23 abr, 2019
Promotor diz que contratos de locação são ‘ralo de dinheiro público’

Geral a97781ce9e87bca284b3461b9d41fa2b_XL

Operação do MPE desbaratou esquema de desvio em Girau do Ponciano; outros municípios estão sendo investigados

TNM/Por Larissa Bastos e Rafael Maynart  

Promotores repassaram detalhes sobre o esquema

FOTO: Rafael Maynart

O Ministério Público Estado (MPE/AL) concedeu uma entrevista coletiva nesta terça-feira (23) para repassar mais informações sobre o esquema de desvio de recursos público no município de Girau do Ponciano. A quadrilha agia por meio da locação de veículos, apontada pelo órgão como um verdadeiro “ralo de dinheiro público”.

“Os contratos de locação de veículos são um verdadeiro ralo de dinheiro público em Alagoas”, afirmou, na entrevista, o promotor Carlos Davi Lopes, acrescentando que o prejuízo estimado é de R$ 20 milhões. Segundo ele, o montante desviado seria suficiente para a compra de 700 carros populares.

De acordo com o promotor, os valores eram pagos pela Prefeitura de Girau para a LLMar, organização comercial de propriedade de Luciano Lima Lopes, que sacava valores altos e os repartia com os demais participantes do esquema. A quadrilha agiu de 2013 até o término do mandato do ex-prefeito Fábio Rangel.

A empresa tem contrato com outros municípios e grande parte deles está sendo investigada. “É prematuro afirmar que a Prefeitura de Traipu tem envolvimento no esquema, visto que o documento utilizado em Girau é semelhante com o de lá, mas garantimos que eles estão sendo investigados”, ressaltou.

Foram imputados aos envolvidos até agora os crimes de lavagem de dinheiro, peculato, falsidade ideológica, sonegação fiscal, corrupção ativa e passiva. A operação, realizada nas primeiras horas desta terça-feira, prendeu duas pessoas e também apreendeu documentos e computadores.

Leave a comment

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>