22 jun, 2018
Collor critica “tolerância zero” à imigração nos Estados Unidos: “Desprezível”

201806211651_c20dbb77fb

Parlamentar lamentou que crianças tenham sido separadas dos pais e colocadas em “gaiolas”

 TNM/Por Jonathas Maresia, com Agência Senado    

Senador lamentou medida do presidente norte-americano Donald Trump

FOTO: AGÊNCIA SENADO

O presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE), senador Fernando Collor de Mello (PTC/AL), criticou, nesta quinta-feira (21), a política de “tolerância zero” à imigração do governo norte-americano, sobretudo pelo ato de separar imigrantes clandestinos de seus filhos.

Durante a sessão, o parlamentar apontou que nada justifica as medidas patrocinadas pelo presidente Donald Trump, pois, crianças estão sendo enjauladas e separadas de seus pais. “É algo desprezível! Nada justifica”, desabafou senador, ocasião em que o colegiado também aprovou uma nota contra a decisão do governo dos EUA.

Collor observou também que, após uma semana de duras críticas à aplicação da nova política de tolerância zero, o líder norte-americano cedeu a pressões e assinou uma ordem determinando que filhos de imigrantes considerados ilegais não mais sejam separados de seus pais. Contudo, a ordem não contempla as famílias que já haviam sido separadas pela polícia. “Ou seja, para aquelas crianças que estão presas naquela espécie de gaiola a que assistimos pelos meios televisivos, a separação continua”, lamentou o senador.

Segundo números oficiais, cerca de duas mil crianças foram separadas de suas famílias de 19 de abril até o dia 31 de maio, entre elas, 49 brasileiras que estão em abrigos e foram separadas dos pais ao ingressarem ilegalmente nos Estados Unidos. Alguns dos menores foram colocados nas “jaulas” de metal enquanto aguardam a análise dos processos de seus pais.

Na nota, os senadores da comissão lamentam o fato de um país com tradição na defesa dos direitos humanos e no acolhimento a estrangeiros ter adotado tais práticas. O documento foi redigido pelo senador Jorge Viana (PT-AC) e recebeu o apoio dos demais integrantes da CRE.

“Os Estados Unidos da América têm uma vasta tradição de acolhimento de imigrantes. Trata-se, como muitos países do continente americano, de uma nação que foi construída pelo imprescindível trabalho e esforço de imigrantes vindos de todo o mundo “, diz trecho da nota que foi lida pelo senador Fernando Collor.

Os senadores Cristovam Buarque (PPS-DF), Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), Hélio José (Pros-DF) e Ana Amélia (PP-RS) também criticaram a política anti-imigração do governo Trump.

Leave a comment

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>