2 nov, 2018
Flávia Alessandra atribui sua boa forma aos 44 a cuidados da ‘vida inteira’

triz vai voltar às novelas como a aspirante a celebridade Rita de Cássia em “O Sétimo Guardião”

 TNM/Por Quem   

Flávia Alessandra atribui boa forma aos 44 a cuidados da ‘vida inteira’

FOTO: Reprodução/Instagram

Flávia Alessandra afirma não ter segredos para manter a ótima forma física aos 44 anos. De volta às novelas em O Sétimo Guardião, a mãe de Giulia, de 18 (de sua relação com o diretor Marcos Paulo, morto em 2012), e de Olívia, de 8, de seu casamento com o apresentador e ator Otaviano Costa, atribui sua excelente relação com a balança aos cuidados que tem desde sempre.

“A vida inteira tenho um perfil de quem busca atividade física e faz exercícios. Minha vida continua a mesma, mas quando isso é feito ao longo dos anos traz resultado, o que é bom. Começar cedo e ter uma frequência é ideal. E buscar de alguma forma o que te faça bem para não ser só a obrigação propriamente dita, porque aí é chato. Eu vario mesmo:  já fiz dança, musculação, trilha, boxe, faço de tudo um pouco. Assim funciona para mim”, conta a atriz.

Para se motivar, ela costuma compartilhar seus treinos em suas redes sociais. “Passei a postar mais meus treinos, porque tenho algumas amigas que estão morando fora há muito tempo e me pediram. Elas disseram: ‘Flá, tentei acompanhar o seu treino e não deu. Amiga, foi muito bom porque eu tenho que voltar a malhar. Posta mais’. Quando ouvi isso delas, falei: ‘está aí, vamos fazer essa pegada de postar”, afirma ela, que, muitas vezes, conta com a companhia das filhas durante a malhação. Bem-humorada, ela brinca ao ser questionada se já conheceu e aprovou o namoro da primogênita Giulia Costa com Philippe Correia. “Conheci. Deixa a menina namorar!”, responde, aos risos.

ASPIRANTE A CELEBRIDADE

Afastada das novelas desde Êta Mundo Bom, em 2016, Flávia está empolgada para viver Rita de Cássia. Casada com o delegado Machado (Milhem Cortaz), a personagem tem uma beleza estonteante e apoia o marido no hábito de usar calcinhas. Sonha em tornar uma estrela de cinema e tentará convencer Machado a deixar que ela participe do documentário que Leonardo (Jaffar Bambirra) pretende fazer sobre Serro Azul. “A Rita é uma mulher para cima, astral, sonhadora. Ela e o Machado formam um casal super bem resolvido, realizado, até moderno para quem mora naquela cidadezinha e que não tem filhos”, adianta.

Para Flávia, tem sido maravilhoso trazer à tona o debate sobre fantasia na relação. “Depois, a Rita revela que também tem uma fantasia. E aí começa um conflito entre o casal. Até que ponto é ok para a fantasia dele e não ok para a fantasia dela? Não tem um código de ética para qual fantasia pode e qual não pode. Vamos trazer isso para o público de uma forma leve. Acho que vai ser muito bacana”, torce ela, que vai gravar as primeiras cenas com Milhem só de calcinha esta semana. “Eu ainda não gravei e quero sofrer aquele impacto. Combinei com ele: ‘pelo amor de Deus, não me deixa ver sua calcinha’ (risos). Vamos gravar quinta e sexta. Vai ser um baque. Porque o Milhem tem essa coisa máscula”, diverte-se.

Leave a comment

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>