15 jan, 2020
Braskem: Indenização será definida de acordo com preço do imóvel antes do tremor

Geral

 

 

Apenas as casas situadas na encosta do Mutange valerão indenização fixa de R$ 81.500

TNM/Por Jamylle Bezerra | Portal Gazetaweb.com

Famílias de áreas de encosta podem receber indenização de R$ 81,5 mil da Braskem
Os moradores das áreas de risco dos bairros atingidos pelos problemas ocasionados pela atividade petroquímica da Braskem estão receosos em relação ao valor das indenizações que serão pagas.

A empresa, no entanto, deixa claro que será feita uma avaliação individual dos imóveis, situados no Mutange, Pinheiro, Bebedouro e Bom Parto, levando em conta o valor deles no período anterior ao tremor que deixou rachaduras em casas e edifícios.

Conforme acordo firmado entre a Braskem e os demais órgãos que acompanham a situação, apenas as casas que ficam na encosta do Mutange foram avaliadas em um valor fixo, de R$ 81.500,00. Nas demais localidades, inclusive do Mutange, os imóveis passarão por uma avaliação de um técnico, para que os moradores não tenham prejuízos.

No caso dos moradores da encosta do Mutange, o valor será dividido da seguinte maneira: R$ 61,5 mil para o proprietário e R$ 20 mil para o inquilino, que também terá direito à quantia de R$ 5 mil de auxílio desocupação e R$ 1 mil mensal de aluguel social pelo período de seis meses.

De acordo com o cronograma de ações, os trabalhos serão iniciados na próxima segunda-feira (20), quando técnicos farão visitas aos moradores da encosta do Mutange, que serão os primeiros a deixarem o local.
A expectativa é que o acordo firmado entre as partes contemple cerca de 4.500 imóveis e 17 mil moradores dos bairros afetados.

 

Leave a comment

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>