14 out, 2019
De olho em prefeituras, secretários de RF ‘preparam malas’ para deixar governo

Edivaldo Júnior

Governador Renan Filho e Prefeito Ediel Leite inauguram reconstrução da AL 486

A contagem agora é regressiva.

TNM/Por

Falta menos de um ano para as eleições municipais de 2020.

Restam, portanto, menos de seis meses para a desincompatibilização. Candidatos que ocupam cargos de confiança já começam a arrumar as malas – literalmente.

No governo de Renan Filho (MDB), algumas ‘baixas’ já estão confirmadas. O secretário de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), Fernando Pereira (MDB), transferiu o título para São Miguel dos Campos e já está em pré-campanha, de olho na prefeitura do município.

Fernando, apesar da força política dos Pereira em cidades vizinhas (Teotonio Vilela e Campo Alegre), não terá eleição fácil em São Miguel dos Campos. Entre seus prováveis adversários estão o atual prefeito, Pedoca Jatobá (DEM) e o ex-prefeito George Clemente (MDB).

A mulher de Renato Filho, prefeito de Pilar, também está na mesma passada. Cecília Rocha (deve se filiar ao PSC), secretária de Ciência e Tecnologia (Secti) já está em pré-campanha para disputar a prefeitura de Atalaia.

No caso dela, especificamente, a passagem pelo governo faz parte da estratégia eleitoral. Na Pasta, Cecília ganharia visibilidade e musculatura para disputar a prefeitura.

Cecília tem um problema político a resolver. Deve enfrentar o atual prefeito de Atalaia, que é candidato a Reeleição. Chico Vigário é do MDB e também é próximo ao governador Renan Filho, que terá dificuldades para escolher um palanque.

Outro secretário que também deve disputar mandato no próximo ano é Arthur Albuquerque (PTB), do Trabalho e Emprego (Sete).

Arthur é filho do deputado estadual Antônio Albuquerque (PTB) e irmão do deputado federal Nivaldo Albuquerque (PTB) e vai enfrentar uma disputa acirrada no município. Entre os adversários terá pela frente o atual prefeito Marcelo Rodrigues (PP) e o ex-prefeito Marlan Ferreira (PP).

Tem mais

Pelo menos mais três secretários do governo de Renan Filho são citados como possíveis candidatos a prefeito em 2020.

Vamos relembrar? Luciano Barbosa (MDB) em Arapiraca, Maurício Quintella (PL) em Maceió e Mellina Freitas (MDB) em Piranhas.

Pela ordem as chances são muito pequenas no caso do secretário de Educação, pequenas no caso do secretário de Infraestrutura e medianas no caso da Secretária de Cultura.

Já no segundo escalão, até o momento, apenas dois nomes foram “escalados” para a disputa. Luiz Pedro, que é presidente do Inmeq, já se filiou ao MDB e é pré-candidato em Mata Grande. Vai disputar a prefeitura pela segunda vez e desta com chances bem maiores.

Ainda no campo da especulação (embora já tenha manifestado publicamente este desejo) está o filho do procurador Geral de Justiça. Carlos Neto é o presidente da Adeal e tem pretensões de disputar a prefeitura de Quebrangulo. Ele já teria até dito a alguns amigos que talvez jogue o projeto para mais adiante – a conferir.

Com base nas informações do momento, o quadro de ‘baixas’ no governo de Renan Filho ficaria assim:

Secretários que ‘devem’ deixar governo para disputar prefeituras

Arthur Albuquerque (Sete) – Limoeiro de Anadia

Ceília Rocha (Secti) – Atalaia

Fernando Pereira (Semarh) – São Miguel dos Campos

Secretários que ‘podem’ deixar governo para disputar prefeituras

Mellina Freitas (Secult) – Piranhas

Maurício Quintella (Seinfra) – Maceió

Luciano Barbosa (Educação) – Arapiraca

Segundo Escalão

Luiz Pedro (Inmeq) – Mata Grande

Carlos Neto (Adeal) – Quebrangulo

Leave a comment

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>