17 nov, 2018
Neymar decide, e Brasil conquista vitória suada em cima do Uruguai

Camisa 10 da seleção brasileira faz seu gol de número 60 no penúltimo compromisso do ano de 2018. Time melhora com entradas de Allan e Richarlison 

TNM/Por Portal Gazetaweb, com Gazeta Esportiva   
FOTO: Pedro Martins/MoWA Press

Neymar faz de pênalti para o Brasil contra o Uruguai

A Seleção Brasileira conquistou mais uma vitória nesta sexta-feira. Enfrentando o Uruguai no Emirates Stadium, casa do Arsenal, em Londres, na Inglaterra, o time comandado pelo técnico Tite teve muitas dificuldades para superar um adversário com nada mais, nada menos que dez desfalques, mas, graças a um pênalti sofrido por Danilo no segundo tempo, acabou saindo de campo com o magro triunfo por 1 a 0, gol de Neymar.

Com o tento desta sexta, Neymar chegou a 60 gols com a camisa da Seleção Brasileira e se aproximou ainda mais de Zico, o terceiro maior artilheiro da história do time canarinho (66 gols). Pelé, com 95, e Ronaldo, com 67, são os outros dois ocupantes do pódio.

A Seleção Brasileira volta a entrar em campo na próxima terça-feira, às 17h30 (de Brasília), contra Camarões, no MK Stadium, casa do Milton Keynes, time da Quarta Divisão da Inglaterra. O Uruguai, por sua vez, enfrenta a França, atual campeã do mundo, também na terça, às 18h.

O jogo 

A seleção uruguaia começou a partida dificultando a troca de passes do Brasil, que só depois de alguns minutos teve mais liberdade para rodar. Aos cinco minutos veio a primeira oportunidade para o time canarinho. Neymar cobrou falta pela esquerda, batendo rasteiro, direto para o gol, e forçando o goleiro Campaña a se esticar todo para fazer a defesa.

Já aos dez, Neymar foi um pouco mais feliz e até conseguiu balançar as redes em Londres após cruzamento rasteiro de Filipe Luís, porém, o árbitro auxiliar já marcava impedimento do atacante brasileiro, à frente da linha de defesa celeste. Não satisfeito, o camisa 10 e capitão da equipe canarinho voltou a assombrar os rivais sul-americanos aos 13, quando arriscou de fora da área, tirando tinta do travessão.

Passado o domínio do Brasil, o Uruguai chegou com perigo pela primeira vez aos 21 minutos. Danilo saiu jogando errado na defesa e deu a bola de presente para Luis Suárez. O camisa 9 foi rápido e bateu girando, da entrada da área, obrigando Alisson a trabalhar. Depois disso, somente aos 44 minutos, pouco antes de ir para o intervalo, a Celeste assustou novamente. Desta vez, Suárez lançou de primeira para Cavani, que, do outro lado da área, bateu sem dominar, mas viu o goleiro da Seleção intervir mais uma vez para manter o 0 a 0 no marcador.

O Uruguai voltou para o segundo tempo muito mais agressivo e quase abriu o placar logo aos quatro minutos de jogo, após Pereiro sofrer falta na entrada da área. Na cobrança, Suárez bateu no mesmo canto do goleiro, forçando Alisson a reagir com rapidez para fazer importante defesa. Na sequência, Pereiro cruzou para Vecino, que, de cabeça, mandou rente à trave brasileira.

Somente aos 19, após a saída de Renato Augusto para a entrada de Allan, estreante, a Seleção Brasileira chegou com perigo. Walace roubou a bola na saída de bola do Uruguai, e Neymar ficou com ela para invadir a área a bater cruzado, rasteiro, forçando o goleiro Campaña a fazer a defesa em dois tempos.

A situação só mudou de figura aos 30 minutos, já na reta final da partida, quando Danilo foi derrubado por Laxalt dentro da área, e o árbitro decidiu dar pênalti após seu auxiliar levantar a bandeira, indicando a infração, ignorada por ele. Na cobrança, Neymar bateu firme, deslocando o goleiro Campaña, para fazer 1 a 0 e garantir o magro triunfo canarinho sobre os rivais sul-americanos em Londres, já que Richarlison não aproveitou a chance derradeira, aos 37 minutos, após lançamento do camisa 10.

 

Leave a comment

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>