1 ago, 2019
CT do CSA passará por avaliação e pode sair do Mutange nos próximos meses

Maceió

Centro de Treinamento fica entre a Lagoa Mundaú e barreira do Mutange

FOTO: Jobison Barros/arquivo

TJ/AL deve avaliar valor a ser pago como indenização para o clube, em virtude dos danos causados pela atividade da Braskem na região

TNM/Por Hebert Borges | Portal Gazetaweb.com  

O Azulão pode deixar de ser do Mutange até o fim deste ano. O apelido carinhoso, que liga o Centro Sportivo Alagoano (CSA) ao bairro, pode estar com os dias contados. Segundo apurou a Gazetaweb, um representante do clube foi até a Defesa Civil para tomar ciência do problema relacionado aos riscos causados pelas atividades da Braskem na região. Pela localização, a sede do CSA não precisa ser evacuada de imediato, mas por precaução, a direção do clube deve procurar, nos próximos dias, o Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) para buscar reparação financeira e, consequentemente, deixar o local.

O presidente do TJ/AL, desembargador Tutmés Airan, informou que a perspectiva é que a situação seja resolvida dentro de quatro meses, e que será feita uma avaliação do imóvel, no caso o Centro de Treinamento Gustavo Paiva, baseada na situação existente antes do tremor registrado em março de 2018, em Maceió. “A ideia é depois sentar e construir, a partir da avaliação, um valor a ser pago”, revelou Tutmés Airan.

O presidente do TJ/AL explicou ainda que o CSA está em um lote de situações especiais. “Em primeiro lugar, serão atendidos os moradores da encosta. O segundo lote é para os comerciantes formais e informais. O terceiro abrangerá os imóveis que já estão abandonados. O quarto lote é o de situações especiais, que inclui o CSA”, detalhou.

Caso seja indenizado, o clube deve sair do local que se tornou sua marca há décadas.

DEFESA CIVIL

A Coordenadoria Municipal Especial de Proteção e Defesa Civil (Compdec) informou que o Centro de Treinamento do CSA se encontra na área azul escura do Mapa de Setorização de Danos e de Linhas de Ações Prioritárias, cujas ações previstas são de monitoramento da área, alerta, alarme e realocação em caso de evolução do problema.

A Defesa Civil informa ainda que qualquer decisão de realocação preventiva da área, visando a segurança dos frequentadores do espaço em decorrência da instabilidade de solo, cabe à direção do clube.

Leave a comment

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>