Estão suspensas pelas próximas 48h as visitas em todas as unidades do Sistema Prisional. A informação foi divulgada, em nota, pelo Sindicato dos Agêntes Penitênciários do Estado de Alagoas (Sindapen) nesta sexta-feira (8).

Segundo o sindicato, a medida é uma reivindicação contra o não pagamento de um terço das férias e das horas extras trabalhadas em janeiro deste ano.

O presidente do Sidapen,Kleyton Anderson, disse que a expectativa da categoria é que o  pagamento do salário seja realizado até a próxima semana. No entanto, se a situação persistir, a paralisão pode durar mais que o previsto.

Na nota, o sindicato diz que a situação desrespeita e agride cidadãos, que mesmo sob condições inóspitas e com efetivo defasado há anos, desempenham com louvor suas atribuições.

Leia a nota, na íntegra, abaixo:

O Sindicato dos Agentes Penitenciários do Estado de Alagoas (SINDAPEN) vem por meio desta, informar a PARALISAÇÃO DE ADVERTÊNCIA nos dias 09 e 10 de março de 2019, em virtude do desrespeito do Governo do Estado aos direitos constitucionais dos trabalhadores da classe, que, no mês de março corrente, não receberam o terço das férias nem tampouco as horas extras trabalhadas em janeiro/2019.

A atitude ilegal desrespeita e agride cidadãos que, mesmo sob condições inóspitas e com efetivo defasado há mais de dez anos, desempenham com louvor suas atribuições, garantindo à sociedade alagoana um dos sistemas penitenciários mais seguros do país, com taxa insignificante de fugas e rebeliões, mantendo a ordem e segurança as quais são incumbidos.

Diante do exposto, solicita o apoio da sociedade nessa luta contínua pelo reconhecimento e respeito dos profissionais, em tempo que solicita ao Governo a devida seriedade no cumprimento institucional de suas obrigações.

Maceió, 08 de março de 2019.

Diretoria do SINDAPEN.