15 set, 2019
CSA encara o São Paulo pela Série A com ‘tabu’ de nunca ter vencido o Tricolor

Alagoano

CSA encara o São Paulo pela Série A com ‘tabu’ de nunca ter vencido o Tricolor

FOTO: Augusto Oliveira/Ascom CSA

Desfalcado, mas empolgado pela boa vitória sobre a Chapecoense, time azulino chega para o confronto na tentativa de quebrar este retrospecto

TNM/Por Mauricio Manoel | Portal Gazetaweb.com   

Na corrida para fugir da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, o CSA baterá de frente com uma pedreira histórica em seu caminho: o São Paulo. O time azulino já encarou o Tricolor em sete oportunidades, sendo derrotado em quatro e empatando três vezes. O jogo está marcado para às 19h deste domingo, no Estádio do Morumbi, na capital paulista, pela 19ª rodada. A Gazetaweb transmitirá a partida em Tempo Real.Todos os confrontos que terminaram empatados ocorreram no Estádio Rei Pelé, em edições de campeonatos brasileiros. Em 1974 e 1977, os times ficaram no 0x0; já em 1981, o duelo terminou em 2×2.

As quatro vitórias paulistas foram em disputas pela Copa do Brasil. Em 1999, pela primeira fase, 4×0 no Rei Pelé; em 2014, 1×0 no Trapichão, e por 3×0, no até então único jogo entre os clubes no Morumbi; ano passado, pela segunda fase da Copa, o CSA perdeu em casa por 2×0.

Último confronto entre CSA e São Paulo aconteceu em 2018, pela Copa do Brasil, e o Tricolor venceu por 2×0 no Rei Pelé

FOTO: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas

Embora o retrospecto não ajude, a vitória por 2×0 sobre a Chapecoense, na rodada anterior, deu uma guinada na moral dos comandados de Argel Fucks para o embate. “Ganhamos com mérito e convencemos. Mas não fizemos mais do que nossa obrigação. Ainda faltam, no mínimo, nove vitórias na competição”, disse o técnico gaúcho.
Durante a semana, a diretoria azulina confirmou a chegada do atacante Bruno Alves, que teve o nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF e viajou com o elenco. O atacante Jarro Pedroso também foi relacionado pela primeira vez. Porém, com duas baixas consideráveis: os meias Jonatan Gómez (suspensão) e Didira (lesão).

Atacante Jarro Pedroso viajou pela primeira vez com o CSA e poderá entrar no decorrer da partida contra o São Paulo

FOTO: Augusto Oliveira/Ascom CSA

Estas ausências são bastante sentidas para o esquema de Fucks, afinal de contas, o argentino se instalou como principal peça ofensiva do CSA, seja nas assistências ou nos gols. Foi ele quem marcou o gol da vitória sobre o Fluminense, no Maracanã, além de decretar o triunfo azulino sobre a Chape com um golaço aos 48 minutos da segunda etapa. Já o alagoano Didira seria o substituto imediato, mas no último treino antes da viagem para São Paulo, na sexta-feira (13), lesionou a coxa esquerda e foi vetado pelo Departamento Médico.
Já em solo paulista, no CT do Palmeiras, Argel esquematizou um possível substituto para o meio-campo azulino: que deve ser o lateral esquerdo Euller, recuperado de lesão na coxa. Deste modo, encarando o São Paulo com Jordi; Apodi, Alan Costa, Carlinhos; Naldo, João Victor, Dawhan e Euller; Bustamante e Alecsandro.

Sem Jonatan Gómez e Didira, lateral esquerdo Euller deverá ser improvisado no time titular como meio-campista

FOTO: Augusto Oliveira/AscomCSA

Atual 18º colocado da Série A do Brasileirão, com 15 pontos, o CSA está a três de largar a zona de rebaixamento. Mas isso aconteceria em caso de vitória sobre o Tricolor e derrota do Cruzeiro (16º) para o Palmeiras.
Tricolor com Daniel Alves

O São Paulo contará com o retorno de uma peça fundamental: o lateral direito Daniel Alves. Devido aos amistosos da Seleção Brasileira, o jogador desfalcou o Tricolor Paulista na derrota para o Internacional, por 2×0, no Beira-Rio, na última rodada do Brasileiro.

Lateral Daniel Alves, utilizado como meia no São Paulo, retorna a equipe e enfrentará o CSA

FOTO: Luis Moura/Gazeta Press

Com a volta do Camisa 10, o técnico Cuca volta a manter mistério quanto ao time que vai entrar em campo. Mas, a provável escalação tem Tiago Volpi; Juanfran, Arboleda, Anderson Martins e Reinaldo; Liziero, Daniel Alves e Tchê; Antony, Everton e Raniel.
Com 31 pontos, o Tricolor figura entre os primeiros colocados da Série A. Uma vitória sobre o Azulão somada a um tropeço do Corinthians diante do Fluminense, poderá deixar a equipe dentro do G4 da competição.

Arbitragem

O confronto no Morumbi terá trio de Santa Catarina. Com o apito, Héber Roberto Lopes (CBF) estará ao centro do gramado, auxiliado por Helton Nunes (CBF) e Éder Alexandre (CBF). O paulista Adriano de Assis Miranda (CBF) fica como quarto árbitro.

Na arbitragem de vídeo, Rodrigo D’Alonso Ferreira (CBF-SC) será o comandante. Dyorgines José Padovani de Andrade (CBF-ES) e Thiaggo Americano Labes (CBF-SC

Leave a comment

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>