25 nov, 2019
Líder do governo quer que diretoria da Braskem vá à Assembleia explicar indenização ao CSA
Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true
Silvio Camelo

 

 

 

 

 

 

Foto: Vinícius Firmino/Ascom ALE

 

O requerimento solicitando que a Mesa Diretora faça o convite à diretoria da mineradora foi protocolado na ALE na manhã desta segunda-feira (25) e pode ser lido na sessão ordinária de amanhã, terça-feira.

Em entrevistas à imprensa na semana passada, o presidente do CSA, Rafael Tenório, disse que a mudança deve ocorrer até o dia 15 de dezembro deste ano e que o aluguel do Estádio Nelson Peixoto Feijó, novo espaço do Clube, será pago pela Braskem. A sede do CSA faz parte dos 400 imóveis que serão evacuados no Mutange.

Resultado de imagem para fotos do CSA pela saída do clube do Estádio Gustavo Paiva, no Mutange.

O plano de evacuação foi apresentado na terça-feira passada, dia 19, durante uma reunião na Defensoria Pública do Estado. A mineradora anunciou que irá pagar aluguel social para os moradores e que os imóveis serão avaliados para as futuras indenizações por danos materiais e morais.

Cerca de 1.500 pessoas desses 400 imóveis terão as vidas modificadas com a realocação. Seria interessante que o líder do governo ampliasse o foco do convite para que a Braskem informe sobre o andamento das indenizações que devem ser pagas a todos os atingidos, em todos os bairros afetados na capital, não somente ao CSA.

 

Leave a comment

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>