Randolfe quer convocar ministros da Justiça e da articulação política para depor na CPI da Covid

Mais dois ministros do governo Jair Bolsonaro poderão ter de comparecer à CPI da Covid para prestar depoimento aos senadores.

Vice-presidente da CPI, Randolfe Rodrigues: 'Tem de convocar até o ministro da Justiça porque o que ele falou à Revista Veja é uma ameaça ao funcionamento da CPI'. 

© Dida Sampaio/Estadão Vice-presidente da CPI, Randolfe Rodrigues: ‘Tem de convocar até o ministro da Justiça porque o que ele falou à Revista Veja é uma ameaça ao funcionamento da CPI’. 

BRASÍLIA – Mais dois ministros do governo Jair Bolsonaro poderão ter de comparecer à CPI da Covid para prestar depoimento aos senadores.

O vice-presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), defende a convocação dos ministros da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, e da Secretaria de Governo, Flávia Arruda.

TNM/Por Lauriberto Pompeu
“Já fizemos (requerimento) para convocar a Flávia. Tem de convocar até o ministro da Justiça porque ontem, o que ele fez, o que ele falou à Revista Veja, é uma ameaça ao funcionamento da CPI”, declarou o senador ao Estadão.

Randolfe fez referência à entrevista publicada nesta sexta-feira, 30, na qual o ministro Anderson Torres afirmou que vai pressionar a Polícia Federal a obter dados sobre a destinação de recursos federais contra a covid-19 nos Estados.

“Há muitos casos sob investigação nos Estados desde o início da pandemia. O problema é que isso não está sendo falado. Eu vou pedir esses dados à Polícia Federal, tudo o que já foi feito. Há várias operações em andamento. Isso precisa ser mostrado. As pessoas têm de tomar conhecimento disso também”, disse o ministro à Veja.

 

Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Veja também: