6 jul, 2018
COPA 2018 Casa em Messias impressiona com ‘exagero’ na decoração para a Copa
201807061136_593f550727
Decoração e festança em homenagem à seleção brasileira foram organizadas por casal de senhores
TNM/Por Patrícia Mendonça | Portal Gazetaweb.com
FOTO: ARQUIVO PESSOAL

Casa no interior impressiona com ‘exagero’ na decoração para a Copa

Fanática por todas as modalidades de esporte, dona Mercês Lins revela que, para ela, a Copa do Mundo tem um gostinho especial. É quando o verde e o amarelo habitam a casa da senhora de 78 anos, lá em Messias. Ela gosta do “exagero” e com muito capricho faz questão de, há cada quatro anos, acrescentar novos itens à decoração, que tem lugar garantido na dispensa para que a cada mundial voltem a “dar as caras” no lar.

A decoração vai desde as tradicionais bandeirinhas a almofadas, cortinas, roupas de cama, toalhas, tapetes, talheres, louças, panelas, torneiras, bandeirões, balões e até ventilador, tudo customizado com muito carinho pela fã do esporte.

“Amo todo tipo de esporte! Sempre decoro a minha casa nas Olimpíadas também, mas não é tanto, porque a minha paixão mesmo é o futebol”, explica dona Mercês, que diz acompanhar o mundial há décadas – e é ele que garante as festas mais animadas na casa.

Casal é o responsável pela decoração em homenagem à seleção

FOTO: ARQUIVO PESSOAL

“Recebo meus filhos, netos e bisnetos aqui em casa em todos os jogos do Brasil na Copa. Aí a farra é grande e só termina lá pelas 10h da noite”, conta a senhora, em meio a sorrisos.Uma das netas diz que não tem como escapar da farra, que já é certa. Por isso mesmo, não há como ter outro destino durante os jogos do Brasil. A festa promovida pela avó “amarra” toda a família em casa. “Já é uma tradição na nossa família! Desde que eu era criança o festejo já existia e eu tenho lembrança desse tipo de decoração em casa desde aquela época”, ressalta a neta Beatriz Calheiros, de 27 anos.

“Está muito bonita a casa! A decoração deixa a gente mais animado para a torcida”, completa o marido da dona Mercês, o senhor Gualter Cícero, de 80 anos.

Mercês é apaixonada pelo CSA e garante homenagem em classificação

FOTO: ARQUIVO PESSOAL

No final da entrevista, dona Mercês ainda faz questão de avisar: “Sou CSA e meu sangue é azul! E bem assim [se referindo à decoração] vai ser quando o CSA passar para a ‘Série A’, viu? Vou fazer tudo azul e branco na minha casa! Mas já tenho a bandeira dele aqui na frente”, aponta a senhora de 78 anos, cheia de sorrisos.O casal aproveitou para fazer um palpite para o jogo desta sexta-feira (6), nas quartas de final, contra a Bélgica. Gualter acredita que o placar será de 2×0, enquanto dona Mercês, sempre animada, aposta no 3×1.

Leave a comment

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>