23 set, 2017
CSA se aproximou do acesso à Série B: sonho de 25 anos

Carregado pelo torcedor, CSA se aproximou do acesso à Série B: sonho de 25 anos

No dia 6 de junho de 1944, as tropas aliadas desembarcavam na Normandia (Noroeste da França). Esse dia é considerado por grande parte dos historiadores como o mais importante da 2ª Guerra Mundial e decisivo para a vitória contra o Eixo. Esse dia foi denominado “Dia D”.

Nesta segunda-feira, 25, o CSA terá o seu dia ‘mais importante’ na guerra da Série C. O dia do confronto com o Tombense, time oriundo da cidade de Tombos, em Minas Gerais, será o “Dia B” para o time azulino. Na oportunidade, o alagoano poderá assegurar sua classificação para a Série B, um sonho acalentado nos últimos 25 anos.

Era o ano de 1993, a a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) precisava recuperar pelo menos 16 equipes para compor a Série B no ano de 1994. O País foi dividido por grupo de estados e a seletiva de Alagoas foi com a Paraíba.

Na oportunidade, quatro times paraibanos se inscreveram: Auto Esporte, Botafogo, Campinense e Treze. Em Alagoas, CSA e CRB alegaram dificuldades e ameaçaram não participar da competição. José Maria Barros, presidente do CSA, e Waldemar Correia, presidente do CRB, até fizeram um ‘acordo’ para protocolarem na FAF suas desistências da competição. O CSA confirmou. O CRB deu um gigantesco drible no CSA e na reta final do prazo protocolou sua confirmação, sendo o único representante do Estado na seletiva. Após vencer a seletiva, o CRB se garantia na Série B.

Nesses 25 anos, o CSA nunca esteve tão próximo da Série B, e a chegada à terceira mais importante competição de âmbito nacional tornou-se praticamente uma obsessão azulina.

Esses longos anos podem ser encerrados nesta segunda-feira, que poderá ser conhecida como o “Dia B” para o CSA. Após vencer o primeiro confronto do mata-mata contra o Tombense, por 2 a 0, na semana passada, no Estádio Antonio Guimarães Pereira (Pereirão), o time azulino abriu uma vantagem considerável na disputa pelo acesso. Neste segundo jogo, às 20h30, no Estádio Rei Pelé, o CSA joga por qualquer empate, poderá perder por um gol de diferença, e mesmo que perca por 2 a 0, ainda terá a oportunidade de disputar a vaga nos pênaltis.

Leave a comment

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>