22 set, 2019
Engrenagem funciona, CRB bate o Coritiba fora de casa e entra no G4 da Série B

Com gols de Felipe Ferreira e Léo Ceará, Galo vence e termina 23ª rodada do Campeonato Brasileiro na 4ª colocação da tabela

pela artilharia no CRB Depois de sete tentativas frustradas de entrar no G4 da Série B, o CRB, enfim, conseguiu acessar ao pelotão da frente do Campeonato Brasileiro da Série B. Na noite deste sábado (21), o Galo encarou o Coritiba, no Estádio Couto Pereira, no Paraná, e venceu pelo placar de 2×0, gols de Felipe Ferreira e Léo Ceará ainda no primeiro tempo.

O time regatiano encontrou um adversário pressionado por não vencer há cinco jogos e conseguiu implementar seu esquema favorito: jogar fechado e explorar os contra-ataques. Assim, o Galo mantém o posto de melhor visitante da competição, agora com sete vitórias.

O resultado positivo fez o Regatas pular três posições e fechar a 23ª rodada na 4ª colocação, com 36 pontos. O Coxa, por sua vez, desceu para 8º lugar, com 34 pontos somados.

A delegação regatiana nem sequer retorna para Maceió porque encara o Vila Nova, na terça-feira (24), às 20h30, no Estádio Serra Dourada. O Coritiba enfrentaria o Cuiabá no mesmo dia, porém, o duelo acabou sendo adiado por conta da condição do gramado da Arena Pantanal, no Mato-Grosso.
A partida no Paraná começou estudada, com ambas as equipes aguardando o ,momento certo para chegar ao gol. Mas aos 4′, o meia Giovanni recebeu na intermediária e soltou um foguete, a bola passou à esquerda do goleiro Vinícius.
Mas na primeira vez que o CRB chegou com perigo: gol. Aos 9 minutos, Willie pegou a redonda na esquerda, mandou para o meio do campo buscando Felipe Ferreira. O meia do Galo deu um corta-luz, Léo Ceará se enrolou e a bola sobrou na entrada da grande área para Ferreira fuzilar a meta do goleiro Muralha. Galo 1×0.
Três minutos depois, após cobrança de falta na área regatiana, a defesa afastou parcialmente e Giovanni chutou de primeira. A bola passou raspando o poste direito de Vinicius.
O lance animou o Coxa, que tentava chegar com perigo pela esquerda com o atacante Rafinha, mas sem sucesso.
Depois que o gol saiu, o Galo se comportou como gosta: atrás da linha da bola, esperando o contra-ataque mortal. Mas enquanto ele não aparecia, todos do grupo funcionaram de maneira ideal e criou uma casca defensiva devido as investidas do Coxa.

Coritiba atacava e encontrava o CRB muito bem postado defensivamente

FOTO: Coritiba Foot Ball Club

E quando eles furavam a marcação, lá estava o goleiro Vinícius para impedir. Assim ocorreu aos 35 minutos, quando o lateral direito Diogo Matheus soltou um balaço de falta e o arqueiro se esticou todo para buscar a bola no canto esquerdo da meta regatiana.

Na sequência do lance, o volante Thiago Lopes tentou um voleio e o rosto do lateral esquerdo Igor. O jogador do Galo ficou desacordado e precisou ser levado ao hospital por precaução. Já o atleta do Coxa recebeu o segundo amarelo e foi expulso.

Desorientado em campo, o Coritiba errava muito e em um deles foi fatal. Aos 41, Iago roubou a bola no campo de defesa, passou para Léo Ceará, que soltou um balaço no canto direito do goleiro Muralha. Galo 2×0. Assim acabou a primeira etapa.

Na sequência do lance, o volante Thiago Lopes tentou um voleio e o rosto do lateral esquerdo Igor. O jogador do Galo ficou desacordado e precisou ser levado ao hospital por precaução. Já o atleta do Coxa recebeu o segundo amarelo e foi expulso.

Desorientado em campo, o Coritiba errava muito e em um deles foi fatal. Aos 41, Iago roubou a bola no campo de defesa, passou para Léo Ceará, que soltou um balaço no canto direito do goleiro Muralha. Galo 2×0. Assim acabou a primeira etapa.

Na sequência do lance, o volante Thiago Lopes tentou um voleio e o rosto do lateral esquerdo Igor. O jogador do Galo ficou desacordado e precisou ser levado ao hospital por precaução. Já o atleta do Coxa recebeu o segundo amarelo e foi expulso.

Desorientado em campo, o Coritiba errava muito e em um deles foi fatal. Aos 41, Iago roubou a bola no campo de defesa, passou para Léo Ceará, que soltou um balaço no canto direito do goleiro Muralha. Galo 2×0. Assim acabou a primeira etapa.

 

No fim do primeiro tempo, lateral esquerdo Igor sofreu uma pancada no rosto e foi direto ao hospital

FOTO: Jonathan Campos

CONTROLE DO JOGO E EXPULSÕES

A segunda etapa começou com o Coritiba correndo atrás do prejuízo e rondando a grande área do CRB. Tanto que conseguiu deixar tudo igual, ao menos no número de jogadores em campo. Aos 5 minutos, Rafinha foi deslocado pelo zagueiro Ewerton Páscoa e o árbitro entendeu como flata para amarelo. Como já tinha levado um no primeiro tempo, acabou expulso.

A igualdade numérica fez o Coxa pressionar, de fato, mas encontrou o goleiro Vinícius pelo campinho. Aos 11′, o atacante Rafinha recebeu dentro da pequena área, mas o arqueiro do Galo surgiu abafando a redonda nos pés do jogador e impediu o gol com o peito.

CRB monta ferrolho no segundo tempo e segura o Coritiba no Couto Pereira

FOTO: Jonathan Campos

Sete minutos mais tarde, foi a vez de Vinícius aparecer mais uma vez. O meia Giovanni colocou a redonda na cabeça de Rodrigão, que cabeceou para baixo. A redonda tocou ao chão e subiu com velocidade, e o arqueiro do Galo espalmou no alto mandando para linha de fundo.

Se a situação tava complicada para o Coritiba ficou pior aos 42 minutos quando Rafinha solou Iago, recebeu o segundo amarelo e acabou expulso do campo de jogo. Já nos acréscimos, Léo Ceará puxou o contra-ataque e segurou a bola no campo de ataque junto com Iago e Alisson Farias, isso até o apito final da arbitragem .Vitória maiúscula do CRB e entrada garantida no G4 da Série B.

Delegação do CRB comemora vitória sobre o Coritiba e entrada no G4 da Segundona

FOTO: Ascom CRB

FICHA TÉCNICA

Coritiba: Alex Muralha; Diogo Mateus (Igor Paixão), Rafael Lima, Sabino e William Matheus (Patrick Brey); Matheus Sales, Giovanni e Thiago Lopes; Rafinha, Robson (Igor Jesus) e Rodrigão. Técnico: Umberto Louzer

CRB: Vinicius Silvestre; Daniel Borges, Ewerton Páscoa, Victor Ramos e Igor (Iago); Claudinei e Lucas Siqueira, Felipe Ferreira (Edson) e Willie (Bryan) ; Alisson Farias e Léo Ceará. Técnico: Marcelo Chamusca

Leave a comment

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>