Por G1 AL

Reveja a transmissão

 

00:00/03:47

PF cumpre mandado de busca e apreensão na casa de ex-prefeito de Marechal Deodoro

PF cumpre mandado de busca e apreensão na casa de ex-prefeito de Marechal Deodoro

A Polícia Federal em Alagoas deflagrou na manhã desta sexta-feira (8) a Operação Capital dos Marechais, onde foram cumpridos dois mandados de busca e apreensão expedidos pela 2ª Vara Federal do Estado, em Maceió e Marechal Deodoro. Um dos alvos da ação é o ex-prefeito de Marechal, Cristiano Matheus. A PF estima que o dano aos cofres públicos chegue a R$ 1,4 milhão.

A operação desta sexta é um desdobramento da Operação Astaroth, onde a PF investiga um grande esquema de desvio de recursos públicos da Prefeitura Municipal de Marechal Deodoro, ocorrido entre os anos de 2009 e 2016.

Leave a comment

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>