Para CPI, Tolentino controla empresa fiadora de contrato da Covaxin

Para Randolfe, a CPI tem elementos para sugerir o indiciamento de Barros. O líder do governo chegou a ser ouvido na comissão, mas o depoimento foi suspenso após o deputado atacar os integrantes do colegiado. O comando da CPI não considera ouvir novamente o deputado. “O líder Ricardo Barros tem que ser indiciado, não tem que mais ser ouvido”, disse Randolfe.

STF vota a favor de envio de vacinas para a segunda dose em São Paulo

O governador de São Paulo, João Doria, chegou a mencionar em entrevista coletiva que o estado havia recebido apenas 10% das vacinas estabelecidas pelo ministério. O órgão federal rebateu dizendo que o repasse foi menor “para compensar” a discrepância com outros estados brasileiros.

Portugal deixa de exigir uso de máscara nas ruas

Em 1º de setembro, Portugal reabriu suas fronteiras para brasileiros em viagens não essenciais. Para entrar, é necessário apresentar um teste negativo para covid-19. Os visitantes não precisam estar vacinados.