7 jan, 2019
Aos 66 anos, Bruna Lombardi sensualiza com micro-biquíni

Bruna Lombardi

Bruna Lombardi

Curtindo as férias, Bruna Lombardi encanta os fãs com boa forma (Imagem: Reprodução / Instagram)
Novinha de 20? Que nada! Aos 66 anos, Bruna Lombardi ainda arranca suspiros ao publicar fotos para lá de sensuais em seu Instagram. A atriz surpreendeu os fãs ao surgir durante este domingo (6) apenas vestida por um micro-biquíni do modelo “cortininha”.

Mostrando quase todos os detalhes do corpão, a loira esbanjou boa forma e delicadeza, A barriga apareceu chapadíssima e sarada, acompanhando suas coxas. Além disso, o sorrisão chamou atenção na imagem!

“Quem aí tá de férias? Já recarregaram as baterias? Quem já trabalha na segunda?”, perguntou Bruna na legenda.

Os fãs ficaram embasbacados com a mulher, e elogiaram tanto o corpo, quanto a beleza interior dela. Alguns comentaram que ela “parece adolescente” e “deixa novinhas no chinelo”.

Bruna Lombardi revela visita a João de Deus e desabafa

Aos 66 anos, Bruna Lombardi sensualiza com micro-biquíni

Bruna Lombardi fez um desabafo após os relatos e acusações de abuso sexual por centenas de mulheres contra o médium João de Deus.

A atriz revelou que foi há alguns meses para Abadiânia (GO) conhecê-lo e que ficou em choque com as revelações. Em seu perfil no Instagram na noite da última sexta-feira (21), Bruna contou que a visita durou dois dias.

“Visitei Abadiânia pela primeira vez e fui conhecer o médium João de Deus em julho desse ano. Fui com minha família e passamos dois dias. Fomos apenas por curiosidade, ninguém precisava de cura e nem buscava apoio espiritual. E todos, inclusive ele, foram extraordinariamente gentis conosco”, afirmou.

A artista falou ainda sobre a tristeza em imaginar que precisou de 500 mulheres para interromper as atrocidades de um homem. “Alguns meses depois o choque. As notícias, os relatos, as histórias de todas essas mulheres que tiveram a coragem, depois de tanta dor, de denunciar o abuso. E dói pensar que foi preciso quinhentas mulheres pra calar a voz de um homem”, definiu.

“Quantas vidas massacradas ainda vão se calar diante de uma sociedade que absolve feminicídios?”, questionou Lombardi. “Que admite e compactua com a violência doméstica? Que nem registra abusos entre marido e mulher?”, completou.

Leave a comment

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>