10 set, 2019
Ministro anuncia volta da CPMF

Blog do Bob

Resultado de imagem para fotos de paulo guedes

Brasília – O ministro da Economia, Paulo Guedes, anunciou a volta da CPMF, a extinta Contribuição  Provisória sobre Movimentação Financeira, que vigorou por 13 anos.

Na época como deputado federal, Jair Bolsonaro fez campanha contra a CPMF e comemorou o fim da contribuição, mas, agora na condição de presidente, mudou de ideia.

A nova CPMF da era Bolsonaro virar com outro nome; vai se chamar Imposto sobre Transações Financeiras (ITF).

Guedes, ao defender a nova CPMF, disse que ela vai gerar R$ 150 bilhões por ano e atingirá o dinheiro de origem ilícita, como tráfico e corrupção.

Outra vantagem apontada pelo ministro da Economia é a desoneração na folha de pagamento as empresas.

O ministro admite que a nova CPMF “é feia e chata”, mas necessária, principalmente porque substituirá a contribuição patronal à previdência, que é de 20%.

Cabe lembrar que a CPMF era de 0,33% sobre a movimentação financeira em geral, mas Guedes não adiantou de quanto será o ITF.

Para aprovar a nova CPMF, o governo se dispõe a um colóquio em caráter reservoso com deputados e senadores.

Não deve sair barato esse colóquio e aguardemos, então, a nova CPMF, apelidada agora de ITF.

Leave a comment

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>