Santo André estuda possibilidade de mudar de cidade após estádio virar hospital

Líder do Paulistão, o Ramalhão cogita algumas cidades para se a sede do clube para um possível retorno do campeonato estuda possibilidade de mudar de cidade após estádio virar hospital

Nacional

Líder do Paulistão, o Ramalhão cogita algumas cidades para se a sede do clube para um possível retorno do campeonato estuda possibilidade de mudar de cidade após estádio virar hospital

MATÉRIAS RELACIONADAS

Com sede única, Copa do Nordeste pode ser retomada após aval da CBF

Prefeitura do Rio de Janeiro autoriza a retomada das competições esportivas

Clubes do Rio não se entendem quanto à data para retorno do Carioca
O Santo André pode ter uma nova casa no retorno do Campeonato Paulista. Com o estádio Bruno José Daniel transformado em hospital de campanha no combate à pandemia do coronavírus, a diretoria do líder do estadual cogita trocar de cidade para treinar e mandar seus últimos jogos na competição.

Águas de Lindóia, Sorocaba, Itu e Atibaia são algumas cidades avaliadas pela direção do clube da Grande São Paulo. O torneio ainda não tem data para ser reiniciado.

O Santo André está impossibilitado, no retorno, de usar as dependências do estádio (pertence à prefeitura). Lá, tinha academia, fisioterapia, enfim. O clube não tem um centro de treinamento, lá era o CT.

No retorno, o clube precisa achar um outro lugar para treinar e um outro estádio para jogar ? disse Edgard Montemor, diretor executivo de futebol do Santo André, ao GloboEsporte.com.

A pandemia do Covid-19 abalou, e muito, o líder do Campeonato Paulista. O clube deve os salários do mês de março aos jogadores e demitiu alguns funcionários para reduzir custos.

O Santo André também perdeu jogadores importantes. Artilheiro do time do Paulistão, Ronaldo foi para o Sport. O goleiro Fernando Henrique fechou com Brasiliense, enquanto o zagueiro Luiãzo acertou com a Ponte Preta.

Montemor assegura que boa parte do elenco que iniciou o Paulistão vai retornar para a disputa das duas últimas rodadas da primeira fase. O clube também utilizará garotos formados nas categorias de base.

Alguns outros atletas, por conta de diminuição da folha de pagamento, também não tiveram seus contratos renovados. Sobra ali uns 70%, 65% de atletas que o Santo André já entrou em contato, fez pré-acordo com esses jogadores pra que, quando a competição retorne, eles possam finalizar o campeonato com a camisa do clube.

Dono da melhor campanha, o Ramalhão lidera o Grupo B, com 19 pontos, mas ainda não está garantido no mata-mata. O Palmeiras é o segundo, com a mesma pontuação, e o Novorizontino aparece em terceiro, com 16. Os dois melhores avançam.
Caso o Campeonato Paulista volte, o Santo André vai jogar sim, vai buscar a classificação e, depois, por que não brigar pelo título? ? finalizou o dirigente.

Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Veja também: