11 set, 2018
Rodrigo Cunha caminha longe da chapa, mas Collor pede voto e cita tucano em palanque

O deputado estadual e candidato ao Senado Federal, Rodrigo Cunha (PSDB), já externou – em outras palavras – que quer distância da chapa majoritária na qual se encontra.

Foto: DM8ce95c74 d90c 4c0a bf0d e8f2729f7974 Fernando Collor
 

 

 

 

Ele é um dos tucanos que buscam distanciar sua imagem da do candidato ao governo e senador Fernando Collor de Mello (PTC).Outro tucano, por exemplo, é o ex-governador Teotonio Vilela Filho (PSDB), que não é candidato no pleito. Há incomodo por parte também de outros membros da chapa que disputam a proporcional.

Alguns candidatos da chapa sentem dificuldades de pedir votos para Fernando Collor de Mello, inclusive no guia eleitoral, apesar do logo de Collor de Mello e do senador Benedito de Lira (PP) se fazerem presentes nas inserções do horário eleitoral.

Mas as declarações de Cunha parecem não ser levadas em conta por Fernando Collor. Em campanha, durante seus discursos, Collor tem pedido votos para Rodrigo Cunha e também para Benedito de Lira, já que os dois disputam o Senado eleitoral na aliança entre o PP, PTC e PSDB.

Collor tenta com isso mostrar uma chapa unida, semelhante ao que ocorre do outro lado, quando o candidato ao governo e governador Renan Filho se faz presente no material de campanha ao lado de Renan Calheiros, que busca a reeleição, e do deputado federal Maurício Quintella Lessa (PR).

Em um dos vídeos publicados em redes sociais, Collor pede votos para Benedito de Lira, afirmando que este é importante como seu colega de bancada. Quanto a Cunha, Collor diz: “O nosso segundo candidato é o jovem que quer representar a juventude alagoano no Senado, que se chama Rodrigo Cunha”.

Mas, dificilmente, a fala de Collor trará Cunha para o palanque.

Leave a comment

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>