23 mar, 2019
Prêmio Selma Bandeira homenageará mulher trans pela primeira vez

Premiação acontece desde 2010 e reúne 18 mulheres todos os anos para reconhecer a força feminina

TNM/Por Victor Lima | Portal Gazetaweb.com  

Prêmio acontece anualmente no mês da mulher

FOTO: Divulgação

Na próxima quinta-feira (28), o auditório da Federação das Indústrias de Alagoas será dominado pelas mulheres. É que acontece a 9ª edição do Prêmio Selma Bandeira, realizado desde 2010, e que seleciona 18 mulheres brasileiras para homenagear e reconhecer a força feminina.

Esta edição traz uma novidade: pela primeira vez, uma mulher trans será homenageada. Jade Soares é alagoana, natural de Santa Luzia do Norte, coordenadora da ONG Metamorfose e secretária geral da Rede Nacional de Pessoas Transexuais do Brasil – Redetrans Brasil. A bisneta de Dona Anésia, benzedeira reconhecida como patrimônio vivo de Alagoas, fala sobre a representatividade ao receber o prêmio.

FOTO: Flávio Cansanção

Jade Soares sente que o prêmio é um reconhecimento da luta das trans alagoanas

“Uma pessoa sair de um quilombo, sem nenhuma expectativa de crescimento profissional, precisa muito de apoio de pessoas do bem para poder estar nos espaços e fazer o bem, como o Dino Alves, que eu considero meu mentor. Tenho dedicado minha vida a combater a transfobia e dar visibilidade positiva para a causa. Então, o prêmio é um reconhecimento da luta de todas as pessoas trans de Alagoas, vestígios de uma luta nacional que replicamos. Eu apenas sou a representante de todas elas para receber o prêmio”, afirma.Um dos produtores do prêmio, Marcos Assunção, explica que a relação das homenageadas é feita com base em pesquisas ou pela indicação de alguém e que o nome de Jade, por exemplo, surgiu a partir de um amigo que conheceu o trabalho dela. “A gente sempre pensa no que podemos trazer como novidade a cada ano, e na produção desta edição, percebemos que nunca homenageamos uma trans. Então, como a gente sempre escuta as pessoas também, avaliamos a indicação que o Flávio Cansanção fez, e vimos o quanto é importante também fazer esse reconhecimento às trans”, conta.

Além de Jade, serão homenageadas: Alexandrina Bandeira (mãe de Selma, de 100 anos, que receberá uma homenagem especial), Adriana Feitosa, Jeane Moura, Aparecida Ferreira, Jeanine Beltrão, Goreti Lima, Socorro Vaz, Afra Barbosa, Patrícia Lavanery, Raquel Teixeira, Vitória, Tunísia Nayara, Selma Brito, Ana Clark, Bethânia Barros, Márcia Assunção e Jó Pereira.

Leave a comment

XHTML: You can use these tags: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>