14 mai, 2019
Nunca me defenderam por ser chamado de gordo, diz Ronaldo

Não à toa apelidado de Fenômeno, Ronaldo é considerado um dos maiores jogadores da história. Sobretudo na reta final da carreira, o atacante passou a ser criticado por conta do seu peso, mas mesmo com alguns quilos a mais, não deixava de exercer com eficiência a sua função de camisa 9.

Foto: Bruno Domingos / Reuters

Em entrevista ao jornal inglês Financial Times publicada nesta terça-feira, o agora dono do Real Valladolid revelou que nunca teve nenhum apoio diante das críticas, mas não se incomodava com o assunto.

“Existem mobilizações para muitas coisas. Se você é negro, se é gay… Não me lembro de ninguém que me defendia quando me chamavam de gordo. Não me importo”, disse.

Ronaldo comentou também sobre a vida que levava fora de campo, e questionado se a rotina boêmia teria te atrapalhado dentro das quatro linhas, o ex-atacante negou.

“Minha prioridade sempre foi o futebol, então, não me arrependo do que fiz. Os jogadores de futebol são jovens. Eles querem sair, namorar. Coisas normais para os jovens, especialmente quando você tem dinheiro”, afirmou.

Por fim, quando questionado sobre a final da Copa de 1998, quando teve um problema de saúde e não jogou bem, Ronaldo traçou um paralelo com Messi, que é muito criticado na seleção argentina.

“Não foi o meu melhor jogo naquele dia, mas lutei e corri. Tem dias em que não se sente bem. Em outros, é o oposto. Difícil de explicar. Vejam Messi no Barcelona e Messi na Argentina. É um jogador completamente diferente. Não é fácil jogar um grande torneio pela sua seleção. Ali jogam os melhores do mundo”, completou.

Leave a comment

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>