Deboche: Câmara quer anular buscas contra deputados investigados por corrupção

A Câmara dos Deputados entrou com duas ações no Supremo Tribunal Federal (STF) para anular buscas e apreensões feitas pela Polícia Federal (PF) nos gabinetes da deputada federal Rejane Dias (PT-PI) e do deputado federal Paulinho da Força (SD-SP).
Orçamento específico para combate ao coronavírus pode ser votado amanhã

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). Foto: Luís Macedo Agência Câmara

Mesa Diretora presidida por Rodrigo Maia quer condicionar buscas a decisão do STF

A Câmara dos Deputados entrou com duas ações no Supremo Tribunal Federal (STF) para anular buscas e apreensões feitas pela Polícia Federal (PF) nos gabinetes da deputada federal Rejane Dias (PT-PI) e do deputado federal Paulinho da Força (SD-SP). Os parlamentares são investigados por corrupção. As petições foram protocoladas ontem à noite.

Deputado(a) Federal Rodrigo Maia - Portal da Câmara dos Deputados

Nas ações, a Mesa Diretora presidida por Rodrigo Maia pede a anulação das buscas autorizadas pela primeira instância da Justiça por entender que somente o STF pode autorizar as medidas. Segundo a Casa, as buscas interferem no “pleno exercício do mandato parlamentar”.

Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Veja também: