Morre Bispo Dom Pedro Casaldáliga aos 92 anos

O bispo emérito Dom Pedro Casaldáliga morreu na manhã deste sábado (08.ago.2020) aos 92 anos. Ele estava internado desde o fim de julho na unidade de terapia intensiva da Santa Casa de Batatais, em São Paulo, por problemas respiratórios.

© Wilson Dias/Agência Brasil Dom Pedro Casaldáliga, bispo emérito da Prelazia de São Félix do Araguaia ficou conhecido como

TNM/Poder360

O bispo emérito Dom Pedro Casaldáliga morreu na manhã deste sábado (08.ago.2020) aos 92 anos. Ele estava internado desde o fim de julho na unidade de terapia intensiva da Santa Casa de Batatais, em São Paulo, por problemas respiratórios.

Casaldáliga realizou o exame para detectar a infecção por covid-19, mas o resultado foi negativo. Ele sofria do mal de Parkinson e teve tuberculose no ano passado.

Nascido em 16 de fevereiro de 1928 em Balsanery, na comunidade de Catalúnia, na Espanha, chegou ao Brasil em 1968. Chamado de “padre do povo”, tornou-se conhecido por seus posicionamentos políticos em defesa dos direitos humanos e da Amazônia.

Participou da Pastoral da Terra e atuou em defesa dos indígenas e trabalhadores agrários. Também foi 1 personagem importante no enfrentamento à ditadura militar.

Foi 1 dos responsáveis pela criação da Cimi (Conselho Indigenista Missionário) na década de 1970. Atuou por anos na Prelazia de São Félix, no Xingu. Também atuou contra casos de trabalho escravo e em defesa da floresta amazônica.

Recentemente, assinou com outros 3 bispos e arcebispos uma carta com críticas ao presidente Jair Bolsonaro. O texto fala em “omissão, apatia e rechaço pelos mais pobres” no enfrentamento à pandemia de covid-19, além de “incapacidade e inabilidade para enfrentar a crise” instaurada no país.

Várias personalidades políticas prestaram condolências e homenagens nas redes sociais. Entre os que se manifestaram estão as deputadas Erika Kokay (PT-DF), Sâmia Bomfim (Psol-SP) e Benedita da Silva (PT-RJ) e o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

O velório será realizado em 3 locais. Neste sábado, a partir das 15h, na capela do Claretiano em Batata

Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Veja também: