Marta vai virar estátua ao lado da de Pelé no Museu da Seleção (CBF)

Pelé vai ganhar companhia no Museu da Seleção (CBF). Além do rei, uma estátua da rainha Marta e de Zagallo vão ser feitas para enriquecer o salão da sede da Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro.

Marta vai virar estátua ao lado da de Pelé no Museu da Seleção (CBF), no Rio de JaneiroMarta vai virar estátua ao lado da de Pelé no Museu da Seleção (CBF), no Rio de Janeiro

TNM/Por Fernando Frazão/Agência Brasil

Pelé vai ganhar companhia no Museu da Seleção (CBF). Além do rei, uma estátua da rainha Marta e de Zagallo vão ser feitas para enriquecer o salão da sede da Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro.

Nos últimos dias, Marta e Zagallo receberam a equipe que fez a estátua de Pelé para tirar medidas e iniciar a confecção das peças, que serão feitas em Londres, como foi a do Rei do futebol. A notícia foi publicada, inicialmente, pela comentarista da Globo Renata Mendonça, em conversa com o presidente da CBF, Rogério Caboclo.

Tanto a Rainha como o Velho Lobo vão escolher a pose para o retrato em tamanho real. A CBF ainda prepara também uma ala nova destinada para a história e os feitos do futebol feminino.

No museu, o Rei e a Rainha estarão lado a lado. Pela pandemia, ainda não há previsão de inauguração das duas estátuas.

A alagoana Marta é a maior artilheira da história das Copas do Mundo e venceu por seis vezes a eleição de melhor jogadora de futebol do planeta, organizada pela Fifa, sendo a sexta em 2018. O feito igualado por Messi no ano passado, e Cristiano Ronaldo soma cinco troféus similares.

A estátua vai ser erguida por uma equipe de mais de 50 artesãos. Marta, ou Marta Vieira da Silva, foi a primeira mulher a entrar para o Hall da Fama do Maracanã, no Rio de Janeiro. Foi no final de 2018.

Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Veja também: