8 dez, 2018
Presidente de comissão da OAB fala com cautela sobre pastora em ministério

Geral damares-alves-3

Ricardo Moraes diz não querer fazer julgamento antecipado e que é melhor esperar

TNM/Por Regina Carvalho | Portal Gazetaweb.com   

FOTO: Dárcio Monteiro/Ga

Ricardo Moraes fala com cautela sobre nova ministra

O presidente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional Alagoas (OAB/AL), Ricardo Moraes, falou com cautela sobre a indicação da pastora e advogada Damares Alves para o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos no governo de Jair Bolsonaro (PSL). Disse ter restrições ao nome dela, mas o melhor é esperar, sem fazer julgamento antecipado.

“Ela é totalmente contrária a uma linha de pensamento tradicional em defesa dos direitos humanos. Tenho minhas restrições, mas gosto de esperar a pessoa fazer alguma coisa. Você pode defender direitos humanos com viés diferente. Acho melhor esperar a atuação dela. Nós temos direitos conquistados que são fortes e já estão disciplinados”, declarou o Moraes.

Na avaliação do advogado, às vezes, criam-se barreiras e preconceitos, mas é possível defender os direitos humanos sendo tradicional, sendo fundamental também respeitar pensamentos contrários.

“Se pegar o histórico dela [Damares], ela tem uma luta de muito tempo em relação aos direitos da criança e do adolescente, da mulher. É uma pessoa preparada, tem princípios e valores coerentes. Acho que a gente deve esperar. Eu tenho uma expectativa boa, apesar de ficar muito atento”, ressalta. “Ninguém vai acabar com os direitos dos LGBTs. Os direitos já estão postos em legislação”.

Leave a comment

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>