BRASIL 2 URUGAI 0

A Seleção Brasileira manteve sua campanha com 100% de aproveitamento nas Eliminatórias Sul-Americanas na noite desta terça-feira
Arthur recebe na entrada da área, se vira e chuta para marcar o primeiro gol do Brasil
Arthur recebe na entrada da área, se vira e chuta para marcar o primeiro gol do Brasil | NICOLÁS PEREYRA/OVACION

A Seleção Brasileira manteve sua campanha com 100% de aproveitamento nas Eliminatórias Sul-Americanas na noite desta terça-feira. No Estádio Centenário, pela quarta rodada do torneio classificatório, o time canarinho venceu o Uruguai por 2 a 0 e Edinson Cavani acabou expulso.

Único time ainda 100% após as primeiras quatro rodadas, o Brasil lidera as Eliminatórias com 12 pontos ganhos, três a mais que o Equador. O Uruguai, por sua vez, tem seis pontos e figura no quarto posto da tabela de classificação, atrás da Argentina.

Pela quinta rodada das Eliminatórias Sul-Americanas, a Seleção Brasileira volta a campo para enfrentar a Colômbia, em Bogotá. O Uruguai, por sua vez, tem mais um confronto difícil, já que encara a rival Argentina, em Santiago del Estero. Os duelos estão inicialmente marcados para 25 de março, com horários ainda a confirmar pela Conmebol.

 

Arthur recebe na entrada da área, se vira e chuta para marcar o primeiro gol do Brasil
Arthur recebe na entrada da área, se vira e chuta para marcar o primeiro gol do Brasil – Foto: NICOLÁS PEREYRA/OVACION

O Jogo

A primeira oportunidade no Estádio Centenário foi criada pela seleção uruguaia. Logo no começo da partida, Darwin Nuñez recebeu de De la Cruz pela esquerda, limpou a marcação de Danilo dentro da área e bateu forte, acertando o travessão do goleiro Ederson.

O Brasil conseguiu inaugurar o marcador em Montevidéu aos 33 minutos do 1° tempo. Gabriel Jesus recebeu cruzamento de Danilo da direita e ajeitou para chute de Arthur da entrada da área. A bola desviou em Gimenez e matou o goleiro Campaña.

Aos 44min, em cobrança ensaiada de escanteio pela esquerda, Renan Lodi recebeu e cruzou dentro da área. Livre, Richarlison completou de cabeça para marcar o segundo do Brasil.

Perdendo por 2 a 0, o Uruguai viu sua situação ficar ainda mais complicada aos 25’ do segundo tempo. Por entrada de sola no tornozelo de Richarlison, Cavani recebeu o cartão amarelo do árbitro chileno Roberto Tobar. Orientado pelo VAR, o juiz reviu o lance pelo monitor e decidiu trocar a advertência pelo vermelho.

Aos 30’ da etapa complementar, após cobrança de escanteio, o Uruguai marcou por meio de Cáceres. No entanto, o assistente assinalou impedimento, decisão posteriormente confirmada pelo VAR.

Em superioridade numérica, a Seleção Brasileira não voltou a correr riscos no campo de defesa. Jogando de maneira conservadora, o time comandado pelo técnico Tite valorizou a posse de bola nos minutos finais e garantiu sua quarta vitória nas Eliminatórias Sul-Americanas.

Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Veja também: