Polícia prende ex-presidente do Barcelona durante operação, diz jornal

O ex-presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, 58, foi preso nesta segunda-feira (1º) junto com outros dirigentes do clube pela Polícia da Catalunha

TNM/Folhapress

Reprodução / Twitter Barcelona

O ex-presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, 58, foi preso nesta segunda-feira (1º) junto com outros dirigentes do clube pela Polícia da Catalunha.

Segundo o jornal espanhol AS, o cartola, seu ex-assessor, Jaume Masferrer, o CEO do clube, Óscar Grau, e o responsável por serviços jurídicos, Romà Gómez Ponti, serão ouvidos na investigação, apelidada de Barçagate, que apura corrupção, lavagem de dinheiro e má administração.

Quando presidente do Barcelona, Bartomeu teria contratado pelo clube uma empresa para criar contas nas redes sociais e difamar ex-dirigentes, atletas e ex-jogadores. A denúncia inicialmente foi feita por sócios.

Ele renunciou ao cargo em outubro, logo depois de a polícia divulgar que existiam evidências de corrupção no caso, e que seguiria com a investigação. A operação nesta segunda envolveu também busca e apreensão na sede do clube, no Camp Nou.

“O Barcelona expressa seu máximo respeito pelo procedimento judicial em curso e pelo princípio de presunção de inocência das pessoas afetadas nestas atuações”, declarou o clube, em nota.

A prisão acontece uma semana antes da nova eleição presidencial do clube, que elegerá a diretoria sucessora da gestão de Bartomeu.

Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Veja também: