PF faz megaoperação contra facções criminosas em Alagoas e mais 10 Estados

A operação é coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública; pelo Grupo Nacional de Combate às Organizações Criminosas, em parceria com a SSP-AL (Secretaria de Segurança Pública do Estado de Alagoas); pela Polícia Civil de Alagoas; e pela Polícia Militar de Alagoas, por meio do Bope (Batalhão de Operações Especiais).
Policiais ao deflagrar nesta 3ª feira (28.jul) a operação Flashback em Alagoas© SSP-AL Policiais ao deflagrar nesta 3ª feira (28.jul) a operação Flashback em Alagoas
TNM/Sabrina Freire

Uma megaoperação da Polícia Federal foi deflagrada na manhã desta 3ª feira (28.jul.2020) pela para cumprir 212 mandados de busca e apreensão e de prisão em Alagoas e mais 10 Estados contra integrantes de facção criminosa brasileira que remetia drogas para o Estado alagoano. Trata-se da operação Flashback II.

A operação é coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública; pelo Grupo Nacional de Combate às Organizações Criminosas, em parceria com a SSP-AL (Secretaria de Segurança Pública do Estado de Alagoas); pela Polícia Civil de Alagoas; e pela Polícia Militar de Alagoas, por meio do Bope (Batalhão de Operações Especiais).

No total, mais de 1.000 policiais participam da operação Flashback II em todo o país. Dos 212 mandados judiciais expedidos, 98 foram em Alagoas. Desses, 73 foram expedidos na capital Maceió. O restante dos mandados foram expedidos na Bahia, no Ceará, em Mato Grosso do Sul, em Minas Gerais, na Paraíba, no Paraná, em Pernambuco, no Piauí, em São Paulo e em Sergipe.

Simultaneamente, a Polícia Federal também deflagrou a operação Njord contra o PCC (Primeiro Comando da Capital). São cumpridos 39 mandados de prisão e 25 mandados de busca e apreensão em Maceió (AL), São Paulo (SP) e em cidades dos Estados do Paraná e Mato Grosso do Sul, visando desarticular facção criminosa.

Mega operação da Polícia Federal cumpre 212 mandados de busca e apreensão e de prisão em Alagoas e mais 10 Estados

© SSP-AL Mega operação da Polícia Federal cumpre 212 mandados de busca e apreensão e de prisão em Alagoas e mais 10 EstadosImagem de policiais em rua de Alagoas nesta 3ª feira (28.jul) para o cumprimento da operação© SSP-AL Imagem de policiais em rua de Alagoas nesta 3ª feira (28.jul) para o cumprimento da operaçãoA 1ª fase da operação Flashback ocorreu em novembro de 2019, quando foram cumpridos 110 mandados e 81 pessoas foram presas.

As ‘damas do crime’

De acordo com as investigações da operação flashback,  ficou comprovado 1 protagonismo de mulheres ligadas ao PCC, com notório avanço na ocupação dos cargos de chefia da facção criminosa, que possui 1 núcleo chamado como “Damas do Crime”. O núcleo é composto por 18 mulheres e apenas 1 homem.

De acordo com a Polícia Civil de Alagoas, as mulheres têm perfil igualmente violento ao dos homens da facção quando definem julgamentos ocorridos nos chamados “tribunais do crime”.

Na operação Flashback I, apenas 7 mulheres foram presas. Nesta 2ª fase, 40 mulheres são alvos de mandados de prisão e busca e apreensão.

Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Veja também: