14 jun, 2019
Bolsonaro diz que demitirá presidente dos Correios por agir como ‘sindicalista’

Brasil 201905100801_639859c79f

Bolsonaro ainda não definiu o nome do substituto do general Juarez Cunha à frente da estatal

TNM/Por Redação com G1   

 

Bolsonaro diz que vai demitir presidente dos Correios

FOTO: Wilson Dias / Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro informou nesta sexta-feira (14) que decidiu demitir o presidente dos Correios, general Juarez Cunha. Segundo Bolsonaro, o militar se comportou como “sindicalista” e se manifestou contrário à privatização da estatal, avalizada pelo presidente da República.

A informação sobre a demissão foi dada por Bolsonaro ao final de um café da manhã com jornalistas, realizado no Palácio do Planalto. O presidente disse que ainda avalia nomes para o comando dos Correios.

Bolsonaro afirmou que uma possibilidade seria colocar o general Carlos Alberto dos Santos Cruz à frente dos Correios, porém o agora ex-ministro não deve assumir no momento nenhuma função no governo.

Santos Cruz foi demitido nesta quinta-feira da Secretaria de Governo. Seu substituto é o também general Luiz Eduardo Ramos.

Privatização dos Correios

O general Juarez Cunha assumiu a presidência dos Correios em novembro do ano passado, durante o governo do ex-presidente Michel Temer, e foi mantido no cargo após a posse de Bolsonaro. Juarez defende a manutenção dos Correios

Leave a comment

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>