13 ago, 2019
Empresa suspende avaliação de imóveis no Pinheiro após decisão do STJ pró-Braskem

Resultado de imagem para fotos dos donos da braskem no pinheiro\

As consequências vieram velozmente, como sempre acontecem nesses casos: a empresa Cotrim e Amaral Engenharia de Avaliações e Perícias Judiciais suspendeu os serviços de avaliações dos imóveis dos bairros Pinheiro, Mutange e Bebedouro.

A conclusão certeira da Defensoria e do MPE: isso aconteceu por causa da decisão do STJ suspendendo, na última sexta-feira, o bloqueio de R$ 3,7 bilhões da Braskem, determinado pelo presidente do TJ, desembargador Tutmés Airan.

É uma pancada e tanto numa comunidade que vê a esperança escapando pelos dedos.

A avaliação dos imóveis estava sendo feito por determinação do Tribunal de Justiça, na expectativa de que os recursos bloqueados poderiam ser utilizados nas indenizações – apesar das esperadas contestações da empresa.

Ainda assim, a Defensoria Pública e o Ministério Público vão tentam reverter a decisão monocrática do presidente do STJ, ministro João Otávio Noronha.

É o que afirmam em nota conjunta.

Leave a comment

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>