Alagoas avança para a fase amarela e amplia horário de funcionamento de estabelecimentos

“É muito importante que quem tomou a primeira dose, tome a segunda. Quando a gente toma a primeira dose a gente tem um nível de imunização garantida, mas só a segunda dose prepara o organismo para estar ainda mais resistente ao contato com o vírus. E quem não tomou a vacina, tome vacina! A gente precisa evitar a propagação do vírus e uma possibilidade de terceira onda, além de evitar mais mortes”, afirmou Renan Filho.

Senador assume o governo e deixa Bolsonaro no cercadinho, encurralado

O senador Ciro Nogueira (PP-PI) assumirá a presidência da República, de fato, quando ocupar a chefia do Gabinete Civil. O presidente Jair Bolsonaro comunicou nesta quarta-feira, 21, a mini-reforma ministerial, para fazer a mudança no Gabinete Civil e recriar o Ministério do Trabalho, e assim atender mais uma reivindicação do centrão.

“Paulo Guedes não tem mais influência alguma”, diz Rodrigo Maia

Ex-presidente da Câmara, Rodrigo Maia flana com maior liberdade sobre os assuntos que lhe cabem. Quando atrelado à cadeira de mandatário e com o compromisso declarado de ajudar o governo em sua pauta econômica, cujo peso institucional não lhe permitia divagar com sinceridade sobre a gestão do presidente Jair Bolsonaro e de seu ministro da Economia, Paulo Guedes, o deputado segurava-se para não dizer o que, realmente, interpretava sobre a conjuntura política.

Sem máscara, Bolsonaro, mesmo internado, dar mau exemplo

Não bastasse o presidente da República ter feito campanha contra o uso de máscaras na pandemia, chegando ao disparate de tirar a proteção de crianças em um ato de campanha pré-eleitoral no Rio Grande do Norte, agora ele divulga fotos de si mesmo andando pelos corredores e ao lado de outros pacientes, no hospital Vila Nova Star, sem usar o equipamento.

TCU cobra explicações do governo sobre preço da Covaxin subir de US$ 10 para US$ 15 em negociação

O então “número 2” do Ministério da Saúde, coronel Élcio Franco, comandou a reunião com o empresário Francisco Maximiano, sócio da Precisa Medicamentos, e representantes da Bharat Biotech – estes últimos via videoconferência. A Precisa informou, na ocasião, que teria disponibilidade de oferecer 46 milhões de doses, com entrega prevista para o fim do primeiro trimestre de 2021.