20 set, 2018
Diap escolhe Collor como um dos parlamentares mais influentes do país

É a sexta vez que o senador alagoano figura no levantamento

 TNM/Por Gazetaweb | com assessoria     
FOTO: assessoria

Diap escolhe Collor como um dos parlamentares mais influentes do país 

O senador Fernando Collor de Mello (PTC) foi apontado, pela sexta vez, como um dos 100 parlamentares mais influentes do Brasil, de acordo com o relatório “Os Cabeças do Congresso Nacional, do Departamento Intersindical de Assessoria Legislativa (Diap). Ao longo dos últimos anos, Collor tem a atuação parlamentar reconhecida, tornando-se um destaque sempre presente nesta lista.

Pelo levantamento, Collor destaca-se pela habilidade de ”formador de opinião”, sobretudo, em virtude dos pronunciamentos e articulações realizadas por ele nas votações ocorridas no plenário do Senado Federal, além do protagonismo que deu a Comissão de Relações Exteriores, desde que foi eleito presidente, imprimindo uma intensa pauta proativa de projetos e de debate sobre temas contemporâneos.

Ainda segundo o Diap, os parlamentares ‘formadores de opinião’ são políticos experientes, com trânsito fácil entre as diversas correntes e segmentos representados no Congresso e visão abrangente dos problemas do País, cuja opinião sobre o assunto influencia fortemente a decisão dos demais parlamentares.

“Eles constituem a elite do Poder Legislativo, embora não precisem, necessária e institucionalmente, estar em postos-chave, como liderança formal ou presidência de uma das Casas do Congresso. São os que se pode chamar de líderes de alta patente, respeitados e legitimados pelo grupo ou corrente política que lideram”, reforça o texto do Diap.

Além de Collor, o deputado federal Arthur Lira (PP) e o senador Renan Calheiros (PMDB) também figuram na lista, ambos com a habilidade de “articulador”. No total, são 65 deputados e 35 senadores selecionados. O levantamento do Diap também leva em consideração os parlamentares que estão em ascensão no Congresso Nacional. Em Alagoas, dois nomes ganharam destaque: Gilvado Carimbão e Ronaldo Lessa

Os “Cabeças do Congresso” são aqueles parlamentares que conseguem se diferenciar dos demais pelo exercício de qualidades e habilidades que os colocam no papel de protagonistas do processo legislativo, “como a capacidade de conduzir debates, negociações, votações, articulações e formulações, seja pelo saber, senso de oportunidade, eficiência na leitura da realidade e, principalmente, facilidade para conceber ideias, constituir posições, elaborar propostas e projetá-las para o centro do debate, liderando sua repercussão e tomada de decisão”.

O Diap é formado por cerca de 900 entidades sindicais de trabalhadores congregando centrais, confederações, federações, sindicatos e associações distribuídas em todos os estados do País, das quais 90 são de Brasília. A pesquisa do departamento inclui apenas os parlamentares que estavam no efetivo exercício do mandato no período de avaliação, correspondente aos meses de fevereiro a julho de 2018.

Leave a comment

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>