4e116a5e 3007 485e b4ca d6851afd0b9e
Rui Palmeira anuncia liberação de área para construção de novas moradias
Foto: Secom Maceió
A Secretaria de Patrimônio da União (SPU) publicou, no Diário Oficial da União da última quinta-feira (05), a portaria que libera, para a Prefeitura de Maceió, área de quase 50 hectares para a construção de 1.776 unidades habitacionais na orla lagunar. 
Para o prefeito Rui Palmeira, as obras terão grande relevância para a reurbanização da região. “Reduzir o déficit habitacional permanece como um dos nossos compromissos. Desde o início da nossa gestão, em 2014, já entregamos mais de 10 mil moradias. Tiramos pessoas que viviam em situação de risco ou de forma totalmente precária e as colocamos em moradias dignas, com água encanada, esgotamento sanitário e uma estrutura bem diferente de onde viviam”, afirmou. 
Pelo projeto, orçado em mais de R$ 140 milhões, a orla lagunar passará por uma revitalização com o objetivo de garantir moradia digna às famílias dos assentamentos precários conhecidos como Mundaú, Sururu de Capote, Torre e Muvuca.
“A concretização desse projeto muda não somente a vida de quem vive ali em condições subumanas, mas traz uma nova paisagem para a nossa orla lagunar, uma das mais belas do país”, disse Rui Palmeira.
Projeto
As novas casas serão construídas onde hoje é a pista de rolamento. A intenção da Prefeitura é transferir a via de tráfego para o limite da laguna, evitando novas ocupações irregulares. Além disso, irá proporcionar, a quem passa pelo local, a oportunidade de ter um encontro mais de perto com a laguna.
Em janeiro deste ano,o prefeito recebeu o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, e uma comitiva de autoridades, para uma visita à orla lagunar. O objetivo foi apresentar o projeto para a execução de obras de infraestrutura e moradia no local.
“Na época conversamos sobre o que poderia ser feito na região, pois estávamos lutando para conseguir cerca de 1.800 unidades habitacionais para quem vive no local. Conversamos também sobre uma nova via que queremos fazer onde hoje existe a favela. Para nós essa liberação é motivo de muita felicidade, é avanço para Maceió e melhoria de vida para quem mais precisa”, relembrou o prefeito.
Seis mil novas unidades
 
O programa habitacional da atual gestão é o maior já desenvolvido em Maceió. Além das 10.032 moradias entregues até o momento, a Prefeitura já contratou mais 740 e garantiu mais 5.944 unidades, em diferentes regiões de Maceió, o que representa mais 6.684 novas casas, além do projeto da orla lagunar, que está em análise no Ministério das Cidades.
“Nos últimos cinco anos, cumprimos a meta de entregar mais de 10 mil moradias. Agora temos o compromisso de entregar outras mais de seis mil unidades habitacionais. Desse total, já assinamos a ordem de serviço para construir 3.500 unidades. Tudo isto é avanço para Maceió, é dar qualidade de vida e dignidade para estas pessoas que viviam em uma situação tão complicada”, finalizou Rui Palmeira.